Sepher Yetzirah – Capítulo 2


CAPÍTULO II – As Sefirotes ou as Dez Numerações
Dez Sefirotes com exceção do inefável; seu aspecto é semelhante ao das chamas cintilantes, seu fim perde-se no infinito. O verbo de Deus circula nelas; saem e voltam sem cessar, semelhantes a um turbilhão, e executam a todo instante a palavra divina e se inclinam diante do Trono do Eterno.

Dez Sefirotes com exceção do inefável; considera que seu fim está junto ao princípio como a chama está unida ao tição, porque só o Senhor está acima e não há segundo. Que número poderia enunciar-se antes do número um?
Dez Sefirotes com exceção do inefável. Fecha teus lábios e suspende tua meditação, e, se teu coração desfalece, retorna ao ponto de partida. Porque está escrito: sair e retornar, pois por isso a aliança foi feita: Dez Sefirotes com exceção do inefável.
A primeira das Sephirah, um, é o Espírito do Deus Vivo, é o nome abençoado e bendito do Deus eternamente vivo. A voz, o espírito e a palavra é o Espírito Santo.
Dois é o sopro do Espírito. E com ele são gravadas e esculpidas as vinte e duas letras, as três mães, as sete duplas e as doze simples; cada uma delas é espírito.
Três é a Água que vem do sopro. Com eles esculpiu e gravou a matéria prima inanimada e vazia, edificou TOHU, a linha que da a volta ao redor do mundo, e BOHU as pedras ocultas enterradas no abismo, de onde saem as Águas.
Eis uma variação desta passagem por M. Mayer Lambert – “Em terceiro lugar: criou a água e o ar; traçou e talhou com ela o TOHU e o BOHU, o lodo e a argila; fez uma espécie de canteiro, talhou-os em uma espécie de muro, encobriu-os com uma espécie de telhado; fez correr água em cima, e ela penetrou a terra, como está escrito: Pois à neve disse: sê a terra (TOHU é a linha verde que engloba o mundo inteiro; BOHU são as pedras esburacadas e enterradas no Oceano, de onde sai a água, como está dito: Ele esticará sobre ela a linha de TOHU e as pedras de BOHU)”. Esta última interpretação é provavelmente uma interpolação. O autor do Sepher Yetzirah parece ter explicado: w h b w w h t por m y f w c p r.
Quatro é o Fogo que vem da Água, e com eles esculpiu o trono de honra, os Ophanim (rodas celestes), os Serafins, os Animais santos e os Anjos servidores; e de sua dominação fez sua morada como diz o texto: Foi ele quem fez seus anjos e seus espíritos ministros se movendo no fogo.
Cinco é o sinete com o qual selou a altura quando a contemplou acima dele. Ele a selou com o nome (w h y) – IEV.
Seis é o sinete com o qual selou a profundidade quando a contemplou abaixo dele. Ele a selou com o nome de (h w y) – IVE.
… e assim por diante:
Sete Oriente (w y h) – EIV
Oito Ocidente (y h w) – VEI
Nove Sul (h y w) – VIE
Dez Norte (y w h) – EVI
Tais são os dez Espíritos inefáveis do Deus vivo: o Espírito, o Sopro ou o Ar, a Água, o Fogo, a Altura, a Profundidade, o Oriente, o Ocidente, o Norte e o Sul.
Tradução de Papus.

Este post tem 3 comentários

  1. Gustavo

    Deldebbio, voce poderia escrever sobre a sua visao sobre a “lei da atracao” ?
    Além disso, o que voce acou do Vettel usar o simbolo de protecao ao mau olhado no capacete?

  2. Moscavich

    Gostaria de lhe perguntar se conhece alguma coisa a respeito dessa publicação.
    http://www.samamultimidia.com.br/artigo-detalhes.aspx?id=2416
    http://www.samamultimidia.com.br/artigo-detalhes.aspx?id=593
    http://www.samamultimidia.com.br/artigo-detalhes.aspx?id=588
    http://www.samamultimidia.com.br/artigo-detalhes.aspx?id=584
    @MDD – Nao, mas muito interessante o primeiro link, sobre Cervantes. Eu sabia que a obra do Don quixote era iniciática, mas a explicação está muito bem elaborada ali.

  3. cristiano

    Que número poderia enunciar-se antes do número um?
    O zero.
    Para mim, o TODO é o Zero e a criação é o Um

Deixe uma resposta