Uso Prático do Templo Astral

O Templo Astral é uma técnica estudada na segunda Monografia do Arcanum Arcanorum; também aprendida e desenvolvida em dezenas de Escolas Herméticas. Entre um de seus inúmeros usos está o de desenvolver a memória e organizar melhor a vida do Mago. Vejam abaixo o que dá para fazer com esta técnica mental dominada (e associada ao exercício de Visualização). Claro que a imensa maioria dos mortais não vai conseguir chegar neste grau de domínio mental, mas podemos utilizá-lo para coisas mais simples, como listas de afazeres, agenda, despertador, listas de supermercado e outras.

Este post tem 19 comentários

  1. Victor H.

    Nossa incrível a memória e o nível de visualização que ele chegou, até a sacada simbólica de usar um relógio de ouro para marcar a carta do naipe de ouros, será ele um magista sem saber?

    1. Tim Marks

      Essa “sacada simbólica” não é dele…leia o livro e pratique os exercícios:

      Mind Performance Hacks: Tips & Tools for Overclocking Your Brain
      ( http://www.amazon.com/Mind-Performance-Hacks-Tools-Overclocking/dp/0596101538/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1367890578&sr=8-1&keywords=Mind+Performance+Hacks )

      Busque sobre associação mnemônica e ligação mnemônica: em duas horas vc vai aprender a memorizar números de 100 dígitos e todas as cartas baralho!

      Agora…..terás força de vontade para tanto?

      []’s

    2. Prouco

      A casa que ele disse que imagina é florentina. Possivelmente uma indicação (consciente ou não) de onde ele entrou em contato com a técnica.

      Os magos renascentistas como Giordano Bruno publicaram sobre a Ars Memoriae, já explorada pelo pessoal da Antiguidade.

  2. Roberts

    Demais!

    um dia eu chego lá rs….

  3. lincoln

    Vi em um documentário no History channel ( ou no canal da National Geographic, não me lembro bem agora) uma vez sobre a maçonaria no qual eles demonstravam as técnicas de memorização de discursos gregos que seguiam essa mesma técnica de templo astral, onde criavam mentalmente a casa (ou o templo) e nos cômodos colocavam objetos relacionados à temática que queriam seguir durante o discurso…
    Atualmente eu ensino essas técnicas aos meus alunos quando leciono sobre história grega… Bem, os mais espertos pegam a técnica, mas a maioria não liga…. Acredito que é uma boa forma de estudar até mesmo para concursos, só ter boa vontade de fazer as associações mentais corretamente e acessá-las na hora da prova…
    No filme quebrando a banca o principal do filme faz algo similar, só que ele utiliza um método mais espartano, retirando a casa, fazendo só as associações entre objetos e valores.
    Muito interessante o vídeo, um bom exemplo de uso do templo astral em uma forma bem profana…
    É interessante ressaltar também, o uso do templo astral em momentos que o mundo profano não nos possibilita um local bom para meditar ou mesmo para realização de rituais no plano físico, mas que poderíamos fazer no astral….
    Valew pelo vídeo!
    um fraternal abraço!

  4. Marcio

    Belo exemplo. Fazemos isso o tempo todo, mas de forma subconsciente, confusa e ineficaz. É só treinar, treinar e treinar que a coisa toda fica mais fácil.

    Mas se o objetivo é vencer no 21, o melhor é usar a boa e velha técnica de contar cartas. Só não faça isso num cassino porque eles vão perceber. Mas é um ÓTIMO exercício de concentração para se fazer enquanto se diverte jogando blackjack com os amigos. Tem um livro que demonstra a técnica e história (romanceada) real de seu uso durante os anos 80/90: “Quebrando a banca” de Ben Mezrich.

  5. Junior

    Realmente impressionante.

  6. Alexandre de Padua Ferreira

    Marcelo, boa tarde!

    Por gentileza, se me permitir gostaria de fazer uma pergunta, uma pessoal é capaz de evoluir sem fé? , seja ela qual for…

    @MDD – Claro que sim. Um ateu mais ateu que qualquer ateu da vida, se for uma pessoa ética, correta, justa e levar estes valores para a parte prática da vida, vai evoluir espiritualmente muito mais do que um crente hipócrita cheio de “fé”.

  7. Lucas

    Comprei um livro de memorização (bem simples) na bienal que continha essa técnica , e segundo o mesmo ela era usada pelos gregos a muito tempo atras , você tem razão deldebbio, os conhecimentos dos antigos estão sendo comercializados hoje em dia , porém disfarçados em livros de auto ajuda e afins.

  8. André

    Vi essa tática uma vez descrita no romance Hannibal, em que Lecter andava por uma casa, com grandes salões, com diversos detalhes, ate chegar a um quadro em que havia o endereco da sua “inimiga / paixão” Starlin. Bem bacana isso. Eu acho difícil lembrar das dicas, rsrs. Como por esses adesivos vermelhos e ir retirando para contar as cartas. Difícil lembrar onde estão os adesivos, para que servem, associa-los a algo de depois lembrar que vc os retirou!!!

  9. Camila

    Marcelo, recentemente perdi um animal de estimação e senti um desejo de coloca-lo no meu templo astral… Posso fazer isso? O dia q ele se foi senti um forte cheiro de rosas. Eu tinha uma ligação muito bacana com ele (um gatinho)

    @MDD – Pode. Mas não será o espirito do animal, pois os bichos reencarnam mais rapido do que os animais de maior consciencia… seu gatinho já deve estar de volta na Terra uma hora dessas. Será um construto astral com a memoria afetiva que voce tinha dele.

  10. Magick

    Pelo que percebi e lembro de ter lido em algum lugar, as correspondências cabalísticas estão como um sistema mnemônico (um sistema de para “arquivamento” e uso – para lembrar – da memória). Pense em correspondências cabalísticas – por exemplo – na Árvore da Vida e as cartas do Tarô – com seu simbolismo – associadas a essa prática, para memorizar, do Templo Astral – que potencial ela terá?

    Nota: Acho que fica mais fácil para memorizar as cartas do baralho comum, uma vez associando-as com os objetos e seres do simbolismo das cartas do Tarô.

  11. Tato

    Eu nem sabia que isso era possível! Para um sujeito com uma capacidade dessas games virtuais se tornam coisas desinteressantes. O sujeito tem uma plataforma de sandbox na cabeça.

  12. Tato

    Vou trocar Minecraft por isso aí. Curti. : )

  13. Tato

    Treinei umas 6 horas e tô conseguindo fazer isso com meu quarto de boa. O estranho é que quando eu crio uma imagem no meu quarto que não existe no quarto real, fica mais fácil pra gravar na memória do que se eu coloca-la em outro lugar. É como se meu cérebro aceitasse esse quarto virtual como algo real. Por que isso acontece?

  14. Alexandre

    Seria a PNL uma forma de magia?

    @MDD – Sim.

  15. nihdrako

    Isso me lembra muito as técnicas mnemônicas.
    Comprei dois livros sobre isso e por “coincidência´´ encontrei este post.

  16. Rafael

    O conteúdo ao centro da página não está sendo exibido, onde o texto acaba: “mental, mas podemos utilizá-lo para coisas mais simples, como listas de afazeres, agenda, despertador, listas de supermercado e outras.”
    Como poderia ter acesso a essa monografia?

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta