Prece de Cáritas

Prece de Cáritas

A prece, denominada De Cáritas, tem sido querida e constantemente orada por várias gerações de espíritas, umbandistas e espiritualistas. quando recitada com a entonação correta, é uma das mais eficazes proteções, mesmo para iniciantes.

CÁRITAS era um espírito que se comunicava através de uma das grandes médiuns de sua época – Mme. W. Krell – em um grupo de Bordeaux (França), sendo ela uma das maiores psicografas da História do Espiritismo, em especial por transmitir poesia (que se constitui no ácido da psicografia), da lavra de Lamartine, André Chénier, Saint-Beuve e Alfred de Musset, além do próprio Edgard Allan Poe. Na prosa, recebeu ela mensagens de O Espírito da Verdade, Dumas, Larcordaire, Lamennais, Pascal, e dos gregos Ésopo e Fenelon.

A prece de Cáritas foi psicografada na noite de Natal, 25 de dezembro, do ano de 1873, ditada pela suave Cáritas, de quem são, ainda, as comunicações: “Como servir a religião espiritual”e “A esmola espiritual”.

Todas as mensagens que Mme. W. Krell psicografada em transe, e, que chegaram até nós, encontram-se no livro Rayonnements de la Vie Spirituelle, publicado em maio de 1875 em Bordeaux, inclusive, o próprio texto em francês (como foi transmitido) da Prece de Cáritas.

Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai a força àquele que passa pela provação, dai a luz àquele que procura a verdade; ponde no coração do homem a compaixão e a caridade!

Deus, Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

Pai, Dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, e ao órfão o pai!

Senhor, que a Vossa Bondade se estenda sobre tudo o que criastes. Piedade, Senhor, para aquele que vos não conhece, esperança para aquele que sofre. Que a Vossa Bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda a parte, a paz, a esperança, a fé.

Deus! Um raio, uma faísca do Vosso Amor pode abrasar a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão.

E um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh Poder!, oh Bondade!, oh Beleza!, oh Perfeição!, e queremos de alguma sorte merecer a Vossa Divina Misericórdia.

Deus, dai-nos a força para ajudar o progresso, afim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Divina e Santa Imagem.

Assim Seja.

Este post tem 34 comentários

  1. jeff

    Olá Marcelo,

    E qual a entonação correta?

    @MDD – com Vontade (thelema); no sentido oposto de “lendo as palavras”.

  2. André D.

    Marcelo, como assim “entonação correta”?

  3. Valéria

    A Prece de Cáritas é, para mim, a oração perfeita.
    Sua iniciativa em publicá-la no TdC me surpreendeu…
    Parabéns!!!

  4. JorgeRA

    Pode-se fazer a oração somente atraves do pensamento? ou deve-se pronunciar a oração?

    @MDD – de preferencia pronunciar as palavras. O som é a materialização do pensamento.

  5. TiagoMazzon

    Ao ler essa oração eu senti uma força na minha nuca, como se houvesse uma energia muito forte ali, quase uma presença…. depois essa energia percorreu todo o meu corpo, e ao continuar lendo as palavras, parecia um encantamento sendo pronunciado ao mundo, sendo levado pelos quatro ventos…

  6. Francisco

    Moisés???
    Me surgiu uma dúvida agora.
    Pelo que andei lendo, o Demiurgo é o criador do Mundo inferior (ou material). É considerado o chefe dos Arcontes possuindo sabedoria limitada e imperfeita.

    Segundo os Gnósticos, esta entidade seria o Deus do Velho Testamento da Bíblia. (??????)Este ente tem a arrogância típica dos que se acham onipotentes. Criador de tudo que conhecemos, acha que todos devem curvar-se a sua divindade: “Não terás outros deuses diante de mim” é seu lema.

    Sendo este também contra a conversa com espíritos, não é incompatível usar a oração de um espírito para ele?

    Querendo que as Almas do Mundo sejam livres, Sophia rebela-se contra o Demiurgo, e o verdadeiro Deus, Inefável (\o/) envia aos homens o seu filho que desce ao mundo material com o objetivo de transmitir a “Gnosis” (conhecimento) para que aqueles q tenham consciência de sua parcela divina partam para a plenitude libertando-se do jugo do Demiurgo.

    Por que tem a oração tem que ser ao deus de Moisés?

  7. Joakim

    Perfeito será que sou eu, ou amis alguém se sentiu o corpo se arrepiando ao recitá-la, no meu caso em vvoz alta, e como sentimento como o Marcelo disse.

    Ótima iniciativa como sempre!

  8. Rafael

    Não sei se foi má interpretação, mas está parecendo muito ‘separatista’, tipo, deus lá; eu aqui. Preciso dele. Logo oro. É isso?

  9. Kéroll

    É a 1º vez q acesso o blogue, achei interessante por abordar assuntos polemicos que ao mesmo tempo estigam o senso crito. Quanto a prece, sem comentários, somente que ela é linda, e poderosa. otima escolha.
    abraço.

  10. Bolívar

    Oração completa e com muito conteúdo.

    Quando leio este trecho:
    “dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Divina e Santa Imagem”

    sinto até minha alma saindo do corpo…uahuahuuahu

  11. Bolívar

    resumindo é um mantra fortissímo.

    Tiago e joakim,
    quando a leio, sinto o amparo na hora.

    1. spiritualguide

      Bolivar, vc disse tudo! E um mantra poderosissimo mesmo…

  12. gd365

    Nunca gostei de orações, da palavra ‘Deus’ e de seus usos.
    Mas quando li essa prece, também fui sentindo um arrepio e fiquei meio emocionado, até. (E só fui ler o comentário do Joakim depois!)

    Essa prece fez muito sentido, agora que to acabando de ler o Livro dos Espíritos!

    Gostei bastante dela e do Pai Nosso traduzido, muito bonitas!

  13. Carlos Jacques

    Depois da Ave Maria, Pai Nosso e da minha oração preferida, Oração de São Fransisco de Assis, esta preçe de Cáritas será adotada nas minhas orações.
    Marcelo, tens como criar um post sobre São Francisco de Assis? E sobre sua oração?

  14. Carlos

    Poderia escrever um post sobre askesis?
    Ou indicar alguma fonte, para pesquisa?
    Obrigado.

  15. thomaZ

    DelDebbio talvez você possa me explicar melhor.
    É comum na vida de quem é “buscador”, ter momentos de total afastamento e depois retomada nas buscas? Parece um gráfico de onda, onde o vale é o momento que me afasto e depois vem a crista, onde volto a ler, buscar, estudar e novamente me interessar, mas com outra cabeça/entendimento, outro ânimo, sobre estes assuntos… Espero ser normal…

  16. livio

    Thomaz, voce já viu a contraposição temporal de Cronos versus Kairos?

    O ritmo temporal cronológico é bom para diversas coisas, mas o ritmo de Kairos se encaixa bem mais em temas como “buscas inicáticas” e diversos outros caminhos.

  17. Sophie

    De alguns anos pra cá comecei a sentir uma dificuldade enorme para orar. Dificilmente faço isso, e quando faço nunca uso orações “prontas” e sim peço “ao universo” aquilo que está em meu coração. Isso é tão válido quanto uma prece destas? Dificilmente consigo entender a importância de uma oração, e a unica que consigo realizar com fidelidade às palavras é a “Santo Anjo”, a considero como algo livre da religião, talvez por isso seja esta a unica que me faz orar.

    @MDD – “Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador. Se a ti me confiou a piedade Divina, Sempre me rege, me guarde, me governe, me ilumine. Amém” – uma oração simples, rápida e muito eficiente também. Aprendi no Colégio de São Bento.

  18. thomaZ

    livio, estou sempre aprendendo coisas novas por aqui. eu não sabia sobre essa contraposição temporal, pelomenos não nessas palavras, mas achei adequada. ajudou até a entender outras coisas que estão acontecendo comigo. obrigado…
    estou gostando da reação das pessoas ao lerem a oração. poste algumas orações das épocas dos templarios (old school) também… xD

  19. Paulo

    sou testemunha, minha esposa é medium e cansou de afastar influencia negativa no momento q entoava essa prece.

  20. Felipe Ribeiro

    E é bom sempre saber que as coisas que nos são indicadas vêm na hora certa.
    Enfim… apenas para que saiba delDebbio, que embora você não saiba a quantas pessoas isso atinja, mas que de fato, uma oração como essa é de grande valia. Aliás, enorme: traz uma sensação de paz e conforto, como – eu, que não me achava cético, mas que subestimava até pouco tempo atrás – o poder dessa oração.
    Simplesmente, obrigado.

  21. André D.

    Marcelo, ao realizar essa prece agora, senti um arrepio pelo corpo e uma INTENSA vontade de chorar…há alguma explicação? Especialmente pelo choro, pois toda vez que vou em algum centro espírita, de umbanda, e até mesmo na igreja, sinto uma vontade extrema de chorar…

    @MDD – A explicação mais provável é que tenha alguma entidade próxima a você e que esteja com algum sofrimento, buscando a luz, mas sem conseguir, então esta prece afeta o seu cardíaco e produz alguma faísca, e você, por estar ligado a ela, manifesta esta sensação.

  22. Lunalva

    O ser humano precisa de muita oraçao. Essa eu nao conhecia. Mas toda prece que leva o nome do altissimo é como se toda influencia negativa de cada dia fosse saindo uma a uma. Amei.

  23. Nat Barroso

    Tive um pesadelo horrível esta madrugada,e só depois de orar alguns Pai Nossos em voz alta juntamente com A Prece,foi que senti um alívio,uma sensação de bem estar.Ah,veio a vontade de chorar e não me segurei,inclusive,me fez muito bem.

  24. Melque

    Essa prece é uma linda poesia digna dos trovadores mais ilustres. Eu nunca soube a origem da Prece de Cáritas. Obrigado pela instrução. Que o seu trabalho continue sempre na luz e no exito.

  25. Rodrigo Miranda

    Sincronicidade. Justo o que necessitava na primeira edição do post quanto em sua republicação. Às vezes basta apenas a rememoração.
    Abs Fraternos.

  26. leonardolp

    A prece de Cáritas, das comunicações espirituais é uma mais lindas das que nos foram legadas. Verdadeira vibração que ressoa, inclusive nos átomos de nosso corpo. A vocalização, como dito pelo MdD acima, é de suma importância, pois as frenquências sonoras da prece devem ressoar e deixar em nós e no Logos, suas impressões.

    Mais uma prova também do que acredito, e já por algumas vezes compartilhei esta impressão aqui com os colegas nos comentários. A verdadeira mediunidade, não sei em meados de 1800, porém hoje ela é raríssima.

    Má alimentação, alienação em mídias sociais, falta de empatia e respeito ao próximo, falta de espiritualidade e de crença no pós vida, são condutas viciads em nós que apagam essa luminiscência espiritual que temos e que se extravasa em mediunidade… isso hoje é raríssimo.

    Porém não esqueçamos, que nosso caminho é o do ocultismo e da magia e que, nesse aprendizado de toda uma vida, podemos através dos rituais corretos e do preparo mental e espiritual adequados estabelecer contatos com estas entidades, a exemplo de Cáritas, bem como de seres ainda mais iluminados. O grande problema a se contornar são as deficiências do corpo humano e o quanto ele pode despender de energia e ainda receber o baque de um eventual choque de retorno. Eu mesmo gostaria de ouvir do Marcelo del Debio e de outros membros do TdC se já tiveram experiências mágicas semelhantes e o que podem recomendar ou não para nós, que ainda estudamos o assunto.

    Um abraço fraterno a todos!

Deixe uma resposta