Top 50 Livros de Magia do Caos

Magia+do+Caos

Já fiz muitas listas de Top 10, então aí está um Top 50 para caber mais. Mesmo assim, terei que deixar alguns livros maravilhosos de fora. Teremos que conviver com isso. Quem sabe no futuro tenha o Top 100.

Nem todos os livros dessa lista são de autores formalmente de magia do caos. Alguns são livros de autores da época pré-caoísmo, que serviram de inspiração, como é o caso de Austin Osman Spare. Também há aqueles que não se consideram autores de MC, mas que usam um estilo parecido, como é o caso de Patrick Dunn. Tem até livros de literatura consagrados nessa área.

Montei essa lista de forma mais ou menos arbitrária. Alguns títulos estão no topo simplesmente porque eu gosto muito, mesmo que não falem tanto assim de caoísmo. Outros da lista eu não gosto tanto, mas coloquei porque é importante conhecer.

1- Understanding Chaos Magic, por Jaq D Hawkins

2- KLF: Chaos Magic Music Money, por John Higgs

3- Epoch: The Esotericon & Portals of Chaos, por Peter J. Carroll

4- My Years of Magical Thinking, por Lionel Snell

5- Postmodern magic, por Patrick Dunn

6- Advanced Magick for Beginners, por Alan Chapman

7- Chaos Craft, por Julian Vayne e Steve Dee

8- Books of Lies: The Disinformation Guide to Magick and the Occult, editado por Richard Metzger

9- Chaos & Sorcery, por Nicholas Hall

10 – Condensed Chaos, por Phil Hine

11- Visual Magick, por Jan Fries

12- The Book of Pleasure, por Austin Osman Spare

13- Principia Discordia, por Malaclypse The Younger

14- The Book of the SubGenius

15- The Paradigmal Pirate, por Joshua Wetzel

16- Memetic Magic, por R. Kirk Packwood

17- Stranger than we can imagine, por John Higgs

18- Liber Null, por Peter J. Carroll

19- BLAST Your Way to Megabuck$ With my SECRET Sex-Power Formula, por Ramsey Dukes

20- The Book of Baphomet, por Nikki Wyrd e Julian Vayne

21- Liber Kaos, por Peter J. Carroll

22- Liber Malorum: Children of the Apple, organizado por Sean Scullion

23- The Great Purple Hoo-Ha, por Philip H. Farber

24- SSOTBME: Sex Secrets of the Black Magicians Exposed, por Ramsey Dukes

25- Magic, Power, Language, Symbol, por Patrick Dunn

26- Psyber Magick, por Peter J. Carroll

27- Prime Chaos, por Phil Hine

28- Aegishjalmur, por Michael Kelly

29- High Magic, por Frater U∴D∴

30- Prometheus Rising, por Robert Anton Wilson

31- Your Brain is God, por Timothy Leary

32- Kaos Hieroglyphica, por Anton Channing

33- Chaotopia!, por Dave Lee

34- The Theatre of Magick, por Ray Sherwin

35- The Third Mind, por William S. Burroughs

36- Elric of Melniboné, por Michael Moorcock

37- Chaos: Making a New Science, por James Gleick

38- T.A.Z. The Temporary Autonomous Zone, por Hakim Bey

39- The Pseudonomicon, por Phil Hine

40- Chaos Monkey, por Jaq D Hawkins

41- Apophis, por Michael Kelly

42- The New Inquisition, por Robert Anton Wilson

43- The Octavo, por Peter J. Carroll

44- Divine Magic, por Patrick Dunn

45- Deep Magic Begins Here…, por Julian Vayne

46- Pop Culture Magic, por Taylor Ellwood

47- The Apophenion, por Peter J. Carroll

48- How To See Fairies, por Ramsey Dukes

49- Cartomancy with the Lenormand and the Tarot, por Patrick Dunn

50- The Illuminatus Trilogy, por Robert Anton Wilson e Robert Shea

E se isso for de alguma ajuda para a escolha dos livros, colocarei aqui também meu Top 10 de autores favoritos:

1- Patrick Dunn

2- Ramsey Dukes

3- John Higgs

4- Peter J. Carroll

5- Robert Anton Wilson

6- Julian Vayne

7- Phil Hine

8- Jaq D Hawkins

9- Anton Channing

10- Joshua Wetzel

Há vários autores importantes que não constam na lista porque não coube, porque não estão entre meus favoritos ou porque ainda não li.

Fiz resenhas de todos esses livros e muitos outros de magia do caos nos meus blogs. Se você quiser perguntar alguma coisa sobre qualquer um desses livros, incluindo como obter, fique à vontade. Infelizmente, não há versão em português de vários deles.

Em geral, não sou muito fã de hierarquias. A ideia de colocar os livros numa lista é porque muita gente já me perguntou dicas de leitura. Certamente alguns livros e autores fantásticos ficaram de fora ou numa posição muito baixa. Nem por isso eles são menos importantes.

Cada autor tem conhecimentos únicos e estilos únicos de escrever. É claro que alguns livros estão na lista simplesmente porque falam de assuntos que eu particularmente gosto ou usam estilos que me agradam. Estou certa de que muitos dos seus gostos são diferentes dos meus. Eu aprecio livros que contêm um pouco de história da magia, apresentam visões filosóficas originais, são criativos e engraçados.

Caso tenha sugestões de leitura, de autores de magia do caos ou relacionados, pode indicar e comentarei se conheço ou o que acho.

Este post tem 4 comentários

  1. Fenix777

    Se você leu tudo isto e ainda diz que “não incluiu todos na lista”, então você tem uma verdadeira “biblioteca” na cabeça.

    Será que ler “Wanju Duli” não “encurta” o caminho (pelo menos no campo teórico)?

    Grato pela (ótima) sugestão

    Abraços!!

    @Wanju – Eu que agradeço! Ler meus livros é uma opção disponível em português. Também tem os livros do Ian Morais que escreve sobre magia do caos, que recomendo. Abraços!

  2. ThothCaos

    Ju,

    e o “Hands-On Chaos Magic” do Andrieh Vitimus? O que vc diria a respeito dele pra galerinha caótica?

    Bjkas

    @Wanju – Pelo que eu lembro, ele foca mais em feitiços prontos. Não deixa de ser uma boa fonte de inspiração. É um livro famoso e acredito que valha a pena a leitura e testar alguns dos exercícios.

  3. Onerom

    Pop magick tbm, mas adorei esse post

    @Wanju – Obrigada! O livro “Pop Magic” de Grant Morrison faz parte da introdução do livro “Books of Lies: The Disinformation Guide to Magick and the Occult”, que adicionei no oitavo lugar.

  4. Agronopolos

    Só não entendi COMO vc nem colocou o Liber null, praticamente o marco inicial, desta linha mágica no top 5, mas coloca um livro que saiu nos últimos 5 anos do mesmo autor
    Entendo que mais de 20 anos de diferença entre um livro e outro, mas poxa, se duvidar foi o livro que iniciou vc nessa pratica, deve ter significado.

    @Wanju – Como eu disse no post, essa lista é das minhas preferências. Embora importantes, os livros antigos do Peter Carroll ainda estavam muito presos em elementos da “magia tradicional”. Acho muito mais divertidos, interessantes e criativos os livros mais novos dele. E o primeiro livro do Carroll que li foi “Psybermagick”, que tem mais significado para mim e até hoje é um os meus favoritos do autor, pois tem sacadas geniais.

Deixe uma resposta