A Multiplicidade do Um

(Lao Tsé; Tao Te Ching – verso 42)

O Tao produz o Um.
Sendo o Um manifesto produz o Dois.
Existindo o dois aparecem os contrários, que entram na existência ao manifestar o três,
de onde nascem todas as coisas que deixam atrás de si a obscuridade
e avançam para a luz, harmonizados pelo sopro do Espírito.
Os homens detestam ser chamados “órfão”, “pequeno”, “indigno” e sem embargo, Grandes Reis chamaram-se a si mesmos desta maneira.
Aquele que diminui, cresce.
Aquele que se engrandece, diminui.
O que outros ensinaram, eu também ensino:
“Que o homem violento não morrerá de morte natural”.
Utiliza este pensamento para seguir o Caminho.
Tao Te King – Albe Pavese (Ed. Madras)

De Tao veio o Um.
Do Um veio o Dois.
Do Dois veio o Três.
E o Três gerou os Muitos.
Toda a vida surgiu da Treva
E demanda a Luz.
A essência da vida engendra
A harmonia das duas forças.
Nenhum homem quer ser solitário
Abandonado e insignificante.
Reis e príncipes se dizem ser assim
Porque sabem do mistério:
Que o inconspícuo será exaltado
E o importante decairá.
Por isto, ensino também eu
O que outros ensinavam:
Quem age egoicamente
Está morto
Antes de morrer.
É este o ponto de partida da minha filosofia.
Tao Te Ching – Huberto Rohden (Ed. Martin Claret)

Comentários de Huberto Rohden:
A Realidade é Una, que se revela sempre como dualidade, como causa e efeito, como Uno e Verso, como Ser e Existir. E dessa bipolaridade complementar nascem todas as pluralidades – assim como da Luz Incolor nascem todas as cores. A trindade do prisma triangular revela em pluralidade a unidade da luz única. Os nossos sentidos percebem apenas sete cores das infinitas que a Luz Incolor produz através da trindade do prisma.
Para compreender realmente esta sabedoria de Lao-Tse deve o iniciando mergulhar num profundo silêncio de uma interioridade solitária de longa duração; os iniciados se isolam 30 a 40 dias contínuos nesse silêncio-presença, nesse silêncio-plenitude.

Qualquer, pois, que a si mesmo se exaltar, será humilhado; e qualquer que a si mesmo se humilhar, será exaltado
(Mat 23:12)

Este post tem 3 comentários

  1. Vander

    Muito,mas muito bom mesmo!!!

  2. Podoto

    Gosto demais Humberto Rohden. Os seus trabalhos são edificantes e profundos a sua maneira. É uma EstruTura interessante para apresentar a Matemática com conceitos PHilosóficos únicos. Este Teólogo ajudou muitos na senda do Autoconhecimento NAs explicações dos estudos na área da ÉTica e da Metafísica.
    Tenho que dizer que estOu muito agradecido por este trabalho.
    Muitos obrigadoS. \o/

  3. Francisco José Araújo Pereira

    Sentido no DONO do DESTINO
    Dentro de você o rumo de tudo…
    Vendo certo dê um outro DEDO…

Deixe uma resposta