Artes Marciais

Artes Marciais


As bem chamadas “artes” marciais constituem a possibilidade da consecução permanente na conquista do equilíbrio através da ação-reação. Esta dança, reflexo da [dança] cósmica, permite a defesa e o ataque e o intercâmbio rítmico das energias amigo-inimigo, eu e o outro, no qual um deles deverá necessariamente impor-se para que possa se perpetuar a harmonia universal por meio da desarmonia do vencedor e do vencido.
As artes marciais tradicionais jamais consideraram o extermínio do adversário, senão que, pelo contrário, costumam utilizar a energia do inimigo para deixá-lo desarmado e, portanto, indefeso e rendido, mesmo tendo em conta o seu furor.
Alguns estrategistas afirmam que uma boa defesa consiste num bom ataque e alegam importantes razões a seu favor. Igualmente na guerra às vezes os vencedores costumam ser os vencidos. Não se pode entrar na batalha com a onipotência do que não respeita as leis da guerra, e muito menos se não se tem a convicção de vencer.
Há dois grandes princípios na estratégia que podem ser a causa da impecabilidade de um guerreiro: a) não subestimar o adversário; b) não mostrar as armas ao inimigo (Tao Te King). Ademais, deve saber o guerreiro de que suas emoções são secundárias sempre que sua causa seja justa. Na eleição dessa causa e no conhecimento que isso supõe está a chave do sucesso final. Caberia também enumerar uma terceira regra: deixa as pegadas necessárias para que tenham que se enfrentar contigo. O perseguidor está sendo perseguido. Conquanto isto não é o fim de nossos estudos –que aspiram à Metafísica- não deixam de ser úteis estas advertências em certas ocasiões.

Este post tem 31 comentários

  1. Fr. Fábio

    Interessante o texto, entre as várias artes marciais uma que acredito ter muita sinergia com os estudos ocultos é o Aikido, pois tem um grande embasamento no xintoismo, tanto na filosofia quanto na ritualistica durante os inícios e finais de treino, muitos práticantes acabam se tornando xintoistas, ou apenas adotando certas de suas práticas.
    Acredita-se que Morihei Ueshiba o fundador do Aikido, atingiu a iluminação e detinha poderes especiais.
    De forma semelhante, ao seu sensei de Daito-ryu (a arte marcial onde Ueshiba baseou o Aikido) Sokaku Takeda, também eram atribuidos poderes sobrenaturais devido a seu treinamento nas práticas esotéricas da seita budista Tendai.

  2. D

    MDD, aproveitando o tópico, o que vc acha do Aikido e do Ki-Aikido ?

  3. C

    Eu descobri o ocultismo através do Aikido…

  4. Victor Hugo

    MDD, oq vc acha do Tai Chi Chuan?
    @MDD – Gosto mais do Tai Chi, mas também é muito bom.

  5. Keki"

    Tio,
    em uma guerra, os soldados adquirem karma?
    @MDD – claro que sim. Dar bom dia para seu vizinho gera karma… bom ou ruim, depende….

  6. andré luiz

    engrçado… coincidêndcias a partes, eu tb estudo aikido e tenho procurado sobre o Ba Gua.. arte marcial que tb como o aikido trabalha com movimentos circulares e com a energia do sua e do oponente…

  7. Aleff

    Um louvor a Pastinha (Por: Mestre Tony Vargas)
    “Iê!
    Uma vez
    Perguntaram a Seu Pastinha
    O que é a capoeira
    E ele
    Mestre velho e respeitado
    Ficou um tempo calado
    Revirando a sua alma
    Depois respondeu com calma
    Em forma de ladainha
    A capoeira
    É um jogo, é um brinquedo
    É se respeitar o medo
    E dosar bem a coragem
    É uma luta
    É manha de mandingueiro
    É o vento no veleiro
    É um lamento na senzala
    É um corpo arrepiado
    Um berimbau bem tocado
    O sorriso de um menininho
    A Capoeira
    É vôo de passarinho
    Bote de cobra coral
    Sentir na boca
    Todo o gosto do perigo
    E sorrir para inimigo
    E apertar a sua mão
    É o grito de Zumbi
    Ecoando no quilombo
    É se levantar de um tombo
    Antes de tocar o chão
    É o odio
    E a esperança que nasce
    Um tapa explodiu na face
    Foi arder no coração
    Enfim
    É aceitar o desafio
    Com vontade de lutar
    Capoeira é um pequeno navio
    Solto nas ondas do mar
    É um barquinho pequenino
    Solto nas ondas do mar
    Um barco que segue sem destino
    Solto nas ondas do mar
    É um barquinho de um menino
    Solto nas ondas do mar
    Devagar na vida, peregrino
    Solto nas ondas do mar
    É um peixe, é um peixinho
    Solto nas ondas do mar

  8. Joan

    Tio o que você acha do Aikido ou Judo, estava pensando em fazer numa escola que parece que não aceita macaquinhos que querem dar porrada como era quando fiz ju jutsu, sempre ouvi falar que o Aikido era a arte de lançar a energia que ele manda, contra ele mesmo.

  9. Norton

    Guerreiro… Impecabilidade… soa parecido com os ensinamentos de Don Juan a Carlos Castaneda… algo a ver Tio?

  10. Victor Hugo

    eu comecei a fazer Tai Chi no centro cultural de taipei, já ouviu falar?
    é todos sabados as 9:30 da manhã e é gratuito!

  11. Victor Hugo

    o centro cultural de taipei fica na rua São Joaquim, 460, 3º andar

  12. Marcell"

    Bom, com certeza eu não tenho a mesma esperiencia que o tio em artes marciais, mas também não sou nenhum novato… após treinar por sete ou oito anos (sem contar os que eu fiquei parado) e agora que tenho mais maturidade comecei a estudar toda aquela parte filosófiica por trás do caminho.
    Estranhamente, não compartilho da mesma visão que o autor do texto em alguns tópicos, mas acredito que talvez por que o principio das duas escolas de luta sejam diferentes.
    Um dia espero ter a oporrtunidade de estudar outras escolas de artes marciais… por que luta sem filosofia é apenas briga.

  13. Waldo

    A Beleza não é uma virtude real? Por que ( talvez seja impressão minha ) muitos magistas não apresentam um corpo bem cuidado? O Tio mesmo por exemplo, é um tanto fofinho (sem eufemismo). Não querendo dizer que por isso não se explore as capacidades do corpo, e sim a questão mais muscular, orgânica e estética.
    @MDD – fofinho? eu posso fazer 90 flexoes de braço em uma puxada só, depois de treinar 2h de kung fu, e voce?

  14. Bento

    Perae Marcelo, eu luto ha 20 anos. Nao posso concordar com isso nao…
    esse papo de que nas artes marciais nao se considera o exterminio do inimigo é um papinho atual.
    Devida a moda que inventaram no japão de separar DO/Michi de Jitsu/jutsu. Portanto e uma visao mto especifica de um pedaço de alguns artistas marciais. A mesma corja que hj em dia tenta transformar arte marcial em esporte marcial, e quer obrigar Sensei e Sifus e etc. a estudar aquela merda de educação fisica.
    Arte marcial veio do treinamento de tropas para a guerra. e ponto.
    Todo e qq equilibrio e desenvolvimento espiritual q venha dai so existe pq e necessario para aumentar a eficiencia do combatente.
    @MDD – O texto não é meu, ele faz parte de um conjunto de 200 textos sobre hermetismo de um projeto que deve circular pela net de tempos em tempos e eu posto da maneira como estava no original. Eu, pessoalmente, concordo com você.

  15. Daniela Reis

    Quanto ao a apresentação do corpo físico… acho que alguns esqueçem que por causa da constituição ossea (além da muscular é claro) podemos ver pessoas que aparentemente são “fofinhas” mas na verdade são puro musculo, como também vemos “magrinhos” tão flacidos quanto um obeso!! Tenho como exemplo o meu cunhado, que por ter uma estrutura ossea larga não consegue sair dos 80kg (ou mais, não lembro bem), mas faz exercícios regurlamente e tem um golpe de esquerda que já deixou alguns “engraçadinhos” de plantão desacordados.

  16. Glorfindalf

    Marcelo,
    Achei esse site: http://www.kabbalah.info/brazilkab que oferece um curso de Kabbalah inclusive com aulas ao vivo com dublagem em (ing/esp/ger) com dublagem para o português posteriormente e começou a pouco tempo. Minha intuição me diz que ele parece ser sério e a proposta é interessante. Mas gostaria de saber sua opinião.
    Obrigado!!

  17. Gabriel

    Tio MDD, eu tenho feito meus estudos diariamente, mas só sinto vontade de fazê-los de madrugada, mesmo quando passo o dia todo sem fazer nada. Varo a noite lendo sem perceber o tempo passar. Normal????

  18. Tiago Aragão

    DD,
    muito bom o desenvolvimento do raciocínio.
    Aproveitando o “link”, vc sempre falou bem do kung fu, mas ele seria o melhor o melhor esporte q relaciona disciplina e energia? Eu gostava muito desses esportes quando era mais novo, depois as associações de luta-violência, foi fazendo com q eu deixasse de gostar de artes marciais e fizesse musculção e depois, sedentário..
    Então, poxa vc poderia fazer um post sobre as vantagens da prática de artes marciais e se é possível trabalhar a energia do chi em outros esportes tipo a musculação.:
    Abraços.

  19. MiguelR

    Também não posso concordar com o texto como o Bento acima.
    Pratiquei Judo e seguia à risca uma das mais conhecidas frases do Sensei Jigoro Kano :
    ” Quem entra em combate pensando em perder, já está vencido.”
    Mesmo o Judo (por exemplo) sendo “o caminho suave” e desenvolvido com propósito de condicionamento físico, as técnicas se aplicadas em combate real lesam e feio.
    Abraços DD

  20. Vimerson

    Legal o número de aikidocas que tb curtem ocultismo… tb sou praticante de aikido e ex-praticante de kung fu. Fico aqui pensando se o que o texto quis dizer entre destruir e não-destruir estaria no nível físico… acho que não… rsrssrsrsr
    mais um excelente texto. parabéns

  21. Moon

    @MDD – O texto não é meu, ele faz parte de um conjunto de 200 textos sobre hermetismo de um projeto que deve circular pela net de tempos em tempos e eu posto da maneira como estava no original. Eu, pessoalmente, concordo com você.
    Você está se referindo ao Programa A(…)? Esses textos então são usados sistematicamente, com o propósito de provocar “despertares”?
    @MDD – Yes.

  22. Eu

    Pouts, artes marciais é assunto complicado.
    Na maioria das academias por ai vc não encontra a “arte marcial”, vc encontra apenas o “Esporte de combate”.
    Os professores passam apenas a parte física e técnicas, nada sobre a filosofia por traz da arte,e mto menos o treinamento do espírito.
    EU tive problemas com um instrutor evangélico,quando pratiquei o estilo Garra de AGUIA.Ele se recusava a falar,aprender e, claro, ensinar sobre espiritualidade ,puro preconceito com as ” praticas orientais” condenadas na bíblia.(mas aprender a “bater” podia nhé ¬¬).
    Outra coisa que eu não concordo é chamar o Vale -Tudo de “MMA”;Mixed Martial Arts”.
    O esporte surgiu no brasil, os brasileiros são top no exterior e isso virou moda aqui no BR, praticamente impregnando as academias de jiu-jitsu e Mauy Thay.
    Não ha mais o clima de aperfeiçoamento pessoal,desenvolvimento de caráter ,disciplina mental ,ha apenas o ” aprender a socar , e dar chave”
    Isso me fez ficar longe das academias , e espero que se um dia eu merecer, eu encontre o ” Mestre”.
    vlw o/

  23. Manfroi

    Concordo com quem disse que artes marciais foram criadas para exterminar ou retirar o oponente de combate o mais rápido possível. Pena que algumas como o Jiu Jitsu e o Muay Thai, que são umas das que eu mais gosto e conheço, foram desvirtuadas e é difícil – se não impossível – encontrar uma academia a qual não esteja tomada por “porradeiros”.

  24. João

    O Chi Kung pode ser treinado de maneira totalmente “independente” do Kung Fu ?
    Eu posso ser um total leigo no Kung Fu e mesmo assim treinar o Chi Kung ?
    De acordo com o “About” desse site Chi Kung é: “modalidade de técnicas de kung fu que lidam com energia interna.” Por isso a pergunta: tem como separar a parte da luta/técnicas de combate do treinamento do Chi Kung ?

  25. Carlos

    Marcelo, o que você sabe sobre wing chun? Tem uma escola perto da minha casa e eu sempre quis visitar, mas estou meio receoso. Será uma espécie de “maçonaria feminina” das artes marciais?
    @MDD – até onde eu saiba wing chun é um estilo de kung-fu, e muito bom por sinal.

  26. Gustavo Costa

    Artes marciais alem de tudo, sao boas desestressadoras…pena que eu ficava com dor de cabeça depois do muay thai…mas sou praticante de musculação, não é a mesma coisa, mas envolve principios nobres também, como disciplina, determinação, auto conhecimento, humildade…alem do que, para os que levam mais a serio ( não a ponto de competição, mas como estilo de vida ) voce aprende a se alimentar melhor também.

  27. Carlos

    Marcelo, e o que você acha de muay thai? É digna de ser chamada arte marcial? Principalmente atualmente, com a proliferação de esquisoterices até mesmo em artes marcias.
    @MDD – Gosto muito do Muay Thai; mas como toda arte marcial, há as academias sérias e as picaretas, então tem de pesquisar bem sobre a academia e o professor antes de começar a treinar.

  28. O bandido da luz vermelha

    Esse breve texto me esclareceu mais sobre o assunto que livros inteiros.
    No mais,queria lhe perguntar:é possível,quer dizer,é vantajoso,mesclar Chi-kung com uma arte marcial que aparentemente ou diretamente nada tem haver com essa tradição,tipo Karatê Shotokan,para poder potencializar o efeito,ou seria contraprodutivo no estilo?
    @MDD – Ajuda sim 🙂

  29. Gustavo

    MDD, qual a sua opinião em relação à postura da Conscienciologia, que abomina toda forma de belicismo, nutrindo uma profunda aversão a todas as artes marciais, por exemplo?

Deixe uma resposta