A Psicologia das Plantas

Quando eu estava na faculdade de psicologia, ainda como aluno de graduação, nós dizíamos aos colegas como brincadeira que nos especializaríamos em áreas pouco comuns da ciência psicológica. Alguém dizia que se dedicaria…

Continuar lendo A Psicologia das Plantas

Anatomia Sutil

Texto de Liz Oliveira, publicado originalmente na coluna Você Sente, Você Pensa, Você É, do blog Autoconhecimento & Liberdade.

Pouco ainda se sabe cientificamente a respeito dos corpos sutis que compõem os seres humanos. É fato que muitos avanços nas pesquisas quânticas e metafísicas já provaram a existência dos chakras (vórtices sutis responsáveis pela absorção de energia através da respiração e dos alimentos) e a medicina ortodoxa está cada dia mais interessada nas “misteriosas” curas ou avanço no quadro de melhora de pessoas que completam os tratamentos alopáticos com terapias naturais.

Com auxílio da Psicologia já foi constatado que estados emocionais ou mentais desarmônicos persistentes podem agravar um quadro psicológico existente ou gerar uma piora no estado geral do indivíduo.

A fotografia Kirlian permitiu que fosse identificada e fotografada a aura. Muitos estudiosos já desmembraram as camadas áuricas identificadas com frequência pelos médiuns.

Ao longo das postagens desta coluna, trataremos o assunto anatomia sutil a fim de conhecer  melhor do que nós mesmos somos feitos, quais são as influências que podem nos afetar a ponto de gerar reações no corpo físico e nem nos damos conta disso e porque é importante agregar praticas terapêuticas, meditativas ou espirituais ao dia-a-dia.

Começarei fornecendo um quadro geral do campo áurico e me comprometo a destrinchá-lo em detalhes ao longo das postagens desta coluna procurando atender aos questionamentos e complementando a informação gradativamente.

Gosto de perguntas te faz resgatar coisas dos confins da cachola ou te fazem adquirir mais conhecimento!

(mais…)

Continuar lendo Anatomia Sutil

A informática e a espiritualidade

“Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas que pelas respostas.” Voltaire

Olá,

Na coluna anterior, tratamos sobre a dualidade do ser humano, sobre nosso yin/yang e da batalha que enfrentamos em nossa psique em busca do equilíbrio entre nosso lado positivo e negativo.  Lembra do exercício que deixei? Conseguiram pratica-lo? Medir o impacto das ações que tomamos dia após dia é um dos requisitos básicos para a transformação de consciência. Tomar as rédeas de nossas ações é muito mais complexo do que parece, e requer um foco absurdo, mas os resultados são muito gratificantes.

Deixemos um pouco o comportamento de lado e vamos refletir sobre como entendemos a nós mesmos. Como você enxerga sua existência? Você se acha um ser individual e único ou parte de um grande coletivo? É composto apenas de carne, emoções e pensamentos ou existe algo a mais? (mais…)

Continuar lendo A informática e a espiritualidade