Venerável Mestre

Instalacao

É com muita alegria que convido aos Irmãos Maçons que acompanham o trabalho do TdC à minha Instalação como Venerável Mestre de Loja na ARLS Arcanum Arcanorum, 4269. Como parte do caminho trilhado, é a conquista de mais um passo dentro dos estudos e conhecimentos maçônicos. E, com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades: Durante o próximo ano, estarei à frente de uma das mais conhecidas Lojas Maçônicas do Brasil. Sorte que tenho comigo grandes estudiosos, pessoas extremamente competentes, engajadas e dedicadas, então nem será tanto trabalho assim…
Aleister Crowley nomeou o três de moedas de seu tarot com a insígnia “Works”, ou seja, o grau mais elevado de Marte em Capricórnio; a noção de que quando um grupo é formado por pessoas que estejam realizando suas Verdadeiras Vontades, o resultado do trabalho conjunto deste grupo é muito maior que que a soma dos resultados individuais. E é o que estamos vendo, não apenas no TdC, mas na SOL, no Terreiro, na Teosofia, nos Cursos de Umbanda, no tarot HKT, nos cursos de hermetismo, nos colunistas, no Mayhem, na Hospitalaria, na Ordem Hermética e em todos os outros trabalhos, visíveis e invisíveis.


Venerável Mestre
Por José Carlos Lopes

O título de Venerável Mestre, dado ao presidente de uma Loja Maçônica, remonta aos meados do Século XVII, quando se iniciava a transformação da Maçonaria operativa em especulativa. Na época ainda não existia o Grau de Mestre Maçom, que só apareceria no Século XVIII (entre 1724 e 1738). O Presidente da Loja era escolhido entre os Companheiros mais antigos e experientes e se tornava vitalício na direção dos seus trabalhos. O Rito Escocês Antigo e Aceito, antigamente, atribuía ao maçom que fosse iniciado no Grau 20 o título de Mestre AD VITAM, de forma vitalícia o que lhe dava o direito de exercer a função de Venerável Mestre na Loja Simbólica. Esta designação era atribuída pelo Supremo Conselho do Grau.

O título ‘Venerável’ tem origem na palavra inglesa ‘Worship’, que como substantivo significa adoração, culto religioso, respeito, admiração e como verbo significa adorar, venerar, idolatrar. Your Worship é a expressão inglesa para Vossa Excelência, Vossa Senhoria. A expressão Worshipfull Máster passou a ser traduzida, portanto, como Venerável Mestre e como tal foi adotada pelos maçons.

O Venerável Mestre é o responsável como Presidente pela condução dos trabalhos da Loja e como Mestre Maior pela concessão de Graus, incluindo-se a iniciação de profanos. Um Presidente que não tenha recebido a sagração ou investidura como Venerável Mestre poderá tão somente dirigir os trabalhos administrativos da Loja; a investidura de profanos ou mesmo a dos graus de Companheiro e Mestre é prerrogativa de um Venerável Mestre que tenha sido investido com estes poderes por pelo menos três Veneráveis Mestres.

Características e traços de personalidade

O Venerável Mestre é o Líder do grupo de Irmãos de sua Loja. Sabemos que a verdadeira liderança é uma das funções mais difíceis a serem exercidas em qualquer atividade humana.

Nas Lojas Maçônicas, não é diferente; às vezes até mais difícil, pois esta liderança deve ser conquistada aos demais Irmãos pelos valores que possa o líder demonstrar e praticar. A situação é bastante diferente do caso de lideranças empresariais ou mesmo políticas, que são impostas por cargos ou negociadas por benefícios e vantagens. Os Irmãos de uma Loja Maçônica ali se reúnem para buscar seu aperfeiçoamento moral e de caráter e para ter uma convivência o mais fraterna quanto possível. Quando o Venerável não consegue demonstrar sua capacidade de liderar homens maduros nestas condições, dificilmente consegue que sua liderança seja aceita e que o grupo se mantenha coeso, alinhado e dedicado a um esforço pelo qual espera nada mais do que seu crescimento pessoal.

Apesar do muito que já se escreveu sobre liderança, não há uma fórmula pronta para que alguém se torne um líder. Na realidade, não importa o que o líder faz, mas sim o que ele é. Os próprios líderes pouquíssimas vezes conseguiriam descrever o que fazem ou quais são suas características pessoais que fazem com que as pessoas os sigam, mas as pessoas respondem a estas características.

O Líder, por sua vez, deve usar não só a cabeça, mas também o coração; a liderança, em sua essência, deve tocar o coração e a alma das pessoas. De um modo geral, está fundamentada em uma relação muito mais emocional do que racional.

Philip Crosby tem uma definição para Liderança, que, adaptada para a linguagem maçônica poderia ser assim traduzida: “Liderança é, deliberadamente, fazer com que as ações executadas pelos Irmãos da Loja sejam planejadas para permitir a realização do plano de trabalho do Venerável Mestre.”

Deliberadamente significa que a Loja deve eleger um determinado caminho e um propósito, estabelecendo objetivos e metas claras nas mentes de todos os Irmãos. Ações executadas pelos Irmãos significam que estes objetivos e metas devem ser alcançadas por ações empreendidas por todos os Irmãos e não por um deles ou deles um pequeno grupo. Planejadas significa propor uma cadeia de ações cujos produtos esperados sejam de pleno conhecimento de todos os Irmãos. Finalmente, Plano de Trabalho do Venerável Mestre deve ser entendido como o conjunto de realizações que foi compensado com o grupo todo.

Há ainda, e não menos importante, a consideração da tendência do Líder. A história nos fez tomar conhecimento de líderes que tenderam para o bem e outros que tenderam para o mal. Liderança é dom da pessoa, que não tem a ver com seu caráter. Como a Maçonaria “é uma instituição que tem por objetivo tornar feliz a humanidade pelo amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, pela tolerância, pela igualdade e pelo respeito à autoridade e à crença de cada um’” ou ainda “para combater a tirania, a ignorância, os preconceitos e os erros; glorificar o Direito, a Justiça e a Verdade, exaltando a virtude e combatendo o vício”, o Venerável Mestre, como seu Líder, estará alinhado com estes traços de personalidade. Se assim não for, não poderá exercer liderança alguma sobre um grupo de homens de bem.

Não será um homem perfeito, porque ninguém o é; mas será um homem sinceramente em busca de sua perfeição.

Desafios a vencer

Exercer a função de Venerável Mestre, muito mais do que uma honraria, me parece como uma missão e um serviço a cumprir. Por mais espinhosa e árdua que esta missão possa parecer ou mesmo ser, sempre servirá para o crescimento individual daquele que a exercer; e se bem exercida, será benéfica e gratificante para todos os participantes.

O exercício da Venerança com sucesso requer que o Líder tenha estudado e continue disposto a estudar a ciência maçônica. Que tenha desempenhado funções outras e diversas no corpo da Loja.

O homem que assumir esta função deve ter um bom conhecimento do ser humano e da sociedade além de ter um caráter firme, porém razoável. O Ir.’. José Gonzáles Ginório (Venezuela) apregoa os seguintes desafios a vencer para que possa bem desempenhar o cargo de Venerável Mestre:

Sentir-se maçom;
Ser discreto e justo;
Estar entusiasmado;
Ser disciplinado, tolerante, conformado não se irritar com facilidade;
Não ser invejoso, apaixonado, rancoroso e intrigante;
Ser estudioso e profundo nos estudos;
Não alardear ou abusar de sua inteligência;
Não pedir, suplicar ou desejar posições.

Em outras palavras, talvez pudéssemos dizer que o Venerável Mestre deve ser um Mestre Maçom que possua reputação ilibada; seja sincero e verdadeiro; afável no trato, inabalável, firme, arraigado, intrépido e intransigente em seus princípios; seja amante da sabedoria e estudioso dos mistérios da Arte Real.

Ora, diríamos: este homem não existe! Certamente não existe, mas alguém que se proponha ser este homem terá dado o passo mais importante para se qualificar para o desempenho da missão e do serviço que lhe é proposto.

Este homem deverá ser o espelho de sua Oficina, ou sua Oficina seu espelho!

Investidura, instalação ou posse.

O exercício pleno da função de Venerável Mestre, na Maçonaria, requer que o Mestre seja investido no cargo pela cerimônia de Instalação. Somente após esta investidura poderá o mesmo iniciar profanos e conceder graus a outros Irmãos.

A cerimônia de instalação, na Maçonaria, entrou em uso já nos primórdios da sua fase especulativa. As constituições de 1723 já rezavam que “O Grão-Mestre, por certas cerimônias significativas e segundo os antigos usos, instalará o Primeiro Mestre lhe apresentado as Constituições, o Livro da Loja e os instrumentos do seu ofício, não todos juntos, mas um por um; e depois de cada um deles, o Grão-Mestre ou seu Delegado, se referirá ao limitado e expressivo dever adequado ao objeto apresentado”.

A regra maçônica exige a presença de pelo menos três Past-Masters na cerimônia de Instalação de um Venerável.

Past-Master é a denominação adotada nas Grandes Lojas para o ex-Venerável de uma Loja Simbólica. O Grande Oriente adota a expressão ex-Venerável. Ser Past-Master significa que já passou pela cadeira do Rei Salomão e que, ao término de seu mandato, transmitiu o cargo a outro Mestre Maçom eleito regularmente pelos membros do quadro. O Past-Master conserva, perpetuamente, a sua condição de Mestre Instalado ao deixar de exercer as funções de presidente da oficina.

Ao concluir, tomo a liberdade de parodiar o Irmão Valdemar Sansão quando diz:

“Podemos dizer que somente seremos fortes, individual e coletivamente, no dia em que conhecermos nossas fraquezas e nos dispusermos ao trabalho de sustentação das Colunas, suporte, amparo e apoio do Venerável Mestre de nossa Augusta e Respeitável Loja Simbólica, pois sabemos que o homem se mantém e cresce na proporção da força de apoio de seus irmãos”.

Newton Dan Faoro – Presidente da ARLS Hugo Simas, Nº 92 – Mui Respeitável Grande Loja do Paraná (Oriente de Curitiba)

Referências Bibliográficas: Ritual do Aprendiz Maçom (GLP), A MAIS SUBLIME CERIMÔNIA (Valdemar Sansão), A Liderança do Venerável (Anatoli Oliynik), Manual do Mestre Instalado (partes publicadas) (José Castellani), Ritos Maçônicos (Kurt Max Hauser).

Este post tem 28 comentários

  1. Gilberto

    Parabens. Precisamos de mais pessoas como você! #D

  2. Jafer

    Parabéns! Marcelo.

  3. Marcos

    Parabéns meu Ir.’.
    Que o GADU ilumine sua gestão, com a luz da sabedoria, a qual já faz parte de você.
    TFA

  4. Valoroso Ir.’. Marcelo, que o Supremo Arquiteto do Universo continue iluminando sua senda, que ele abençoe e clareie seus pensamentos, já que ao portar o Esquadro “deverá ser o maçom mais reto e mais justo da Loj.’., servindo como paradigma para todos os obreiros”. Que a “beleza” do Prumo, com seu equilíbrio e prudência e a “força” do nível, com seu fraterno nivelamento, lhe apoiem firmemente e, também, recebam o devido apoio, construindo uma gestão de igualdade, liberdade e fraternidade, ou melhor ainda, “Fraternidade, Socorro e Verdade” (http://www.noesquadro.com.br) 🙂 .
    Meu sincero T.’. F.’. A.’.
    Muito obrigado.

    Alexandre Amorim de Sousa,
    M.’. M.’. na A.’. R.’. L.’. S.’. Colunas de Biritiba nº 3377.
    Mogi das Cruzes, SP.

  5. Vitor Chacon

    Parabéns! Merecido, através de todo o trabalho que acompanhamos aqui há anos, fora o que não fazemos ideia do quanto mais ainda trabalhou fora daqui da rede mundial! Mando minhas sinceras energias para que você sempre tenha sucesso. (:

  6. Fernando

    Pena que é em Sampa, gostaria de poder participar, mas moro no RJ.
    Fica a expectativa para um futuro evento por aqui…

  7. Bruno Bodeman

    Parabéns Ir.·. Marcelo. Que o GADU abençoe a sua gestão e que o Ir.·. conduza a vossa Loja com sabedoria e força.

  8. Andrew

    Parabéns Marcelo.

  9. cristiano

    Parabéns, MDD!
    Boa sorte em sua jornada!
    E paz profunda.

  10. Jessé Bispo

    Parabens Mestre Marcelo DD. Que o Grande Geometra do Universo te conduza sempre em perfeita paz e equilibrio em sua jornada. Que possas sentir cada vez mais, a Forca Divina aumentando em seu interior e lhe guiando para grandes realizacoes em prol da humanidade. Pax et Lvx.

  11. Ramon da Cruz Salgueiro

    Parabéns pelo trabalho e pelo reconhecimento. Que seu esforço venha a se refletir no crescimento de todos à sua volta.

  12. André

    Parabens mestre!
    Como você mesmo nos ensina aqui todos os dias: Sucesso é a única possibilidade =D

  13. Eduardo

    Parabéns, Marcelo.

    Mais do que merecido.
    Por todo o seu trabalho através de todos estes anos.

    Paz Profunda

  14. Luciano

    Parabéns!

    Sucesso é a única possibilidade!

  15. Tim Marks

    Ir.’.,
    PARABÉN!
    A sessão é aberta a A.’.M.’.?
    TFA.’.

    @MDD – Sim, é uma sessão magna que começa no Grau de Aprendiz.

  16. Marcos Ferreira

    Parabéns Marcelo !!!

  17. Alexp

    Salve Frater!

    Parabéns! Mais do que natural!

    Grande abraço!

  18. Cloves Gregorio

    Parabéns meu Ir.’.

    Que você possa conduzir os trabalhos de sua loja com O.’. e P.’., e que O G.’.A.’.D.’.U.’. possa inspira-lo, pois sabemos que o seu coração é sensivel ao bem!

    TFA

    Cloves Gregorio.’.

  19. danilo

    Marcelo, parabens pela vitória em toda essa caminhada. Reconhecimento dos feitos herméticos.

    sucesso.

    grande abraço e vibrações positivas

  20. Denis

    Sinceros Parabéns!!!!

  21. Wilins Moraes

    Parabens,que o Grande Arquiteto ilumine sempre seu caminho.

  22. Wilson

    Muito bacana e bonito, mais a Maçonaria ensina as VIRTUDES como base para melhorar o ser humano, sem aprimoramento Moral e intelectual ficaremos travados no processo evolutivo.
    Busquemos as Virtudes que consiste em:

    a) Dominar a Materia e suas influencias negativas.

    b) Cultivar pensamentos elevados, positivos e firmes no Bem e na Justiça.

    c) Combater os vicios e a degradação moral.

    d) Ser correto, honesto e trabalhador.

    e) Respeitar a Vida e os animais.

    f) Ajudar os fracos a se auto ajudarem.

    g) Ter Disciplina.

    h) Cultivar a Luz, brilhe a vossa Luz.

    i) Vos sois deuses, nós podemos Vencer tudo.

    j) Rezar menos e lutar mais.

    Poderia colocar outras observações, fica para uma proxima, bacana Marcelo, você deveria difundir mais as VIRTUDES em seus site.

    Os fracos odeiam as virtudes.

    Wilson Moreno na busca da Verdade.

  23. Juliano

    Parabéns Marcelo!

    Li o texto todo, já havia escutado falar de Venerável Mestre em outras ordens, parece que o conceito é diferente e apenas lendo o texto agora entendi como é que funciona.

  24. Gilberto

    Parabéns Amad;. Ir:. , também serei empossado como 2º VIG da minha loja que segue o rito adonhiramita acompanho o site desde o início lá no Sedentário, venho observando sua ascendência.Desejo sucesso e sabedoria no trono de Salomão
    TFA ,Gilberto M:. M:.

  25. Sérgio Dantas

    Minhas saudações. Sei que a responsabilidade de um venerável é enorme, mas tenho certeza que voce tem muita coisa a oferecer a nossa fraternidade. Paz, saúde e sucesso para engrandecimento da obra.

  26. Ricardo

    Parabéns, Marcelo! Fico muito feliz.

  27. Wilson

    Esse texto eu escrevi para meu amigo Marcelo que é um exemplo de Vitoria a ser seguido.
    Valeu Marcelo.

    Vos sois Deuses.

    Nós somos seres divinos, nós fomos criados pelo mesmo poder que criou o Universo, vos sois deuses, nós podemos tudo, estamos reencarnados no mundo terra para evoluir e VENCER as nossas imperfeições morais.
    Nenhum espírito se reencarna no mundo terra predestinado a ser fraco, covarde, medroso, viciado ou um derrotado, isso não existe, estamos no plano material, para VENCER a matéria e nos espiritualizar.
    O ser humano é um espírito encarnado é no espírito que reside as nossas faculdades morais e intelectuais, o espírito é o ser pensante, a matéria física ou carnal não pensa e nem sente, portanto, nós somos seres espirituais em evolução nos mundos matérias.
    Como diz a Maçonaria, buscai a Luz e santificai-vos nas sagradas virtudes, tu foste criado pelo mesmo PODER DIVINO que criou o Universo, somos deuses e coorientadores na Obra divina, somos luz e não escuridão, somos virtudes e não impurezas, somos força e não fraqueza, somos divinos e não carne.
    Sois deuses, podemos tudo e tudo podemos nas virtudes divinas, nós criamos a luz e a escuridão e glorificamos a Luz e repreendemos a escuridão.
    Ordem no caos.
    Devemos criar Templos para as Virtudes e masmorras para os vícios, temos que travar uma grande batalha espiritual pela nossa evolução.
    Pelo pensamento entramos em sintonia com o plano astral e atraímos bons ou maus espíritos, conforme o padrão moral desses pensamentos, somos o que pensamos, tudo se baseia na força mental.
    Disse Jesus, o ser conforme pensar assim será.
    Pelos pensamentos elevados, positivos e firmes no Bem criamos ESCUDOS PSÍQUICOS contra a influencia nociva dos maus espíritos, eles se aproximam pela sintonia mental.
    Não adianta usar amuletos, talismã, velas, roupas brancas, imagens de santos ou de Jesus, tudo depende da nossa forma de pensar, sentir e agir, colhemos o que plantamos, essa é a Lei.
    Pessoas fracas, viciadas, com maus desejos, maus pensamentos, são um alvo fácil para os maus espíritos.
    Todo fraco será influenciado e dominado, essa é a Lei.
    O forte controla o fraco.
    Deus o Grande foco não cria nenhum espírito para ser fraco, derrotado, viciado, malandro, não existe predestinação para o mal ou para as fraquezas.
    Tu foste criado pelo mesmo Poder Divino que criou o Universo, tu podes e deve superar a si mesmo, vencer seus medos, vencer os maus pensamentos, vencer os vícios, vencer os maus desejos, vencer sua pobreza mental, VENCER A SI MESMO.
    Tu foste criado para ser Forte, para ser Luz, para ser Divino, para ser UM DEUS.
    Com a força invencível dos seus pensamentos ( pensamentos puros e elevados) você pode naturalmente afastar os maus espíritos.
    O Bem e o mal são incompatíveis, possuem densidades diferentes como a água e o azeite, se repelem.
    O Calor repele o frio, essa é uma Lei da física, no campo espiritual temos outra Lei das afinidades morais, o bem repele o mal por falta de afinidade.
    O Bem tem afinidade com o Bem.
    O mal tem afinidade com o mal.
    Seja forte e poderoso, tu foste criado para ser um DEUS, tu é um ser DIVINO criado pelo mesmo poder que criou o Universo matéria e espiritual, tu foste criado pelo DEUS VIVO para ser um Vencedor.
    Deus não cria nenhum espírito para ser um fraco, um derrotado, um mimado, um viciado, a derrota e o fracasso quem cria é a própria pessoa com seus pensamentos de fraqueza e medo, somos o que pensamos.
    Vamos concluir caro discípulo, que a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa, pelos seus pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Todo Mestre antes de ser um Mestre já foi um discípulo e todo discípulo vai evoluir e vencer a si mesmo e se tornar um Mestre.
    Portanto, tu foste criado para ser um MESTRE da Luz, da Virtude, da Justiça, da Caridade, tu foste criado para a gloria divina.
    Nós somos seres DIVINOS, vos sois deuses.

    Wilson Moreno na busca da verdade.

Deixe uma resposta