Palavras de Exu Rei

Vocês, irmãos da África, me tratam como um rei.
Como se homem e natureza fossem coisa à parte.
Como se eu não houvesse caminhado faminto e exausto pela mesma planície do tempo.
Como se eu não houvesse resvalado nas mesmas pedras e sufocado nos mesmos desertos sem vida.
Como se nossas tribos fossem diferentes de qualquer outra tribo.
E nossos reinos mais ou menos ilusórios do que as brumas que prometem chuva, e não trazem…

Vocês me saudam como um deus, mas eu sou apenas antigo.
Tão antigo quanto à luz que ainda hoje ilumina as festas de suas tribos.
E traz a herança de outras moradas na noite infinita.
Há sim, irmãos, muitas áfricas nessa imensidão…

Se sou um deus, saibam que também são!
E quando virem um de nossos irmãos suplicando por pão e água na soleira de suas portas, ajudem-no.
Tratem-no como a um rei.
Que todos somos reis de nossa própria história.
E cabe somente a nós comandar aos exércitos da alma.
E desbravar os territórios desconhecidos de nós mesmos…

Se sou um deus, saibam que também sofro!
E quando ouvirem um de nossos irmãos expirando o último tanto de ar dos pulmões, saudem sua morte.
Pois é um deus quem vai.
Mais um deus que segue seu caminho, como a água das chuvas e dos rios…

Se sou um deus, saibam que também amo!
E quando ouvirem um de nossos irmãos inspirando o primeiro tanto de ar nos pulmões, saudem seu nascimento.
Pois é um deus quem chega.
Mais um deus que segue seu caminho, como as estrelas cadentes a bailar pelas galáxias…

Vocês, irmãos da África, me tratam como um rei.
Mas em toda essa imensidão de tribos e estrelas da noite eterna, há somente um Rei.
Aquele que é Pai e é Mãe.
Aquele que joga sua rede no rio do Cosmos, e aguarda pacientemente.
E fisga um tanto de almas de cada vez…

Laroiê Exu Rei, Laroiê Exu Odara!

Um conto inspirado em Exu. Através de raph em 2010.

***

Obs: Acho conveniente citar um breve trecho do artigo de Marcelo Del Debbio sobre Exu:

“Assim como Hermes, Exu é o mensageiro dos deuses, seu poder é o de receber e transportar os pedidos e oferendas dos seres humanos ao Orum, o Mundo dos Deuses. É o Senhor dos Caminhos, das encruzilhadas, das trocas comerciais e de todo tipo de comunicação. Ele representa também a fertilidade da vida, os poderes sexual, reprodutivo e gerativo. Não podemos nos esquecer de que o sexo, diferentemente do que os católicos e evangélicos dizem (uma coisa de luxúria, de pecado), é na verdade um ato sagrado. Talvez por isso, por ele ser o poder sexual, os cristãos o comparem com o Demônio.
A origem do mito de associação de Exu com o Diabo vem dos Jesuítas. Quando os escravos estavam fazendo o sincretismo de suas religiões africanas com os Santos Católicos, os Jesuítas desconfiaram que havia alguma coisa errada… nas religiões africanas, não existe a figura do diabo, apenas de deuses com características humanas. Então eles encontraram um símbolo fálico representando o Exu e tiveram a “brilhante ideia” de associar o pênis ereto com o sexo (pecado) com o diabo para completar o panteão católico.
Adicione dois séculos de deturpação católica e (posteriormente) evangélica e temos a imagem do Exu como ela é nos dias de hoje.
Sem falar que normalmente a figura do Senhor Exu é colocada com chifres, rabo, pintado de vermelho, imagem bem parecida com a que os cristãos “desenham” o Diabo… Então, o Exu verdadeiro das religiões africanas nada tem em comum com o diabo lúdico, e as esquisitas estátuas comercializadas e utilizadas arbitrariamente em terreiros são frutos da imaginação de visionários que não enxergam nada além das manifestações dos baixos sentimentos em formas deprimentes, nos seres que lhes são afins.”

***

» Parte da série “Voz dos Orixás”

Crédito da imagem: photophilde

 

Rafael Arrais é autor da coluna Textos para Reflexão no TdC, mas de vez em quando aparece por aqui também…

» Ver todos os posts da coluna Umbanda: Magia Brasileira no TdC

 

Este post tem 14 comentários

  1. MDC

    Uma dúvida: Exu se encontra na escala de evolução humana, elemental ou angelical? Ou nenhuma das três?
    @raph – Depende do Exu. Como alertou Kardec: “Os espíritos falam apenas do que sabem“. Dito isso, este aspecto de Exu estaria na “categoria angelical“. Abs.

  2. Gabriel

    Lindo texto. Parabéns! Exu é extremamente injustiçado pela população em geral. Uma pena, pois são confiáveis, humanos e próximos de nós.
    @raph – Obrigado 🙂

  3. Guilherme

    Certa vez, um pessoa perguntou no blog do teoria que Matta e Silva não fala nada em seus livros sobre Demônios, então O MDD respondeu que o nome exu quer dizer qualquer coisa ou o nome não significa nada.
    Pelo que entendi hermeticamente, poderia ser a parte negra da Kabbalah. Posso estar errado, mas exu não é nada “angelical”.
    @raph – Anjos e demônios falam apenas do que sabem.

    1. Fellipe Martins

      Exu é aquele que está sentado “a esquerda de Deus-Pai todo poderoso”. Exu é a Energia-pensamento que atua no corpo emocional dos homens. Exu, como diria o Pai José de Aruanda, é o SEU EGO que, quando em manifestação espiritual, aflora no mundo material, sob a tutela de um médium que o recebe, e dá conselhos/recados DE DENTRO DE VOCÊ MESMO!
      Só que este tipo de “recado” atua em faixas vibracionais mais densas, daí os aspectos não convencionais pelos quais tais entidades (energia-pensamento no Ocultismo Moderno) aparecem, como em médiuns que usam capas pretas e chapéus vermelhos, vozes graves ou roucas, dentre outras características.
      Também posso dizer que Exu recebe esse nome porque como a Umbanda aconteceu no Brasil, tal sistema magístico-religioso necessariamente adquire características culturais da terra onde atua. E como a época em que o Cabloco Sete Flechas anunciou a Umbanda para o mundo havia muito do sincretismo religioso do Catolicismo com o Candomblé, fatalmente este nome apareceu.
      E corroborando com o que os irmãos DD e Raph disseram, anjos e demônios falam apenas do que sabem, até porque são manifestações, em dimensões mais elevadas, de você mesmo.

    2. Fábio Firmino

      Interessante a visão meio maniqueísta da Kabbalah de anjos e demônios, sendo os primeiros aqueles que levariam “para cima” e os segundos “para baixo”, quando tudo no fim não passa de movimento. E isso é Exu. Sem falar que anjo vem do grego ággelos que significa, simplesmente, mensageiro. E isso também é Exu. A nossa visão do anjo com rosto puro, olhar meigo e roupas claras é recente, não é sequer bíblica. Há várias passagens em que os anjos vinham para punir, matar, lançar pragas, enfim, reestabelecer o equilíbrio segundo a visão religiosa do Antigo Testamento. E isso também é Exu. Mas se você não consegue ver Exu como um homem com asas, vestindo uma camisola clarinha e com um olhar doce e meigo, Exu pode se mostrar assim se ele quiser só pra você perceber que Exu não tem padrão, ele é mais antigo que isso.

  4. Guilherme

    Alguns dizem que as entidades da umbanda são manifestações de nos mesmos, algo que não concordo plenamente, pois sei que são entidades externas pela minha mediunidade.
    Quanto aos exus , suas vibrações são pesadas, pois trabalham na quibanda o lado passivo que a umbanda precisa. Assim mantem o equilíbrio, “tanto em cima quanto em baixo”.

    1. uilian

      Quem fala isso nunca chegou perto de um terreiro, falam do que não sabem. Fala ai Guilherme . . pesados eles são, mas quando vão embora, não deixam a gente leve como uma pluma?
      Só não concordo com Exu ser passivo, èsù quer dizer exatamente Esfera, Movimento. Ele é o primeiro a ser invocado, exatamente para dar movimento, dinamismo à gira.
      @raph – Antigamente, não se dava tanto valor a quem carrega a informação; mas, nos dias atuais, a informação é compreendida como algo cada vez mais essencial. E, sem mensageiros, não há esta troca divina de informações 🙂

  5. Luis Augusto

    Hey raph,
    Um médium que confio disse que tenho um exu caveira como guia. O médium disse que ele ( o exu ) é a provavel causa de minhas insonias.
    Tem alguma relação do exu caveira com o sono?
    Por ultimo mas não menos importante: belo texto.
    Abraços.
    @raph – Olha Luis, não faço a menor ideia. Mas tenta ver se algumas informações não lhe chegam a mente exatamente quando vai dormir, o tipo de coisa que poderia anotar para refletir ou escrever no dia seguinte. As vezes eu só acabo com uma insônia assim, examinando com cuidado os pensamentos que não param de chegar… Outra coisa que ajuda é ouvir música ou ler antes de dormir, de preferência para que durma antes do CD ou do capítulo do livro acabarem 🙂 Abs.

  6. Guilherme

    Quem fala isso nunca chegou perto de um terreiro, falam do que não sabem. Fala ai Guilherme . . pesados eles são, mas quando vão embora, não deixam a gente leve como uma pluma?
    Sim! Uilian. levam todas as “cargas’. São proficionais nisso.

  7. thiago

    Antes de mais nada…belo texto, criativo e interativo e deixa um gosto de quero mais…uma otima dinamica.
    Bom…sou um simples estudante e nao posso ser enganados por muitos, sei bem oq ue sao espiritos tanto divinos quanto malignos..mas isso nao importa se estao aqui para ajudar ou punir! so quero que me tirem algumas duvidas sobre o cadumble.
    Quando vou ao trabalho e qualquer outros lugares sempre vejo cartazes falando sobre maes e paes de santos e de varios tipos de espiritos dizendo que podem ajudar com problemas fazer e desfazer trabalhos e o mais importante “trazer a pessoa amada em um quantidade de dias” interessante tudo isso… ESPLIQUEM PARA MIM COMO TUDO ISSO FUNCIONA “POR FAVOR”. desde ja agradeço. Obrigado
    @raph – Você pensa com carinho na pessoa, e se propõe a dizer a ela que a ama. Mas também se propõe a respeitar a opinião dela, caso ela não corresponda o mesmo sentimento. Em último caso, tornam-se bons amigos. Num dia afortunado, podem se amar perdidamente, e depois se acharem em si mesmos, e amar por amar, e viver para amar. As vezes leva 3 dias, as vezes leva 3 vidas, ou mais…

  8. Camila

    Que conto lindíssimo!
    Não faz muito tempo que comecei a me interessar pela Umbanda, após ler trechos de alguns livros do Rubens Saraceni que um amigo meu estuda, e vejo que é uma religião muito linda, de uma forma que jamais tinha percebido e muito menos me interessado, por ignorância mesmo.
    Fui criada dentro do catolicismo, e por último no meio evangélico, acabando por desenvolver uma visão errônea e distorcida da Umbanda por influência dessas pessoas, desde a infância; no entanto agora que tenho lido sobre, percebo o quão e até poética é essa religião, e quão cheia de simbolismos e significados maravilhosos se encontram nela.
    @raph – Camila, cada um atrai para si um mensageiro de acordo com seu nível de pensamento, amor, consciência… É claro que existem outros “exus”, mas se você se direcionar a caminho de Exu Rei, não há nada o que temer, nem mesmo o que duvidar 🙂 Bjs.

    1. Camila

      Obrigada pelo conselho! Quero me aprofundar no estudo da Umbanda, e esse com certeza será um ótimo começo! 🙂
      @raph – Lembra sempre que cada espírito, entidade, ser, fala apenas do que sabe. Alegre-se quando encontrar alguém que sabe muito mais do que você, mas não ache que isso o torna infalível (vc provavelmente ainda saberá mais de internet do que a maioria deles :). Boa sorte.

  9. cristiano

    magnífico texto, além da nota muito esclarecedora do MDD

  10. Marcos

    Adorei o texto , bem pedagógico eu imagino que textos como esse associando espiritualidade com historia do Brasil seria a chave pra ter menos intolerância religiosa , e seria mais simples de cada um seguir o seu caminho sou adepto do candomblé brasileiro mas tenho outras visões dentro da religião .. E pra o povo entender o que é exu . é interessante estudar religiões comparadas assim acho melhor sair da caixinha

Deixe uma resposta