RPGQuest – Diário de Produção – 05

Estes conjuntos de texto têm a finalidade de comentar sobre os elementos do jogo RPGQuest – A Jornada do Herói, um Boardgame (Jogo de Tabuleiro) baseado na Kabbalah. Nos textos anteriores falamos sobre a Construção dos Reinos onde se passará a Campanha e a respeito das Classes de Personagem, baseadas nos quatro Elementos tradicionais do Hermetismo. Também falamos sobre os Grandes Desafios que serão enfrentados pelos Heróis na Campanha e sobre as 22 Principais Aventuras, baseadas nos Arcanos do Tarot. Hoje falaremos sobre o Sistema de Regras.

O Sistema de Regras é baseado no sistema original de RPGQuest, que utiliza 2d6+Bonus (rola-se 2 dados de 6 faces, soma-se o resultado e se somam ou subtraem os bônus, e então compara o resultado com o valor da dificuldade). Como vimos nos textos anteriores, cada Jogador começa a Jornada do herói com um herói ou heroína escolhido para ser o chefe de seu Grupo de Aventureiros. Ao longo das rodadas, enquanto descansam nas tavernas, os heróis podem ser recrutados para diversas missões:

Vamos começar nosso exemplo com o valente Brazmulir Ironfoot. O Jogador 1 o sorteou como o Protagonista desta Jornada. Brazmulir é um Warlock, portanto possui 3 Níveis de Guerreiro e 1 Nível de Mago (os cubos marrons e vermelhos em sua carta). Brazmulir começa o jogo na Cidade de Bastões, nas planícies de Tiferet e, ao passar a noite em uma das tavernas, descobre por acidente que Magos necromânticos estão planejando atacar a cidade com esqueletos conjurados no cemitério próximo!


Esta é uma carta de exemplo de uma Aventura. Ela é composta do título, que diz respeito ao problema a ser enfrentado (“Esqueletos amaldiçoados”); quantos Pontos de Fama e Vitória os heróis conseguirão se resolverem a Aventura, os Tokens que serão utilizados, as instruções para o Jogador e as recompensas.

Magos Necromânticos realizaram a conjuração de um Exército de Esqueletos, e planejam atacar a cidade mais próxima. Sorteie 1d6+1 grupos de Esqueletos e coloque-os ao redor do Cemitério.
Os aldeões ofereceram aos Heróis uma recompensa de $300gp para cada grupo de Esqueletos derrotado. Se os Heróis levarem os ossos até o Templo, receberão +$1000gp dos clérigos
“.

Uma vez que o Jogador decide aceitar o Desafio, ele segue as instruções da carta (joga um dado e adiciona os Esqueletos ao redor do Cemitério). O Jogador rola um “3”, indicando que haverão 3+1= 4 grupos de esqueletos próximos ao cemitério, e os coloca ali. Também coloca um de seus Meeples para marcar o local da missão.

Como segunda ação, o Jogador decide Recrutar um Novo Aventureiro para seu Grupo. Em termos de história, Brazmulir decide procurar por outros aventureiros para ajudá-lo. Na própria Taverna onde o anão escutou os rumores sobre o Necromântico, haviam outros aventureiros bebendo, mas apenas uma xamã, de nome Caroline Montagne, acreditou em sua história. “Caroline nasceu com o dom da vidência e capacidade mediúnica de prever o futuro, assim como sua avó e sua bisavó“. Em uma visão, Caroline sentiu a presença maligna do necromante e o pedido de socorro das almas cujos esqueletos haviam sido erguidos da tumba.

Em termos de regras, quando um Jogador decide “recrutar um novo Aventureiro”, ele sorteia 3 Aventureiros e pode escolher, se desejar, um deles para contratar. Dependendo do local onde o grupo estiver, diferentes tipos de Aventureiros aparecerão (por exemplo, se estiverem na Torre dos Magos, todos os recrutas terão algum nível em magia; se estiverem na guilda, todos os candidatos terão pelo menos um nívem em ladino; castelos possuem mais candidatos do que vilas e assim por diante…).

O Jogador avalia as opções e recruta aquele que mais se adaptar a sua estratégia. No nosso exemplo, o Jogador escolheu a Xamã por seu conhecimento na classe de Clérigo (representado pelos cubos azuis em sua carta).

Agora nosso grupo de heróis possui 3 níveis em Guerreiro, 3 Níveis em Mago e 2 Níveis em Clérigo no total. A terceira ação da Rodada será Movimentar o Grupo até os Esqueletos. A cada Ação de movimento, o grupo pode se deslocar até 7 Casas dentro do tabuleiro (alguns hexagonos são mais difíceis de serem atravessados, como Colinas, Montanhas, Desertos, e custam mais pontos de movimentação), outros possuem uma chance maior dos heróis serem emboscados por monstros (Pântanos, Florestas, Desertos…). No nosso exemplo, felizmente, o caminho até o Cemitério é feito através do Vale de Tiferet, que não apresenta chance de Emboscada!

A Dupla de Aventureiros cavalga pelas planícies de Tiferet até as proximidades do cemitério, nas margens do Lago Estinfalo, onde encontram um dos grupos de Esqueletos, já se agrupando para o ataque à Cidade de Bastões. A Dificuldade para vencer os Esqueletos é [8 Guerreiro / 8 Clérigo]. O Grupo possui [3 Guerreiro / 2 Clérigo]. O Combate funciona da seguinte maneira: o Jogador faz um Teste de Guerreiro e um Teste de Clérigo, primeiro rolando 2d6 (2 dados de 6 faces), somando o resultado ao bônus que possui (no caso, 3, para Guerreiro). Em seguida, rola novamente 2d6 (somados ao bônus de 2 para clérigo) e compara com os números do Desafio. O Jogador consegue um “6” e um “7” em suas rolagens, e vence a primeira batalha!


Como última de suas 4 Ações da Rodada, o Grupo avança até o cemitério, entrando em novo Combate com o segundo grupo de Esqueletos. O Jogador consegue um “5” e um “11” em suas rolagens, e vence a segunda batalha!

“PASSO”
Após realizar 4 Ações (Buscar por Aventuras, recrutar um novo Herói, Movimentar-se/Combater e Movimentar-se/Combater novamente), o Jogador precisa passar a vez. Os Esqueletos se movimentam na direção da Cidade mais próxima (A Cidade de Bastões), movimentando-se um hexa cada grupo na menor direção possível até chegar à cidade.

Uma vez que o Grupo esteja no Cemitério, ele está em um “Local de Interesse“. No jogo existem diversos locais de interesse (as Cavernas, o Portal Dimensional, o Cemitério, o Acampamento Orc, o Labirinto, etc…) e cada um deles possui uma Missão Específica, que o Grupo pode (ou não) escolher enfrentar. Ao passar sobre o Hexa do Cemitério, o grupo de Brazmulir pode (ou não) decidir investigar.


O Jogador avalia suas chances… O Grupo possui [3 Guerreiro / 2 Clérigo], significando que precisa de um 7 e um 8 para conseguir investigar e, mesmo assim, ainda corre o risco de atrair mais Esqueletos. Considerando que as chances de fracasso são grandes e não querendo arriscar, o Jogador decide que, por enquanto, não vai investigar o Cemitério e retornará mais tarde para realizar esta Missão. Vamos cuidar dos pequenos problemas primeiro!

Como sua primeira Ação, ele movimenta o Grupo na direção dos Esqueletos e os ataca! “6” e “6” em suas rolagens e os Heróis conseguem derrotar mais alguns esqueletos. Em sua Segunda Ação, o grupo avança sobre os últimos Esqueletos, mas um infortúnio acontece! O Jogador rola “2” e “8”, falhando no Teste de Guerreiro!

Os Esqueletos conseguem ferir os Aventureiros em combate! O resultado catastrófico de um mal planejamento e má sorte fez com que os Heróis sofressem 1d3 Pontos de Dano (o Jogador rola um dado de 6 faces e coloca marcadores de dano a cada 2 pontos nos Personagens que desejar). Cada Personagem pode suportar uma quantidade de Marcadores de Dano igual ao seu Nível de Guerreiro +1. O Jogador decide distribuir o dano da seguinte maneira: 2 danos para o Anão e 1 dano para a Xamã.

Como Terceira Ação, o Jogador decide tentar novamente e ataca os Esqueletos. “8” e “7” e VITÓRIA !!! Os Heróis conseguem Derrotar os últimos esqueletos e salvar a Cidade!

Como resultado dessa Aventura, os Heróis conseguiram $ 2.000 gp e Um Ponto de Vitória, sendo conhecidos como “O Grupo que salvou a Cidade de Bastões dos Magos Necromânticos“. Além disso, eles também derrotaram pelo menos 4 Grupos de Esqueletos, o que faz com que recebam mais um Ponto de Vitória e o título “Destruidores de Esqueletos“.

Como Ação final desta Rodada, o grupo viaja por Arcádia até o TEMPLO, passando pelas Planícies de Tiferet até chegar aos Jardins de Kether, onde podem descansar. Chegando lá, recebem + $1.000 gp de Recompensa por levarem os Ossos para o Descanso Final e, logo no início da próxima Rodada, os Clérigos do Templo de Kether cuidarão de seus ferimentos (remova os Tokens de Dano dos Personagens) e o grupo está pronto para outra…

O que você faria a seguir?
– Usaria um pouco do dinheiro para Treinar Caroline até o grau de Companheira, aumentando um nível de Clérigo?
– Tentaria recrutar outro Clérigo para o grupo?
– Procuraria informações sobre os Artefatos Sagrados?
– Iria atrás de solucionar a Missão do Cemitério?

Todas as estratégias são possíveis pois, no RPGQuest, Você é o Herói! Vale lembrar que este foi apenas um exemplo da mecânica de Jogo. Em uma Partida normal, cada Jogador poderá ter aberto até DUAS missões ao mesmo tempo (além das missões públicas), além dos Monstros de Desafio que estão circulando pelos Reinos e as Missões nos Locais de Interesse. Desta maneira, pode escolher qual será a melhor estratégia para o grupo baseado nas missões que deseja realizar primeiro e no Monstro que pretende enfrentar no final da Campanha!

Este post tem um comentário

  1. Juliano

    Legal demais, não vejo a hora de começar a jogar
    Ontem meu filho achou a expansão que veio com o livro Kabbalah Hermética e já quis brincar também rs

Deixe uma resposta