Sorteios Mágickos

Carl Jung definiu o conceito de sincronicidade como “a experiência de ocorrerem dois (ou mais) eventos que coincidem de uma maneira que seja significativa para a(s) pessoa(s) que vivenciaram essa “coincidência significativa”, onde esse significado sugere um padrão subjacente, uma sincronia”. No Hermetismo, a sincronicidade é um termo muito recorrente, principalmente nas leituras de tarot e outros oráculos onde as cartas selecionadas de maneira aleatória trazem grande correspondência com os acontecimentos ao nosso redor.

Este mês o Projeto Mayhem fez uma das maiores experiências envolvendo sincronicidade com a Egrégora do grupo. O termo “Sorteio Mágico” já é conhecido nas Escolas Iniciáticas como uma ferramenta de contato entre os membros e iniciados com as entidades que direcionam a escola através do Plano Astral. Utiliza-se o sorteio para a escolha do nome iniciático (na AMORC e outras ordens rosacruzes isso constitui uma parte importante das monografias); para designar tarefas dentro de uma ritualística; para observar a sombra e os elementos afins do iniciado, entre várias outras utilidades.

O Projeto Mayhem surgiu de um grupo de amigos estudiosos do Hermetismo por volta de 2006, onde começaram a estabelecer debates aprofundados sobre magia, ciência hermética e comparativa entre diversos ritos e estilos mágickos. Entre suas várias realizações estava a de celebrar os oito rituais da roda do ano dentro de uma Egrégora extremamente antiga e poderosa; e a de compilar os resultados de vários experimentos mágicos, publicando-os na forma de blog, textos ou palestras (o que resultou na criação do blog Teoria da Conspiração, um dos mais importantes sites de Hermetismo no Brasil, no Arcanum Arcanorum e em alguns grupos abertos no Facebook). Nos Simpósios de Hermetismo, era extremamente comum a realização de sorteios mágicos para atribuir aos voluntários a participação em tarefas relacionadas aos quatro elementos (o cuidado com assuntos materiais, emocionais, intelectuais ou filosóficos).
Em 2018 o Projeto Mayhem reativou seus grupos de debate em uma rede social própria e grupos fechados no Telegram e Discord, isolada das redes sociais profanas e com um debate muito mais produtivo sobre teoria e prática mágica. Ao longo do ano, os membros do Mayhem que desejarem realizam 8 rituais na Roda do Ano e nos 4 meses em que não há rituais (janeiro, abril, julho e outubro) os membros recebem em suas casas um exemplar da revista HERMETISMO, contendo os principais assuntos e tópicos debatidos ao longo dos meses anteriores.
Já havia sido feito um teste de sincronicidade na edição número 3, com 150 membros (os apoiadores que ajudam na hospitalaria do projeto) onde amuletos de prosperidade física e emocional foram sorteados e enviados aleatoriamente para os hospitalários e os resultados foram surpreendentes.
Nesta edição de número 5, o Projeto decidiu fazer o ritual para todos os 400 apoiadores da revista e fez um dos maiores experimentos de sorteio mágico já realizados. Foram abertos e embaralhados 6 decks de Tarot dos Deuses (um tarot resultante das metas batidas do Financiamento Coletivo para a Enciclopédia de Mitologia, outro produto do Projeto Mayhem). Para cada revista Hermetismo, foi sorteado um Deus, anexado ao exemplar da revista. Todos os pacotes foram cuidadosamente embaralhados e misturados e as etiquetas dos destinatários também, dentro da ritualística da egrégora, de modo que os mentores espirituais do projeto pudessem fazer com que a sincronicidade fluísse através daquele sorteio e que cada membro do projeto recebesse exatamente a energia de sua afinidade, representada naquele Arcano.
Além disso, uma das revistas estava com um prêmio extra: um “ticket Willie Wonka” que dava direito a uma belíssima adaga muçulmana. Um sorteio muito mais divertido do que apenas um vídeo no youtube.

Os resultados foram impressionantes e mostram como esse tipo de sorteio ritualístico pode ser utilizado também em larga escala. O sorteio gerou um debate que conseguiu unir todos os membros no estudo das lâminas do tarot e dos arquétipos dos deuses e um grande acervo simbólico para utilização na vida prática das pessoas.

No início de Novembro faremos o ritual de Beltane; em Dezembro Litha e finalmente em Janeiro teremos a edição 6 da revista Hermetismo. Se você estiver interessado, ainda dá tempo de se inscrever no Projeto Mayheme participar.

Deixe uma resposta