Wallpaper – Chesed


Clique na Imagem para ir para a Página de Chesed na Wiki.

Este post tem 46 comentários

  1. Lucas.

    Cool! Um ótimo lembrete para a primeira semana do Sefirah ha Omer.

  2. Legal, seria interessante se você colocasse também um para cada Sephira.
    Mas tem uma coisa que não entendi: Zeus e Júpiter. Eles não deveriam estar relacionados com Kether em vez de Chesed?

    @MDD – Não, mas eu não vou falar o por quê. Vai estudando.

    1. Franco-Atirador

      Kra, responde por favor, não consegui achar o porque Zeus não é Kether!!!

      @MDD – Zeus, jupiter, Odin, Wotan e todos os “grandes pais” possuem atributos de Chesed, por estarem manifestados (não são entidades espirituais, mas deuses “reais” na concepção mitológica que ele teoricamente poderia descer do olimpo e te dar uns tapas, ao contrário de Allah, que é uma entidade abstrata, por exemplo.

  3. Vinicius

    Amon com cabeça de falcão? Ele não tem a cabeça de carneiro?

    @MDD – a imagem é de Amon-Rá, já mesclada com deus-Falcão (Tiferet). As outras imagens dele que achei eram muito toscas. Foi questão de estilo mesmo.

  4. Gustavo N. Rocha Dias

    Gandalf e Dumbledore ficou legal…seria por que eles remetem a imagem de Merlin ou todos os guias espirituais da história, por que esse é meio que o papel deles né?

  5. Agricultor

    Caramba… justamente há algumas horas atrás tava procurando estes mesmos wallpapers para poder escrever um artigo sobre kabbalah (tomei conhecimento dlees no post sobre a Palestra de Kabbalah)

    Que “coincidência”…

    Sobre Zeus estar relacionado com Chesed ao invés de Kether eu acho que é porque Zeus, ao contrário de Urano e Cronos (seu avô e seu pai, respectivamente) ele resolveu partilhar os reinos do Mundo com alguns dos seus irmãos: Poseidon ficaria com os Mares, Hades com os Reinos Subterrâneos e ele (Zeus) ficaria com os Céus e a Terra.

    Como Chesed representa a generosidade incondicional, ou (neste caso), o cumprimento dos acordos estabelecidos, Zeus pelo seu ato de partilha está mais relacionado com essa sephirot do que com Kether propriamente (creio que quem melhor represente Kether seja Gaia, e que Ain Soph, antes dela, seja representado pelo Caos). Numa linguagem cômica, para Zeus não deve ter tido para nada mais prudente a ser feito… depois de ter o pai e o avô castrados justamente por abuso de poder, é melhor não correr o mesmo risco, rsrsrs. Não é a toa que Júpiter também representa a Sabedoria.

  6. Bodeman

    Muito interessante. Tio, tem algum post (ou terá) falando de José? Não entendi muito o contexto dele em relação aos outros mitos. Será pelo fato de ser o pai de Yeshua?

  7. Anderson Roberto

    Olá Marcelo, ei seria uma boa passar para o pessoal aqueles exercicios do Bardon/golden dawn durante o omer, ficou muito essa montagem, quando teremos as outras ? abraço

    @MDD – Uma por semana, até o final do Omer.

  8. Hector

    Marcelo pq em algumas das figuras que tem no wiki, representando a árvore da vida, exista uma sephirot desenhada no caminho Gimmel?

    @MDD – uma boa pergunta.

  9. Adilson

    Mas, o Graal não estaria relacionado com Netzach?

    @MDD – A TAÇA é Netzach, o Graal são outros quinhentos.

  10. Hendrio

    Outra coisa: Netuno e Poseidon também são relacionados com Hockmah e às vezes até mesmo Kether. Afinal, qual o critério? Depende da característica que estiver sendo analisada? Já vi também Odin sendo relacionado com Hod também (o buscador de conhecimento, e tal…).

    Imagino que não exista uma “verdade”, uma opinião correta sobre a correlação das sephiroth com deuses de diferentes mitologias. Certo?

    Já vi até Thor relacionado com Chesed 🙂

    @MDD – quando a pessoa não estuda dá essas coisas hehehehe… mas brincadeiras à parte, sim, existem Deuses que dão overlapping em mais de uma característica, dependendo do poema que você pegue (Odin é Hod ANTES de colocar as mãos nas Runas, por exemplo… ai se torna Tiferet e depois Chesed). Thor como Chesed é forçar a barra por causa dos trovões, Netuno e Poseidon você está confundindo com o Planeta e regência astrológica. Não é porque Saturno planeta corresponde a Binah que o deus Saturno estará lá (ele está em Daath) – você precisa examinar QUANDO o mito foi desenvolvido e qual era a organização da Árvore naquele período… em Hochma, por exemplo, veremos deuses e deusas, de acordo com o panteão e com a maneira de contar a história.

    1. Hendrio

      Estudar essas correlações é mais difícil que eu imaginei…

      DD, vc já pensou em fazer uma segunda Enciclopédia totalmente relacionada com as correlações dos deuses (e heróis atuais) com a Árvore da Vida?

  11. Moscavich

    A gente falou de Jupiter no post do mapa astral de Guy Fawkes, falamos de Merlin a bem pouco tempo atrás também. Odin e Otan apareceram no post sobre a espada… acho que estou entendendo pra onde a coisa esta caminhando…

  12. Aquiles

    Ainda não entendo essa relação com Ossain e Oxóssi. Não era pra Xangô estar aí?

    @MDD – Xangô é Binah.

    1. Gustavo N. Rocha Dias

      Poxa, Oxóssi ainda não compreendi, to procurando o por que mas Ossain fica fácil, ele é um mago “recluso” das matas, o verdadeiro rei das mesmas, conhece tudo que nela tem e o que ela pode dar, tem a sabedoria para utilizar e ensinar o que sabe, seria mais ou menos um grande druida/shaman ou algo assim.

    2. Triunvirat

      DD, dependendo da característica analisada, ou da poesia ou conto relacionado, como vc mesmo disse, daria para relacionar Yansã à Binah?

      off topic: já ouviu falar dessa escola? http://www.modernmysteryschool.com/
      Me apresentaram a oportunidade de assistir a palestra de uma das instruturas. Tenho uma amiga que está fazendo um curso de kabbalah com eles, eles vêm de fora do Brasil e ministram as aulas. Nesse feriado, ela me disse que eles fizeram um rito de “passagem pelo abismo”. Fiquei com várias, várias pulgas atrás da orelha qto a isso.

      @MDD – Que é sinistro, é… mas sei lá… pelo site quase não tem informações. Vê os preços… dependendo do valor, você já terá uma boa idéia se é picareta ou não.

  13. ricardo

    nossa
    a mesma esfera pode ser representado por jupiter, netuno e plutão, divindades diferetes não? varias faces da mesma coisa? essa é nova =/

  14. EDJ

    O deus do cristianismo não entra nessa imagem não? Sei lá, “Um poderoso rei coroado, sentado em seu trono” me parece visão de deus sentado em um trono no apocalipse cap.4.

    @MDD – Cabia, mas é duro ter de cortar para 24 deuses apenas e o deus da Bíblia tem de entrar duplamente: em Chesed (deus amoroso) e Geburah (deus destruidor) e ai ia confundir o povo. Caso algum leitor manje de Flash e seja possível fazer um programa em flash que gere um jpg, eu estava pensando em alguém fazer um gerador aleatório de wallpapers… eu forneceria uns 50 deuses de cada esfera, o programa escolheria o tamanho da tela, sortearia e colocaria nos pontos x,y,z 24 deuses (ou mais, para widescreen), criando versões únicas desses wallpapers… é viável?

    1. @MDD,

      é um caso a se pensar… deixa eu ficar craque no flash que eu faço um prototipo e vc testa… 🙂

      Dê-me mais uns dias apenas…

  15. Leon

    Eu pensava que os grandes Magos eram de Hod.

    @MDD – os grandes magos sim, mas os pajés, conselheiros e orientadores pertencem a Chesed. Entendo sua dúvida porque existem contos que narram Taliesin como bardo e Hod é a esfera dos símbolos, mas Merlin, Gandalf e Dumbledore são mais do que apenas magos; são tutores e grandes figuras paternas de heróis.

  16. Vinicius

    É muito interessante pesquisar e fazer comparações entre esses personagens para descobrir, através do que tem em comum, a essência do que seja Chesed. Temos deuses supremos, criadores, caçadores, personagens que atuam como conselheiros, instrutores e guias, de Quiron à Dumbledore.

    São acima de tudo benfeitores e paternais. Detentores de um conhecimento especial, de um sabedoria superior, que é ilustrada por formas que podem ser muito diferentes (a subida à montanha dos eremitas europeus tem o mesmo valor da caça na floresta dos mitos africanos, ambas são o retiro e a busca no desconhecido)

    E essa sabedoria lhes garante ao mesmo tempo domínio e supremacia e também que sirvam como provedores.

    Existe o perigo de confundí-los com Malkuth, pois sua Caridade (virtude de Júpiter), quando não aparece expressamente na forma de ensino, como professores, doando conhecimento, é ilustrada pelos antigos na forma de fartura material, por meio de fertilidade, fartura e riquezas da Terra. Mas pude identificar que todos aparecem doando “de cima”: a fartura vem pela chuva, com direito à raios e trovões de acompanhamento. (e não só físicos, como o “Caminho do Trovão” e os “Filhos do Trovão” do Evangelho dão a entender).

    E é uma doação de excessos. Por isso também é interessante incluir Abraão, que sendo extremamente rico, recebia com total hospitalidade e humildade aqueles que vinham visitá-lo. E interagia sem distinção seja com Deus, com sua família ou com o Rei de Sodoma.

    A essência que capturei de toda a pequena pesquisa (via Wikipédia, sorry,) é ilustrada da melhor forma pelo papel do caçador representado por Oxóssi: o caçador é aquele que sai de sua comunidade e entra no desconhecido, na floresta, (ou sobe a montanha… ou viaja rumo à Ilha de Sarras…) onde ele busca um alvo (que pode ser um animal, pode ser o Santo Graal, a fonte da Sabedoria nórdica), e após atingir seu alvo e ter feito inúmeras descobertas no ambiente desconhecido, volta para sua tribo e tem o poder de entregar aquilo que obteve na aventura pela qual passou: alimenta sua tribo com a fartura material que conseguiu por esforços próprios, compartilha o conhecimento sobre o ambiente antes desconhecido e ensina tudo o que aprendeu na jornada, proporcionando mudanças na vida de todos à sua volta que, agora graças ao conhecimento que ele obteve, não são exatamente seus iguais, pois não tiveram a mesma experiência transformadora.

    Esse foi o ensinamento que obtive, espero não ter confundido nada com Tiferet (afinal, Buda também se retirou e obteve conhecimento, indo doá-lo depois, e isso é Tiferet, não Chesed. A diferença que vejo é que Buda chegou a Si mesmo, e os eremitas chegaram a si mesmos e depois buscam o “Mais que Si mesmos”).

    E, só pra ajudar o amigo Rafael: Zeus, Júpiter e Odin são supremos no sentido de que são guardiões com plenos poderes de uma Ordem superior, da qual fazem parte, não estando contudo nem iguais, nem acima dessa ordem. Nos mitos, existem coisas superiores a estes reis deuses. Experimente compara-los à Indra: veja que ele é o rei dos deuses hindus, mas não é o deus supremo.

  17. André

    MINDBLOWING!
    Se encaixa bastante com John Locke de LOST. E a correspondência ao número quatro? Ah, qualquer dúvida que ele pertence ao arquetipo é só verem a sexta temporada. Quando ele ganha o movimento das pernas, a primeira que ele move é a esquerda…Coincidências…

  18. Vinicius

    No post “Palestra de Kabbalah”:
    “Tem alguma razão específica por ter colocado os slides referentes a Hod Tiferet e Chesed?
    @MDD – Nenhuma… escolhi 3 slides aleatórios.”
    Não tão aleatórias, já que você acabou de dizer que esse foi o caminho percorrido por Odin:
    “(Odin é Hod ANTES de colocar as mãos nas Runas, por exemplo… ai se torna Tiferet e depois Chesed).”

    @MDD – Ops… me pegou.. nada do que está no blog é aleatório.

  19. Thiago

    Olá gostaria de fazer alguns comentários sobre suas correlações, bom primeiro que não consigo ainda entender direito de onde você tira essas diversas correlações, sendo que na KABALAH genuína (judaica) não existe tais associações.

    @MDD – Falar de cabala “genuina” é uma piada, ne? já que os judeus copiaram a estrutura da mitologia egipcia e babilônica para organizar a deles e apenas tiraram a figura dos deuses.

    Se chessed fosse Zeus, jamais seria Poseidon, bom você pode usar esse argumento dos “overlapping”, mas sinceramente, pela lógica numa linha de pensamento não se pode “ter” estes “overlapping” pq ai abrem brechas, estive tambem vendo as correlações no Wiki, e tem um erro CRAÇO sobre a “correlação” do planeta com o corpo físico pq com a letra Guimel, Deus criou Júpiter só espaço, o segundo dia no tempo, e o OLHO esquerdo no corpo, e NÃO o braço esquerdo.
    Claro, mas assim, só posso avaliar o que esta de acordo com o Sefer Yetzirah por que assim, não existem “correlações” com nenhuma outra doutrina na kabalah este “texto yetziratico” que você diz não consta do Sefer Yetzirah não sei de onde saiu isto. hehe

    @MDD – nao pode ter “overlapping” por que? pra começar, estude mais mitologia. Ai voce descobrirá que estes deuses foram elaborados com mais de 700 anos de diferença entre eles, e as histórias que voce acha que sao uma só são, na verdade, fragmentos de mitologias de 30-40 cidades diferentes, com características diferentes que variavam para cada uma delas e que foram juntadas toscamente no século XIX. Quanto ao erro “crasso”, está em achar que o Lúria é o senhor da verdade e que não há correspondencias entre a cabala e nenhuma outra doutrina, quando a realidade mostra claramente que há…

  20. Thiago

    Nos gráficos que você usa, tem 3 caminhos até malkut, no de luria existe apenas um vc liga Hod, Yesod e Netsach a malkut, mas Luria liga apenas Yesod a malkut, e tem mais no desenho ainda, como que Zeus, Hades e Poseidon seriam a mesma correlação? Já que Plutão é o mesmo Hades, então esta subintendido isso. Zeus deus dos raios, Poseidon do mar, e Hades do mundo inferior, mas dai é como meu amigo (kabalista judeus) disse uma vez, se pode fazer a correlação que quiser, mas e a coerência pra isso? Tem que ser inabalável, e não dependendo apenas de ponto de vista pq dai, cai por terra devido as brechas que abrem a teoria

    @MDD – Isso é simples de explicar: O Luria usa conhecimentos engessados e presos a uma filosofia apenas. A magia, como toda ciência, evolui, e muita gente, como ele, fica pra tras porque quer se abraçar na “tradição”. Seu amigo cabalista judeu, o pastor evangelico e o muculmano xiita possuem muito em comum… “só a deles é que esta certa, a dos outros não” kkkkkk

  21. Thiago

    Na verdade, de acordo com a Kabalah, Chesed seria o “Sentimento de Compartilhar” dai, se fôssemos fazer correlações, deveriam ser de Divindades movidos deste sentimento, dai me atrevo a citar Prometeus que roubou o fogo dos Deuses e compartilhou com os homens. Citaria tbm Osiris, que compartilhou o que sabia com os Homens, entre tantas outras Divindades espalhadas pelo mundo que compartilharam o que tinham e o que sabiam com os outros.

    @MDD – Sentimento de compartilhar é UM dos inúmeros sentimentos que esta faixa de vibração possui. Ao analisarmos Oxóssi, por exemplo, que é um orixá que se manifesta nos dias de hoje, veremos que o espírito de Pajé traz esse “sentimento de compartilhar” dentro dele e que, é muito vago se fossemos nos limitar ao judaísmo, já que Netzach TAMBÈM poderia ter “sentimento de compartilhar o amor”, Hod traz o “sentimento de compartilhar a razão”, Yesod “traz o sentimento de compartilhar os sonhos” e por ai vai… Esse “sentimento de compartilhar” está representado no medievalismo pela virtude da CARIDADE, virtude de Júpiter; esta manifestada nos deuses-pais protetores, nos Reinos Celestiais e a sensação de grandeza que compartilhar traz, no SANTO GRAAL, que evoca esta sensação de absoluta felicidade e por ai vai… cada cultura retratou isso de acordo com seus símbolos e costumes, dando uma multiplicidade de rostos para Chesed, dos quais a “cabala do Luria” é apenas UM dentre muitos.

    E outra coisa, o Pai Abraham (Abraão) o único a ganhar o título de pai da hospitalidade e de “Amigo de Deus” mas, claro que não me atrevo, pq isso de correlações podem ser incoerentes, pelo menos na Kabalah, se os grupos Herméticos fazem correlações, bom dai, é outra coisa, até mesmo Cabalá, o que é diferente de Kabalah, outra coisa que li num comentário uma vez, e que sempre repetem pela net que é falso, completamente deturpado é dizer que o Talmud é uma obra Kabalistica hehe mas, isso é outros quinhentos.

    @MDD – De novo, apenas no Judaismo… já passamos muito do tempo de ficar aceitando um ponto de vista apenas.

    1. Thiago

      Olá então, conforme conversa com meu amigo kabalista, eis que o mesmo chegou na seguinte conclusão, para seus argumentos Marcelo.

      Só uma coisa, não foi Lúria quem criou a kabalah, e nem quem escreveu o Zohar e no zohar não fala de correlação alguma, mas tudo bem.

      @MDd – é OBVIO que nao vai falar de correlação alguma… voce ve por acaso algum católico falando em correlações do Jesus com Osíris? Claro que nao… cada religião puxa a sardinha pro seu lado e “convenientemente” ignora as correspondencias de outros métodos.

      Outra coisa, se a kabalah JUDAICA fosse algo engessado, pq será que astrônomos da Nasa e os caras que criaram o “Cern” estariam estudando logo o Zohar para poder entender certos princípios de Quantica né.

      @MDD – Porque a cabalá judaica tem UM dos inúmeros pontos de vista para as energias que estão ao nosso redor e porque tem bastante material disponível. É como escolher celsius ou farenheit para medir a temperatura da água. Tanto faz. O Budismo tibetano é ainda melhor para se compreender a física quantica do que a Cabalá judaica, por exemplo.

      E sobre os judeus terem se baseado nos egípcios e babilônicos, Abraham criou isso a 4000 anos a traz, é algo que nunca existiu, não existia nada igual ao que abraham criou na época em nenhum povo, é só estudar Historia e não APENAS mitologia, então creio que seja o contrario.

      @MDD – errado de novo. Os judeus apenas organizaram melhor a estrutura mitológica dos povos mais antigos em uma estrutura mais prática e inteligível. Se o seu amigo estudasse mais, saberia que a mitologia hindu e os Vedas trazem as mesmas informações que a cabalá judaica, apenas organizados de outra maneira; o mesmo vale para o i-ching, que também é mais antigo que a cabalá judaica. A estrutura espiritual do xamanismo também trata das mesmas energias… E se voce acreditar no John Dee, o Enochiano também seria mais antigo que o judaísmo, e traz as mesmas chaves para as mesmas energias.

      Esta estrutura que você se refere, é apenas a arvore da vida e não a kabalah como um todo os gráficos primitivos NUNCA foram achados NADA PARECIDO no Egito sei que anda pela net uma foto de um monólito babilônio, onde apagadamente se vê uma Etz Chaim (arvore da vida), mas o interessante é que é o gráfico de Luria nele e não os gráficos que surgiram antes de Luria, hehehe, o que leva a crer que a foto é uma montagem, mas cada um com sua verdade heheheheh.

      @MDD – Pois é… eu escuto essa ladainha de rabinos maçons que com certeza sabem MUITO mais sobre cabalá do que o seu amigo, mas é o que é: uma ladainha para convencer quem quiser ouvir que a cabalá judaica é que é a “legitima” e que as outras são falsas… e eu estou interessado em saber o que fazer com a água fervendo, não em que tipo de termômetro vou usar para medi-la.

      1. Shlomo

        Sei que minha opinião não vale mais que a de qualquer outro por aqui.
        Mas falando como judeu e como um quase PhD (falta a banca) em Literatura estudando estruturas narrativas arquetípicas e mitológicas (tá, me achei grande coisa agora)… dou total crédito ao Marcelo nessa disputa de “legitimidade” do Judaísmo sobre as outras religiões.

        Mas vale lembrar que até uma certa etapa na evolução, é importante se restringir a um só sistema de crenças para manter a consistência e até a coerência da simbologia.

        Senão, a gente fica o resto da vida discutindo se a água congela no 0, no 32 ou no 273,15.

      2. Leon

        Nossa,o cara achar que o o escritor do Zohar,veeeeeeeeeeeeeeelho Judeu,situado em sua época,sairia escrevendo correlações com com todas as mitologias que na mentalidadede dele eram algo “errado aos olhos do Deus Único e Verdadeiro”, e citar essa ausência como argumento para invalidar a Cabala Hermetica,mostra mta ingenuidade…ou desespero mesmo.

      3. Shlomo

        Já que tem tando sobre judaísmo nesses comentarios, deixa eu perguntar.

        Os conceitos de tikun, tsedaká e guemilut chassidim estariam ligados a quais esferas?

        Tikun é consertar o mundo. É o movimento de retorno ao estado inicial ou ao menos evolução ao estado semelhante ao inicial, mas depois da Jornada (do ponto de vista da narrativa mítica). Imagino que não tenha esfera, mas seja o movimento de conserto em si. Não?

        Guemilut chassidim é fácil (CHASSIDim). Ligada a chessed e sua capacidade de fazer algo “a mais” do que simplesmente corrigir alguma coisa. É a bondade através da doação, não de uma coisa, mas de si mesmo.

        Tsedaká é o ato de bondade, mas é entendido como compulsório. Como obrigação do judeu para atingir o tikun.

        Qual é a esfera da bondade “compulsória”? Estou chutando que é netzach, pois está ligada à ideia de disparar uma centelha da alma (centelha antes do fogo e, na palavra hebraica, netzotzim / NETZO’tzim). Chuto certo? Ou não e a esfera mas sim o caminho?

  22. Roberto .'.

    Bem, até que entendi o porque do Merlin / Gandalf / Dumbledore entrarem em Chesed… assim como entendi Zeus, Odin, Amon e etc… ]

    Agora a dúvida: Pluton??? Esse eu realmente achei que estaria ligado a Daath… não a Chesed, poderia esclarecer a dúvida mano?

    @MDD – Plutus não é Hades… são dois deuses diferentes.

  23. livio

    Pegando o Gancho:
    Obi-Wan Kenobi é Chesed no episódio IV, e Yoda, no “Império Contra-ataca” ?

    @MDD – Isso. E na série clássica ele assume o arquétipo de Hochma. Amanhã de manhã teremos a Árvore de Star Wars no Sedentário…

    1. Roberto .'.

      Voltando um pouco ao Star Wars…

      Temos Qui-Gon no Ep I e Obi-Wan como aspecto de Chesed (episódios II e III) e Yoda como Hokmah nos primeiros três filmes, correto?

      Na série clássica, como ficaria? Obi-Wan continua como Chesed e Yoda também? (eu ache que todos esses mestres-jedi representariam esse arquétipo, melhor dar uma estudada em Hokmah pra entender bem)

  24. livio

    Papai Noel é Chesed ?

    @MDD – Muito bom 🙂

  25. Vinicius

    Mas Marcelo, Thor não é Thursday e portanto Giovedi/Jueves/Júpiter nos dias da semana? Além disso na história Fatherland, Alan Moore elenca ele na categoria de deuses de Chesed em Promethea. Então não é tão forçar a barra assim, a associação existe. Só queria saber de onde tiraram ela. Thor tá mais pra um guerreiro orgulhoso de Geburah do que pra um bom velhinho de Chesed

    @MDD – Existem Edas (poemas) que descrevem Thor mais velho e sábio, de uma certa maneira substituindo Odin como senhor de Aasgard. Como eu disse, mesmo os deuses, heróis e monstros ocupam posições diferentes nas lendas de acordo com o período histórico e o local onde estes poemas/contos são escritos.

  26. Vinicius

    Substituindo Odin? Acabo de lembrar das velhas histórias da Marvel com as pessoas querendo matar o Thor por que ele viraria um governante sanguinário no futuro…

    Com essa polêmica de Cabalá, e levando em conta seus atuais trabalhos, você também encontra antipatia entre os estudiosos de I-Ching e Enochiano? Vejo que esses estudos mais espiritualizados são encarados como dogmas mesmo, qualquer alteração seria adulteração e heresia ou “erro”.

    Parece que só o conhecimento católico pode ser alterado sem receber (muitas) críticas…

    @MDD – e eu estou pouco me lixando pra esse povo. Pra mim, Magia é ciência, e evolui… ficar preso em livros e tradições sem que estas tenham bases sólidas e que possam ser confirmadas por seus pares (leia-se outros sistemas) não me serve.

  27. Alex

    MDD, você diz que vai publicar um pra cada semana, correspondente a esfera de meditação, mas desde a primeira semana vamos usar todas as esferas. Não seria melhor publicar de uma vez todos os wallpappers?

    @MDD – ai voces nao degustam os wallpapers kkkkkk Vou postando de acordo com a energia primordial da semana…

  28. Lucas

    o/
    Curiosidade… Você escolheu ‘Gandalf O cinza/cinzento’ aleatoriamente?

    @MDD – Não… o Gandalf depois do Abismo é outra esfera, mas parabéns por ter percebido.

    1. Leon

      Mas depois ele passa a ser O Branco.
      Uma duvida MDD.Pq os cores de arvore em Briah são as mais usadas?

  29. Livio

    Tenho uma estátua presenteada pela minha mãe, do Hotei. mais assim: http://www.onedropzendo.de/images/hotei.jpg
    (com o saquinho nas costas, e a cabaça/garrafa de sakê

    Ele é Chesed, ou Tiferet em Chesed, ou ???

    A imagem dele andou presente esta semana de abertura do Omer.

  30. Anderson Maia

    O abismo de Gandalf = daath??

    Abraço

  31. Jiovane

    Galdalf após o Abismo (Daath) torna-se Hockma. Tornando-se assim um dos lideres da “Rebelião”, da parte que quer derrotar a força dominadora de Sauron.
    (Pegando a ideia de Obi-Wan)

    Lembrando que antes dele, havia Saruman O Branco também, que provavelmente era Hockma antes da traição (ele era tido como o lider tanto que Gandalf confiava nele). E após a traição passando para o lado de Sauron, creio que ele torna-se Binah, Deixando Hockma para Gandalf.
    Pegando a ideia do Darth Vader, que era o lider, mas não era quem realmete mandava, assim como Vader tinha o Imperador por trás, Saruman tinha Sauron)

    (não me recordo bem, mas creio que era ele quem controlava os exércitos de Sauron)

    Sauron seria então Daath?
    e Quem seria Kether no Senhor do Aneis?

  32. KAIZER LEMURIA

    sei que pedi muito + poode fazer uma materia mostrando a cabala em digimon eu juro que consigo ve mt simbologia cabalistica em digimon

  33. KAIZER LEMURIA

    marcelo poderia fazer uma materia sobre a cabala em digimon sei que parece loucura mais digimon mostra muita simbologia cabalistica ficarei grato pela respota

Deixe uma resposta