Homenagem a Gilberto Fernandes

Meus queridos irmãos, é com grande pesar que anuncio que faleceu dia 16/julho, aos 75 anos de idade, o ator, comediante, produtor e redator brasileiro Gilberto Fernandes.
Conhecido como Gibe, ele ficou famoso na década de 1980 ao interpretar o Papai Papudo no programa do palhaço Bozo, no SBT.
A partir da década de 1990 passou a trabalhar como redator e ator das câmeras escondidas do programa dominical Silvio Santos, atuando nas mais clássicas versões, sendo, juntamente com Ivo Holanda, Ruth Romcy e Carlinhos Aguiar, os mais lembrados pelo público.
O que poucos sabem é que o saudoso artista, muito lembrado pela criançada da década de 80, era Maçom da centenária A.: R.: L.: S.: Salomão n.º 21, célebre Oficina que sem qualquer sentido pejorativo é conhecida como a “Loja dos Palhaços”, pois funcionando às segundas-feiras, atraiu para seu Quadro muitos artistas, os quais tinham seu descaso naquele dia da semana.

Havia um consenso, como ainda hoje, de que tais artistas vivem para trazer alegria para as pessoas, tornando a vida mais amena, e no caso dos Maçons artistas, eles levavam para todo o Brasil e para o exterior a arte, a alegria e os conhecimentos maçônicos, tendo a Loja Salomão se tornado muito conhecida através daqueles IIr:.

Inicialmente vieram artistas circenses, inclusive proprietários de circo, sendo que um dos primeiro artistas a realizar um salto mortal duplo foi o Ir:. Mario Sabino Campioli que foi o famoso Palhaço Quero-quero, tendo sido também acrobata, saltador e trapezista. Do mesmo modo, o Ir:. Eduardo Temperani foi o 1º Homem-Bala no Brasil. O Ir:. Carlos Angel Lopes, que também foi Palhaço, tinha como número principal na vida artística, o de tocar violino plantando bananeira. O famoso Palhaço Carequinha era Maçom, Gr:. 33, e pertencia a uma Loja de Niterói, mas trabalhava com dois outros Palhaços que eram IIr:. da Loja Salomão, o Ir:. Frederico Viola, Gr:. 33, Palhaço Fred e o Ir:. Aymoré Pery, Palhaço Zumbi.

Aos artistas circenses sucederam os artistas de rádio e teatro. Essa plêiade cumpria os Rituais com interpretação magistral. As cerimônias de Iniciação, Elevação e Exaltação, na Loja Salomão eram concorridíssimas, com a presença de grande número de visitantes que apreciavam o cunho de realidade impregnado naquelas Sessões. Por isso a Loja passou a ser chamada de “Loja Escola”, que perdura até a presente data, pois ainda mantêm em seus Quadros alguns artistas e além disso, prima pela manutenção daqueles elevados padrões de outrora.

Assim, aproveitando o ensejo para ressaltar a história desta centenária Oficina, expressamos nossas condolências pela perda que muito nos entristece.

Este post tem 9 comentários

  1. Renis R.

    o ”’ G ” no cantinho aparecendo com o Papai Papudo é pura coincidência né?

  2. Roberto.'.

    Muitos sempre pensaram que chamar o outro de “palhaço” sempre foi uma ofensa. Eu nunca considerei. O que seria de nossas vidas sem os palhaços, sejam eles aqueles colegas de classe que sempre faziam uma piada fora de hora e eram mandados pra fora pelo professor, sejam os comediantes profissionais ou os artistas circenses.

    Que o nosso querido Irmão Papai Papudo possa então continuar com seu trabalho de alegria no Grande Oriente Eterno!

  3. Felipe

    Grande Papai Papudo. Lembro bem de quando eu era criança e adorava o programa, principalmente a Vovó Mafalda e o Papai Papudo. Luz!

  4. marques

    Assisti muito ao programa do Bozo quando era criança.Nunca esquecerei o famoso bordão de Papai-papudo: “Crianças que horas?” “Cinco e sessenta”.
    Artistas como ele conquistaram o público de uma maneira simples sem apelos, com seu humor pastelão (torta na cara )

    E qaundo as suas participações em cameras escondidas, heheha… a ultima que vi era do defunto que não pagava a corrida de taxi.
    Valeu a homenagem.

  5. CGomez

    Algumas frases de grandes palhaços:

    “Eu continuo sendo apenas um palhaço, o que já me coloca em nível bem mais alto do que o de qualquer político.” Charles Chaplin

    “Minha missão é fazer rir e trazer alegria. O resto são frutos que vou colhendo”. – Carequinha

    “Criei meus filhos e netos sem problemas. E, além do mais, moro perto do cemitério. Quando eu morrer não vou dar trabalho a ninguém. Vou a pé para lá”. – Carequinha

    “Enquanto houver uma criança… sempre haverá um circo!” – Carequinha

    “As crianças são iguais em qualquer parte, nascem felizes e cheias de vida. O que muda são os adultos, responsáveis pela miséria, fome, falta de escolas e de saúde”. – Waldemar Seyssel – Palhaço Arrelia

    Grande Gibe!!!! Obrigado por compartihar sua imensa capacidade de gerar riso e alegria.

    “Cinco e sessenta” para todos!

  6. Eldridge

    (Man goes to doctor, says he’s depressed. Says life seems harsh and cruel. Says he feels all alone in a threatening world where what lies ahead is vague and uncertain. Doctor says “Treatment is simple. Great clown Pagliacci is in town tonight. Go and see him. That should pick you up.” Man bursts into tears. Says “But, Doctor I am Pagliacci.”)

  7. O que seria de nós se não fossem os palhaços, não só nos alegram como também abrem nossos olhos para coisas erradas que fazemos, através de suas piadas.

    Que horas são? Cinco e sessenta! Um minuto para daqui a pouco!

    Ótima homenagem Marcelo!

  8. Profy.'.

    Vai com Deus meu querido Ir.”.
    Ótima homenagem.

Deixe uma resposta