P&R – Belzebu, Satanas e Lúcifer

devil.jpg

Postado no S&H dia 28/5/2008,
Depois destes três primeiros posts polêmicos, é necessário fazer uma pequena pausa para recuperar o fôlego e responder às perguntas feitas pelo pessoal. Fico feliz que estamos conseguindo desmistificar esses assuntos tão polêmicos como diabo, satanás, lúcifer, belzebu e outros nomes cujo sentido original foram completamente deturpados pela religião. Ainda há muitos “demônios” a serem exorcizados, especialmente os que foram sendo inventados ao longo da Idade Média, mas creio que temos bastante material para comentar nas perguntas e respostas.

Across – Del Debbio, Existe algum tipo de “trava” que a Igreja nos coloca? Além do catecismo do medo, eu quero dizer. Uma trava que nos impeça de evoluir mentalmente, de questionar a verdade que eles nos impõe? Se há, existe alguma forma de rompê-la?

A única trava que existe são seus próprios medos. Claro que, especialmente no Brasil, somos condicionados desde crianças a ter medo do “diabo”, do “tinhoso” e do “coisa ruim”, de uma forma praticamente irracional e desde a mais tenra idade. Temos medo de pecar, de fazer sexo, de desafiar o papa, de desafiar os pastores… Romper com esta barreira doutrinária não é algo fácil (tente explicar o conteúdo desta coluna para sua tia ou sua avó e verá o que eu quero dizer). As pessoas passam a vida aterrorizadas, nessa lavagem cerebral absurda gerada pela ignorância e pela ganância. Aos poucos, estamos começando a reverter este processo (que não vai ser fácil). Cabe a cada um de nós fazer a nossa parte e tentar esclarecer as pessoas.

PATRICIA – Então você está afirmando que o “Mal” não existe? Não existe uma força contra o que é bom? E essas manifestações de espíritos que afirmam serem demônios, e que até mesmo dizem seus nomes ao conversarem com um pastor, por exemplo? Por que esses espíritos temem o nome de Jesus?

Calma… o mal existe SIM… ele está DENTRO de cada pessoa. As trevas nada mais são do que a ausência de luz. Espíritos que afirmam ser demônios EXISTEM sim… aos montes… Os kardecistas costumam chamá-los de “espíritos zombeteiros” porque normalmente não tem poder nenhum.
Funciona assim: um espírito porcaria assusta uma pessoa fazendo-se passar por “demônio”, ai a pessoa fica assustada e libera EMOÇÔES, então o ser astral se alimenta destas emoções e fica mais forte. Ou simplesmente está se divertindo às custas da incredulidade alheia. Basta lembrar que não existem “fantasmas”… existem pessoas IGUAIS a nós que estão em outro padrão vibratório. Do mesmo jeito que existem pessoas que jogam o filho pela janela, colocam fogo em mendigos, assaltam, matam, mentem, torturam no plano material, existem pessoas que fazem as maiores barbaridades no plano Astral.
E da mesma maneira que bandidos usam artifícios para intimidar as pessoas no plano material, seres astrais usam artifícios para intimidar as suas vítimas no plano astral. Simples assim.
Certas palavras possuem efeitos mântricos (mas vou fazer um posto só sobre isso, provavelmente quando falarei de exorcismos) que ressoam no astral e afetam estas pessoas. Yeshua/Jesus é um deles. Lembra quando disse que Yeshua significa Yod-he-shin-vav-he ? O tetragramaton.

orixa08.jpg

Cleiton – Então eh Bombo-Gira xD sempre ouvi o gado ( e me incluo nisso MÙUUUUUUUUU) falarem ”Pomba-Gira”,massa saber disso, + um belo post p/ desmistificar o inominavél =Ð Parabens por mais esse texto. Abçs a todos ^^

Bombo-Gira é o termo correto. “Pomba-gira” é uma ridicularização do nome. Assim como “Zé Pelintra”, que os católicos/evangélicos dizem que vem de “pilantra”, mas na verdade é o CONTRÁRIO. Pelintra significa “Mestre do Catimbó” que é o nome pela qual algumas formas de magia espiritualista são conhecidas no Nordeste e representa um espírito de altíssima iluminação.
Mas acredite que tem muito pai-de-santo hoje em dia que não sabe disso… O candomblé e a umbanda têm tantas similaridades com a bruxaria celta e nórdica que com certeza farei um post sobre isso no futuro.
Vou dar uma dica pra quem está estudando Kabbalah ou fez os cursos. Repare nas cores da roupa dos Exús e Bombo-Gira e compare com as cores das esferas de Geburah e Binah e o que Marte e Saturno representam…

thomaZ – DD, notei que seu raciocínio de Lúcifer, chegando a Jesus, provavelmente irá afetar alguns leitores de todos os cantos, mas notei também que é concluído por um raciocínio lógico, e ajudará muita gente a entender melhor, com outro ponto de vista “isso tudo”, o seu trabalho está ótimo.
1) Em relação aos famosos pactos com o Demo, Coisa Ruim… Pode, o ser humano adquirir poderes extras x-men, ou outras coisas diversas, vendendo sua alma ao Diabo?

Como é que se vende a alma ao diabo? heheheh. Sério, não existe isso… mas as pessoas ACREDITAM nisso, e esta crença as torna prisioneiras no astral. Nunca vi nenhum “satanista de orkut” com qualquer habilidade que pudesse ser considerada levemente sobrenatural no plano físico.

2)No meio musical, discute-se muito as letras, bandas e artistas envolvidoas a “adoração ao satan”… sucessos rápidos, mortes trágicas, profanações de todo tipo etc… que conclusões se tiram disso?

Me dê alguns exemplos para avaliar… músicas “satânicas” com diabinhos feinhos nas capas qualquer zé mané satanista de orkut faz… falar que vai “adorar o capeta” qualquer idiota pode falar… dá cinco minutos na internet e qualquer moleque de 16 anos sai com imagens satanicas “horripilantes”, grava um disco cheio de grunhidos e frases tiradas de grimorios e acha que é malvado porque os crentes se borram de medo de qualquer coisa… e polêmica vende discos. Quanto mais malvadinhos os satanistas de orkut parecerem, mais os outros satanistas de orkut vão achar o cara o máximo.
Existem algumas bandas verdadeiramente “satânicas” (no sentido de venerarem egrégoras misantrópicas), que embutem mantras e sigilos nas capas dos álbuns (mas não vou falar o nome delas por motivos óbvios de não fazer propaganda pra esse povo) e que apenas escutar algumas músicas destas bandas já afetam alguns chakras negativamente.

_swastica.jpg

Bojorque – Muito bom o texto pra variar!!! Meus parabéns!
Só queria uma informação se for possivel Marcelo , sobre as cruzes suásticas ; se não for sair muito do tema. Abraços e tudo de bom!

As cruzes suásticas são de origem alegadamente hindu, embora apareçam em praticamente todas as culturas antigas. Elas representam o ciclo solar. A suástica, ou cruz gamada, é um símbolo místico encontrado em muitas culturas em tempos diferentes, dos índios Hopi aos Astecas, dos Celtas aos Budistas, dos Gregos aos Hindus. Ela representa basicamente o ciclo Astrológico do Sol, dividido em 4 estações. É considerado um símbolo da sorte porque o Sol sempre foi sinônimo de fertilidade, comando e poder. Foi utilizado pelos nazistas porque possui uma série de significados ocultos e simbólicos que não cabe tratar aqui. Algum dia farei um post sobre magia e ocultismo na Segunda Guerra Mundial.

swastika1.jpg

Avaf – as coisas que eu uso (como roupas) podem se impregnar com minhas energias, e entrar em conflitos com energia de pessoas que vibram em energias diferentes da minha?

Sim … TUDO o que você toca fica impregnado com um pouco do seu padrão vibratório, especialmente roupas e objetos pessoais. Impressões maiores ou menores de acordo com suas emoções no momento. Sim, coisas emprestadas que ficam em contato com seu corpo absorvem parte da sua energia. Este é um dos motivos pelos quais iniciados usam roupas, trajes, paramentos ou uniformes específicos para rituais que não são usados em nenhuma outra ocasião. Alguém aqui treina artes marciais? o professor de vocês nunca disse que não se deve andar com a roupa de treino (quimono) na rua? Nas escolas sérias existe todo um ritual para se vestir antes do treino, que envolve meditação e um “desligamento” do mundo profano antes de entrar na arte marcial, e vice-versa… o mesmo vale para práticas de meditação, ocultistas ou religiosas. A mesma razão dos paramentos maçônicos, rosacrucianos, dos aventais kardecistas (que vieram dos aventais maçônicos), das roupas de babalorixás, bruxos e magistas… e assim por diante.
O mesmo vale para roupas profanas. Usar as roupas de uma pessoa mistura as vibrações dela com as suas, podendo trazer desequilíbrio em alguns casos. É preciso tomar cuidado com roupas de brechó, pois nunca se sabe a procedência delas.

kakarotoBR – Não entendi a parte sobre Lúcifer. Vc falou q a história de anjo caído era falsa? Sempre ouvi falar de que ele era o anjo preferido, o mais talentoso etc e que caiu em soberba e foi expulso. É verdade q na bíblia não fala nada disso, mas de que fontes vem essas histórias?

Alguns textos posteriores, especialmente “A Divina Comédia” (Dante era um iniciado, mas vocês verão que toda a alegoria do Inferno está relacionada com os 49 portais e os 7 defeitos capitais da Kabbalah) e “Paraíso Perdido” de John Milton, que fala da queda. Também é uma alegoria para um paraíso (Capella) que foi perdido, etc… mas estaremos entrando em advanced Teoria da Conspiração.É importante lembrar que toda esta polêmica de Lúcifer só acontece mesmo a partir do século XVIII com o renascimento do ocultismo na Europa. A Inquisição estava mais preocupada com um ser chamado “Leonardo” e “Baphomet”.

Patch A cobra de Mahakal tem alguma relação com o cajado de Moisés o Caduceu de Hermes e a cobra enrolada no pescoço de Shiva? Seriam todos símbolos da destruição necessária de algo ruim?

Serpentes são símbolo de conhecimento, do despertar do mago interior, da ativação dos chakras e da kundalini. Leia os posts anteriores que eu explico sobre isso (não lembro agora em qual post… acho que foi no da kundalini… mas leia todos por via das dúvidas).

Papael – Por isso que o nome da vossa editora é Daemon…

Exatamente.

Paulo Figueiredo – sobre a Mudra de Trishula, ela se parece muito (se nao for igual) ao gesto que se faz no juramento escoteiro. Eles estao relacionados ou é coincidencia (coisa que duvido)?? e como sempre, ótima coluna!!

Sim, estão relacionados, mas isto é meio óbvio, certo? afinal de contas, vocês estão destruindo seus defeitos para construir uma pessoa melhor, uma boa ação por dia. É só lembrar da relação com a historia que vocês estudam nesse grau, e não posso falar mais do que isso… quem for escoteiro vai entender.

dollar_pyramid_t-square.jpg

Janio – Como o próprio nome da série sugere, creio que tudo isso não passe de teoria da conspiração mesmo. É como acreditar que as pirâmides foram construídas por ETS e que as notas de dolares ocultam mistérios maçons, ou qualquer coisa do tipo.

Exato. É como o povão mais cético gosta de juntar todas as teorias malucas com as sérias para tentar colocar “tudo no mesmo saco”, sem nenhum discernimento ou preocupação de averiguar o que é sério e está embasado por experiências empíricas e o que é invencionice de charlatões. E todo mundo sabe que não há nenhum símbolo maçônico na nota de um dólar… hehehe as pontas do esquadro e compasso sobre a pirâmide que formam a palavra “mason”… deve ser total coincidência.

Itu – interessante notar como as historias de fantasia tem muitos aspectos ocultistas. Na trilogia “As Fronteiras do Universo” de Philip Pullman, da qual faz parte a Bussola Dourada, as pessoas tem seus Daemons (e eles tem exatamente esse nome) representados na forma de um animal que acompanha e proteje a pessoa. A obra também é uma forte crítica à igreja católica, que é chamada de Magistério na trilogia.

Eu só li a primeira parte, mas o pessoal andou comentando que há referências simbólicas sobre isso nos outros livros também.

Vivian – Oi Tio! Fantasmas são “como nós”??? E os anjos???Anjos na (imagem de bons e DIVINOS)…tb são como nós??? Eu mesma sempre acreditei que essas coisas só vinham a nós por sintonia,talvez por isso a velha frase “só acontece pra quem acredita”.Mas existem relatos de poltergeist pelo mundo,vc atribui isso a criação de nossa propria mente,ou mesmo “a convite” ou eles podem simplesmente acontecer ainda que vc não acredite em NADA disso?

Eles acontecem mesmo se você não acreditar em nada disso. A única diferença é que quem não acredita em nada disso, por um lado está um pouco mais protegido, pois a esfera de Hod (razão) age negativamente no Plano Astral, enquanto Netzach (emoção) age positivamente. Por outro lado, quando são atacados astralmente, costumam atribuir os acontecimentos ruins a “azar”, “acaso”, “coincidência”, “depressão”, “loucura” e afins.
Anjos como descritos na concepção católica não existem. Existem forças elementais naturais do Planeta, que recebem nomes diferentes dependendo da filosofia que você perguntar. Orixás, Gênios, Anjos, Demônios, Djinns, Kamis, Espíritos Ancestrais, Goécia, Devas, Asuras, Nomes de Deus e o nome que você quiser dar a eles.

provida.jpg

luhst – Acho que é o momento de me manifestar. Por uma dessas felizes coincidências do caminho, neste ano conheci primeiro o Evel, figura ilustríssima, pra conhecer o sedentário e conhecer você e seus excelentes artigos. Acho que a internet permite o encontro com mestres e orientações mais facilmente. Parabéns por ser mestre de muitas mentes inquietas buscando a quietude.
Bom, a atividade prática parece ficar um tanto complexa na prática individual e sem orientação. O que você pode me dizer sobre o grupo Pró-vida? É uma entidade séria e aberta a uma real participação e até questionamentos?

Ela é uma entidade séria, os exercícios são praticamente idênticos aos da Rosacruz, mas ela não está muito aberta a questionamentos e debates não (mas pode ser que eu tenha tido o azar de encontrar alguns membros mais bitolados). Eles possuem ótimos exercícios e você deve absorver o que te serve e descartar o que não lhe serve, assim como tudo mais na sua vida.

JD – Marcelo, quando tu vais falar sobre as igrejas evangelicas?
tenho algumas duvidas, e acho que com um post teu, iria me esclarecer algumas coisas… como tenho mãe evangelica (da IURD), desde que era criança, frequentava com ela por obrigação.. mas depois que fiquei maior, deixei de ir, mas ficava com aquele “peso” na consciência, aquele medo que me foi implantado na mente… Só depois que comecei a ler a tua coluna que fui abrindo mais a mente e me livrando desse peso.
mas então.. queria fazer algumas perguntas sobre as igrejas evangelicas, mas como sei que teu tempo é pouco, vou querer tirar só uma das duvidas…
Tipo, o dizimo.. uma vez vi tu comentar sobre o Trigueirinho, que tinha coisas interessantes sobre ele. Fiquei curioso e entrei no site dele e ouvi um trecho de estudo sobre o dizimo: http://www.trigueirinho.org.br/web/php/estudos.php (segundo tópico).. Como ele explicou, o dizimo é algo útil para pessoas que não são evoluidas espiritualmente, para não acumular karma negativo, pois recebe muito e às vezes esquece de dar. mas espiritos evoluidos fazem isso naturalmente, então é coisa que nao precisam fazer…
então, seguindo essa linha de raciocínio (se é que ela é plausível), tu não achas que algumas (ou a maioria) das pessoas que frequentam as igrejas evangélicas (ou qualquer outra que manipula o gado), não são tão evoluidas, e por isso pagando dizimo, assim, equilibram o seu karma?
Mas do ponto de vista do dizimo como meio de equilibrio karmico, ele realmente funciona?? Um fiel, uma pessoa não evoluida, doando o dizimo a uma igreja, seja ela qual for (evangelicas, catolicas, sei lá o que mais) estaria fazendo algo em beneficio a si proprio? Claro que há outros meios de não acumular karma negativo e de evoluir espiritualmente, mas como o gado é controlado pelas religiões dominadoras, ficando estagnado espiritual e mentalmente com tanta distorção de coisas, como tu citaste nesse post, não seria o dízimo uma opção que lhe resta, mesmo sem saber, de equilibrio karmico?

A única maneira delas equilibrarem o Karma através do dizimo é quando doam de coração, em sua inocência, acreditando realmente que aquele dinheiro irá para alguma obra de caridade (chama-se isso de Lei de Amra). Neste caso, o karma negativo vai para o pastor que embolsa a grana ao invés de destiná-la ao que deveria ser destinada.

Ah e mais uma coisinha.. como falei antes, minha mãe é evangelica.. e como todo evangelico ela diz que a maçonaria é coisa do diabo, heuehe! pois bem, eu fui convidado pra ordem DeMolay e tenho grandes chances de ser aceito (meu sogro maçom que indicou, por isso diz ele, que as chances são boas). Supondo que eu seja aceito, como vou lidar com minha mãe em casa? apesar da ordem ser apenas “patrocinada” pela maçonaria, não da pra explicar pra ela que uma coisa não tem muito a ver com a outra.. Devo desistir da ordem, ou talvez, quem sabe, decepcionar minha mãe por ela achar que estou mexendo com coisas do “lado negro da força” heuhe… Ela tem a cabeça realmente muito fechada, nao vai conseguir compreender do que realmente a ordem se trata… Foi assim quando eu tentei explicar pra ela que a maçonaria nao tem nada a ver com o “diabo”.. 😛

Hmmmmm… tenho a impressão que você provavelmente não será aceito, porque há uma sindicância antes e alguns Demolays vão até sua casa conversar com seus irmãos e com seus pais… se nessa entrevista sua mãe não aprovar sua entrada na Ordem, nada feito. Eles irão conversar com sua mãe, explicar o que é a Ordem, etc, mas se ela se sentir desconfortável e não aceitar, não há nada que eles possam fazer, infelizmente.

Marcell” – O mais legal de tudo é que no capítulo de hoje da novela “acordando os adormecidos” eu me senti um pouco menos enganado/desinformado… uma fração de toda a conspiração de que já entendia.
Sacrifico de bebes…? Eu até entendo o que isso representava na cultura dos povos antigos, mas ainda não sei por que raios isso se encaixa nesses divindades que deveriam ser supostamente responsáveis pela luz? Ou eram sacrificadas para qualquer entidade meia boca por ali e eu me pedi no meio da história?

Existem duas coisas bastante diferentes quando se fala em “sacrifício de bebês”. Uma é o sacrifício do primogênito nos cultos antigos (retratado até na bíblia). Estes “deuses” mais primitivos eram Devas ou Seres Astrais extremamente poderosos, que realmente usavam o sangue para se alimentar da essência, adquirindo poder para sua egrégora, da mesma maneira que os Kiumba (elementais de baixíssimo nível usados na quimbanda e magia negra) usam do sangue de galinhas e pombos.

Porém, em alguns textos medievais e em alguns ritos do Caminho da Mão Esquerda, especialmente na magia sexual, “sacrifício dos bebês” significa apenas ejacular sobre o corpo da parceira após o ato sexual, dentro do ritual, para utilizar a energia do sêmen como catalizador da magia.

Diego – Nao é aquele símbolo com a mão do tridente que a shiva faz? representada nas imagens?

Exatamente. Chama-se Trishula. Falei sobre ele no outro post sobre demônios.

Calvin almeida barreto – er… marcelo… vc podia botar aonde vai ser esses cursos né?!

Os cursos ocorrem em São Paulo, capital. Por enquanto, fora de SP, só tivemos (e teremos de novo em Julho) cursos em Fortaleza. Recentemente, fiz uma mudança que facilitou a vida de muita gente que mora perto de São Paulo. Agora os cursos têm sido programados para um único dia, começando às 10h da manhã e terminando a noite. Assim, quem mora em Campinas, Santos, Guarujá ou outra cidade próxima consegue vir para São Paulo, fazer o curso e retornar para sua cidade no mesmo dia.

nun.jpg

joão – Segundo o Zeitgeist Jesus seria o sol, e agora você está dizendo que ele é Vênus.Qual está certo?

O caminho na Árvore da Vida que conecta Netzach a Tiferet (Vênus ao Sol) chama-se Nun, ou “a Morte”. O sacrifício pela humanidade, que representa justamente este ponto da história da crucificação. É um pouco complicado de explicar apenas com alguns parágrafos, mas basicamente Jesus possui atributos TANTO de Vênus (amor, fé, caridade) quanto do Sol (o ser crístico dentro de todos nós).

Nilton – Tu pediste Marcelo, e aqui está, o documentário que fala dos Mapas de Piri Reis e etc
Parte 1:
http://www.youtube.com/watch?v=opX5s57MKIk
Parte 2:
http://www.youtube.com/watch?v=JlaXHi3yPwQ&feature=related
Parte 3:
http://www.youtube.com/watch?v=8TgBdDMKsgU
Parte 4:
http://www.youtube.com/watch?v=w53BLnN0REg
Parte 5:
http://www.youtube.com/watch?v=M6CVHCb5AS8

Se tiver tempo, dê uma olhada, e diga as coisas plausíveis e as não plausíveis, pelo que eu li, esse documentário foi muito polêmico na época, enfiou o dedo na ferida de muita gente, e uma galera saiu da toca pra falar mal.

Postado.

Vagner – Olá Marcelo, começei ler sua coluna a pouco tempo… e estou gostando bastante,
descobrindo coisas que até então eram obscuras para min. estou muito ansioso
para os próxs. post… fiquei muito feliz em saber que virá a fortaleza(moro aqui) para seu curso, e gostaria de saber onde aconteceu da última vez, ja que você disse que esteve aqui, e onde ocorrerá este ano? abraços!

Os cursos serão dias 15, 16, 17 e 18 de Julho, provavelmente no mesmo local dos cursos de Março. Serão 4 cursos: Astrologia Hermética, Kabbalah, Tarot (arcanos maiores) e Tarot (arcanos menores).

Pedro – Depois de ler todos os textos comecei a reler-los novamente para poder entender melhor as sutilezas. Mas quanto estava lendo o texto sobre as oitavas dos signos, e como sou de gêmeos não pude deixar de ficar com uma curiosidade, tu es geminiano?

Lua em gêmeos.

Rafael Behling
@ Sepher Maha-Deva
Robson Pinheiro não é umbandista, é espírita (kardecista). Mas ele psicografou vários livros ditados pelo espírito Ângelo Inácio, que estuda sobre a Umbanda. Os livros publicados até agora que tem relação com a Umbanda foram: Tambores de Angola, Aruanda e Legião (que trata sobre os espíritos de baixa vibração, os “demônios”).
Já li o primeiro e recomendo, excelente pra desfazer vários preconceitos existentes em relação à Umbanda. Deveria ser leitura obrigatória pra todo umbandista, pra saber bem o que está fazendo (Umbanda é o bem e a caridade, qualquer coisa fora disso NÃO é Umbanda). Também tem bastante coisa relaciona com alguns assuntos postados pelo del Debbio, especialmente esses últimos posts.

Concordo totalmente com o Rafael. Fica ai a dica do livro.

Terugo – O jogo Magic: The Gathering tem referências ocultistas sérias? Ou é tudo comercial somente?

Somente comercial, mas é um dos melhores jogos de estratégia que eu já joguei (isso em 1992… quando nossos jogos eram um milhão de vezes mais inocentes que as técnicas e combinações de hoje em dia… usávamos “muros” naquela época, para você ter uma idéia).

abner – Sou estudante de filosofia e seu artigo me chamou a atenção no que sugere uma possivel conspiração em torno da idéia do ‘mal espiritual da humanidade’.
Não estou aqui para defender nem o ‘Bem’ ou o ‘Mal’ constato apenas que seus argumentos são bem articulados, no entanto, percebo a falta de fontes bibliográficas confiáveis e estudos mais sólidos.
Pois a mera e simples opinião faz do seu texto ou ‘estudo’ equiparar-se aos sermões das igrejas evangélicas.

Concordo. Normalmente eu só posto a bibliografia no final dos capítulos, mas darei uma adiantada desta vez:
A Bíblia, especialmente o apocalipse (diversos autores), The Old Enemy: Satan & the Combat Myth (Neil Forsyth), The Prince of Darkness: Radical Evil and the Power of Good in History (Jeffrey Burton Russell) The Birth of Satan : Tracing the Devil’s Biblical Roots (Jeffrey Burton Russell), The Devil in Legend and Literature (Maximilian Rudwin), Biography of Satan: Exposing the Origins of the Devil. Book Tree (Kersey Graves), Mephistopheles: The Devil in the Modern World (Jeffrey Burton Russell),
Myths To Live By. (Joseph Campbell), O Poder do Mito (e pode ler TUDO o que você encontrar do Joseph Campbell), Lesser key of Salomon (especialmente a parte de Ars Goetia), The Goetia: The Lesser Key of Solomon the King (S. L. MacGregor Mathers/Aleister Crowley),Book of Ceremonial Magic (Arthur Edward Waite), Revolução Luciferiana (Adriano Camargo), Ritos e Mistérios dos Eleusis (Dudley Wright), Bruxaria e Magia na Europa – Grécia Antiga e Roma (Daniel Ogden)

Este post tem 15 comentários

  1. TiagoMazzon

    Hummm… entao por isso q o uniforme do Spawn é vermelho e negro ? Interessante…
    Provavelmente o Todd McFarlane também seja um iniciado… eu tenho praticamente a coleção inteira do Spawn, e tem tantas referencias Céu/Inferno lá q já até perdi a conta.

  2. MaxRaven

    @TiagoMazzon
    A primeira vez que li Spawn tive um baita susto, muitos anos antes, lá pro começo dos anos 80 (aqui no Br ainda nem se publicava a fase do McFarlane no Homem-Aranha) um Exu me explicou por alto o que eram, como trabalhavam dentre outras coisas, assim, quando comecei a ler as historias fiquei bem impressionado e acabei consultando outro Exu sobre isso (o médium que manifestava o anterior havia falecido já) e a resposta foi algo assim:
    “Quando dizem por ai que Umbanda é universal vocês não entendem como isso pode ser”
    Enfim, muda-se a forma, os nomes, mas se olharmos a essência vemos que é a mesma coisa.

  3. Geansm

    otimas resposta, vejo que tu tens prometido otimos assuntos para as proximas postagem, mas o conhecimento eh gradual…
    esse mês sobrou uma grana extra e eu vi e revi a loja vitual da Daemon, na categoria Ocultimos, trata de livro do assunto ou é sobre RPG?!, os livros são de sua autoria, como a enciclopedia?

    @MDD – São livros de autores especialistas em cada assunto, que eu selecionei dentre os titulos da Madras. São livros esotéricos, não de RPG.

    1. geansm

      obrigado, pelo esclarecimento…

  4. Gustavo Dourado

    Olá Tio!

    Dentro destas dúvidas gostaria de fazer um pedido, se não for pedir muito e não só eu como diversos leitores que acompanham o senhor gostariam de saber quais são as bandas que causam influências negativas nos nossos chakras, assim poderemos evitar este tipo de pertubação.

    Sobre o tema satanismo, o que o senhor poderia dizer, tipo, se eles não são como a igreja católica/evangélicas colocam que são, que a muita história inventada, porque então as musicas destes satanistas afetam negativamente, não teria que ser positivamente? Ser satanico é ser negativo ou tem várias vertentes do satanismo?

    abraço!

  5. Pedro

    Ainda estou esperando um post seu sobre ocultismo e nazismo… hehe’

  6. Edson

    Olá MDD.

    Quando pequeno eu costumava ler e respeitar os ensinamentos bíblicos e tal. Com o passar dos anos, com a aquisição da maturidade, terminei por abandonar a igreja católica e a buscar por fontes da verdade. De alguns anos pra cá, tenho a impressão que os escritos da bíblia não passam de passagens na visão de quem os escreveu, na sua época, e nada teriam de sacro, apesar de, no meu ver, existir toda uma egrégora a esse respeito.

    Vi que você cita a bíblia neste post como referência (especialmente o apocalipse). O que você poderia me esclarecer a esse respeito? Trata-se realmente de livro com escritos sagrados? Já que tudo que o homem toca, com toda a sua ganância e busca pelo poder, pode ser ou já estar corrompido, a bíblia foi corrompida?

  7. Orlando

    Bom demais os textos, começei a ler a 2 dias e nao consigo parar mais hahah.
    sempre fui analista e critico sobre os assuntos nunca gostei de só ouvir e acreditar sem nem ler e pesquisar sobre..
    digo isso pois minha familia sao todos ‘cabeças fechadas’ e catolicos…
    as vezes eu tento convencer alguem de algum assunto e chega a ser engraçado pq é aquilo que vc disse, só do fato deles duvidarem da religiao parece que desperta um medo hahahahahahha.
    agora to aqui no trabalho e sempre que tenho tempo do uma lida nos textos.
    eu trabalho com meu tio qualquer dia ele ve eu lendo sobre belzebu e satanas ai quero ver hahahahahahhahaha

  8. Lúcio

    Olá Marcelo!!!!!!!
    Há algum livro que o tio poderia indicar sobre magia na
    Antiguidade? Os posts sobre os cultos solar e lunar são d+,
    e queria saber de que livros o tio tirou aquelas informações.

  9. Bia

    A Verdade está em Cristo e a liberdade está em entender o que foi o sacrif´cio na cruz e a vitória sobre o mal está na ressureição. Esse é o grande plano de resgade de Deus para a humanidade. Sejamos ingênios, a B´blia é espiritual e não racional. Por tantas debates que o homem está cada vez mais perdido e egoísta. Busque a veradade em Deus e sabedoria na sua palavra.

  10. Rocket

    Perguntas básicas: não li ainda todos os posts que devia, aqui no site, sobre demônios. Tenho a impressão de que encontrarei a resposta, mas darei uma de pidão e anteciparei:

    – Em vários povos (na magia grega, na antiguidade clássica; os tengu japoneses; os exu do candomblé; “o mensageiro” – esqueci o nome do deus – romano; e tantos outros…), podemos notar que as descrições (via vidência) de espíritos de ordem mais inferior e de baixo padrão vibratório são coincidentes. O aspecto perispiritual desses espíritos seria realmente semelhantérrimo assim ou as descrições eram transmitidas de ordem/sistema para outra ordem/sistema, sendo por isso semelhantes? Ou ambas as explicações?

    @MDD – São as mesmas emanações, que são compreendidas de maneira diferente por filtros culturais e intelectuais da Mente Objetiva do médium.

    – Sugestão de livro não ocultista (propriamente falando): “História do Medo no Ocidente”, do historiado Jean Delumeau. Tema: como o medo (da peste, da noite, da doença, do outro, etc, etc, etc…. cada capítulo um assunto…) influenciou a história no ocidente e o comportamento de coletividades. Interessantes por demaaaaaaais os capítulos que falam sobre a peste negra (saúde e doença e seus conceitos e forma de obtenção, etc… Podemos deduzir muitas coisas metafísicas nas entrelinhas analisando esse capítulo) e sobre o medo de “fantasmas” (espíritos, demônios, familiares mortos, etc…). Bom, o livro todo é interessante e, sem que o leitor perceba (creio ainda que sem a intenção precípua do autor), é um prato cheio para o estudo do ocultismo e do espiritismo também. Em síntese, o que resumo da leitura dessa maravilha de livro (isso lendo procurando “outros” significados, pois é um livro de História): nunca foi possível frear a Verdade. Somente mascará-la, mas mesmo assim, muito mal. Esforços foram feitos em todas as épocas, e só deu em “m”. Ootro aspecto interessante do livro são suas transcrições de trechos de literalmente centenas de manuscritos medievais – renascentistas, mostrando como era o pensamento “in loco”, por gente da própria época abordada. Como exemplo, o trecho de um livro sobre como dialogar com “demônios” quando estes se manifestassem, semelhante em tudo aos diálogos que Kardec mantêm nos capítulos finais de “O Céu e o Inferno”.
    Ah, o livro ainda menciona o Picatrix!!! E os livros do Noel Taillepied.

    Abraço!!!!!

  11. Rocket

    Mais uma pergunta que me ocorreu na mente agora (pode ser extrema bobagem, mas prefiro ser um bobo esclarecido do que ficar na dúvida): Metallica, desde as músicas às artes de capa: algo a dizer? Referências oculstistas e satanistas reais? Digo isso porque existe uma combinação dissonante chamada trítono, condenada pela igreja (afe!!!!) e que eles usam intencionalmente numa música tratando sobre o demônio (se não me engano). Aliás, o trítono é tão famoso como “som do diabo” que desconfio que qualquer “satanista de orkut” o use.

    Além da pergunta do Metallica, sugestão de post: influência vibratória pela música. Por exemplo, quem já “ouviu” Pink Floyd com a alma sabe do que estou falando. Outra coisa: as bandas são quase como um “ser coletivo”? Seria quse como uma egrégora, a formação da banda? Por exemplo, eu acho que os trabalhos solo do David Gilmour sucks, mas no Pink Floyd ele nos faz viajar. A composição toda com o grupo reunido é diferente. Um cético diria que é apenas a reunião do “tempero” musical de cada um, mas creio que há mais a ser desvelado sobre isso.

    1. Fabio

      @Rocket
      Não sou nenhum especialista em musica, mas tenho conhecimento pra dizer que o Metallica não usa o tritono, pode ser que o intervalo exista em uma ou outra musica, mas está longe da característica do Metallica. Olha que eu conheço os albums deles de ponta a ponta.
      O Metallica nunca fez nenhuma referencia ocultista nem em suas letras nem nas suas capas e também nunca quis fazer. Imagens distorcidas e confusas não quer dizer que tem alguma ligação com o ocultismo.
      Sobre o tritono, ele foi muito utilizado no metal pelo Black Sabbath e todas as outras bandas que seguiram eles como referencia. Mas é uma tecnica usada na maioria das musicas onde se pretende criar uma atmosfera mais “profunda” ou até obscura.

      @MDD
      Sei que você esta cheio de posts pendurados ai (percebi pelo tempo que leva pra aceitas os meus) e que você disse que não iria postar o nome das bandas, mas não custa perguntar.
      Eu estou sempre procurando novas bandas, em muitos estilos de Metal pesado (onde essas bandas misantrópicas entram). Não tenho nenhum gosto pelas letras deles, muito menos pela filosofia, mas musicalmente muitas delas são muito boas.
      Só que eu não gostaria de ficar fechando meus chakras só pra ouvir técnicas musicas diferentes desses doentes (não sei uma palavra melhor pra um misantropo), portanto se você pudesse citar uma ou outra banda desse genero que faz esse tipo de coisa. Acho que assim eu conseguiria descobrir quais são as outras. Desse modo eu poderia parar de ouvir coisas “nocivas”.

      Obs: Se não quiser colocar nomes no TDC eu compreendo, mas pelo menos me responda no meu e-mail, pois é muito importante pra mim. Eu praticamente ouço esse tipo de musica todo dia e não gostaria de me prejudicar.

  12. Camila P

    Tio Marcelo, existe alguma coisa que se possa fazer para “limpar” objetos de procedência desconhecida?… tipo roupa de brechó mesmo (eu adoro um brechozim! hehhe).

    @MDD – Tudo que é roupa vem com uma carga energética enorme do antigo dono. O jeito seria lavar na mão, com água do mar, na primeira lavagem que fizer.

Deixe uma resposta