Mons Philosophorum

Mons Philosophorum

Este post tem 44 comentários

  1. dasgoldenestuck

    The Mountain of Initiation

  2. Eduardo

    O que esse velho pelado vai fazer comigo se eu tentar entrar?

  3. vegeto

    Maldito Leão ! Morra !
    huahuauhauhauh zueira

  4. vegeto

    Dá pra tirar muita informação dessa imagem.
    gostei da parte do Leão hahahhaa

  5. Daniel

    A estrutura da árvore da vida me pareceu clara, pela coroa (Kether) no alto, o leão no meio (Tiferet) e o “tronco”(Malkuth) arraigado em que o velho (Yesod) está sentado. Não reconheci o restante dos símbolos, mas aquela pequena fábrica (poderia ser um atanor?) parece estar na posição de Chesed, a árvore seca com as 3 estrelas em Chokma, a árvore na mão do homem do outro lado em Binah e a bacia com o sol e a lua mergulhados em Gevurah. O corvo e a ave branca, que não reconheço, parece indicar as duas colunas.
    Posso chutar que a Lebre e o Galo indicam Hod e Netzach, mas não entendo o simbolismo deles, eu digo pelo posicionamento.

  6. Willian

    Qual a interpretação, Marcelo??
    []’s
    Willian

  7. “uma imagem vale mais que 1000 palavras” – essa eh a chave do simbolismo… acho q quem manja o simbolismo por detrás dessa imagem é capaz de passar uma vida explicando tudo q isso pode significar.
    “hogwarts”
    “siga a lebre branca”
    “galinha dos ovos de ouro”
    o velho sentado me lembrou o desenho do eliphas levi
    mas no geral, me senti com 15 anos viajando nas capas do Iron Maiden

  8. DK

    Vamos brincar então:
    Coroa: Kether
    Velho com a árvore: Chokmah
    Árvore de Três Estrelas: Binah
    Pode ser que estejam trocados, depende do ponto de vista da árvore, então vou utilizar o mais comum.
    Bacia com o Sol e Lua: Chesed
    Atanor: Geburah
    Mesma coisa.
    Leão: Tiferet
    Lebre: Netzach
    Galo: Hod
    Interpretando de modo semelhante à Geburah, Chesed, Binha e Chokmah
    Lebre em movimento: Malkuth (mundo da ação).
    E o vau representado pela entrada da torre.
    Isso só com as interpretações habituais. Pode-se analisar os caminhos dentro da árvore de forma análoga dentro da figura, mas eu nem vou me atrever a fazer isso.
    Agora, os três homens na parte inferior parecem saídos de alguma carta de Tarô (ou mais de uma), mas em uma análise de 20 minutos não vai dar para fazer muita coisa.
    Sem contar com aquele bicho esquisito e verde que eu não faço a mínima idéia da onde foi tirado.

  9. Aldrey Menezes

    parece o castelo do Sandman
    @MDD – O castelo do Sandman é que parece com esta ilustraçao

  10. Normet\

    Pator Metallorum.
    “Sê diligente, pacífico, constante e piedoso, ora para que Deus possa dar-te ajuda. E se conseguires, nunca esqueças dos pobres. Então louvarás ao Senhor com a legião dos anjos, agora e sempre”.
    As lâminas dos SSDR+C são estudos fascinantes.

  11. Vinicius Lira

    Também imaginei a árvore da vida.. a coroa em cima já dá margem pra você pensar isso.

  12. Rodrigo

    É assim…
    – O homem que fica espertinho feito uma lebre começa a desconfiar que tem “algo a mais” do que os joguinhos que ele já domina nesse plano…
    – Então, ele sai em busca da sabedoria representada pelo velho, que lhe explica tudo, porém o homem não entende nada porque sua consciência ainda não está
    desenvolvida o suficiente. O velho sugere então, que ele a desenvolva, e a evolução da consciência é representada pela escalada da montanha, porque esse
    desenvolvimento demanda muito esforço.
    – A lebre decide subir
    – E essa busca é como um novo nascimento representado pela galinha chocando os ovos
    – Quando ele decide evoluir é atacado por todos os lados, ordalias…etc, representado pelo leão.
    – Se ele passar pelo leão já terá um certo conhecimento e pode escolher entre ficar em uma posição confortável dominando os bobinhos que não sabem de nada, ( como
    se fosse um urubu que tem asas, pode voar, mas vive de olho na carniça) ou continuar no caminho da evolução.
    – Se ele decide continuar se f… ops, evoluindo, ele é como o passarinho branco q voa mais alto…
    – Nessa hora é como se uma luz começasse a brotar nesse ser, representado pela arvore de sol
    – depois ele chega até o fim já conquistou uma certa sabedoria, tem a estabilidade de uma casa construída sobre as rochas…porém ele não sabe ainda que raios
    significa a arvore de estrela e a fabrica.
    Então a curiosidade é tanta que ele pede pra descer de novo para tentar aprender… e assim vai indo…

  13. A Lua e o Sol aparecem três vezes. Mas só a dupla material, no alto, está astronomicamente incorreta. O Sol não consegue iluminar (diretamente) o lado oposto da Lua.

  14. Felipe

    olá marcelo
    Bem, como vc diz; cada um no seu tempo, eu vou ainda com o relógio taurino – e por sinal em oitavas baixas, e por isso gostaria de saber se tem algum e-mail q poderiamos mandar algumas duvidas principalmente de posts antigos – claro, sem querer explorar muito ???
    Abração

  15. Val Valiant Thor

    Já tinha lido a muito tempo sobre o simbolismo rosacruciano. Pelo que eu já li anteriormente e por tudo que aprendi aqui, tentei interpretar a figura e gostaria muito que desse o seu parecer (se é que você assim pode fazer). Sei que aí está muitos dos segredos ocultos, para nós mesmos encontrar o caminho da Iniciação. Mas, acho que você pode sim dar uma ajuda ou, ao menos, nos orientar se estamos no caminho certo ou errado (eu sei que nós mesmos temos que descobrir isso, mas uma “mãozinha” sempre ajuda). Então vamos lá:
    Observei as polaridades que existem:
    *O coelho rápido e astuto – a galinha calma chocando o ovo.
    Pra mim representa a sexualidade e a fertilidade – Acredito representar Vênus.
    *O corvo negro – a águia branca.
    *Uma bacia/cuba de lavagem – uma destilaria.
    Purificação exterior – Purificação interior.
    *As árvores.
    A da esquerda não enexrgo “frutos”. Mas, como na da direita percebo 3 (seriam Sal, Mercúrio e Enxofre?) e a Árvore da Vida possu 10 frutos, a árvore da esquerda deve ser a árvore com 7 frutos. O 7 e o 3.
    Por serem 4 polaridades, acho que representam os 4 elementos alquímicos.
    —————————-
    Encontrei também 3 “guardiões” pelos quais temos que passar:
    *O Porteiro… passando por ele me tráz a idéia de entrar num “mundo obscuro” e, assim, tráz consigo o que é dito em V.I.T.R.I.O.L.
    *O Dragão – Ao sair da “escuridão”, nos deparamos com ele… teremos que passar por ele, seria a segunda fase da subida/escalada da montanha. Seria como entender a passagem pela “obscuro”. Vejo ligações com Binah… Seria Saturno?
    *O Leão – O terceiro guardião… esse acho que é o que mais está na cara. Seria Tipareth, a Beleza.
    ————–
    Bom… 4 elementos e 3 guardiões. Hmmmm… 4+3=7. O sete chakras. Temos que despertar dos 7 chakras para alcançar o topo da montanha Kether?
    1604 data a “abertura”/”redescoberta” do túmulo de Christian Rosenkreutz. Que por sinal, acho que é que está no topo da montanha e tráz consigo as informações necessárias para a chegada desde a base até ele. “As above, so below”.
    Por fim, acredito que as três pesoas representem nós mesmos. Olhando para montanha, cada um com um intuito diferente. Seriam os três estágios da nossa consciência? Corpo, mente (essência) e espírito?
    ————————————-
    Bom, espero que de um “feedback” sobre o que escrevi. Pelo menos pra não confundir os outros leitores caso esteja errado. Ou acrescentar para continuarmos aprendendo.
    Um abraço.

  16. Hounston

    Eu acho que esse velho tanto tah em malkuth como e yesod
    acho que essa divisão em quatro na figura representa os quatros mundos:assiah,yetzirah,briah e atziluth(acho que é isso XD) acho que os animais representam os tipos de seres que são comun nesse plano(elementais?)
    e legal que o leão(tiferet) também pisa na terra(malkuth) representando o começo de outra arvore da vida e esse padrão de repetição continua so prestar atenção o sol e a lua aparecem 3 vezes.

  17. livio

    As respostas parecem mesmo refletir os artigos do próprio sítio, até agora pelo menos.
    Os mais ilustrados e os já iniciados certamente apenas estão observando.
    O que não faltam são as imagens – a iconografia é tão rica que não vi ninguém comentando nada do algarismo 1604
    Repetições, temos duas: Dois coelhos (na mesma direção e em alturas diferentes) e dois sol e lua, tanto no céu como dentro da “tina” (agora vi os desenhos do Sol e da Lua nas paredes da torre, mais um símbolo que não estou familiarizado).
    Fora o corvo e o passaro branco, que são polaridades, assim como o coelho e a galinha, pelas posições iguais e orientações diferentes.
    Duas portas, com arcos sobre as passagens.
    As casinhas com chaminé, não consegui identificar.
    Duas “trincas”, de personagens humanos se dirigindo ao interior do monte, e as estrelas da árvore.
    O “velho” (sentado sobre uma forquilha?). o dragão (que lembrou o Sandman), o Leão. Personagens solitarios – guardiões? Quem é o Grifo e quem é o Pégaso?
    Uma árvore sobre a “tina”(parece ter algum fruto?), segurada por um barbudinho com um barrete.Outra oposta com as estrelinhas.
    No cume, o globo e sobre ele, a coroa. Obviamente, a meta.

  18. Marcos

    A Lua e o Sol aparecem três vezes. Mas só a dupla material, no alto, está astronomicamente incorreta. O Sol não consegue iluminar (diretamente) o lado oposto da Lua.²
    Exatamente por ela esta no firmamento.

  19. Marcos

    Só sei que a coroa da sabedoria universal está lá emcima =D

  20. Alessandro

    Salve Tio MDD!
    O número no inicio da imagem 1604, é a data da abertura do Tumulo de Christian Rosenkreutz. Que Cabalisticamente tb significa 11 – (Thelema).
    A Coroa na parte superior, pra mim parece que tem mais haver com o chakra coronário que com a coroa da Árvore da Vida que está representada à direita superior arvore com as tres estrelas no topo.. Kabbalah. A imagem está repleta de simbologia sobre astrologia, taro, Kabbalah e alquimia. Chama muito a atenção o simbolo alquimico no topo da montanha, VITRIOL, diretamente relacionado com o Leão Verde um dos Guardiões da Porta do Templo.
    Bem, a simbologia da Iniciação está toda ai representada, como um quebra-cabeça, cabe a nós Aspirantes, meditar nos símbolos e extrair a sua essência.

  21. Marchini

    Ponham o nome da figura no google e aparecera um site gringo dos Rosascruzes com uma certa explicação da imagem (inglês claro, mais pra quem entende um pouco e + um dicionario, ta facil de se ler).
    Legals 😉

  22. cleber

    1604, data interessante
    PP!

  23. Acauã Silva

    “Chama-se Pator Metallorum, bem conhecido do Filósofo que a sua frente da gruta da montanha está sentado, e é de fácil obtenção para qualquer um. Mas os sofistas, em seus trajes de sofisticação, batem sobre o muro para sondá-lo, e não reconhece o Pator (…) Diante do portão, encontra-se, em todo seu orgulho, um corajoso Leão, cujo o nobre sangue está preste a ser derramado pelo monstruoso Dragão, arremessado a profunda cova, dele surge um negro corvo, então chamado Ianua Artis, e deste vem a Aquila Alba”.
    – Simbolos Secretos dos Rosa+Cruzes dos séculos XVI e XVII.

  24. cleber

    Voce vai nos passar exercícios nesta ordem?

  25. Daniel

    Uma ilustração com vários paradoxos, cujo símbolismo “verdadeiro” poucos devem saber. Oque achei interessante, foi o duende na parede de tijolos da torre, o passáro de pedra sorridente e com um semblante responsável, segurando a árvore seca. E uma figura na parede da casa próximo ao topo da montanha, que pode ser outro duende, ou um rapaz com chapéu de perfil.
    Abraço.

  26. Israel

    Aquele forno saindo fumaça em baixo da arvore de 3 estrelas simboliza a alquimia.

  27. Val Valiant Thor

    Não vai comentar nenhum dos comentários?

  28. O dragão não é um espelho invertido do leão, assim como o corvo espelha o pássaro branco?
    Por falar em 1604: existe um texto desse ano sobre astronomia (nova de 1604 e luz secundária na Lua) assinado por Alimberto Mauri, que desde a época sabe-se ser um pseudônimo. Acredita-se ser Galileu. Nunca consegui o texto, e agradeço qualquer informação sobre ele. Obrigado.

  29. Cussa

    Val Valiant Thor: o MDD foi ao Rio no fim de semana para dar alguns cursos e fazer uma palestra. Assim, sendo, creio que ele deve ter mais de 100 comentários para aprovar, isso sem falar nas coisas do trabalho, das ordens que ele faz parte e o site… Ele provavelmente vai responder conforme for tendo tempo…

  30. Val Valiant Thor

    @Cussa
    Sei disso. Acompanho o trabalho dele.
    É que achava que ele pessoalmente que moderava os comentários. Ou seja, se liberados, foi porque (ao menos) ele leu.
    Agora já não sei!
    Se alguém além do MDD puder falar mais a respeito, também seria válido!
    @MDD – Apenas eu modero os comments daqui. Se apareceu, é porque li e aprovei. Se não comentei, normalmente é porque não tinha nada pra ser comentado.

  31. francisca voutat

    Obrigada pelo convite!!!

  32. Val Valiant Thor

    @MDD
    Sim… exatamente o que eu pensava. Por isso perguntei anteriormente:
    “Não vai comentar nenhum comentário?”

  33. Val Valiant Thor

    Desculpe, é só anseio pela informação. Culpa sua, que tem meus votos de adimiração e confiança no que diz…

  34. IRR

    Fiquei tentando lembrar que já tinha visto algo parecido, e só agora bateu; Mutus liber.

  35. IRR

    ps: É engraçado ver algo assim de um período de escuridão como foi o passado. É muito paradoxal ver esse tipo de coisa sendo ensinada e propagada (o bem da verdade é que é ensinado há muito mais tempo).
    E se você fizer um paralelo histórico entre aquele tempo e esse. Se percebe, com muita clareza até: o que estava escuro ganhou luz, mas ganhou tanta luz (se é que se pode chamar de luz), que ofuscou até o que estava claro, e que hoje se encontra tão escuro.. mas acredito que isso faz parte da dualidade da balança divina, a ascenção do que está escuro hoje também é perceptível. E quem sabe, logo… daqui a mais algumas centenas de gerações, elas não (finalmente) se equiparem.

  36. Felipe Metal

    A juba desse leão poderia ser um pouco mais dourada. Como o sol.

  37. Alguém tem alguma coisa a dizer sobre a cabala que está no altar da capela sistina (Michelângelo)?

  38. Herculano

    “How everything still turns to gold And if you listen very hard The tune will come to you at last When all are one and one is all, yeah!! To be a rock and not to roll!!!! Oh!!!!And she’s buying a stairway to heaven”
    sei lá..olhei lembrei…

  39. Ricardo

    Árvore da Vida…

Deixe uma resposta para TTT Cancelar resposta