Em 1818, falecia William Preston


Muitos estudiosos afirmam que a Maçonaria Operativa entre 1314 e 1717 tinha somente dois Graus: Aprendiz e Companheiro. Mestre não era Grau, era a função do responsável pela construção. Não tinha influências da Alquimia, Astrologia, Rosacrucianismo, ou Ocultismo. Não tinha Templos e durante a reunião não se abria qualquer Livro da Lei. Não existia o simbolismo das ferramentas. Os Símbolos eram desenhados no chão com giz ou carvão. Os Símbolos que já existiam eram as Colunas que hoje conhecemos como B e J, mas que, naquela época, não portavam no meio de seu corpo as referidas letras que têm e que geram tanta discussão e que também apresentam outros significados simbólicos um tanto diferentes dos que hoje conhecemos.
(mais…)

Continuar lendo Em 1818, falecia William Preston

Maçonaria para não-Maçons – Parte 2

iniciacao-maconica-franca
Caso você esteja chegando aqui de repente, não deixe de ler o Post Maçonaria para Não-Maçons – parte 1 para que você possa seguir a linha de raciocínio que já foi feita até aqui.

Vamos lá então…

Um Passo De Cada Vez

Cada Ordem Iniciática tem sua forma de transmitir o seu conhecimento, algumas mais diretas e outras mais indiretas.

Por exemplo, a Rosacruz da “Antiga e Mística Ordem RosaCruz” (AMORC) é uma das que tem a forma mais direta. Ela o faz por meio de pequenas “monografias” que são entregues aos seus membros a cada novo Grau que ele percorre. Com isso é possível que o membro tenha uma visão macro do universo que ele está envolvido.

Nesse caso, mesmo esse material, não tem tudo que o membro poderia saber sobre a Rosacruz, MAS, tem tudo que ele precisa saber para estar ali. Se ele quiser compreender todo o conhecimento da Ordem, em sua plenitude, irá precisar de uma série de centenas de livros para isso.

Outras Ordens apresentarão livros ou apostilas, ao invés de monografias. Ou seja, no geral, a maioria das Ordens tem uma forma um pouco “acadêmica” de transmitir seu conhecimento. No entanto, esse não é o caso da Maçonaria.

Na Maçonaria não há um Material Acadêmico INSTITUCIONALIZADO, para os Graus.

Existem muitos livros sobre o “universo” que envolve a Maçonaria, que foram escritos durante os últimos 3 séculos, por vários maçons de renome e que acompanharam o desenvolvimento da Maçonaria Moderna.

Acontece que, essa “Literatura Maçonica”, não é obrigatória e nem se faz necessária para que o membro se desenvolva através dos graus.

É claro que muitos Maçons podem argumentar que as “lições de virtude”, aprendidas na Ordem, são o que realmente importa, mas quero lembrar que, isso não muda o fato de que existe uma riqueza imensurável no Simbolismo de nossos Rituais.

Nessa Literatura pode ser encontrada todas as vertentes que o caminho Maçonico pode te levar. Da compreensão das Virtudes ao estudo das Antigas Escolas de Mistério.

Mas, se o conhecimento dessas obras não é obrigatório, o que tem nos Graus?
(mais…)

Continuar lendo Maçonaria para não-Maçons – Parte 2

Prancha do Grão Mestre de Portugal por ocasião do Equinócio

OBS: o Texto está em Português de Portugal.

Queridos Irmãos em todos os vossos graus e qualidades, a todos saúdo: sede bem-vindos à casa dos valores, à casa dos irmãos, à nossa casa.
Hoje celebramos em Grande Loja o equinócio de Primavera. O vocábulo “equinócio” forma-se a partir de duas palavras latinas: ‘aequus’ que significa ‘igual’ e ‘nox’ que significa noite. Estamos, portanto, numa data, em que a inclinação da terra e os raios da luz do sol, garantem igual duração dos dias e das noites.
(mais…)

Continuar lendo Prancha do Grão Mestre de Portugal por ocasião do Equinócio

Força, Sabedoria e Beleza

Texto do irmão Carlos Raposo

Interpretações Filosóficas e Esotéricas dos Três Pilares (extrato)

Oswald Wirth, um dos maiores simbolistas franceses modernos, escreveu em sua obra “O Ideal Iniciático” que a edificação espiritual da Maçonaria repousa sobre as três Colunas simbólicas denominadas: Sabedoria, Força e Beleza.

A Sabedoria, diz ele, é a mãe das ideias geradoras das formas. É a inteligência que concebe o projeto da edificação, ordena o caos dos projetos confusos, representando-se com clareza a obra conforme ela deve ser realizada. Cria no espírito e determina as formas materiais destinadas à realização objetiva e, finalmente, traça o plano que será executado.

(mais…)

Continuar lendo Força, Sabedoria e Beleza

Dia DeMolay

Parabéns a todos os Sobrinhos leitores deste blog. Vocês com certeza fazem parte de algo grandioso.
A Ordem DeMolay é formada por um corpo de lojas, denominadas Lojas de Perfeição e Simbólicas. A formação dos integrantes inclui dois graus básicos e o segundo grau. Os básicos são o iniciático e o DeMolay e o segundo grau é composto por estágios históricos, filosóficos e honoríficos, que compõem a Ordem da Cavalaria.
(mais…)

Continuar lendo Dia DeMolay

Os Cavaleiros Templários e seu legado na Maçonaria com Anderson Silvério

Bate-Papo Mayhem #054 - Com Anderson Silvério - Os Cavaleiros Templários e seu legado na Maçonaria Bate Papo Mayhem é um projeto extra desbloqueado nas Metas do Projeto Mayhem.  O vídeo desta conversa…

Continuar lendo Os Cavaleiros Templários e seu legado na Maçonaria com Anderson Silvério

Dia Internacional do Maçom

Nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro de 1.994, realizou-se em Washington, nos Estados Unidos, a Reunião Anual dos Grão-mestres das Grandes Lojas da América do Norte (Estados Unidos, Canadá e México).
Na ocasião, estiveram presentes como Obediências Coirmãs (Sister Jurisdictions), a Grande Loja Unida da Inglaterra, a Grande Loja Nacional Francesa, a Grande Loja Regular de Portugal, a Grande Loja Regular da Itália, O Grande Oriente da Itália, a Grande Loja Regular da Grécia, a Grande Loja das Filipinas, a Grande Loja do Irã, no exílio; além do Grande Oriente do Brasil, com uma delegação chefiada por seu Grão-Mestre Francisco Murilo Pinto, que ali estava como observador.
(mais…)

Continuar lendo Dia Internacional do Maçom

Egrégoras

Egregora-Maconica
Pelo Irmão Monte Cristo

A utilização do Termo Egrégora pode gerar aos pesquisadores diferentes compreensões, mas afinal o que exatamente significa Egrégora?

Algumas definições são bastante enfáticas: “Palavra que se tornou popular entre os espiritualistas, significa a aura de um local onde há reuniões de grupo, e também a aura de um grupo de trabalho”

(mais…)

Continuar lendo Egrégoras