Deus não é um Ser

Este texto originalmente foi um comentário de um leitor (o Phanta) sobre o texto “A Corrupção da Magia Moderna” mas foi tão coerente com o que eu penso e com a maneira como os ocultistas vêem o universo que vale a pena ser transformado em um post para debate.
(mais…)

Continuar lendo Deus não é um Ser

Origens do Espiritismo

Neste trabalho procuraremos reunir alguns dados importantes da história do Espiritismo, especialmente os referentes a Allan Kardec e ao Espiritismo nascente. Nossa fonte básica será a obra Allan Kardec, em três volumes, da autoria de Zêus Wantuil e Francisco Thiesen, dada a público pela Federação Espírita Brasileira em 1979/80. Qualquer estudioso do Espiritismo reconhecerá prontamente que ela representa o mais completo e rigoroso estudo já publicado sobre a vida e a obra de Kardec. Os volumes 2 e 3 contêm ainda análises e comentários de grande justeza e profundidade sobre muitos tópicos referentes à Doutrina e ao movimento espíritas.
(mais…)

Continuar lendo Origens do Espiritismo

Diwali – Festival das Luzes


O Diwali (também transcrito do Deepavali ou Deepawali) é uma festa religiosa hindu, conhecida também como o festival das luzes. Durante o Diwali, celebrado uma vez ao ano, as pessoas estreiam roupas novas, dividem doces e estouram rojões e fogos de artifício. Este festival celebra o assassinato de Narakasura, o que converte o Diwali num evento religioso que simboliza a destruição das forças do mal.
(mais…)

Continuar lendo Diwali – Festival das Luzes

O Significado Espiritual de Yom Kipur

Conforme a sabedoria da Kaballah, o Yom Kipur é um momento de expiação – mas em um sentido especial. É um dia para sermos um com o nível de Luz supremamente alto, e para recebermos todo o benefício que uma conexão como esta pode trazer.

Claro que Yom Kipur inclui o jejum e outras ferramentas espirituais para criar uma separação do mundo físico, mas o objetivo dessas ferramentas não é o autocastigo ou a negação do prazer como um fim em si mesmo.

(mais…)

Continuar lendo O Significado Espiritual de Yom Kipur

Uma Análise sobre as “Religiões” Evangélicas

Religião é uma palavra que provém do latim religare, que significa religiar-se ao divino. Pode-se defini-la, portanto, como sendo um sistema que tenta religar o homem a Deus.

Série Religiões e Seitas. 1. Religiões e Seitas/ 2. Cristianismo ou Igrejismo?

Nos posts anteriores vimos a diferença entre religião e seita. Hoje iremos aplicar o que aprendemos aos seguidores da religião que mais cresce no país, os evangélicos. Camomila à postos e boa leitura!

(mais…)

Continuar lendo Uma Análise sobre as “Religiões” Evangélicas

Dia de Tyr

Tyr sempre foi considerado um dos Deuses mais corajosos.
Este foi o único Deus que teve coragem de colocar suas mãos nuas na boca do lobo Fenrir, assim permitindo que os demais deuses o acorrentassem.
Todavia teve sua mão direita dilacerada.
Muitos Clãs Vikings clamavam à si de “Tyr”.
Fazendo clara alusão à si como Guerreiros Corajosos e Nobilíssimos como o referido Deus.
Estes interpretavam a História como sendo por sua vez, Tyr uma encarnação de Força e do Guerreiro Honroso, aquele que sacrifica-se por seu povo em prol de um destino melhor para estes.
Como, alguns clans também julgavam e analisavam o mito a partir do momento da perda da mão direita por Tyr e pelas significâncias que isto poderia ter.
Segundo alguns nórdicos, o ato de dar a mão direita ao outro é um sinal de confiança assim como também um sinal de que a pessoa está desarmada e por sua vez é digna de confiança.
(mais…)

Continuar lendo Dia de Tyr

Festival de Wesak – Lua Cheia de Touro

O festival de Wesak – Também conhecido como o Festival da Iluminação é o Festival de Buda, o intermediário entre o Centro Espiritual mais elevado, Shambala, e a hierarquia. Buda personifica a expressão da Sabedoria de Deus, da Luz, é Indicador do Propósito Divino. É o grande Festival do Oriente e um dos mais importantes festivais da Lua Cheia. Este Festival ocorre quando o Sol está no signo de Touro. Wesak é uma festa da libertação do despertar e da transfiguração, a jornada de volta ao lar. Promove uma ponte entre a humanidade e espiritualidade, e o equilíbrio entre o Eu Inferior e Superior.
(mais…)

Continuar lendo Festival de Wesak – Lua Cheia de Touro

Por dentro da Igreja Universal

“Você daria um presente com o valor
de um real para alguém? E para Deus?”

Pastor Israel

Vendendo a alma a Deus
Todo mundo sabe que vender a alma para o diabo não é um bom negócio. Você está na pior, endividado, passando fome e sem perspectivas. O demônio surge lhe oferecendo uma melhora de vida substancial, dinheiro vivo, mulheres em abundância, casa, piscina e champagne liberado em troca de uma única assinatura. Você assina, mal sabendo que acaba de vender sua alma ao demônio, e que só vai reencontrá-la no inferno. Menos mal que ainda tenha toda a vida terrena para aproveitar, antes de passar o resto da eternidade em algum círculo de Dante.

(mais…)

Continuar lendo Por dentro da Igreja Universal

Karma e Linearidade

Um dos problemas centrais na busca espiritualista é a conciliação entre a crença intuitiva em uma Criação perfeita e o oceano de dúvida e dor que existe em nossa realidade cotidiana. Filosoficamente isso resulta em dezenas de especulações e interpretações que chegam até mesmo a negar a relação direta entre Criador e Criação (supondo que exista tal diferenciação) através de um personagem intermediário, o demiurgo gnóstico, que teria gerado o mundo corrupto que observamos.
(mais…)

Continuar lendo Karma e Linearidade

Pai Nosso em Aramaico e Chakras

7 – Abvum d’bashmaia
6 – Netcádash shimóch
5 – Tetê malcutách Una, Nehuê tcevianách aicana
4 – d’bashimáia af b’arha
3 – Hôvlan lácma d’suncanán Iaomána
2 – Uashbocan háubein uahtehin Aicána dáf quinan shbuocán L’haiabéin
1 – Uêla tahlan l’nesiúna. Êla patssan min bíxa
* – Metúl dilahie malcutá, Uaháila, Uateshbúcta láhlám.
ALMÍN.

(mais…)

Continuar lendo Pai Nosso em Aramaico e Chakras