Ordem sobre o Caos

O Rito Escocês Antigo e Aceito é, sem sombra de dúvidas, o sistema maçônico mais especulado e difundido no mundo, com forte hegemonia nos países latinos, em especial no Brasil. Por ter tido como seu maior expoente o erudito e controverso personagem Albert Pike, e como obra clássica seu Moral & Dogma, ambos citados na maioria das Teorias da Conspiração antimaçônicas, o Rito Escocês é, com certeza, a vitrine maçônica para o mundo não maçônico.

De caráter sincretista, tendendo a uma teologia natural, seu lema em latim é Ordo ab Chao, cuja tradução ao português deu origem ao título do novo livro de Kennyo Ismail, ORDEM SOBRE O CAOS, cuja proposta é de ser um tratado sobre história, funcionamento e ensinamentos dos 33 graus do Rito Escocês Antigo e Aceito, alicerçado nas principais obras nacionais e internacionais escritas sobre o tema nos últimos 200 anos, incluindo, é claro, Moral & Dogma.

A obra descreve a incrível e ainda nublada história do REAA, seu desenvolvimento até chegar ao Brasil, como é seu funcionamento no país e no mundo, e então decodifica grau por grau, do 1 ao 33, cada lenda, principais símbolos, filosofia, teologia, esoterismo e princípios éticos e morais contidos, revelando as ligações ocultas entre eles e os objetivos a serem inculcados em cada grupo de graus.

Pesquisador, professor e autor de obras como Desmistificando a Maçonaria (2012), O Líder Maçom (2014), Debatendo Tabus Maçônicos (2016), História da Maçonaria Brasileira para Adultos (2017), Um Clone para Deus (2017), e O Livro do Venerável Mestre (2018), Kennyo Ismail ainda foi o tradutor e comentarista do clássico Ahiman Rezon (2016) e o revisor técnico de Maçonaria para Leigos (2015).

Para esta obra, cuja proposta extrapola os limites gráficos muitas vezes impostos por editoras convencionais, Kennyo optou por uma produção independente, via No Esquadro, parceiro aqui do Teoria da Conspiração. Com liberdade para trabalhar de forma que sua obra ganhe a forma que merece, a No Esquadro firmou contrato com o talentoso ilustrador Felipe Bandeira, da Lápis Designer, que desenvolveu a arte final do pôster, que irá como encarte, e a da capa do livro.

O pôster é uma releitura nacional do lado esquerdo da escada da famosa ilustração de Everett Henry, chamada “A Estrutura da Maçonaria” e originalmente publicada na revista Life, em seu volume 41, número 15, no dia 8 de outubro de 1956. O artista utilizou os títulos dos graus e os paramentos oficiais conforme adotado no Brasil. A capa foi desenvolvida tomando por inspiração a clássica publicação de Moral & Dogma, de Albert Pike, e outras obras clássicas da Maçonaria que tinham por comum a capa dura em cor sólida e detalhes em dourado. ORDEM SOBRE O CAOS também terá capa dura, honrando essa antiga tradição, além de papel pólen em seu miolo, o que proporcionará conforto superior, tanto na leitura quanto no passar das páginas. Ainda, cada grau decodificado na obra é ilustrado com seus respectivos painéis, desenhados pelo mais famoso ilustrador maçônico brasileiro, João Guilherme da Cruz Ribeiro.

Em busca de financiamento coletivo, Kennyo Ismail espera contar com seu apoio para levantar o investimento necessário e transformar esse projeto inédito em realidade. Os custos com desenvolvimento, ilustrações e diagramação já foram suportados por ele, que ainda arcará com os fretes das recompensas. Assim, 100% do valor arrecadado será destinado às despesas com produção gráfica: livros, pôsteres, caixas e embalagens.
Para saber mais sobre a campanha e suas recompensas, acesse:

https://www.catarse.me/ordemsobreocaos

Este post tem 2 comentários

  1. Peregrino

    Porque eu acho que o nome do livro só é um jeito de ter chamar a atenção usando o termo “caos” só pq é moda a magia do caos para vender??? (faz sentido para mim)

    @MDD – Magia do caos é reino da balburdia zoada no braziu, seria uma queimação de filme entre os magos sérios se fosse por causa disso… “Ordem sobre o Caos” é o lema do grau 33 na maçonaria.

  2. WPrata

    Sabem dizer se agora que a meta foi batida e o projeto atingiu os objetivos ainda consigo uma copia do livro?

    No catar-se não encontrei info para o pós prazo.

Deixe uma resposta