O Céu, o Inferno e Teodora

Dando continuidade à série “Queima ele Jesus!”, falaremos sobre mais alguns séculos de curiosidades a respeito das origens obscuras da Igreja Católica e a influência que isto tem em nossas vidas. Para quem pegou o bonde andando, recomendo ler estes posts AQUI, AQUI e AQUI para acompanhar o desenrolar de nossa história.

Na próxima coluna, explicaremos como os antigos sacerdotes pagãos, alquimistas e ocultistas faziam (e fazem) para ocultar informações secretas debaixo das barbas dos Inquisidores sem despertar suspeitas.


Como eu havia dito anteriormente, o papa Marcos I, que também foi considerado um poeta, começou a compilar a lista de bispos e mártires que se ajustassem aos interesses da Igreja Roma. Ele permaneceu no cargo apenas nove meses até seu falecimento (é o que chamamos de “papa de transição”), sendo substituído pelo 35º papa, Júlio I.
Júlio I, assim como os primeiros “papas” oficializados por Constantino, era um tremendo fingidor. Finge que comemora o nascimento de Jesus no dia 25 de Dezembro apenas para agradar às massas, pois a festa do Solis Invictus já era comemorada há pelo menos 500 anos nesta data (mas, através da “fé” acaba convencendo tão completamente as pessoas que até os dias de hoje tem gente acreditando mesmo que Jesus nasceu neste dia). Ele provavelmente gostou da idéia, pois é em seu comando que o primeiro calendário com as festas católicas começa a ser elaborado (e adivinhem se cada data “coincidentemente” não chega a cair exatamente sobre as festas pagãs?).

O próximo papa chama-se Libério. Depois de fingir que fazia parte de uma seita ariana durante alguns anos (Arianismo é considerado mais uma heresia, pode adicionar na nossa lista), Libério retorna a Roma e vira a casaca, passando a perseguí-los. Neste meio tempo, instauram um antipapa chamado Félix II (um antipapa é como um vilão dos quadrinhos… é alguém que também se intitula papa ao mesmo tempo que o outro cardeal e surge uma cisma. O vencedor da disputa acaba virando o papa e o perdedor conhece a dor dos hereges e excomungados).
São Damaso I assume o cargo em 366 DC. Neste ponto, Constantino estava no auge de seu poder, coordenando a “Reestruturação do cristianismo segundo as doutrinas de Roma” (leia-se causar muita dor em qualquer seguidor de Yeshua que não concorde em seguir o Jesus-Apolo de Constantino). Damaso é conhecido por coordenar a “tradução” da bíblia e compilação dos capítulos e trechos que interessavam deveras ao Pontifex Maximus (líder da religião pagã em Roma). Em 376, o Imperador Graziano recusa este título, entregando-o para o papa, que sente o acumular do poder sobre os cristãos e sobre os pagões ao mesmo tempo!!!

Em 384 entra São Sirício, que instituiu o celibato para padres, bispos e para os cardeais. A razão para isto é que quando um padre falecia, a Igreja precisava tomar conta de sua esposa e filhos e o papado não desejava abrir os cofres sagrados pagando pensões a viúvas e filhos. É importante lembrar que naquele período não existia “salário” para padres e pastores; todas as suas contas eram pagas pela igreja (mais ou menos como os pastores evangélicos fazem hoje em dia). Também foi responsável pela equipe de tradução que lêem e traduzem para o clero os textos que chegam das seitas devastadas.

Anastásio I ficou no poder de 399 DC a 401 DC e escreve uma bula exigindo que os sacerdotes ficassem de pé na missa durante a leitura dos evangelhos (exceto se isto lhes causasse dor ou desconforto durante a lida); Inocêncio I assume o papado em 401 DC para logo em seguida Roma ser saqueada pelos Visigodos. Zózimo I assume o papado após sua morte, em 417, continuando a guerra contra a heresia do Pelagianismo (o Pelagianismo é a doutrina que diz que as pessoas vão para o céu se forem boas pessoas, independentes de “aceitarem Jesus” ou não). Esta briga entre os que pregavam a “salvação pelos atos” versus os que pregavam a “salvação apenas através da Igreja católica” ainda duraria muitos e muitos anos. Bonifácio I, Celestino I e Sisto III sentem bem as discussões com os antipapas e com outros heréticos.
Leão I, o 45º papa, conhecido como “Magno”, não teve um papado fácil. Assumiu o trono entre 440 e 461 e neste período, Roma foi saqueada pelos hunos e pelos vândalos. Mas este foi um papa macho, mesmo com as duas invasões que ele teve de passar. Há relatos que, quando Átila o huno estava causando no ocidente, o papa montou um exército e foi até Mântua para negociar um acordo de paz com o velho Átila… todos achavam que o papa seria trucidado, mas ele conseguiu!

Em 461 assume o papa Hilário I. Ele Estabeleceu que para ser sacerdote era necessário possuir uma profunda cultura e que pontífices e bispos não podiam designar seus sucessores. Hilarus era o deus pagão da alegria. Achei curioso o papa adotar um nome pagão, se todos os pagões são satanistas pelos próprios critérios da Igreja… o que nos demonstra que até aquele momento há uma tolerância em relação aos deuses romanos, que como veremos daqui a pouco, ficará cada vez menor.
Durante seu pontifado ocorre a Queda do Império Romano. Definitivamente a Igreja de Roma não achou isso muito hilariante. Em 483 assume Félix III (ou Félix II, dependendo se você vai contar o anti-papa Félix II ou não). Para quem ficou curioso, ao todo existiram 39 anti-papas reconhecidos.

Além de Felix II, aparecem outros cardeais desafiando o papado. Felix alega que eles não têm direito sobre a cadeira de Pedro. E assim, excomunhões de ambos os lados e muitos envenenamentos depois, Gelásio I assume a cadeira de Roma. No meio de anti-papas e hereges (em seu papado enfrentou o Maniqueísmo, Arianismo e pelagianismo), como primeiro ato, declara que a figura do papa não poderia mais ser julgada por ninguém. Isto estabelece as bases da famigerada “Infabilidade papal” ou em outras palavras: “eu estou certo e vocês vão parar nas calhas de roda” (o costume da fogueira ainda estava sendo absorvido dos celtas, que queimavam seus inimigos em grandes bonecos de palha chamados Wicker Man). Gelásio também absorveu a “Gira (festa) de São Valentin”, transformando os bacanais pagãos em algo mais palatável à moral e aos bons costumes, que chamamos hoje de “dia dos namorados” (comemorado dia 14 de fevereiro).
Anastácio I tentou converter os francos e aquele povo pacífico que morava no sul da França e cultuava a Madonna Negra. Foi o primeiro a considerar a imagem blasfema. Dante Aliguieri (um iniciado) o coloca no Inferno em seu poema “Divina Comédia” por isso.
Em 498, com o falecimento de Anastácio, dois papas começam a disputar o papado. Símaco e Lourenço possuíam igual poder político e as guerras escalaram para um estado tal de violência que decidiram chamar o rei Teodorico (que era pagão) para decidir quem deveria ser o papa. Isso é tão absurdo quanto hoje em dia chamar o Richard Dawkins para decidir quem deveria ser o papa em caso de empate.
Os dois papas foram chamados a entreter o rei com promessas e, no final do concílio, Teodorico decide que quem tinha o maior número de votos deveria ser o papa (ah… a razão!).
Nos anos seguintes, o comboio de papas formados por Símaco (498-514), Hormisdas (514-523) e João I (523-526) enfrentou todo tipo de problemas com hereges, antipapas e cismas, especialmente a de Acácio, Patriarca de Constantinopla, que estava causando com a corda toda no Oriente.
A decisão mais importante que tiveram foi a de proibir a compra do cargo de bispo com donativos e favores, pelo fim da simonia e para tentar colocar um pouco de ordem na bagunça política do Vaticano.

Felix IV (ou III, dependendo da lista) durou pouco no papado. O 54º papa tinha uma vida mais promíscua que o Clube 54 e o rei Ostrogodo o manteve completamente isolado politicamente. Quando ele morreu, Bonifácio II (que “coincidentemente” foi o primeiro papa de origem Germânica) assumiu, sob as bênçãos do rei germânico. É o que se chama “papa do coração”! Por alguma estranha razão, o novo papa estava totalmente alinhado com os gostos do Imperador e, talvez por esta estranha coincidência, tenha durado bastante no trono.

Em 533 assumiu o papa Mercúrio I… Mercúrio I ? Não nesta vida. Claro que o nome foi trocado imediatamente para João II, sendo ele o primeiro papa a não adotar seu nome de batismo. João II regularizou as eleições dos papas.
O papa Agapito I durou pouco tempo. Eleito pelo Imperador do Ocidente, viajou até Constantinopla para tentar impedir Justiniano de atacar a Itália. Foi recebido em um banquete em que morreu envenenado por ordem de Teodora, esposa do Imperador. Anote este nome: “Teodora”: ela terá influência definitiva para o cristianismo em alguns instantes… (sou fã de garotas como Teodora, Marosia e Lucrecia… )
Silvério, que era filho do papa Hormisdas (sim, você leu certo… FILHO do papa Hormisdas), foi indicado pelo rei dos godos, chamado Teodato, como sucessor de Agapito I, em contrapartida a Vigílio, que era o favorito de Teodora. Não sou vidente, mas poderia prever que, em um ano, Teodato foi morto, Silvério foi martirizado e Vigilio tornou-se papa. Como disse… Teodora é “gente que faz”.
Justiniano também precisou convocar um Concílio para lidar com outra heresia, a da Reencarnação. Vigilio não concordava com a criação deste concílio. Foi exilado e morreu. Teodora é gente que faz!

O Céu e o Inferno
Antes de prosseguir, vamos analisar como estava o contexto da Europa naquele período: de um lado estavam os Helenistas, que tinham a crença em um Reino subterrâneo (Hades) e um Reino Celestial dos Deuses (Olimpo). Para o ocultismo, estas alegorias representam os estados vibratórios do Astral, desde os Reinos mais baixos do Umbral (onde residem os kiumbas, goécios e toda sorte de entidades que convencionou chamar de “demônios”) até os reinos mais elevados e sutis do Astral. Já os seguidores de Yeshua pregavam a reencarnação (budistas, essênios, cristãos de languedoc, druidas, hereges, etc.) que trabalha com o conceito de Roda de Reencarnações, Livre arbítrio e Karma.

O concílio deveria decidir um único critério para ser imposto em toda a Igreja “oficial” cristã. Justiniano (na verdade, Teodora) é quem estava organizando os convidados. Desta maneira, praticamente todos os convidados eram bispos ortodoxos e escolhidos a dedo pelo Imperador.

Teodora era a filha do domador de ursos da cidade. Desde cedo fez grande carreira como cortesã e conseguiu que o Imperador Justiniano se apaixonasse perdidamente por ela. Quando se tornou Imperatriz, mandou executar 500 de suas ex-companheiras de labuta, entre escravas, prostitutas e sacerdotisas pagãs. Escravocrata e extremamente cruel, Teodora, quando aprendeu a doutrina essênia, ficou com muito medo de reencarnar como uma escrava negra e ordenou a Justiniano que revisse os códigos canônicos “para que aquilo nunca pudesse ocorrer”.
Depois de um concílio totalmente fanfarrão, votou-se que a versão oficial da Igreja seria a Helenista, baseando-se em conceitos de “Céu” e “Inferno” adaptados catolicamente do Hades e Olimpo, com uma diferença: pela imposição de Teodora, não haveria “reencarnação”. Seria possível simplesmente finalizar o que quer que você tenha feito na Terra e subir aos céus se tivesse os contatos certos.

Neste concílio, oficializaram e estruturaram também uma das idéias mais geniais (e a ÚNICA original) da Igreja cristita, que são as Indulgências. Funciona assim: você paga e compra o seu lugar no céu. Mas nada de dar cheques sem fundos, heim? (ou a IURD bota você no SPC-Serasa)!

É neste período da história que Deus passa a ter a imagem antropomórfica de “velhinho barbudo que fica sentado em um trono sobre as nuvens”, o diabo assume a forma dos deuses pagãos (o tridente, o deus-chifrudo, as patas de bode e por ai vai – mas já falamos sobre isso AQUI, AQUI , AQUI e AQUI).

Então… graças a uma prostituta louca, assassina e racista, os católicos / evangélicos / cristitas acreditam que passarão a eternidade ao lado de anjinhos nas nuvens cantando glória a Deus ou ficarão para sempre nas garras do coisa-ruim, ardendo nos mármores do inferno. Teodora é gente que faz!

As repercussões do II Concílio de Constantinopla
Após o Concílio, o 60º papa escolhido por Justiniano foi Pelágio I, que deu continuidade às novas diretrizes. Em 561 assume João III, em 575 assume Bento I, em 579 Pelágio II e em 590 finalmente senta no trono de Pedro ninguém menos do que São Gregório Magno!!!

São Gregório Magno é responsável por duas coisas extremamente significativas na história da Igreja: a primeira é ter difundido os Cânticos Gregorianos.
O segundo foi ter “oficializado” Maria Madalena como sendo uma prostituta. No sermão de páscoa de 591, ele lançou ferozes ataques contra Madalena e contra seus seguidores (todo o povo do Sul da França). Os atritos de Languedoc com a Igreja Católica estavam longe de terminar, mas é importante conhecer as RAZÕES pela qual a Igreja inventou esta deturpação… eles queriam minar a influência de Madalena, esposa de Jesus, no sul da França da mesma maneira que queriam minar a influência dos outros deuses nas outras culturas.

Enquanto a dança dos papas para convencer os Europeus que a religião deles era a correta continuava, em 570 DC nascia na cidade de Meca ninguém menos do que Abu al-Qasim Muhammad ibn ‘Abd Allah ibn ‘Abd al-Muttalib ibn Hashim.

Semana que vem: Só há um Deus e Maomé é seu profeta!

Este post tem 41 comentários

  1. Shlomo

    “Off Topic”, já que é sobre os comentários esquisotéricos em geral do site…

    Já disseste que os fanáticos religiosos estão ligados a Netzach e os céticos a Hod.

    O fato de os fanáticos religiosos em geral serem incapazes de escrever corretamente na “forma” da Língua Portuguesa pode estar relacionado a forte influência de Netzach? Afinal, a “forma” está do lado de Hod, certo? (ou tu só aprovas os comentários mais caricatos?)

    Pergunto por curiosidade como professor de Português e Literatura. Há muitas coisas que podem ser identificadas sobre uma pessoa a partir de seu texto. Imagino que se essa correlação for verdadeira, me daria mais uma ótima ferramenta para trabalhar melhor meus alunos.

    @MDD – Eu só deleto os que tem palavrões, por conta de pagerank principalmente. Se o fulano escreve todo errado mas tenta se comunicar, a gente passa. Porém, se escreve impecavelmente mas ofende os leitores, é deletado. Via de regra, evangélicos xingam cegamente e ateus tentam dar uma de espertalhões. o ateísmo implica em um conhecimento melhor da linguagem sim, enquanto crentes “sentem”. E é muito difícil um esquisitérico xingar. Normalmente os esquisotéricos são esquisotéricos porque não tiveram nenhum lugar melhor para pesquisar. O que é bom, porque acabam mais perguntando e tirando dúvidas do que afirmando “verdades”… Os charlatões xingam. Os pais-de-santo amarradores também. Normalmente em caixa alta e cheio de erros de português.

  2. Cleiton Moraes

    PQP! História da Religião é muito foda! Marcelão aonde você adquiriu todo esse conhecimento? Nas escolas de mistérios ou você tem estuda por conta própria?

  3. raph

    Nossa, quem diria que essa tal Teodora teria tanta influência no futuro do cristianismo.. Uma pena.

  4. Libano

    Lembro que quando vi no cinema o filme “Rei Arthur” ele falava sobre um Pelagius que havia ensinado ele, mas no cinema nao lembro de ele ter aparecido.Já na versão para DVD aparece Pelagius ensinando Arthur que todos os homens nascem livres e são iguais perante Deus. Depois Arthur descobre que Roma matou Pelagius porque ele ensinava heresias. O que esse “Pelagius” ensinou seria o mesmo princípio do Pelagianismo?

    Abraço,

    PP

  5. Hanna

    Oi, Tio!

    Relembrar é viveeeer olêê olêê

    “Na próxima coluna, explicaremos como os antigos sacerdotes pagãos, alquimistas e ocultistas…”

    “(…)em 570 DC nascia na cidade de Meca ninguém menos do que Abu al-Qasim MUHAMMAD…”

    Aguardando!

  6. Gustavo Costa

    Sinistra essa Teodora…oq sera q aconteceu qdo ela se deparou com o fato de q ela não é uma força da realidade ? E que nome comprido do Profeta, ainda bem que simplificaram…

  7. Rodrigo

    Marcelo, por acaso a igreja catolica tem alguma coisa haver com o racismo do homem branco para com o negro que tanto envergonhou a historia da humanidade, no meu ponto de vista

  8. Bernardo

    AHUAHAUHAUAHUAHAUAHUAH
    Teodora é gente que faz!
    Racista, escravocrata e prostituta, mas conseguiu praticamente acabar com o pouco que estava certo na ICAR… Ela deve estar no céu olhando pra gente e falando: “Só fiz pra zoar, galera! ARIAIR”

  9. Raptor

    O negócio é o de construção e manutenção de civilizações… O sistema caiu (Conheçe a expressão “A Casa Caiu”?) na época romana devido a alguns erros no Sistema que não cabe comentar…

    A ICAR foi a principal responsável por resguardar toda a tradição do pensamento ocidental até aquele momento (basicamente Greco-Romano) e manutenção de estruturas fundamentais civilizatórias (ex. regras de comércio, contabilidade, finanças, jurídicas, etc…).

    Em um momento posterior ao qual se encontrou condições para reerguer a civilização a níveis pelo menos iguais ao romano, foi divulgado e replicado os principais manuais (lembra qual foi o primeiro livro impresso?).

    Ela foi devidamente recompensada pela construção de catedrais e outras obras consideradas artísticas por outras instituições antigas do mesmo ramo.

    Espero ter ajudado.

  10. Raptor

    Uma curiosidade e especulação de um idiota amalucado…

    Este negócio de tentar ressucitar pessoas é bem antigo… A igreja se meteu em maus lençois neste terreno quando alguns dirigentes começaram a se levantar da tumba e recusavam a voltar… Por precaução se matou todos que tiveram contato com estas aberrações (inquisição) e se enterrou os líderes em caixões selados de chumbo (eles por assim dizer, resistiam a fogueira ao contrário dos comuns)…

    Risos…

    O Malandragem Européia também se meteu em fria… O que nasceu foi denominado a aberração da babilônia (uma referência a um processo de tantra que inverte a ordem das coisas se o indivíduo tem poder de direção – acaba por gerar chaos ab ordo). A tal aberração, acabou por levar a cabo (planejou e executou) a 1 e 2GM e suas consequências como o que foi conhecido como Holocausto…

    Ambos os atos era uma espécie de brincadeira séria (para a macacada mudar o rumo histórico) do Sistema… Equivale a ameaçar tocar fogo nos rios para os índios, caso não parem com a antropofagia, já que desconhecem o álcool por exemplo… O fato é que funciona…

    Como os arbustos incadescentes e afins.. Acrecente idéias em níveis superficiais e profundos que façam sentido para a macacada e terá um ótimo efeito…

    Abraços.

    Como diria um diretor teatral (o marionete – o original provavelmente era uma mulher de “sangue azul”) inglês: “Há mais coisas entre o céu e a terra, Horácio, do que pode sonhar tua vã filosofia. Jurai de novo, assim Deus vos ajude, por mais que eu me apresente sob um aspecto extravagante(…)”

  11. Daniel Majczak

    Ótimo post, tio, mas tenho uma pergunta (uma curiosidade, na verdade): foi São Gregório quem compilou os sete capitais, não? (que, segundo um post lááá atras, são, por assim dizer, defeitos. Se não me engano, o post era de Alquimia.)

  12. Teodora é gente que faz!

    Huum… Já conhecia Teodora daquela encrenca que o “machíssimo” Justiniano se meteu na Revolta de Nike/Nika e da qual Belisário o livrou, mas não sabia que ela era tão “gente fina” assim…

  13. MaxRaven

    Esse “Teodora é gente que faz!!” quase me rendeu uma sessão de desobsessão outro dia, estávamos em uma aula no centro espirita aqui e minha tia falando sobre reencarnação e a Teodora foi citada, eu sentado lembrei na hora deste texto e comecei a rir sem parar, sala pequena, td mundo apertado, notaram na hora, ai já viu, tive de respirar fundo, me controlar e contar o motivo de tanto riso. O legal que depois tirei uma copia do texto e entreguei a eles. Gostaram, muito embora alguns ainda estejam muito atrelados a ICAR e ficaram com uma pulga atras da orelha com peripécias dos papas.

  14. Henrique Mota

    Louca, assassina e racista… Parece familiar… 🙁 Nem quero pensar em uma Teodora no poder a partir de 2011…

  15. O poeta é um fingidor
    finge tão completamente
    que chega a fingir que é dor
    a dor que deveras sente (etc.)

  16. Daniel Majczak

    Só corrigindo meu post acima: pecados capitais. ^^

  17. Marcel Garcia Franca

    Estou pensando em mostrar esse post pra alguns amigos Católicos. O que será que vai acontecer? uhahuauhuh

  18. Eduardo Hernacki

    Olá Marcelo,

    Estou muito interessado na sua série “Queima ele Jesus!”, e particularmente gostando.

    Só que o meu ceticismo me faz perguntar qual as suas fontes para afirmação sobre o assunto acima relacionado ao cristianismo e catolicismo.

    Vi nas matérias anteriores que o Yeshua foi o verdadeiro Cristo e td mais, mas lendo o seu post antigo, “Carta a um Maçon”, vi que algumas coisas não batem totalmente, na minha compreensão.

    @MDD – nem deveriam bater mesmo, já que o Marcelo Motta tinha uma visão particular dele sobre o cristianismo. Eu costumo colocar vários posts de idéias semelhantes, mas não iguais, para que o leitor chegue às suas próprias conclusões. Se eu filtrasse só o que eu concordo, voces não teriam no que pensar… Esta parte mais específica sobre a história dos papas vem do livro chamado “os Crimes dos Papas”, escrito no século XIX, que trata de todo o desenrolar dos absurdos que ocorriam no Vaticano.

    1. Eduardo Hernacki

      Entendo a sua didática, e concordo com ela.

      Hoje, estudando bem mais, consegui ter a minha visão de tudo isso.

      Obrigado.

  19. Neófito78

    Fernando Pessoa rules !!!

  20. Kennet Andersson

    Muito interessante essa história,falando em Papas,gostaria de saber sobre Leão X e se oque ele diz ,sobre a fábula de Cristo é verdade,vlw .

  21. Bruno Ctba

    Tenho livros na estante e todos tem a explicação…

  22. moscavich

    Bicho, você não sabe como eu gostos dessas histórias!!!

  23. moscavich

    E qualé a do Pessoa?

  24. Kio

    Tio DelDebbio que o grande arquiteto de abençoe !
    ia ser legal fazer uns cartazes grandões dessas suas materias e sair por ae colando, tudo bem q depois todos iriam para a fogueira mais ia ser legal ! USAHsuahhshsAHS xD

  25. Marcella

    A reencarnação não pode ser verificada com precisão para se afirmar que personagem X encarnou em personagem Y,mas podemos nos divertir comparando biografias…

    Teodora, quando aprendeu a doutrina essênia, ficou com muito medo de reencarnar como uma escrava negra e ordenou a Justiniano que revisse os códigos canônicos “para que aquilo nunca pudesse ocorrer”.

    Chica da Silva foi uma escrava que se fez rainha utilizando sua beleza e apetite sexual invulgares para seduzir pessoas poderosas,entre as quais o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira …Tinha crueldade ímpar, sendo apelidada de Chica Mandona e de Chica que manda à época. Utilizava o medo para obter a saciedade de seus luxos e prazeres.

  26. Rodrigo

    Nenhum de voçêis, muitos menos o dono site, sabe sequer 5% da verdadeira história de JESUS CRISTO, maçonaria, etc…
    Deixo bem claro não sou de religião nenhuma, todas elas criadas por humanos, mais minha fé está em DEUS nosso pai e criador e em JESUS CRISTO nosso salvador!
    Deixo bem claro ao dono do site, o senhor não tem sequer 1% de idéia do que é a maçonaria, você é apenas mais um que está desiludido com a vida, porque nunca prestou atenção que DEUS TODO PODEROSO, CRIADOR DO CÉU E DA TERRA está com você!
    Essa vai para todos vocêis, eu passei muito tempo da minha vida desiludido igual a todos vocêis, procurava respostas sobre tudo, igualzinho a vocêis, enquanto a verdadeira resposta estava bem na minha frente, só que eu acabei indo longe demais, e nessa viagem longa obtive algumas respostas JESUS CRISTO é nosso salvador e ele foi muito maior do que a humanidade imagina, DEUS todo poderoso criador do céu e da terra é nosso pai e criador, e ele existe, acredite nele sem precisar ver, todos as respostas que buscamos estão escritas na bíblía sagrada!
    Ao dono do site, vou deixar bem claro o senhor não tem a miníma idéia de quem é DEUS, JESUS CRISTO e os maçonicos etc…
    Tudo isso que o senhor pensa que sabe, está totalmente errado, o senhor não reconheceria DEUS, JESUS CRISTO, ou um maçonico nem que eles estivesse a meio palmo do seu nariz!
    Eu já vi com os meus olhos o sobrenatural, os dois lados da moeda, ou melhor o bem e o mal, tudo isso que o senhor viu e ouviu sobre a maçonaria na sua vida inteira está errado, maçonicos de verdade, não esses 99% que diz ser maçonico, e que na verdade estão sendo usados como massa de manobra, um maçonico de verdade o senhor nunca viu e nem vai ver, e muito menos ouviu falar de seus nomes, são menos de cem em todo mundo, e garanto, eu sei o que falo, esqueça tudo que você já ouviu sobre a maçonaria, esqueça tudo o que o senhor viu e ouviu no rádio , tv e internet sobre a maçonaria, é muito pior do que o senhor no seu pior pesadelo possa imaginar!
    Deixo claro, não tenho religião!
    Peço a todos que começam a seguir as palavras de DEUS, e exaltá-lo e principalmente reconhecer JESUS CRISTO como nosso salvador!
    Disse tudo o que tinha para dizer, nem mais, nem menos e DEUS sabe disso, leiam a biblia e siga suas instruções, e aqueles que não pretendem o fazê-lo que DEUS tenha piedade de suas almas, porque sem o menor pingo de duvída vocêis precisarão!

    Salmo 121

    Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.

    Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.

    O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita.
    O sol não te molestará de dia, nem a lua, de noite.

    O SENHOR te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma.

    O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.

    AMÉM, E QUE DEUS PROTEJA TODOS NÓIS DO MAL, SEM O MENOR PINGO DE DUVÍDA NÓIS PRECISAREMOS!

    @MDD – Queridos leitores, não é divertido voltar do feriado e ler estas pérolas de sabedoria logo pela manha?

    1. Vinícius Pedro

      no inicio eu sempre penso que é fake esse tipo comentário.

      eu sempre acho graça quando falam que fulano é “maçonico”. huahua quando usam essa palavra, pode se segurar que lá vem merda!

  27. Cleiton Moraes

    Ma óeeeeeeee! Parabéns vem pra cá você, vem pra cá! Parabéns aos escorpianos de hoje e pra mim também!

    Então eu acompanhei a “saga” do mistério do Pessoa, no sedentário mas confesso que ainda não encontrei a tal frase, pesquei o poema também, não não em profundidade!

  28. Heres

    Pelagianismo = seguidores de Yeshua?

    Marcelo, pode dar uma olhada nesse link: http://gospelbrasil.topicboard.net/teologia-f11/oe-primeiros-papas-parte-3-surge-maome-t714.htm
    Eu estava dando um ctrl+c, ctrl+v no google com uma parte desse post e achei um link com um post igual.

    @MDD – caraca… Jan Mozol é um picareta evangélico que está copiando meus posts sobre os papas do Sedentário no Fórum Gospel Brazil sem dar os créditos… que feio… mas pelo menos copiou tudo igual, sem modificar, então não tem problema… os católicos copiam meus posts xingando os evangélicos também… deixa eles se matarem…

  29. Alessandro

    Olá Tio!
    Através da frase: “Nas Calhas da Roda” encontrei a Autopsicografia do F. Pessoa.
    Porém ainda não consegui encontrar um padrão para lêr a mensagem inteira sem grifar palavra por palavra. Se é que existe um padrão.
    Que Rosas floresçam sobre a Vossa Cruz…

  30. Henrique Mota

    O meu sincero salve a todos os Conspiradores.

    De fato, o texto faz referência ao poema “Autopsicografia”, de Fernando Pessoa. Porém, isto é o fato, não a explicação para a mensagem oculta no texto. O poema, por si mesmo, não é necessariamente a mensagem, mas o meio pelo qual chegaremos a ela. Vou expôr a minha teoria a respeito da possível mensagem oculta, mas antes, para facilitar o entendimento de todos, transcreverei o poema logo abaixo:

    “O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    Que chega a fingir que é dor
    A dor que deveras sente.
    E os que lêem o que escreve,
    Na dor lida sentem bem,
    Não as duas que ele teve,
    Mas só as que eles não tem.
    E assim nas calhas de roda
    Gira, a entreter a razão,
    Esse comboio de corda
    Que se chama coração.”

    Antes de mais nada, vale lembrar que não possuo filiação alguma em Ordens de qualquer espécie, e meu estudo do Ocultismo começou muito recentemente, inclusive através deste blog. Portanto falarei muitas besteiras, provavelmente; desde já peço perdão pela minha ignorância. No entanto, foi a maneira como eu interpretei o poema em relação ao texto.

    Na primeira estrofe, o poeta seriam os Papas da ICAR, a dor seria a Verdade, num sentido de Conhecimento e o sentir seria num sentido de divulgar. Logo, ficaria mais ou menos assim:

    O Papa é um fingidor.
    Finge tão completamente,
    Que chega a fingir que é Verdade/Conhecimento,
    A Verdade/Conhecimento que deveras divulga.

    Refere-se, obviamente, a todas as mentiras pregadas pela ICAR, com o intuito de manipular as massas, atingindo os seus objetivos de ganância, fama e poder. Cheguei essa conclusão pelo fato do Papa Marcos I também ser considerado um poeta, logo fiz a associação.

    Na segunda estrofe, é citado o “gado”, o povo manipulado por séculos de propaganda enganosa. Esse já é um pouco mais complicado de explicar. No caso, o “gado”, inconscientemente, sentiria uma Verdade/Conhecimento diferente da pregada pela ICAR, uma Verdade escondida. Mas não tem consciência dela, pois não possui referências comparativas (aliás, até as possuem; todavia muitas delas, para não dizer todas, foram deturpadas, justamente com o intuito de manter a todos longe da Verdade).

    A terceira estrofe achei muito interessante. Para quem não sabe, calhas de roda são o mesmo que trilhos, e comboio de corda é o mesmo que trem. Quando o DD fala a frase “Eu estou certo e vocês vão para as calhas de roda”, na verdade o Papa citado no texto quer dizer que o que ele fala é Lei (a infalibilidadae papal), e todos devem seguir nos trilhos determinados por ele; retirando assim das pessoas o seu direito divino de livre-pensar e livre-agir. O comboio de corda da estrofe seria uma referência a todas as deturpações feitas pela ICAR com o intuito de manter as pessoas entretidas, sem raciocinarem sobre a informação que recebem, tal qual uma criança entretida com um trem de brinquedo; as festas pagãs adaptadas seriam o melhor exemplo. Inclusive há uma festa citada no texto: a “Gira” de São Valentim. E, para finalizar, há também a associação do comboio de corda ao coração. Ou seja, a ICAR pega as pessoas pelas emoções (Netzach), mas as impedem de racionalizá-las (Hod), causando obviamente um desequilíbrio enorme. E mantendo-as distraídas…

    Essa é a minha teoria a respeito da mensagem secreta. A minha segunda teoria é de que não existe mensagem secreta. Isso mesmo, não existe, e o DD estaria apenas nos forçando a exercer a imaginação, para mostrar como as pessoas podem criar teorias mirabolantes em cima dos textos que lêem. A Bíblia, os crentes e os ateus que o digam… xD

    1. Bernardo

      AHH, Então é esse cara o do desenho, tá escrito alio embaixo, em manuscrito: Fernando Pessoa (é o que eu acho, pelo menos).
      Da primeira vez que eu li fiquei pensando o que teria a ver, mas seu comentário foi realmente genial! E a conexão entre Pessoa e esse texto, sem especulação, é aquela foto lá em cima… Acho que você acertou em cheio, cara! (:

  31. Edward

    DD, há como pular o ciclo reencarnatório, ou todos são obrigados a voltar à vida depois da morte? Não soa uma aflição muito grande ter que reviver toda uma vida simplesmente para ver tudo indo embora e morrendo outra vez?

    @MDD – Só zumbis voltam à vida depois da morte hehehe.. O resto de nós retorna ao corpo mental original carregando o aprendizado desta vida e vai em busca de outras experiências… ou então não aprendeu nada e vai “repetir de ano” até aprender. Nunca é exatamente repetição, porque espera-se que você tenha aprendido alguma coisa e faça suas escolhas melhores nas próximas vezes.

  32. Lixeira

    KKKKKKKKKKKK!!!Teodora é o “cara”!!!!

  33. daniel

    ah, sem contar que pelo que sei em dezembro e janeiro é inverno no oriente
    então duvido que reis iam atravessar o deserto no inverno , e ainda na biblia diz que havia ovelhas pastando.

    não tem como fazer algum ritual e chamar alguma entidade que viveu na epoca para dar uma data precisa ? rs

  34. daniel

    em relação a Jesus eu acho que os Ceritios tem mais credibilidade.
    pois no batismo de jesus a biblia fala que desceu o espirito santo em forma de
    ponba e se abriu os olhos de jesus.

    na sua morte ele na cruz fala : pai porque me abandonaste ?

    mostra o momento que o espirito entra em jesus e sai .

    1. daniel

      alias, a biblia fala que somos o templo de deus e para receber o espirito dele
      temos que nos purificar . ( abertura dos chacras ) . é o que Jesus fez
      quando estava sendo treinado no egito , ou um rosacruz ou maçom faz
      ele tenta limpar seu corpo pra receber a graça.

  35. islix

    os celtas, que queimavam seus inimigos …a igreja catolica tbm queimava. e outras culturas antigas tbm.

    vc acha que a cremaçao do corpo atrapalha o espirito de alguma forma?
    vc é a favor da cremacao ao inves de se enterrar ?

    poderia falar dos pros e contra?

  36. Ian

    É… Por trás de um “grande” homem há uma “louca” mulher, que diria Teodora!

Deixe uma resposta para Junior Cancelar resposta