Grandes Iniciados – Lao-Tsé

Lao Tsé, sem dúvida, foi um dos mais elevados seres entre os que viveram na terra, tendo legado à humanidade uma obra imortal o Tao Te Ching que atravessou milênios chegando até os nossos dias com o mesmo valor de há 2600 passados. Não se trata de um livro volumoso, pois não é uma obra enciclopédica e sim uma coletânea de 81 pequenos aforismos, mas que representam um imenso manancial da sabedoria comum aos Grandes Mestres da humanidade.

(mais…)

Continuar lendo Grandes Iniciados – Lao-Tsé

Manifesto à Criatividade

O Manifesto à Criatividade é um texto de poder.

Ele pode ser usado como um ritual para acessar o poder criativo pessoal ou universal,  pode ser usado para abertura do círculo, como uma forma de oração, para invocar a energia criativa para manifestações artísticas. Ler todos os dias de manhã, antes de iniciar um trabalho, antes de dormir, cabe a você experimentar, ousar e acima de tudo ser criativo.

Leia, declame, vibre, musique.

Mãos à obra, a Grande Obra !

– Qual é o seu maior sonho?

– Uma Ferrari Roxa.
– Como assim uma Ferrari roxa? Não existem Ferraris roxas.
– Viu? O mundo te moldou de tal forma que até mesmo seus sonhos estão industrializados, formatados, pré-moldados, em módulos prontos e de fácil digestão. Quando foi que viramos consumidores até de Sonhos? Por que sonhamos como quem vai ao supermercado ao invés de sonhar como uma criança com uma lata de tinta?

Criar é o mais belo atributo humano. Sua mais elevada capacidade. O ato de criar desperta nossa consciência Divina, quase sempre dormente soterrada por uma vida em piloto automático.
(mais…)

Continuar lendo Manifesto à Criatividade

A Noite Escura da Alma

Encontrei uma expressão Chan (Zen chinês) que diz:

“Grande dúvida, grande iluminação.
Pequena dúvida, pequena iluminação.
Nenhuma dúvida, nenhuma iluminação.”

A tradição nos ensina que existem três pre-requisitos para a prática verdadeira: Grande Dúvida, Grande Fé e Grande Determinação.

1. Grande Dúvida

A maioria das pessoas chegam à prática espiritual motivada por um sofrimento que deu origem a um questionamento. Quase sempre, a pessoa está fazendo uma pergunta do tipo “Por que está acontecendo ‘x’?” ou ”Por que eu?”

(mais…)

Continuar lendo A Noite Escura da Alma

Sobre os conselhos

Sábio é o homem que segue seus próprios conselhos.

Em nosso caminho sempre encontraremos problemas, sem oposição não há crescimento. Há quem diga que a vida nada mais é do que uma sucessão de problemas a serem resolvidos, outras correntes colocam que os problemas devem ser administrados e se resolverão por simples mudança de consciência. Não importa, esse é um texto sobre conselhos, não sobre problemas.

A medida em que vamos aprendendo sobre nós mesmos e melhorando, adquirimos experiência e com ela a sabedoria. Nessa caminhada compartilhamos nossos dilemas com outros irmãos que também se encontram no mesmo barco e nesses casos é comum termos uma enorme capacidade de resolver os problemas alheios, ou de dar bons conselhos para os outros enquanto os nossos problemas permanecem insolúveis.

O que nos falta é o distanciamento necessário para oferecer um bom conselho a nós mesmos, ao aconselhar os outros estamos livres das desculpas e justificativas que prendem cada um de nós e dessa forma podemos explorar ao máximo nossa própria sabedoria.

(mais…)

Continuar lendo Sobre os conselhos

Astronomia-Astrologia

Queremos nos aproximar ao tema da Astrologia como ciência cosmogônica e veículo de realização. Damos aqui os símbolos dos planetas e dos signos zodiacais, para aquele que ainda não está familiarizado com eles. Se não os conhecer, é oportuno também tratar de os desenhar e, sobretudo, de os identificar. Começaremos a tratar esta ciência cosmogônica, eminentemente simbólica, pois ela constitui um dos caminhos mais importantes para o conhecimento espacial e temporal da realidade na qual estamos inscritos.
(mais…)

Continuar lendo Astronomia-Astrologia

Mitologia


Os mitos, junto com os símbolos e com os ritos, constituem a trilogia sagrada e reveladora com que os povos arcaicos e as civilizações da Antigüidade expressaram toda sua cultura, seu próprio ser. Se o símbolo representa a “fixação”, numa determinada substância, de um Pensamento ou Idéia arquetípica, e o rito não faz senão pôr em movimento através do gesto ritmado e generativo a energia do símbolo, o mito evoca o tempo das origens primordiais e sacras dos povos, bem como as gestas e façanhas dos heróis e deuses civilizadores que os criaram. Na origem de qualquer civilização, religião ou cultura, sempre existe um Ser mítico, um deus feito homem ou um homem transfigurado em deus, que lhes revela as ciências e as artes sagradas. Sendo assim, e segundo nos diz a Tradição Unânime e Universal, o relato mítico é um ensino que transmite, utilizando a linguagem emotiva da poesia, uma história “exemplar”, uma história-modelo a ser imitada pelos homens. Neste sentido, diremos que todo relato mítico desperta uma emoção intelectiva que aflora das profundidades mais recônditas de nosso ser, transladando-nos, por seu intermédio, a um tempo onde o profano, linear e sucessivo não existe. O tempo mítico é em verdade um não-tempo, no sentido ao menos em que o computamos de ordinário, o que quer dizer que está ocorrendo sempre, neste mesmo instante, pois na realidade do Ser Universal também existem origens atemporais.
(mais…)

Continuar lendo Mitologia

Breve relato sobre a seriedade.


“Se um homem pudesse entender todo o horror que é a vida das pessoas comuns que estão girando em torno de um círculo de interesses insignificantes e objetivos insignificantes, se ele pudesse entender o que está perdendo, ele entenderia que só pode haver uma coisa que é séria para ele – escapar da lei geral, ser livre. O que pode ser sério para um homem na prisão condenado à pena de morte?  Só uma coisa: Como salvar-se, como escapar: nada mais é sério “.
Tenho a teoria de que um dos avatares da era de aquário é a internet. Como ferramenta de comunicação e transmissão de conhecimento nada representa tão bem o espírito da Aeon quanto a grande rede. Com a ab-rogação dos rituais, ordálias e sinais, os mistérios foram horizontalizados e qualquer um com uma conta no occult.ez pode ter acesso ao material escrito de todos os graus de todas as ordens.
E sendo nosso maior poder nossa maior fraqueza, ao mesmo tempo em que todo conhecimento fica disponível o tempo todo, esse mesmo conhecimento não é levado “a sério”. Não tendo sido provado, testado e diligentemente buscado o conhecimento, tendo-o recebido pelo único mérito de ter uma conexão de banda larga e como propósito da busca a mera curiosidade, o resultado é uma prática mágica que não é levada a sério.
(mais…)

Continuar lendo Breve relato sobre a seriedade.

Pequeno ensaio sobre o ego.


“O ego é o pior inimigo do Eu, mas o Eu é o melhor amigo do ego… O ego é um péssimo senhor, mas é um ótimo servidor.”
– Senhor Krsna

O Ego é a mascara que usamos para interagir com o mundo, a essência necessita de um veículo para manifestação, assim como a alma habita a corpo, sendo seu veículo de interação na matéria.
Podemos ser negligentes com o corpo, e permitir que as necessidades dele ditem nossos comportamentos, podemos ser negligentes com o ego e passar a agir com base nas necessidades do mesmo. Se não destruímos nosso corpo por não corresponder as nossas expectivas e sim o transformamos, porque não fazer o mesmo com o ego ?
O ego deve ser um passageiro, conduzido pela essência no veículo da manifestação.
(mais…)

Continuar lendo Pequeno ensaio sobre o ego.

Conselhos para as Práticas Mágicas


Não devemos esquecer nunca que o corpo, a alma e o espírito devem ser instruídos simultaneamente, senão não seria possível obtermos a mantermos o equilíbrio mágico. Eu já citei várias vezes os perigos de uma instrução unilateral. Não é aconselhável apressar-se, tudo tem o seu tempo. Paciência, perseverança a determinação são condições básicas para o desenvolvimento. O esforço empregado na própria evolução será mais tarde amplamente recompensado. Quem quiser trilhar os caminhos da magia, deve assumir o dever sagrado de exercitar-se regularmente. (mais…)

Continuar lendo Conselhos para as Práticas Mágicas