Maçonaria responde às críticas

Desconsiderando as críticas absurdas, aquelas baseadas em crenças idiotas, frutos da ignorância e do fanatismo, ofensivas a qualquer indivíduo de inteligência mediana e um pouco de bom senso, dediquemos um pouco de nosso tempo a responder as demais críticas, relativas ao caráter político, econômico e social da Maçonaria:
1 – A Maçonaria é direitista.
R – A Maçonaria, pelo seu caráter universalista, não assume posição política e proíbe discussões político-partidárias em suas reuniões, mas sempre incentivando seus membros a terem e defenderem suas convicções políticas, em defesa da democracia e da soberania da pátria, atributos ligados à Liberdade, a qual faz parte da tríplice divisa maçônica. Por esse motivo, encontra-se nas fileiras maçônicas filiados e líderes em vários níveis de todas as vertentes políticas.
A Maçonaria, refletindo a sociedade em que está inserida, pode possuir maioria dos membros socialista em Cuba e capitalista nos EUA. E nem por isso a Grande Loja de Cuba ou qualquer Grande Loja Estadual dos EUA tem oficialmente uma ou outra posição, pois abrigam também membros de diferentes convicções políticas, econômicas e sociais.
2 – A Maçonaria é conservadora, tendo resistência em acompanhar os avanços da sociedade.
R – A Ordem Maçônica é instituição não-dogmática, e seu funcionamento é em “regime aberto”. Isso significa que a Maçonaria não possui dogmas que restringem seus membros em quaisquer questões, podendo eles militarem contra ou a favor qualquer questão que não restrinja a liberdade de si mesmo e do próximo. Os maçons não são monges e não vivem trancafiados nas Lojas Maçônicas. Eles vivem na sociedade e apenas frequentam as reuniões maçônicas durante algumas horas por semana ou quinzenalmente. Como instituição filosófica, espiritualista e humanista, a Maçonaria defende a livre e irrestrita busca da verdade. Há maçons conservadores e liberais, e aqueles que se submetem a qualquer dogma o fazem por suas convicções pessoais, e não pela Maçonaria. Novamente, refletindo a sociedade, numa comunidade mais conservadora pode haver mais maçons conservadores, assim como o contrário.
3 – A Maçonaria é machista.
R – Essa ideia de que a Maçonaria é machista é baseada no fato de que a Maçonaria Regular só aceita homens como membros. Para entender melhor essa questão, leia o artigo sobre as mulheres na Maçonaria.
4 – A Maçonaria é inimiga declarada da Igreja Católica.
R – Apesar de uma Ordem presente no mundo inteiro, a Maçonaria não possui um poder central internacional, pois cada Grande Loja no mundo, seja composta de 03 ou de 3.000 Lojas, é independente e soberana. Não existe um “Grão-Mestre Internacional”, nem mesmo um Conselho que possa falar em nome de toda a instituição. Por esse motivo, afirmar que a Maçonaria é a favor ou contra qualquer instituição religiosa é, no mínimo, calúnia. Por outro lado, a Igreja Católica já emitiu algumas bulas papais contrárias à Maçonaria, ameaçando penalidades aos católicos que ingressassem na Ordem. O que também não impediu que vários padres buscassem a Maçonaria e se tornassem maçons ao longo da história. Algo que acontece até os dias de hoje.
5 – A Maçonaria é uma espécie de pirâmide, que favorece financeiramente seus membros.
R – Então, por que diabos eu ainda sou pobre???
Ninguém ganha dinheiro com Maçonaria, mas posso garantir que se gasta muito com livros e taxas de manutenção de nossos templos, estruturas administrativas e projetos sociais.
6 – O maçom é obrigado a favorecer o outro em nome da fraternidade.
R – Sério? Então está na hora de eu cobrar alguns favores!!!
Sendo o maçom um homem que assumiu solenemente compromisso de busca e promoção da justiça em todos os momentos de sua vida, ele está moralmente impedido de favorecer quem quer que seja, independente se irmão maçom ou irmão de sangue. Se um maçom, num momento de fraqueza ou desencaminho, solicitar a outro algum tipo de favorecimento, este último tem a obrigação fraterna de recordar o primeiro dos preceitos maçônicos. O auxílio maçônico refere-se a situações de socorro em momentos de risco ou necessidade, e abrange não somente o maçom como sua família.
7 – A Maçonaria faz pouco pela sociedade.
R – Ao contrário do que alguém possa pensar, a Maçonaria não é uma OnG de ação social, um clube de serviço ou uma sociedade com fins filantrópicos. A Ordem Maçônica é uma espécie de escola, cujo objetivo é o desenvolvimento moral, intelectual e espiritual de seus membros. É através de seus membros vivendo e agindo segundo os princípios maçônicos e em defesa de seus ideais que a Maçonaria espera colaborar para uma humanidade mais feliz. Por esse motivo, a filantropia não é seu fim, mas apenas um de seus meios. Porém, o interessante a se observar é que, mesmo não sendo a sua natureza, a Maçonaria tem desenvolvido excelentes projetos sociais em todo o mundo. A diferença é que a Maçonaria costuma ser discreta, não fazendo publicidade de seus atos em prol do próximo.
8 – A Maçonaria faz parte da Nova Ordem Mundial, movimento que tem a intenção de governar o mundo, influenciando os governos a agir conforme seus interesses.
R – Se a Maçonaria, como explicado anteriormente, não possui uma representatividade internacional, como poderia participar de um “complô mundial”? Além disso, as únicas menções sobre essa tal “Nova Ordem Mundial” só são encontradas em sites de fanatismo religioso e em teorias conspiratórias sem qualquer indício aceitável.
Conclusão
Essas são apenas algumas das várias críticas sobre a sublime instituição, muitas delas heranças de campanhas difamatórias que a Ordem sofreu em outras épocas. A única culpa que a Maçonaria carrega é a de se basear no sigilo, enquanto é da natureza do ser humano recear o desconhecido, e divagar sobre ele.

Este post tem 49 comentários

  1. francisco

    Acho que a maçonaria deveria ser mais incisiva nas questões políticas e sociais aqui no Brasil, como já aconteceu.
    Há certamente uma parcela da maçonaria que contribui com os aspectos políticos e se engaja em debates e manifestações. Em outubro, por exemplo, teve uma manifestação maçônica em São Paulo, um grupo com cerca de 400 maçons que protestaram contra a corrupção.
    Uma vez o Marcelo ficou de publicar uma lista de maçons inseridos no atual quadro político brasileiro. Não sei no que deu.

  2. Phillipe

    Os Rosacruzes enfrentam praticamente o mesmo problema.
    Paz Profunda.
    Kennyo Ismail – Paz Profunda, Frater Phillipe.

  3. Mozart

    Parabéns, pela paciência em responder esse tipo de idiotice. Artigo muito bem feito mas infelizmente uma perda de tempo pois a turma que fala esse tipo de abobrinha é a mesma que acha que a Bíblia foi escrita por Deus.

    1. Ricardinhus

      criticas sem fundamentos podem ser consideradas idiotice. Dúvidas não.

    2. Fredd

      Caro Mozart, acredito que os ateus fundamentalistas e os religiosos fanáticos são farinha do mesmo saco, pois ambos não aceitam uma meio termo, nem outra versão da história. E só por curiosidade ao religiosos: judeus, cristãos e islãs, acreditam que a bíblia e inspirada e não escrita por Deus.
      Sou extremamente critico em relação as crenças religiosas propagadas pelas maiores igrejas do mundo, mas nem por isso acredito que estejam 100% erradas.
      Abra sua mente.
      T.’.F.’.A.’.

  4. Mozart

    Não perde tempo respondendo besteira, manda outro artigo como aquele explicando a origem do nome “Loja” muito bem escrito.

  5. Igor Alves

    Não to querendo ser Douchbag, mas como a maçonaria lida com alguem que está indo contra os preceitos da maçonaria, por exemplo, um politico corrupto?
    Kennyo Ismail – você se refere no caso do político ser um maçom ou não? Ele não sendo maçom, a Maçonaria não tem o que lidar, visto que não é objetivo da maçonaria militar politicamente. Ele sendo maçom e comprovado um desvio de conduta, ele passará por processo de exclusão.

  6. Daniel

    “A única culpa que a Maçonaria carrega é a de se basear no sigilo, enquanto é da natureza do ser humano recear o desconhecido, e divagar sobre ele.”
    De fato, essa deve ser a causa de 90% do preconceito que existe contra a Maçonaria, afinal, o sigilo instiga o ser humano nos mais obscuros devaneios.
    Artigo claro, direto e esclarecedor. Muito bom!
    TFA

  7. Parabéns, Kennyo
    é sempre bom salientar certos pontos, principalmente aos que falam mal da ordem, e infelizmente alguns na minha frente, sem ter a menor noção do seu verdadeiro papel e intenção.
    Abraços Ir.:

  8. Thiago Egito

    Caro Kennyo,
    me corrija se eu estiver errado, mas creio que a maioria das pessoas acreditam que os maçons sejam ricos, pois existe ou já existiu um número incrível de figuras ilustres dentro de Ordens Iniciáticas. Aqui, o que descrevo como “Ordens Iniciáticas” o povão entende exclusivamente como Maçonaria.
    Me afiliei a Ordem AMORC e acabei de receber o primeiro lote para os meus estudos, ou seja, comecei recentemente a estudar sobre Esoterismo e já consigo perceber claramente o quanto a maioria das pessoas parece preferir ser pessimista do que otimista em quaisquer coisas, logo se a Maçonaria possui algum sigilo é preferível acreditar pelo povão que este hábito carrega consigo coisas ruins, afinal… Quem vai acreditar que o sigilo ou o silêncio sejam importantes num mundo onde o povão prefere divulgar TODA a sua vida em redes sociais?
    Sincera e Fraternalmente, Frater Thiago Egito
    Kennyo Ismail – Frater Thiago, creio que é isso mesmo que acontece com boa parte dos, como você disse, “pessimistas”.

    1. Hanna

      Thiago Egito, olá.
      Eu só tou tentando entender o teu post.
      “Quem vai acreditar que o sigilo ou o silêncio sejam importantes num mundo onde o povão prefere divulgar TODA a sua vida em redes sociais?”
      Thiago, vamos supor que o Silêncio seja importante, mesmo “num mundo onde o povão prefere divulgar TODA a sua vida”…
      “Me afiliei a Ordem AMORC e acabei de receber o primeiro lote para os meus estudos, ou seja, comecei recentemente a estudar sobre Esoterismo e já consigo perceber claramente o quanto a maioria das pessoas parece preferir ser pessimista…”
      … Então agora eu vou ser pessimista, Thiago. rsrs
      Tudo bem sentir essa ansiedade inicial em se proclamar Frater. E a pressa de encontrar logo outro Frater. Mas reclamar da falta de discrição alheia e aí digitar na internet o nome da instituição e digitar que tu acabou de receber o primeiro lote, Thiago…
      E pra que tu não fique triste comigo, procura pelo comentário do HARLIS, onde ele correlaciona outra Instituição com Jesus Cristo. Vale a pena ler! É divertido! 😀

  9. Thiago

    Parabens Kennyo. Porém tenho uma dúvida com relação maçonaria. Conheço um maçon no meu trabalho e esta pessoa não tem uma vida digamos”seguindo a filosofia”. Vai em zonas, alcolatra, sem equilíbrio emocional, etc. Depois fiquei sabendo que seu pai era um grande maçon. Ou seja, ele esta lá por influencia do pai, mas leva uma vida não consoante com a filosofia. Como são tratados esses casos?
    um abraço.
    Kennyo Ismail – Thiago, primeiramente, obrigado pelo comentário. Provavelmente a Loja em que ele iniciou aprovou seu ingresso em confiança ao bom histórico de vida e de maçonaria do pai. E, sendo seu conhecido ainda maçom, creio que a Loja ainda não tomou conhecimento da postura inadequada do mesmo, ou já teria excluído ele de seus quadros. Tenho visto membros sendo excluídos por bem menos.

    1. Marcos

      Bom Thiago já tive meus problemas emocionais e de comportamento, mas como tudo na vida você aprende com o tempo e amadurece , tanto moral como espiritualmente.
      Mas quando você se torna um iniciado nos caminhos maçônicos, você por si só passa a se corrigir e questionar todas suas atitudes ,mesmo as do seu passado, da qual você não vai ter vergonha, mas vai ter tirado uma lição.
      Conheço alguns “boêmios” na ordem, mas esses acabam se afastando por si mesmo, sem nenhum tipo de processo de exclusão, pois os mesmos não se sentem bem dentro da estrutura da Loja (acabam sentindo tão mal, que ao invés de mudarem a si, mudam de meio), e isso até se reflete que na nossa sociedade temos vendo lojas ficando vazias com o passar do tempo.
      Hoje apesar de me sentir ainda muito jovem , não faço o que fazia antes ,mas nem por isso não deixo de cometer deslizes no caminho, pois estou longe de ser perfeito, o que mudou foi minha percepção dos meus erros, pois antes me recusava a aceitar-los , e agora procuro aprender com eles (tarefa difícil é esta do auto conhecimento)

  10. Antonio Rodrigues.'.

    Meu Ir.’. Kennyo…
    Parabens, sempre escrevendo muito bem, e exclarecendo ao mundo e tambem a alguns irmãos a verdadeira realidade sobre a maçonaria
    TFA

  11. Harlis

    A maçonaria foi a responsável pela execução de Jesus Cristo e vc me diz que não é contra a Igreja Católica? Se liga, vai aprender mais sobre o que é a verdadeira maçonaria e não essa que vc expõe como um clubinho com carteirinha de sócio.
    @MDD – Deixa ver se eu entendi… ” A Maçonaria foi a responsável pela execução de Jesus Cristo”… e como foi isso? com uma máquina do tempo?

    1. Felipe

      Quando eu penso que já vi de tudo me aparece uma dessas, aff…
      O mais engraçado é que essas pessoas ficam buscando na net informações sobre o que elas não querem saber…

      1. Leon

        Ha,tenho certeza que um dos objetivos do post foi atrair os paraquedistas malucos da net,pra mais um daqueles testes onde o MDD observa o comportamento da galera.
        Ate que ta demorando pra aparecer uma revoada de malucos.

    2. Roberto .'.

      Pilatos era irmão? Poxa, vou pedir para as potências maçônicas da época verificar essa informação…

  12. Fidelis

    Já trabalhei em uma empresa em que os donos eram maçons,
    e algo que ocorre, com certeza é favorecimento dos membros.
    Essa resposta ao item 6 é uma falaciosa.
    Todos os membros se tratam como irmãos, e, dessa maneira,
    favorecem sim os que seguem os mesmos preceitos.
    Kennyo Ismail – Fidelis, a Maçonaria que eu pratico, o MDD pratica e tantos outros praticam não aprova favorecimento de membros. Essa é uma premissa da Maçonaria Regular em todo o mundo. Mas é claro que nossa instituição é formada por seres humanos, os quais podem cometer erros. Mas não seria prudente julgar milhões de maçons e toda uma instituição pelos erros de alguns poucos. Eu posso falar da postura da Maçonaria em geral e da minha, mas não posso garantir pelos seus ex-chefes.

    1. Rafael

      Irmão Kennyo, este me parece ser um tema bem controverso, uma vez que os desvios morais dos maçons é um aspecto constante de crítica entre maçons e não-maçons. Acredito este ser um tema relevante uma vez que a instituição maçônica está alicerçada sobre princípios de ilibada moralidade.
      O que muitos maçons não entendem, é que a maçonaria não é um clube comum, onde os defeitos do mundo profano podem ser adaptados à roupagem maçônica, criando uma aberração de conduta, envergonhando tanto maçons, quanto não-maçons. E talvez o espírito de fraternidade se sobreponha aos princípios morais, permitindo tais desvios, e denegrindo a imagem da Ordem. Num outro extremo, a obediência cega a normas administrativas leva a alguns irmão perderem completamente o senso de humanidade, cometendo justiça legal, mas injustiças humanas.
      Eu acredito que cultivar os valores maçônicos num mundo atual tão enraizado na materialidade, traz estes desafios, que a maçonaria tem que estar preparada para combater, e para isto, passa por prestar muito a atenção aos cuidados de captação de candidatos.

  13. Fermi

    Ateus e agnósticos podem ser maçons?
    Kennyo Ismail – Fermi, a Maçonaria Regular tem como regra que seus membros acreditem num Ser Supremo.

  14. Gilberto

    Quando uma instituição tem razão e certeza de que aquilo que faz é correta, ela e seus membros falam de si.
    Quando uma instituição esta escondendo algo, pois sua conduta é imprópia, lamentável, corrupta ou malefica, ela e seus membros falam mau das outras, pois assim desviam a atenção e convencem seus seguidores daquilo que estão dizendo.
    ou seja, se sou bom, falo de mim, se não sou, falo mau de você, simples assim.
    O que mais pesa nesta balança é a ignorância de um povo sem cultura, sem educação e sem vontade de conhecer as verdades da vida, como no caso do comentarista Harlis, por exemplo.
    Um grande abraço

  15. Pedro Maron

    “Além disso, as únicas menções sobre essa tal “Nova Ordem Mundial” só são encontradas em sites de fanatismo religioso e em teorias conspiratórias sem qualquer indício aceitável.”
    O autor não poderia estar mais equivocado.
    Ou demonstra desconhecimento ou DESinformação proposital.
    Segue 02 links onde o termo “NOVA ORDEM MUNDIAL”(new world order) é usado pela ONU. (em seu site oficial, e nada de conspiração ou fanatismo religioso)
    http://www.un.org/rights/dpi1627e.htm
    http://www.un.org/depts/dhl/reform.htm
    Logo abaixo temos uma matéria de 2008 do jornal The Independent…
    http://www.independent.co.uk/news/world/politics/transformed-un-proposed-to-create-new-world-order-771416.html
    Sem contar os inumeros discursos presidenciais
    http://www.youtube.com/watch?v=RWb2ACNDHPE (Lula)
    http://www.youtube.com/watch?v=7a9Syi12RJo (George Bush Senior)
    http://video.google.com/videoplay?docid=8259800846851144110 (idem)
    http://www.youtube.com/watch?v=hHJkS-bAJv8&feature=related (Obama)
    Fora o (um dos) livro do H. G. Wells, Nova Ordem Mundial (1940)
    http://en.wikipedia.org/wiki/The_New_World_Order_%28Wells%29
    Agora, só para citar a Maçonaria… o autor conhece Manly P. Hall?
    Já leu a sua obra?
    Aqui segue um link, só um dos vários, onde ele clara e verbalmente expressa os interesses e objetivos da Maçonaria para atingir a nova ordem mundial:
    http://www.amazon.com/Secret-Destiny-America-Manly-Hall/dp/089314388X
    Aqui eu citei “essa tal Nova Ordem Mundial” sem nenhuma vez linkar para sites de fanatismo religioso. Muito pelo contrário, linkei sites do “Orgão de Governancia Mundial”, de jornais, livros de um famoso mestre maçom.
    Se o objetivo dessa publicação era DESinformar o publico, parabéns. Mas,
    se o objetivo era entrevistar alguem que se diz ‘entendido’ da Maçonaria, não obteve sucesso.
    Agora, eu quero ver o autor responder o meu comentário sem mais DESinformações. Vide que mantive o nivel da conversa sem acusações de conspiração e/ou calunias e informações sem base.
    Kennyo Ismail – Pedro, essas são as maiores idiotices que eu li nos últimos tempos. Se isso não é ignorância e fanatismo, eu não saberia dizer o que seria. Obrigado por dar o exemplo do tipo de gente que crê na “Nova Ordem Mundial” e de que a Maçonaria faz parte dela. Ah, do video do Lula eu tô rindo até agora! Que fórmula divertida: você pega um trecho dum discurso em que diz “uma nova governança mundial”, tira totalmente do contexto e diz que é citar “A Nova Ordem Mundial”. E o mesmo pro Bush e Obama. Essas foram ótimas! E o melhor, estão em vários sites fanáticos!
    Obrigado por comprovar a afirmação do texto.

  16. caetano

    para alguém ser chamado a maçonaria é nesseçario acreditar em alguma entidade superior ou ateus e etc… tbm podem ser convocados?
    Kennyo Ismail – Necessita crer num Ser Supremo.

    1. Nelson Junior

      Muito bom o artigoe agradeço , mas ficou uma dúvida em relação a crença num ser supremo ou divino para ser iniciado na Ordem.Mas e no Rito Moderno , não pode ser praticado por um ateu?
      Ficou a dúvida, por causa dos boatos.

  17. francisco

    Qual a relação de “nova ordem mundial” com a maçonaria nestas publicações?
    Podemos perfeitamente inserir o termo nova ordem mundial em qualquer âmbito social, e não há uma relação direta com a maçonaria.
    Se procurarmos na história, verdadeiramente iremos encontrar uma ligação direta com os Illuminatis, uma ordem outrora extremamente influente na humanidade.
    Se filtrarmos ainda mais, podemos ver que, tanto Weishaupt quanto von Knigge (os fundadores da ordem) eram maçons, mas criaram sua própria ordem.
    Aí caíremos no que o Ismail já disse, não seria prudente julgar uma instituição pelos erros de alguns poucos.

  18. Fellipe

    Acredito que o que as pessoas não conseguem diferenciar é a instituição maçonaria, dos membros que a compõe.
    A maçonaria tem muitos ensinamentos, cabe aos lá iniciados seguir! maçom de verdade é aquele que segue os ensinamentos que a ordem oferece. Porém, como tem alguns iniciados que participam apenas a título de status, acabam estragando a moral e o que a ordem tem para oferecer ao mundo

  19. Muzamba

    O Pedro Maron tentou legitimar a veracidade da “Nova Ordem Mundial” postando links da ONU. Mas nem precisava fazer isso.
    Qualquer um com um discernimento razoável de geo-política sabe que as “Ordens Mundiais”, ou “Ordens Regionais” são uma constante na história humana.
    Antes da Nova Ordem proclamada pelo líderes do neoliberalismo (Reagan, Thatcher), existia a Ordem da Guerra Fria, e assim por diante.
    Divulgar que está sendo montada uma “Nova Ordem Mundial” é chover no molhado.
    Agora, se essa nova ordem vai ter chip subcutâneo ou não, aí depende da consciência das pessoas.

  20. Luis Carlos

    Parabéns Ir.’. Kennyo pelo blog, realmete é so olhar para seus olhos e ver a grande e bela alma que vc tem. que o GADU te ilumine cada vez mais.TFA

  21. Arthur

    Não acho que ofender às pessoas que não fazem parte da maçonaria por ignorantes faça de vocês, pessoas muito melhores. Até porque, mesmo que estejam dentro da maçonaria, isso não significa que saibam dos verdadeiros intuitos daqueles que são seus superiores (ou mais antigos) la dentro. Até porque, se fosse algo realmente útil para a sociedade, e se os maçons fossem pessoas íntegras, o assunto tratado nessas reuniões não seria tão fielmente mantido em segredo. Não tem nenhum motivo, nem argumento para essa revolta contra os `não maçons`.
    Kennyo Ismail – Arthur, não sei de onde você tirou essa loucura. O maçom não nasce maçom, ele é iniciado. Então, logicamente, todos os maçons um dia não eram maçons. E, mesmo sendo maçons, suas esposas não são maçons, seus pais, amigos, parentes, filhos não são maçons. Então esse julgamento seu de que temos uma “revolta contra os não maçons” só existe na sua cabeça. Outra coisa é esse raciocínio de que os assuntos das reuniões são errados, e por isso são mantidos em segredo é, no mínimo, idiotice. Os assuntos são mantidos em segredo por uma questão racional de mantê-los distantes dos ímpios, que podem fazer esse tipo de interpretação que você fez hoje.

    1. Bernardo Macedo

      Tiro a minha boina para a sábia colocação de Kennyo Ismail, Arthur é exatamente por esse tipo de comentário como o seu e por essa linha de pensamento como a sua que a maçonaria esconde alguns assuntos tratados internamente na mesma, não sou maçon (apesar de ter extrema vontade de me filiar à ordem), sou apenas um estudioso, e acredito ter propriedade o suficiente com o pouco que sei sobre a ordem mesmo não pertencendo dela que você NÃO SABE O QUE DIZ, sendo assim de coração e visando o seu crescimento intelectual te aconselho ESTUDAR mais, te garanto que só lhe fará bem!!!!

  22. Marcos

    A maçonaria deveria abrir um debate aos não-maçons sobre ela própria, e até pra desmistificar muito o que se pensa dela.
    Não dá pra viver como na Inquisição, os segredos da maçonaria já não estão pautadas em “como” eles são, mas sim “por que” eles ainda são. Não há mais motivo algum para tentar ocultar suas atividades, não faz mais sentido. A menos que exista algo que não possa em hipótese alguma ser revelado…
    Nisso, os maçons podem concluir que é perfeitamente compreensível que os não-maçons comecem a especular o que, de fato, pode estar por trás desta instituição…
    Kennyo Ismail – Marcos, o que você disse está correto, e a Maçonaria fez isso. Ela não é mais secreta como antes, sendo agora apenas “discreta”. Os templos possuem fachadas e placas indicativas que ali há uma Loja Maçônica, possuem sites na internet, os maçons utilizam adesivos no carro, e extensa literatura é comercializada nas livrarias. Isso sem contar nos eventos públicos e nas instituições juvenis patrocinadas pela Maçonaria e que funcionam dentro dos templos maçônicos. Não há o que esconder.

  23. Andre

    Como alguem entra pra maçonaria sem ajuda nenhuma? só ir a um templo deles consegue entrar?
    Kennyo Ismail – Não. O ingresso é dado por meio de convite, seguido de apresentação de documentação e longa sindicância de vida pregressa.

    1. Vinícius Pedro

      ouvi falar que a sindicância dura em torno de um ano. para que tanto tempo assim? isso é para afastar qualquer candidato que não esteja empenhado a entrar? o que procuram saber do candidato na sindicância?
      Kennyo Ismail – Esse tempo de sindicância varia de Loja para Loja, sendo uma média entre 6 meses e 01 ano, mas há casos em que se demora mais de 01 ano. Depende muito se o candidato morava em outra(s) cidade(s) nos anos anteriores e também do ritmo dos trabalhos da comissão de sindicância. Mas a demora é pelo processo, e não para testar o interesse do candidato ou algo parecido. No processo, que inclui a juntada de vasta documentação, entrevistas, etc, procura-se verificar se o candidato possui o perfil esperado e confirmar sua moral ilibada.

    2. Rudy Dennis

      até por que a mente da grande massa já está severamente doutrinada não é?

  24. Henrique

    hehe, o povo pensa que nas lojas so há pessoas ”demoniacas” por causa do fanatismo e teoria da consp. não sou iniciado porem sei respeitar a a decisão que cada um toma na sua vida…
    porem obviamente que há maçons ligados a Nwo e thelema, como ha padres pedofilos e por ai vai….
    @MDD – É muito engraçado quando aparece alguem pra “esclarecer” alguma coisa e logo em seguida faz um comentário mais desinformado ainda…

    1. Henrique

      não generalizei, e não é por erros de alguns que vou acreditar q todos são assim….crowley foi maçon, grao mestre, e nem por isso acho q todos seguem sua doutrina…. berlusconi so apronta nas suas festinhas…e nem por isso acho q todos os maçons seguem o estilo dele…não estou falando da sociedade em geral…to falando de poucos que acabam dando esses ”maus olhares” dos leigos q gostam de conspiração…
      Kennyo Ismail – Henrique, Crowley foi um maçom irregular que por inúmeras vezes implorou formalmente por sua regularização junto a Grande Loja Unida da Inglaterra, mas sempre foi negado. Nunca exerceu o cargo de Grão-Mestre, nem mesmo de alguma Obediência Irregular, apesar de várias Obediências Irregulares terem dado a ele inúmeros títulos e insígnias que ele mesmo assumia não lembrar os títulos, não usá-las, e não saber o conteúdo e modos de reconhecimento referente a elas. E Berlusconi definitivamente não é maçom. E 99% dos leigos que falam contra a Maçonaria não sabem quem foi Crowley e não sabem o que é P2.

  25. Profano

    Ouvi dizer, e aqui é o ambiente ideal para esclarecer, que a Maçonaria não tinha, a princípio, propósito de filantropia, que inclusive foi através de uma perseguição, da época da anti-maçonaria nos Estados Unidos, é que a ordem começou efetivamente com a ajuda filantrópica. Kennyo, você poderia confirmar isto, ou é apenas boato?
    Kennyo Ismail – Excelente questão. O objetivo institucional da Maçonaria, diferente de outras instituições, não é filantrópico. Porém, para se alcançar o objetivo institucional da Maçonaria, um dos caminhos é a filantropia. Em outras palavras, filantropia não é o fim, mas é um meio. Prova disso é que o lema maçônico é “Fraternidade, Caridade (Alívio, Socorro) e Verdade”. O objetivo institucional maçônico é o desenvolvimento moral, intelectual e espiritual dos seus membros para que eles colaborem com a busca da felicidade da humanidade. A caridade faz parte do desenvolvimento moral e espiritual, assim como é uma ferramenta de proporção da felicidade.

  26. Bernardo Macedo

    Sou um simpatizante da ordem e tenho extremo interesse em me filiar a esta, porém ainda tenho algumas dúvidas sobre tal, uma delas é: A ordem tem como exigência algum nível social da pessoa como por exemplo, que seja um engenheiro, um médico, um professor ou tenha determinada renda salarial? Pois tenho vários maçons na família, mas sempre tive o receio de pedir para que me iniciem na ordem por achar que devo ter algum nível ou algum pré requisito que os mesmos estão esperando para ver se eu conquisto.
    @MDD – Precisar não precisa, mas você tem de ter condições de arcar com os valores de mensalidades, eventos, iniciações, etc.

  27. guigo

    meu caro @MDD, li um tempo atras the lost symbol, e fiquei fascinado com o cartesianismo de langdon e sobre como ele interpreta e fala de modo claro sobre a maçonaria, gostariade saber se é verdadeira a posição de dan brown perante a maçonaria e se é verdade os ritos de passagem de grau na maçonaria colocados nele…
    att guigo

  28. soares

    Encontrei esse artigo por acaso e achei curiosos os comentários a favor e contra a maçonaria. Só não acho legal que o autor deprecie e até mesmo ridicularize seus críticos. Parece uma atitude meio facista. Quanto a maçonaria, me parece que falta transparência para com a sociedade. Li sobre dez juizes que fazem uns dois anos, desviaram dinheiro público para essa ordem. Me parece que foi em Goiás. O Arruda aquele governador corrupto de Brasilia, também foi acusado de favorecer financeiramente a maçonaria. Sei lá, não tenho uma boa impressão disso tudo. Parece sociedade secreta e coisas desse tipo servem para formar panelinhas. Enfim, não tenho opinião formada, apenas leio umas noticias e não quero pré julgar. De qualquer forma um abraço á todos vocês maçons.

  29. Luís

    Muito interessante o texto, parabéns! Bom uma coisa mencionada no texto foi o fato de ser uma entidade na qual um dos focos é a estruturação espiritual dos membros. Devido a isso, devo considerar a maçonaria como uma religião*. Segundo se sim, há algum vínculo com o Cristianismo*
    *o ponto de interrogação do meu computador não funciona.

  30. Marcos

    Li seu texto, bastante eloquente. Me diz se ao filiar-se a pessoa faz um voto de sangue de morte ou seja uma espécie de pacto, que não o permite sair ou revelar ritos e acontecimentos ocultos/ sigilosos da maçonaria. Isso é fato?

  31. Moisés

    MDD, qual a posição da Maçonaria sobre a diversidade sexual? Homens gays ou bissexuais podem ser maçons regulares, ou isso é considerado um desvio de conduta?
    @MDD – Não existe uma “posição oficial” da maçonaria em relação a NENHUM tema polêmico. Uma das maiores belezas e poderes da maçonaria vem JUSTAMENTE de sua diversidade enorme de pensamento. Dentro da maçonaria há maçons que defendem a liberação das drogas, há os que são veemente contra; há os que defendem apaixonadamente o direito de escolha da mulher em relação ao aborto, há os que condenam enfaticamente. Há os que apoiam incondicionalmente todo tipo de liberdade civil, há os mais caretas e tradicionalistas. E ha criaturas toscas e retrógradas também nestas questões culturais dentro da maçonaria. Pertencer a uma ordem iniciática não torna ninguém melhor se a pessoa não quer melhorar, infelizmente.
    A resposta honesta para sua questão é “depende da loja que você pergunta”. Já vi lojas com gays/bissexuais sem problema algum, já vi lojas que apoiam o Bolsonaro.

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta