Mapa Astral de Guimarães Rosa

João Guimarães Rosa (Cordisburgo, 27 de junho de 1908 — Rio de Janeiro, 19 de novembro de 1967), foi um dos mais importantes escritores brasileiros de todos os tempos. Foi também médico e diplomata.
Os contos e romances escritos por Guimarães Rosa ambientam-se quase todos no chamado sertão brasileiro. A sua obra destaca-se, sobretudo, pelas inovações de linguagem, sendo marcada pela influência de falares populares e regionais que, somados à erudição do autor, permitiu a criação de inúmeros vocábulos a partir de arcaísmos e palavras populares, invenções e intervenções semânticas e sintáticas.

Mapa Astral
O mapa Astral de Guimarães Rosa mostra energias fortíssimas cancerianas; Com Sol, Mercúrio, Vênus, Marte, Netuno e Caput draconis em Câncer; Lua e Plutão em Gêmeos; Ascendente em Libra, Júpiter em Leão; Saturno em Áries e Urano em Capricórnio. Netuno em Câncer é o seu planeta mais forte, com 6 Aspectações.
Câncer é a energia da Água Cardinal, ou seja, as emoções voltadas para o espírito. Como já falei algumas vezes, é a energia que guia desde enfermeiras de berçário até serial killers pedófilos, passando por artistas, médicos e maestros; namorados doentes de ciúmes e mães judias e italianas… desde que a vida e as emoções das outras pessoas estejam nas mãos deles.
Conhecemos mais estas energias pelas oitavas baixas do nosso Planeta: novelas com dramalhão rasteiro, apelo ao emocional baixo e chantagens emocionais baratas, ciúmes, controle e posse das emoções dos outros, mas quando bem direcionadas, estas energias influenciam os melhores e maiores poetas, maestros, cineastas e compositores; os melhores e mais cuidadosos médicos/as e enfermeiros/as.
Guimarães Rosa era um enfermeiro das palavras: da combinação entre sua Lua em Gêmeos (a “Lua dos curiosos”) que facilita trabalhar com palavras, códigos e símbolos, aliada a uma capacidade muito acima da média de trabalhar com emoções resultou em uma obra que mexe com os sentimentos dos leitores a cada parágrafo.
A soma dos aspectos cancerianos (“cuidar dos outros”) e do Ascendente em Libra (“justiça, diplomacia”) foi combinada nas profissões de Médico e Diplomata que ele exerceu. Sua capacidade para compreender e estudar línguas lhe ajudou a compreender a fundo o sentimento e as emoções das pessoas ao seu redor.
Realismo mágico, regionalismo, liberdades e invenções linguísticas e neologismos são algumas das características fundamentais de sua literatura. Guimarães Rosa prova o quão importante é ter a linguagem a serviço das emoções, e vice-versa, uma potencializando a outra. Nesse sentido, o escritor mineiro inaugura uma metamorfose no regionalismo brasileiro que o traria de novo ao centro da ficção brasileira.

Este post tem 7 comentários

  1. Ana Ramos

    Tinha sugerido o Guimarães Rosa meses atrás e fico feliz em vê-lo aqui! E achei interessante que o tudo-ao-mesmo-tempo-agora da vida dele, no fim das contas, esteve voltado para ajudar os outros ao máximo possível – como médico, como diplomata. Há informações de que na carreira diplomática, ele ajudou vários judeus a fugirem do nazismo e virem para o Brasil. E até para despertar emoções, falar sobre a terra dele, a Cordisburgo dele (e o Grande Sertão) em suas obras, e fazer os leitores… sentirem. Ver por essa perspectiva é bem interessante, também.
    (e também a parte de como uma energia pode ser trabalhada das mais diversas formas possíveis e o mapa não te “engessa”: ele não tem mercúrio em gêmeos e foi “só” um dos maiores autores da língua portuguesa)

  2. Mariana Nobre

    Del Debbio, estou com uma dúvida (nada a ver com o post). Se uma entidade da Umbanda me entrega determinados objetos (com uma função específica) e estes devem ser arrumados de determinada forma, o que acontece se essa arrumação for desfeita, no caso de um acidente com queda?
    A função simplesmente termina para mim, como nos casos de um amuleto, certo?
    @MDD – Sim, voce desalinhou todo o arranjo energético do processo.

    1. Mariana Nobre

      A função era de comunicação entre eu e uma determinada pessoa.
      Acho que vou ter que me virar sozinha rsss

  3. Érika

    Talvez esse excesso de água cardinal tenham feito com que, apesar de sua vontade de ajudar os outros, Guimarães Rosa tenha desistido da Medicina após exercer por tão pouco tempo – segundo os que o conheceram, por sofrer demais as dores dos outros…

  4. reginaldo giassi

    sugiro os nomes de Zélia Gattai e de João Saldanha para o mapa astral de julho, acredito que as informações sobre o nascimento de ambos possa ser encontrado na propria net..

  5. Pedro

    Uma dúvida sobre essas interseções de signos: uma lua em gêmeos-câncer estaria em domicílio ou não tem nada a ver?
    @MDD – Nao usamos estas terminologias “em domicilio, em exaltaçao, em exilio, etc…”. mas poderia dizer que está em meio-domicilio rsrsrsrs

Deixe uma resposta