Um Bambu Oco

Tilopa disse: Como um bambu oco relaxe seu corpo.

Esse é um dos métodos especiais de Tilopa. Todo Mestre tem seu próprio método especial através do qual ele alcançou e através do qual ele gostaria de ajudar os outros. Essa é a especialidade de Tilopa:
Como um bambu oco relaxe seu corpo.

Um bambu, completamente oco por dentro… Quando você descansa, você apenas sente que você é como um bambu: completamente oco e vazio por dentro. E, de fato, esse é o caso: seu corpo é exatamente como um bambu, e por dentro ele é oco. Sua pele, seus ossos, seu sangue, é tudo parte do bambu, e dentro há espaço, vacuidade.

Quando você está sentado em completo silêncio, inativo, a língua tocando o céu da boca e silenciosa, não tremendo com pensamentos, a mente observando passivamente, não esperando por coisa alguma em particular, sinta-se como um bambu oco e subitamente uma energia infinita começa a se derramar dentro de você, você está preenchido com o desconhecido, com o misterioso, com o divino. Um bambu oco se torna uma flauta e o divino começa a tocá-la. Uma vez que você esteja vazio então não há nenhuma barreira para o divino penetrar em você.

Tente isto: essa é uma das mais belas meditações, a meditação de tornar-se um bambu oco. Você não precisa fazer nada mais. Você simplesmente se torna isso e tudo mais acontece. De repente você sente algo descendo em sua vacuidade. Você é como um útero e uma nova vida está entrando em você, uma semente está caindo. E chega o momento quando o bambu desaparece completamente.

Osho, em “Tantra: The Supreme Understanding”
Fonte: www.Osho.com
Imagem por sbisson
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=4fcqBQEtBps?rel=0&w=480&h=270] ——————————————————————————–

O blog Labirinto da Mente é um local onde se busca estudar, pesquisar, e refletir sobre o mundo, a vida, o universo e o espírito de forma didática e utilizando os mais diversos veículos, como textos, vídeos, músicas e imagens.

>> Ver todos os artigos do Labirinto da Mente no TdC

>> Página no Facebook

Este post tem 6 comentários

  1. Junior

    Esse vídeo deveria estar nos favoritos de todo mundo.

    1. Matheus

      O único problema desse vídeo é que ele se baseia na falácia de que se você não tem tempo para meditar, então, que você aprenda a meditar em menos tempo. Você não realiza mudanças para trazer alguma coisa adequada para a sua vida, mas sim muda a coisa para que ela caiba onde você quer, de qualquer jeito, no espaço que resta.

      Esse é o tipo de ideia equivocada que se propaga com uma velocidade assombrosa na nossa sociedade ocidental atual, simplesmente porque todos querem que tudo seja fácil, rápido e não demande esforço ou comprometimento. Pra que tentar passar muito tempo meditando se eu posso usar esse tempo pra assistir novela ou um jogo de futebol na televisão?

      É a típica Autoajuda moderna. Você troca o trabalho duro do Autoconhecimento por “Sete regras prontas para alguma coisa”.

      A ideia de fato é aprender a meditar em MAIS tempo e não em MENOS. Sim, é preciso que a pessoa gaste tempo com isso e que você se esforce para isso.

      Estou deixando ainda um link útil pra quem de fato se interessa pelo assunto: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=FWWZ52a3grg

  2. Jeffersus

    Nada de novo.
    Re-inventando a roda.
    Como sempre.
    Esse é o ser humano “moderno”.
    Eu vejo o futuro repetir o passado; eu vejo um museu de grandes novidades.

  3. Horus Osiris

    Tudo o que faz barulho é oco.
    O estado silencioso é o supremo assento.

    1. Matheus

      Não existe dualidade. O barulho e o silêncio são um.

      Não há barulho que subsista onde não há silêncio, nem silêncio que se perceba onde não há barulho.

Deixe uma resposta