Geburah shebe Tiferet


16º dia da Contagem do Ômer
“Hoje são 16 dias que perfazem 2 semanas e 2 dias do ômer.”
Geburah de Tiferet
Disciplina na Compaixão
Para que a compaixão seja eficaz e saudável, necessita ser disciplinada e dirigida. É preciso discrição, tanto a quem você expressa compaixão, como na quantidade da própria compaixão. Pode-se reconhecer quando a compaixão deve ser mostrada e quando deve ser refreada ou limitada. A disciplina na compaixão é saber que ser verdadeiramente compassivo às vezes requer que se refreie a compaixão, porque compaixão não é uma expressão daquele que concede, mas uma resposta às necessidades de quem recebe.
Sou mais compassivo com estranhos que com as pessoas próximas? Caso seja, por que?
A compaixão vem da culpa?
Minha compaixão pelos outros compromete minhas próprias necessidades?
Estou ajudando os outros e deixando de ajudar a mim mesmo?
Talvez o caso seja exatamente o contrário: minha compaixão por minha família e os que me rodeiam supera as necessidades dos outros?
Minha compaixão é impulsiva e descuidada?
Consigo avaliar a medida de compaixão necessária para uma determinada situação?
Está de acordo com as necessidades de quem recebe?
Será que estou magoando o outro com minha compaixão?
Minha compaixão esmaga as pessoas? É respeitosa?
Costumo dar a mais ou a menos?
As outras pessoas aproveitam-se de minha natureza compassiva?
Quando vejo uma pessoa necessitada, expresso compaixão impetuosamente por sentir-me culpado ou com pena, sem qualquer discrição?
Cometo o “crime” da compaixão, ajudando alguém com algo prejudicial (dando-lhe dinheiro para comprar alguma substância prejudicial, etc.)?
Faço tudo o que está ao meu alcance para determinar as necessidades da pessoa e ajudá-la da melhor maneira possível?
Exercício para o dia:
Expresse sua compaixão de maneira evidente e construtiva, dirigindo-a às necessidades específicas de alguém.

Este post tem 3 comentários

  1. lucas oliveira"

    meu,
    minhas semanas tem sido esmagadoras, tenho um tcc do curso pra entregar, estou em épocas de provas, e tudo mais em minha vida esta mais corrido do que ja é…
    não sei se por causa da sefirat, mas tudo esta bem complicado…
    ja pensei em desistir algumas vezes mais sempre lembro que sou alem de brasileiro, DeMolay e não vou desistir tão facilmente!
    Por outro lado tenho notado que mais me entrego aos exercicios, melhor as coisas se desdobram, o que é muito bom e me motiva a continuar 🙂
    só um desabafo mesmo.

  2. Eder

    Marcelo…
    Estou perto de trocar de carro, mas ainda vou comprar um carro usado…
    Tem algum ritual para “limpar” as energias negativas q esse carro pode carregar?

Deixe uma resposta