Trago seu amor em três dias úteis!


Mironga é como chamamos o feitiço de preto-velho; a mandinga de negro em favor aos filhos que o procuram. Aqui vão algumas mirongas que Pai Marcelo de Egun tem a ensinar para resolver as dificuldades do coração de mizifio. Leia tudo com muita atenção e, principalmente, aplique isso no seu dia-dia. Grande é a força dessas pequenas macumbas…

1 – Aprenda a viver sozinho. Caso você não tenha capacidade nem para viver consigo mesmo, como poderá levar felicidade e alegria para outra pessoa? Primeiro relacione-se com seu eu interior. Depois busque alguém.
2 – Assuma a responsabilidade pelo seu relacionamento. Não é magia, inveja, ciúmes de terceiros, etc, que irá separar aquilo que o amor uniu.
3 – É claro que também nenhuma simpatia, reza ou trabalho irá unir ou “amarrar” aquilo que a falta de carinho e dedicação desuniu.
4 – Simplificando: quem procura as coisas ocultas para resolver problemas sentimentais é imaturo, ruim do juízo e doente do coração. Se pagar pra alguém fazer “amarração”, é um idiota e merece ficar sem seu dinheiro também.
5 – Desapegue-se! Ser humano é um bicho apegado. O único problema: amor é um sentimento livre. Um eterno querer bem. Um carinho incondicional. Quase um sentimento de devoção. Se você “gosta” tanto de alguém que prefere ele “morto” do que feliz com outra pessoa, escute: Isso não é amor! Você é um doente psicopata. Simples ilusão disfarçada…
6 – Aprenda que ninguém irá te completar. Você já deveria ser completo! Mas quando um relacionamento é calcado no mais puro amor, muito do amado vive no amante e muito do amante pra sempre viverá no amado. Quer milagre maior que esse?
7 – Melhor sozinho do que mal acompanhado! Sabedoria popular, mas o que têm de doutor e doutora que não consegue entender isso.
8 – Ponha o pé no chão e esqueça essa história de alma gêmea. Pare de enfeitar suas próprias desilusões com devaneios esquisotéricos. Encare a realidade de frente.
9 – A vida vai passando, com ele/a, ou sem ele/a. E a morte se aproximando…
10 – Por isso, vão viver a vida, mizifios! Quem sabe ela não está guardando um presente para vocês? Não existe mironga maior que essa…
Adaptado de um texto bem mais educado da Vó Dita.

Este post tem 46 comentários

  1. Ana Ramos

    Excelente post!!!!! E a parte principal: não dá para ter ninguém em nossas vidas se não estamos de bem com nós mesmos, isso é um fato. E não dá pra procurar no outro uma felicidade ou resposta que cabe só a você – apesar de que ter alguém para dividir as coisas é uma bênção 🙂

  2. Anderson Roberto

    Vovó Chimilintra é vc ? hehehe, muito bom o texto Marcelo, otimo par para a receita de estudo para vestibulares seguindo os conselhos secretos de Sao Cipriano capa preta.

  3. Marcio

    Só para confirmar que tudo o que é verdadeiro e que vale a pena é claro e simples.

  4. Pedro Maia

    Então a existência de uma suposta alma gêmea pra cada um, sendo esta oriunda ou não da separação lemuriana é uma… balela?

    1. Ricardo

      Sinceramente? Nesses meus 40 anos de vida, já encontrei umas 3 “almas gêmeas” diferentes… dividiram minha laranja em 4 partes ou fui EU q mudei, e assim as “metades da laranja” foram mudando junto?

  5. Rennan Rennaldeli

    kkkk aqui no RJ tem um charlatão que faz pior , rsss , olhem o que ele promete : Trago seu amor em 5 horas , garantido ! Como eu pouco presto rsss , não resisti e mandei um torpedo para o fulano perguntando o seguinte : Mas se o alvo da amarração estiver lá no Japão ?! Ah ! mas com os seus poderes isso será mole , trás o amarrado na base do teletransporte igual no x -men kkkkkkkkkkkk e até hoje nunca recebi o retorno desse torpedo esclarecendo minha indagação rss

  6. Cassio

    Genial o texto Marcelo.
    Existem algumas coisas que encontramos em todo canto:
    1) gente achando que um feitiço, uma simpatia, ou qualquer coisa semelhante pode resolver qualquer problema.
    2) gente disposta a atender esta demanda de mercado por simpatias que resolvam os problemas das pessoas.
    Abraço

  7. X

    Primeiro, achei que ia ser uma trollagem daquelas, depois vi que são conselhos que eu precisava ter ouvido dos 15 aos 19 anos e que por não ter ouvido, me ferrei e tive que aprender na marra, das piores formas… Nunca quis que alguém morresse, mas várias vezes quis morrer sem o alguém desejado, por pior que a pessoa fosse. Apesar de ainda ter essas projeções em outras pessoas, principalmente em lembranças obsessivas, hoje amo é o amor, não uma projeçao dele em alguém, apesar de ainda projetar, ao menos sei que é uma projeção e que passa, como diria Vinicius, é eterno só enquanto dura. Resisti muito para aprender algo que escutei muitas vezes: ame e pegue, mas não se apegue a nada que a vida lhe oferecer. O conselho por aqui chegou a mim com dez anos de atraso, mas vai servir bem para os adolescentes e jovens regidos por muita “água”… Parabéns, porque algumas pessoas, como eu, tem tendencia a ser levado pelos tsunamis desse tipo de energia/sentimento. Quanto a alma gemea, ao amor eterno e irrestrito, hoje só creio se for o SAG, o divino em si, ou seja, só é gemea pq é vc mesmo… Valeu pela sessão terapia!rs

  8. Ronaldo Battistela

    Então NÃO EXISTE ALMA GÊMEA ??????? Tô arrasado……
    (Brincadeira…) Sempre soube disso. Nascemos sozinhos e morremos sozinhos.
    Quando ficamos doentes a dor é só nossa. Amigos, familiares, podem confortar, mas a dor tem que ser sentida individualmente. Por isso, não há coisa mais idiota e emburrecedora do que novela ou filmes românticos (argh!!!).

  9. Apollion

    Axé Pai Marcelo de Egun !!! muito obrigado pelos sábios conselhos!!! Vou bater cabeça no seu congá!!!!

  10. Marcel

    Sinceramente, coisas que eu estava precisando ouvir (nesse caso, ler).

  11. marques

    Sábias palavras.Quem ler esse post e mesmo assim for atrás de picaretas,tem que se ferrar mesmo.
    Como diz outro ditado popular: “O pior cego é aquele que não quer ver”

  12. D.E.G

    ” Se você ‘gosta’ tanto de alguém que prefere ele ‘morto’ do que feliz com outra pessoa, escute: Isso não é amor! Você é um doente psicopata. ”
    Ou nasceu consagrado em escorpião hehehe…

  13. Samara

    Eu falei uma coisa hoje e o texto veio de encontro a ela. Disse para uma amiga: não adianta ficar procurando alguém pra preencher o buraco que está em nós mesmos….
    Otimo texto! Se eu fosse um pouco mais cara de pau, iria mandar com indicação para uma dezena de pessoas que deveria ler isso todos os dias antes mesmo de sair de casa… quem sabe elas poderiam ter uma “iluminação”
    😉

  14. Tiago Mazzon

    Ah, quanta gente precisa ler esse texto! Da minha parte, sera muito divulgado, copiado e encaminhado, quando perceber que é necessário.

  15. Ricardo

    Esse post vale virar umas dessas imagens que o pessoal compartilha no FB!!

  16. Regis

    Indiscutivelmente bom, prático e real!!!

  17. Mariana

    Pai Marcelo de Egun, vim fazê um pidido pa voismicê. Voismicê insina pus fio a mandinga de baixar os orixá da noção, qui daí tudo os pubrema dos mizinfio se arresolve.

  18. Marina

    Mais uma vez, ótimo post. hahaha Adoro os posts irônicos que desmistificam as mistificações criadas pelo popular.
    As pessoas adoram recorrer a esquisoterismos para jogar ao “destino” ou à magia a culpa de não alcançarem sozinhos seus objetivos.
    Porque são pessoas fracas de espírito, é mais fácil não aceitar o erro e culpar esses artifícios quando algo dá errado (e se dá certo, o mérito é deles próprios).
    Mal sabem eles que nós recebemos o que damos. É a lei de causa e efeito.

  19. PeX

    aiai o amor, algo tão simples, porém tão superestimado.

  20. Marcell"

    Sensacional, DD.
    Não aparecia por aqui faz um tempinho e não me desapontei.

  21. Roberto Vasconcelos (@Be3eto)

    Nada mais perfeito poderia ser dito! E a essa altura do campeonato ainda tem gente que pede simpatia pra esse tipo de coisa?!? Eita! xD

  22. rodrigo

    Existe ligações cármicas entre as pessoas. Há pessoas que você se dá incrivelmente bem, não porque goste das mesmas coisas e tem os mesmos hobbies, mas sim, por que vocês já compartilharam algumas vivências em vidas anteriores e algum vínculo ainda se mantém. O oposto também é verdadeiro.
    Recentemente, eu tenho testemunhado um caso bastante espantoso para quem não tem uma vivência espiritual muito grande. Uma conhecida minha, kardecista, teve contato com pelo menos 5 grandes médiuns, de lugares totalmente diferentes e que um não conhecia o outro, e disseram praticamente a mesma coisa: essa minha conhecida vai casar com este rapaz x, que juntos já tiveram várias outras vivências – não exatamente como cônjuges – em vidas anteriores, e que terão 2 filhas. Os médiuns dizem que os espíritos destas garotas já estão rodeando esta minha conhecida; aguardando o momento certo para encarnarem. Uma dessas garotas, contudo, foi uma amante desse rapaz, em uma vida anterior, e que se suicidou por não ter sido amada por ele. Ela então encarnará como filha dele para receber este amor.
    Eu expliquei muito por cima a situação… só para ter um “exemplo real” de aonde eu quero chegar: existe sim vínculos espirituais entre os indivíduos encarnados. Existe sim uma história entre estes espíritos que é muito maior do que a atual existência corpórea deles. Contudo, obviamente, isto não “justifica” o conceito popularmente difundido como “alma-gêmea”. Todo indivíduo é um um-inteiro, independente do grau de evolução espiritual do mesmo. Sendo assim, você nunca vai encontrar alguém que te completa, no sentido literal do termo. Você pode até encontrar uma pessoa que tem um vínculo anterior e muito forte contigo; algo que sobrepuja tudo aquilo que o mundo material diz que é necessário para que um casal seja feliz, e que você sinta este laço muito forte com esta pessoa. Não há, contudo, a harmonia que o conceito popular de alma-gêmea implica. Vocês são dois indivíduos distintos, em graus de evolução espiritual diferentes; com lições diferentes a aprender; vivendo suas próprias vidas; seus próprios caminhos mas que, calhou desta existência vocês serem cônjuges. Pode ser que na próxima vocês encarnem como familiares, amigos, ou até mesmo que um seja mentor espiritual do outro que está encarnado…

  23. Denis

    Texto tão inspirador que deu vontade de relatar como é meu relacionamento:
    Sempre digo a minha companheira que eu sou eu e ela é ela, que não preciso dela, estou com ela porque quero, sempre a alerto de que ela não é minha mãe, não é minha filha, é minha companheira, minha amante.
    A junção das características é muito clara, depois de encontra-la tornei-me outro homem, melhor , mais brando, menos julgador, tendendo a fazer mais e falar menos e fiquei menos briguento, ela passou a falar mais, menos medrosa e mais briguenta. Sem contar que eu aprendi a economizar e ela a gastar mais. rsrsrsrsrsrsrsrsrs Um encaixe tão perfeito que as vezes a gente assusta quando pára pra pensar. E assim vamos vivendo, não sabemos quanto tempo vai durar, nem ligamos muito pra isso, se tiver um fim ele acontecerá, então vamos curtir todo esse amor pelo tempo que for.

  24. unloveable

    Adorei! Fantástico!

  25. Ramon

    Aí é que eu vejo a injustiça desse mundo. Enquanto esses psicóticos emocionais que tentam ferrar a vida da “pessoa amada” até ter ela de volta ficam à solta, o cara que diz que vê espíritos já tem vaga automática no manicômio.

  26. Vinicius

    Marcelo, estamos a três dias do Omer e ainda não vi nenhum post a respeito dele, como você fez nos anos anteriores, preparando os leitores mais ou menos uma semana antes do início da Contagem. É algo premeditado? Concordo que os leitores antigos podem/devem ir atrás das datas e já sabem como se virar, mesmo na versão café com leite. Mas acho que deixar de avisar exclui os leitores mais recentes, que poderiam ser motivados a realizar os exercícios. Mesmo que apenas um leitor dos mais recentes queira fazer, já é alguma coisa, não?

    1. Ramon

      Se já foi feito antes, tem posts avisando. O Mayhem tá lá com todas as informações que se precisa. Se você não sabe as recomendações básicas pra efetuar qualquer operação desse tipo, com certeza deixou de ler ou reparar em alguma coisa. Sem querer ofender.

  27. Bruno Mais

    Huhauhuhaa ,Pai de Marcelo de Egun , semeando luz na internet desde 2009 !

  28. Francieli

    hahha ”devaneios esquisotéricos” sua cara falar isso…
    Valeu pelo texto DD.

  29. Daniel L

    “Adaptado de um texto bem mais educado da Vó Dita.”
    Vó Dita é uma preta-velha com quem vc conversou?
    Vai começar a postar suas entrevistas com as entidades?
    É sempre bom ouvir o que eles tem pra falar, posta mais…

  30. FRodrigues

    Muito bom!! Pai Marcelo também poderia ensinar uma magia para perder peso!!
    @MDD – Boa.

  31. Kpaxx

    Incrível texto!Parabéns!

  32. Jr Guedes

    O livro Pai João de Robson Pinheiro, traz a linguagem de Preto Velho exatamente assim. É muito bom ver os Preto Velhos abrindo os olhos dos “zifios” só mostrando os erros próprios de cada consulente.

  33. Bruno

    Pra sair um texto assim, acho que o blog (e seu responsável) está sofrendo com uma enxurrada de “solicitações” heheheheh. Tenso =p

  34. Gustavo Barroso

    Me chame de imaturo ou egoísta. Adorei esse post e o post do “estudar para passar em provas e concursos”.
    E entendi o que você quis dizer.
    Mas aí é que tá: o que há de tão “mágico” ou oculto na magia? Isso é, com todo respeito, aquilo que todo mundo sabe, mas só alguns fazem.

  35. Felipe Genuino

    “Eu só quero um amor
    Que acabe o meu sofrer
    Um xodó prá mim do meu jeito assim
    Que alegre o meu viver”
    É meio difícil de entender, mas esse xodó não está lá fora e sim lá dentro do coração:
    “Mas eu sei que um dia a gente aprende”…
    “Se você quiser alguém em quem confiar
    Confie em si mesmo”.
    Bom texto. simples e completo.

  36. Felipe Genuino

    Eu tenho um áudio do programa “conversinha ao pé do ouvido” onde o radialista Antônio Carvalho diz que pode existir alma-gêmea. Essas almas são seres muito antigos, espiritos remanescentes da terceira raça-raiz ou lemuriana. No caso, quando de uma alma única desse ser lemuriano, que era hermafrodita, formou-se dois seres,duas almas, uma masculina e outra feminina que deram origem à humanidade dividida em sexos opostos. Então, para uma pessoa ter a sua alma-gêmea deve ser um espírito dessa época. Você acredita nisso, marcelo?
    @MDD – nao necessariamente… e se forem duas almas que estejam encarnadas no mesmo sexo? Não precisa ser obrigatoriamente homem e mulher, mas polos vibratórios complementares. E a imensa maioria dos espíritos que estavam naquela época não estão mais no planeta, o que deixaria estas almas-gêmeas como coisas extremamente raras, mesmo dentro de seres muito evoluídos. Algo anos-luz de distância do que as revistinhas de horóscopo pregam.

    1. David

      Desculpe a incapacidade de interpretação certa, Marcelo, mas o exemplo que voce citou foi meramente para mostrar a diversidade de possibilidades quanto ao tema e a inviabilidade do que foi comentado ou há mesmo a possibilidade de mais de uma “alma” em um corpo? Entendo a possibilidade de arquétipos dentro de uma pessoa atuarem como autonomos, mas não tinha ainda pensado nessa hipótese de poder haver mais de uma “alma”, por assim dizer…

  37. Phillipe

    Parabéns pelo texto, tava meio afastado por estudos (faculdade) mais tô de volta 🙂
    As pessoas sempre passam os anos de suas vidas tentando preencher um vazio, morrem tentando preencher e esquecem de buscar isto em seu próprio interior e não dos outros.

  38. E.O.R

    Finalmente DD se usando de seus altos conhecimentos arcanos nos relacionamentos pessoais…pode sair um livro daí (brincadeira)

  39. Emídio Pilato

    Del Debbio, sei que não é o local mais indicado, mas o que você pode dizer sobre o Pr. Stefani Saad, o pastor ex-maçom?
    @MDD – cara, eu nem deveria perder meu tempo olhando, mas eu perdi… pedi pro secretário da loja verificar esse nome nos registros de Brasília e, obviamente, não aparece. Dei um telefonema pra Guarda dos selos do ES (que o Estado onde ele alega que foi membro) e nada. Esse Stefani Saad é mais um picareta que deve ter lido meia dúzia de textos de maçonaria na internet e procurado um nicho rentável entre os evangélicos, como o tio Chico, Daniel Mastral e outras porcarias.

  40. Lucas

    Nossa! Esse texto não poderia ter vindo em melhor hora.
    Terminei um relacionamento a alguns dias e estou sofrendo muito. Não sei aceitar amor livre e me apego de mais as pessoas, tenho muito que aprender ainda.
    Estou sofrendo e fazendo sofrer por motivos e sentimentos que ainda não entendo.
    Obg pelo texto MDD.

  41. nicolle

    Como criatura de água (em todos os sentidos e regências que se pode imaginar), eu devia ter ouvido os conselhos de Pai Marcelo de Egun quando tinha meus 15/16 anos. Teria facilitado muito a minha vida. Mas, como falam por aí, o ser humano só aprende quando toma na cara, pra ver que o conselho de vó/mãe “calma que o tempo cura e tudo passa” é verdadeiro. Nenhuma pessoa aprende sobre sentimentos se não passar por eles, então, só resta rezar para que aprendam e sejam melhores, depois.

  42. Cássia

    Gostei imensamente do texto, bateu certeiro em pontos muito importantes.
    Entendo que as pessoas estão em níveis evolutivos diferentes, e tento entender as motivações dos outros, mas sempre acho triste a ideia de que alguém se disponha a apelar para tudo para ter alguém ao seu lado, mesmo sabendo no seu íntimo que, na verdade, se a coisa desse certo, a pessoa amada estaria lá por qualquer outra razão, exceto pelo valor próprio do contratante do feitiço…

Deixe uma resposta