Blade Runner 2049: como não ser um replicante

Com mais uma edição primorosa do Colossi Estúdio Gráfico, inauguramos nossas análises de filmes em grande estilo! Blade Runner 2049 é não somente um grandioso espetáculo visual, como um dos filmes com mais camadas ocultas de interpretação que já chegaram ao “mainstream”. Pode não parecer, mas Philip K. Dick, autor do livro que inspirou o primeiro Blade Runner, foi um profundo conhecedor e divulgador do gnosticismo. Assim, venham conosco criar olhos para ver o que possivelmente passou desapercebido da maior parte dos espectadores desta grande obra.

Se gostaram, não esqueçam de curtir, compartilhar e se inscrever no canal!

 

Deixe uma resposta