Universos Paralelos

Kether, Hochma e Binah... com vocabulário científico. "É impossível falar em Universos Paralelos, porque Universo (Kether) é a soma de TUDO que existe... se existissem mais universos (Hochma), então a soma de todos…

Continuar lendo Universos Paralelos

As Aventuras de Pi – Uma análise cabalística


por Hugo Borges de Sá

Aparentemente, “As Aventuras de Pi” (The Life of Pi), filme mais premiado do Oscar de 2013 (Melhor Fotografia, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Trilha Sonora e Melhor Diretor), é apenas um filme com fotografia de encher os olhos que conta a história de Piscine Patel, vulgo Pi, que tenta provar a existência de Deus a um escritor desencorajado, relatando sua luta por sobrevivência em um bote salva-vidas, após um naufrágio em alto-mar com seu companheiro de viagem: o tigre Richard Parker. Porém, pode-se considerar redundância fazer uma análise cabalística deste filme, tão óbvio é o viés cabalístico presente em sua essência.

Pi nasce na Índia, filho caçula do dono de um zoológico e de uma botânica. Inabalável em sua crença no sagrado, quando criança, ele encontra espaço o suficiente em seu coração para abraçar as três maiores fés do mundo: o hinduísmo, o cristianismo e o islamismo, ignorando as diferenças de dogmas e preconceitos. Pi entende a unicidade e onipresença da luz de D’us, independente das formas e dos avatares existentes na história da humanidade.
(mais…)

Continuar lendo As Aventuras de Pi – Uma análise cabalística

A Liga da Justiça e a Kabbalah


Estava lendo agora de tarde o excelente post feito pelo Yuri no Tudo sobre Magia e Ocultismo e decidi fazer alguns comentários e organizar os Heróis dentro da Árvore. Como vocês perceberão, os 7 Heróis originais da Liga da Justiça são representações arquetipais dos SETE PLANETAS e não das SEPHIROTH, razão pela qual eles estão dispostos no Hexagrama Interno (onde Binah ocupa temporariamente o lugar de Daath).
(mais…)

Continuar lendo A Liga da Justiça e a Kabbalah

A Caverna do Dragão e a Kabbalah


Eu tinha feito junto com o do He-Man e ia deixar para publicar só no ano que vem, mas achei que ia ser muita maldade com vocês, então aqui está: Os Personagens do Caverna do Dragão e as Sephiroth.
Assim como o He-Man, fazer o estudo dos arquétipos do CdD foi simples porque ele foi baseado nos arquétipos do Dungeons & Dragons, um RPG que já foi estruturado sobre muita coisa esotérica. O próprio grupo principal é visivelmente calcado nos 7 Planetas.
(mais…)

Continuar lendo A Caverna do Dragão e a Kabbalah

O Pai-Nosso e o Ritual Menor do Pentagrama


Depois de alguns posts comentando sobre a Igreja Católica e toda a sua vertente mística, alguns leitores perguntaram a respeito do “Pai Nosso”: Se ele teria algo de especial e se serviria mesmo como proteção.
Bem… analisando o Pai Nosso, chega-se à conclusão que ele, quando visualizado e vocalizado, funciona de maneira análoga ao Ritual Menor do Pentagrama e o Ritual Menor do Pentagrama Umbandista.
(mais…)

Continuar lendo O Pai-Nosso e o Ritual Menor do Pentagrama

Os Dez Mandamentos e a Kabbalah


Quando vemos os crentes declamando os dez mandamentos ou escutamos uma explicação literal, tudo parece não fazer muito sentido… a menos que entendamos estas dez “regras” como um guia para algo imaterial, relacionado com a nossa Essência e não com o nosso mundo físico. Muitos acham que estas regras foram criadas como guias morais ou ditatoriais, como parte de leis para doutrinar as pessoas, e não deixam de ter um pouco de razão (em uma escala muito menor e simplória da compreensão do que são estes “Mandamentos”).
(mais…)

Continuar lendo Os Dez Mandamentos e a Kabbalah

A Existência Negativa


Kabbalah, Deus, Incriado, Ain, Soph, Aur, ocultismo, magia, espiritualismo, árvore da vida, vermelha    O homem sempre buscou em toda cultura, dada certa época da evolução e adaptação da humanidade a este mundo, por algo para se apegar e crer. Muitas destas crenças começaram puras e com o objetivo de iluminar o homem a um novo patamar. Isso é o que era chamado comumente de religião. Pena que o que vemos hoje não é o verdadeiro sentido de buscar Deus e sim o eumesmismo exacerbado e sem precedentes. Para entendermos o homem, temos que entender Deus. E antes do homem buscar Deus, Ele nos buscou. (mais…)

Continuar lendo A Existência Negativa