O poeta é um fingidor

Neste vídeo convido meu grande amigo, o poeta português Fernando Pessoa, para me auxiliar a explicar o que vem a ser a poesia, esta estranha arte que lida com as cascas de sentimento. Também iremos analisar as três camadas de interpretação da antiga frase, “Navegar é preciso, viver não é preciso”. Ao final, recito um dos poemas mais místicos de Pessoa, “Iniciação”.

Se gostaram, não esqueçam de curtir, compartilhar e se inscrever no canal!

 

Deixe uma resposta