Drogas e Plantas Alucinógenas na Psicoterapia e Xamanismo [parte 2/5]

Esta é a segunda parte da tradução do artigo “Drogas e Plantas Alucinógenas na Psicoterapia e Xamanismo” de Ralph Metzner, onde veremos um pouco da história do LSD e seu uso terapêutico, além das principais semelhanças entre as experiências psicodélicas. Para ler a primeira parte, clique aqui.

 

(mais…)

Continuar lendo Drogas e Plantas Alucinógenas na Psicoterapia e Xamanismo [parte 2/5]

O Verdadeiro Eu, por Alan Moore

Se no budismo não existe um “Eu”, ainda assim é importante desenvolver sua pessoa (seu aglomerado que se identifica com um “Eu”) para transcender os limites impostos pela ilusão. No ocidente, onde acreditamos numa alma imortal, enfrentamos um desafio semelhante; No caso, o corpo e as formas materiais nos embotam a consciência (bloqueando as “portas da percepção”) e nos “afastam” do contato com nosso verdadeiro “Eu”, a alma. Mas engana-se se pensam que a alma é sempre um gasparzinho com sua imagem e semelhança, dentro de seu corpo de carne. Por isso vamos dar a palavra ao Alan Moore, no documentário The Mindscape of Alan Moore:
(mais…)

Continuar lendo O Verdadeiro Eu, por Alan Moore

Para que servem os Exercícios Básicos do Hermetismo?

 

“MDD, me explica algo:
Me impressiona muito todos esses exercícios colocados no site, e os colocados no Arcanum Arcanorum. Parece algo impressionante que nos motiva a explorar o invisível.
Mas, falta algo fundamental: PRA QUE SERVE TUDO ISTO? VOCÊ DÁ O EXERCÍCIO MAS NÃO DIZ PARA QUE SERVE!
Praticar os exercícios de visualização, da vela, diário do sonho, projeção astral, tudo isto: Vai nos fazer Feliz? Nos fará nos conhecermos melhor? Fará nos sentirmos mais vivos? Encontraremos nosso “Anjo Guardião”? E que diabos é isso afinal? Como uma pessoa pode se motivar a atingir um objetivo se ele não foi descrito com precisão?
Enfim…se puder responder….”

Salve, pequeno gafanhoto!

Pela sua pergunta, sinto que está tão perdido que não sabe nem por onde começar pois os exercícios não possuem relação com as perguntas que você fez… você pergunta se alguma coisa “vai te fazer feliz?” quando você nem sabe o que te deixaria feliz ou o que você quer. Antes de eu perguntar se “saltar de paraquedas vai me fazer feliz?” eu deveria perguntar “Eu gostaria de saltar de paraquedas?” pois as respostas para estas perguntas são diferentes para cada pessoa… O hermetismo não ensina um “Caminho único para a felicidade”, quem promete isso (e nunca entrega) são as religiões dogmáticas, que fazem você se tornar um cachorro amestrado. O Hermetismo providencia FERRAMENTAS para que você mesmo faça a transformação dentro de você e descubra o que você precisa para Realizar sua verdadeira Vontade. O “Encontro com o Anjo Guardião” não é algo que se aprenda em um cursinho de final de semana, mas o resultado final de meses; as vezes ANOS de aperfeiçoamento das suas próprias potencialidades, e MESMO estes exercícios não são garantias de que vai funcionar para você especificamente, porque o Caminho para CADA pessoa é diferente e único. Os exercícios ajudam na DESCOBERTA de cada caminho.

Todos os exercícios básicos de hermetismo existem como bases para o desenvolvimento dos sentidos que na maioria das pessoas estão adormecidos ou sequer foram explorados. São os primeiros passos para afinar seus sentidos de modo que possam aproveitar melhor e conversar melhor com os Grandes Símbolos Arquetípicos.

(mais…)

Continuar lendo Para que servem os Exercícios Básicos do Hermetismo?

As Palavras, Símbolos e o Poder

Muitos anos atrás quando ainda podíamos sair de nossas casas, fui com a Pri Martinelli assistir à peça “Troilo e Créssida” no teatro SESI, pois um grande amigo nosso, Eduardo Semerjian, está fazendo o papel de Ulisses, um dos generais gregos no texto. A peça, escrita por William Shakespeare em 1602, é uma de suas peças menos conhecidas no grande público mas, por lidar diretamente com a Guerra de Tróia e conter diversas referências herméticas, é uma das favoritas dos apreciadores de História da Arte.
No caminho, estava aguardando a Priscilla recarregar o cartão dela e, quando retornou, explicou que havia demorado pois a moça à sua frente na fila era analfabeta e não conseguia de jeito nenhum fazer a recarga na máquina sozinha e tiveram de ajudá-la na tarefa.
(mais…)

Continuar lendo As Palavras, Símbolos e o Poder

O tarot dos Papiros Mágicos gregos – Jason Augustus Newcomb

Bate-Papo Mayhem 205 - 19/07/2021 (Segunda) Com Jason Augustus Newcomb - Tarot of the Greek Magical Papyri IMPORTANTE: Selecionem "legendas" e nas configurações: "Traduzir automaticamente para Português". O Youtube gerará as legendas. Os…

Continuar lendo O tarot dos Papiros Mágicos gregos – Jason Augustus Newcomb

Drogas e Plantas Alucinógenas na Psicoterapia e Xamanismo [parte 1/5]

Para os leitores que acompanham minhas postagens aqui no TdC, sabem que eu sempre gosto de mesclar Ocultismo com Ciência. Quando digo Ocultismo, na verdade quero dizer tudo aquilo que diz respeito à mente e a espiritualidade que é ignorado ou convenientemente colocado de fora no paradigma científico Ocidental. Muitos também sabem que estudo estados alterados de consciência, induzidos por drogas (ou não), rituais e afins, e uma coisa que vejo é que ultimamente muitas pessoas começaram a se interessar pelo Xamanismo (e eu incluso!!!). Tal interesse acaba levando-as a participar de rituais e vivências xamânicas, que incluem artesanato de filtros dos sonhos, confecção de tambores, rodas de conversa de sagrado masculino e feminino, animal de poder e etc.

 

A coisa começa a chamar a atenção quando nestas situações são introduzidas plantas e substâncias de poder, conhecidas também como as medicinas da floresta (ayahuasca, rapé, wachuma, etc). Nem todos estão realmente preparados para realizar tais sessões, e substâncias como a ayahuasca, estão cada vez mais sendo traduzidas e utilizadas em contextos urbanos. Eu mesmo já participei, e ouvi relato de pessoas que participaram, de rituais xamânicos, que, no mínimo, deixaram a desejar. Sendo assim, me proponho nos posts futuros a traduzir um artigo que acredito ser essencial para todos aqueles que se interessam pelos assuntos citados acima, acadêmicos ou não.

(mais…)

Continuar lendo Drogas e Plantas Alucinógenas na Psicoterapia e Xamanismo [parte 1/5]

Alquimia no Ritual de Iniciação Demolay

Texto do meu irmão Hamal,

O Ritual de Iniciação é de fato um dos momentos mais marcantes em toda Ordem DeMolay. É como se algo fosse implantado, ou despertado, dentro de nós.

A Sala Capitular contêm em si um simbolismo em tudo que há lá, esse simbolismo é herança do que Frank Marshall chamou de “nossos antepassados”. Não há nada que não exista uma ligação ou um motivo de estarem inseridos nos Rituais da Ordem DeMolay. Isso fica bem claro a todo estudante do simbolismo ritualístico, e foi exatamente o que Frank S. Land disse aos primeiros DeMolays antes de suas Iniciações.

A Iniciação tem por objetivo apresentar uma nova realidade ao Neófito. É uma experiência que propõe uma mudança em sua personalidade, para que este tome um novo rumo em sua vida diária com o juramento que lhe é proposto e as virtudes que lhes são apresentadas.

Nossos antepassados são os Hermetistas, são aqueles que criaram a ciência iniciática mais antiga na terra: a Alquimia. Vamos recorrer a seus legados para decifrar esse mistério dentro da Iniciação.

Será mesmo que existe isso na Ordem DeMolay? Vejamos…
(mais…)

Continuar lendo Alquimia no Ritual de Iniciação Demolay