O que é I-Ching?


O I Ching possui mais de 6000 anos, sendo a base da cultura chinesa, do Feng Shui – a arte de harmonizar nosso lar e a nós mesmos – e o Tai Chi Chuan – a dança do I Ching.
I significa “Mutação” – representa a passagem do dia para a noite, do claro para o escuro, do consciente para o inconsciente e etc. Mas também significa mente, pois ela também se encontra em constante mutação: um pensamento após o outro.

Ching significa “Tratado”, “Livro Sagrado”. Mas também significa Trilha, um caminho que existe enquanto se caminha: é por onde andamos.
Assim, através do estudo e prática do I Ching, de nossas ações e pensamentos, com o auxílio de nossa mente (consciente), podemos transformar nossa vida e nosso destino com sabedoria e assim tornarmos nossa vida plena de alegria e contentamento, apesar de todas as dificuldades por que passamos.
Estudando o I Ching, podemos conhecer as leis que regem as mutações, nos guiando pelo caminho que leva à harmonia com o universo. Assim, teremos condições de interferir sabiamente em nosso destino.
Com o auxílio do I Ching, de nossos esforços (ações) e nossa intuição, poderemos:
– Descobrir nossos dons, nosso potencial e nossas qualidades ou virtudes. Conhecer a nós mesmos e as demais pessoas – filhos, amigos e etc. – , profundamente.
– Aprender a nos relacionar de modo harmonioso e prazeroso com todas as pessoas.
– Conhecer as causas dos mais diversos sentimentos e emoções e a melhor forma de lidar com eles e transformá-los em felicidade e harmonia ao invés de distúrbios e doenças.
– Aprender a tomar decisões sábias e criativas para conseguir o sucesso e a felicidade que tanto desejamos.
– Encontrar a via que possa nos levar até o nosso pleno desenvolvimento espiritual, e a nos tornar pessoas ética e moralmente boas.
– Moldar de modo criativo e satisfatório nosso destino.

Este post tem 13 comentários

  1. Luiz Martins

    Pra mim o I ching é o oraculo definitivo.

  2. D

    Já baseado no que o MDD escreveu, eu diria que é tão oráculo quanto Tarô. É apenas mais um dispositivo de autoconhecimento.

  3. P

    Caro Del Debbio, me interessei ao Ocultismo devido a sua coluna no S&H mas não tenho tempo de frequentar uma Ordem, entretanto encontrei um sítio na rede chamado Colégio dos Magos que se encaixaria perfeitamente no meu tempo livre. Gostaria de saber se você o conhece e se os ensinamentos desse sítio são sérios.
    @MDD – quando eu fiz o curso de dois anos (no tempo em que era enviado pelo correio, antes da internet hehehe) eu gostei MUITO do Colégio dos Magos. Se eles mantiveram o padrão nestes tempos de internet, eu recomendo sim.

  4. Tomás

    Excelento texto,me veio uma duvida como consultar o I ching?
    Gráto

    1. lionel hutz

      cara, compra o livro do John Blofeld, chamado ‘I Ching’, está fora de catálogo, em sebos você acha, eu paguei 5 pila no começo do ano em floripa.
      particularmente eu não confio muito naquele mais famoso do richard wilhelm, com o prefácio do Jung, existem muitas sementes de confucionismo incluídas nesse trabalho.

  5. raph

    Marcelo, o que você teria a nos dizer sobre a relação do I Ching com O Livro dos Mortos (do Egito antigo)?
    Você concorda com esse trecho da Wikipedia (pt) sobre o I Ching?
    “O coração e o sangue definem um elo imanente a todos os seres que dele nasceram e uma idéia de coração oculto do universo que pulsa e mantém o ritmo de ciclos das estações, dos nascimentos, mortes, destinos. Este é o significado que está no Livro dos Mortos ou das mutações. No mesmo sentido o livro chinês é denominado Livro das Mutações.”
    @MDD – Putz, Raph, eu só vou fazer qualquer comentário sobre I-ching depois do curso do dia 29, quando vou poder pegar as aulas do Daniel, que é um dos caras que mais conhecem I-ching aqui no Brasil (e não sei quando vou conseguir bater as agendas de novo, então quem tiver a chance, não deixe de fazer este curso), e comparar com o que eu já estudei. Tenho certeza que deve ter pontos em comum com a gematria.

  6. Leonardo

    Realmente o I Ching é muito interessante eu estudo ele pela tradução do William Reich (o da energia orgônica), publicada no Brasil pela Pensamento. Assim como no Tarot, ele mostra as tendências de mudança. Pode ser consultado com 3 moedas (é o que eu mais uso) que é mais impreciso e rápido, ou com os palitos (49 palitos – coincidência?), mais ritualístico (demora muito mais – cerca de 1 hora) e mais preciso. Para quem quiser ver como funciona antes de comprar o livro, acesse: http://www.eclecticenergies.com/iching/

    1. Thomaz Whately

      Companheiro Leonardo, com todo o respeito, você trocou completamente as bolas (ou as moedas? ou as varetas?). Wilhelm Reich não tem nada a ver com o I Ching, e sim Richard Wilhelm, que traduziu o livro do chinês para o alemão e foi lindamente prefaciado por CJ Jung. Reich foi um revolucionário em seu campo, mas nunca utilizou uma abordagem mística (nada a ver com esquisotérica); ao contrário de Jung, que levou sua pesquisa e sua vida ao êxtase místico, tendo estudado a alquimia, as religiões orientais e o C# a quatro. Aliás, ele se referia ao I Chig como “O Velho Sábio”.
      Ninguém reparou o engano?
      “A gente não engole tudo o que mastiga…”
      Planet Hemp
      Saravá, geral!

  7. darkbass

    Marcelo, existe um local para pesquisa sobre o I-Ching… até mesmo virtual. Vc considera alguma forma de pesquisa ou até mesmo de lance de hexagramas confiável (no caso da net)?

  8. livio

    Deixo uma sugestão de bibliografia sobre o tema, que é o livro “Figuras de Imanência”, do sinólogo François Jullien

    1. Norton

      é um livro genial

  9. TiagoMazzon

    Obrigado por esse post. Acho q vc leu meu pensamento. Eu vi q iria ter o curso de I-Ching… mas dai me perguntei… “o q é isso mesmo ?” Dai vc vem e me poe esse post… viva a sincronicidade !
    Acho q a unica coisa q eu sabia é q ele tem a ver com o Ba-guah chinês… q é o simbolo do Ying-Yang com akeles 6 simbolos com 3 retas paralelas ao redor dele… isso né ? O Ba-guah serve mais especificamente para que ? Pode ser usado como um simbolo de protecao para um lugar ou casa, por exemplo ?

Deixe uma resposta para Jeff Cancelar resposta