He-Man e a Kabbalah

he-man-kabbalah

Homenagem do Teoria da Conspiração ao Dia das Crianças. He-Man na Árvore da Vida. Confesso que, quando me pediram para fazer pela primeira vez eu não dei muita bola, até que um leitor me falou que a águia que a feiticeira se transforma chama-se Zoar (Zohar?)… Águia como referência a Tiferet, que guia o Principe para se tornar “algo maior” (seu S.A.G.), Feiticeira é a mentora (“mãe”) tanto de He-Man quanto de She-ra… Orko era um dos maiores magos em seu mundo natal, Trolla, mas que ao descer para ajudar os reis perde suas capacidades (o Mito Mercuriano de Prometeus), existe um “mentor” que é pai da Teela (par emocional do Herói), tem uma fera que acompanha o herói tiferetiano… muitas “coincidencias” para serem só coincidencias… e o resultado está aqui. He-Man é montado em cima da árvore da Vida sim, quem o idealizou sabia o que estava fazendo.

Este post tem 22 comentários

  1. Marcio

    He-Man é um desenho iniciático. Feiticeira que se transforma em águia, que simboliza a consciência. Adam que que recebeu a espada dentro de uma caverna (o subconsciente). E o famoso “Pelos poderes de Greyskull (Kether)”.

    Eu só não recordo sobre o Esqueleto. Era verdade que ele tinha uma espada igual a do He-Man escondida no fundo de sua torre?

    1. Andrew Ptah

      Realmente algo de se Impressionar! Em suas Qualidades de Tipheret podemos Correlacionar até Mesmo o Heman com Oxalá (claro que de forma a Expressar as Características da Esfera,não estou querendo Profanar) não acha PH Alves? Aliás faz tempo que não te vejo Aqui no TDC, um Salva com Muito axé a você!

  2. Emídio Pilato

    Sabia! Aquela Cruz de Malta no coletinho nunca me enganou!

  3. Gabriel

    Engraçado, já havia tentado fazer algo parecido há alguns anos, mas correlacionei errado… kkk… Tinha pensado em He-Man como Geburah e a She-Ra como Gedulah, pelas frases de transformação (um tem o lema pela força e a outra pela Honra de Grayskull), mas ambos são realmente Tiferet para Adan e Adora…rs. Muito boa sua correlação, o encaixe ficou perfeito. Sinal que tenho que estudar mais…

  4. Adilson

    Fantástico!!! Mas, na minha concepção, a Feiticeira ficaria em Yesod (ela fica dentro do Castelo de Greyskull, podendo fazer um paralelo à Sacerdotiza ou uma mestra que guia o iniciado), o Gato-Guerreiro em Netzach (pelo amor e companheirismo que ele tem pelo He-Man), a Teela em Gebura (digo isso pelo equilibrio que se deve alcançar entre as esferas de Geburah e Chesed, e Teela e o Mentor demonstram isso).

    De certo modo faz sentido MDD?

    Abraços! Paz e Luz!

  5. amy r

    Amei! He-man era meu café da manhã todos os dias quando criança. Muito bom o post e melhor ainda poder associar mais uma obra à Kabbalah, depois de Harry Potter, Star Wars. Valeu por levar o tempo fazendo isso 😀

  6. Rodrigo

    Hum…legal, tem jeito de fazer do caverna do dragão

  7. Bruno Cobbi

    Quando eu vi esse video que o PH indicou, ensaiei minha interpretação de uma árvore usando apenas os personagens:

    Malkuth: Príncipe Adam & Pacato, a potencialidade do adepto

    Yesod: A Espada de Greyskull e o véu entre o mundano e o possível

    Hod: Gorpo & Mentor, o mago e o cientista, companheiros, amigos e portadores dos segredos.

    Netzach: Teela, a parceira, rival e companheira. Inocente dos segredos. A fêmea sagrada.

    Tiferet: He-Man, o ápice da potencialidade de Malkuth.

    Geburah: O Gato Guerreiro, o veículo através do qual o iniciado atinge seus objetivos com mais eficácia.

    Chessed: Rei Randor, o dono do palácio e vigilante do reino.

    Daath: O Esqueleto, o adversário, o obstáculo, a contrapartida para o além.

    Binah: A Feiticeira, e aquela que direciona, instrui e conduz. Sem ela não há possível.

    Chokmah: Etérnia, o mundo e a matéria do que é feita toda a possibilidade.

    Kether: Greyskull e o relâmpago que transforma o iniciado no guardião.

  8. moscavich

    Sem contar a cruz de malta no peito do heman.
    Mas e o pacato, entra aonde na história? XD

  9. D.E.G

    É possível achar correlações com a árvore mesmo quando a pessoa que idealiza uma obra a faz SEM QUERER colocar referências cabalísticas? Por mim, acho muito difícil; se há as tais “coincidências”, realmente quem fez sabia o que estava fazendo.

    @MDD – Quando é “sem querer” a gente percebe que há elementos, mas ficam buracos na árvore ou personagens que preenchem dois, três ou quatro energias dentro da jornada do herói… mas quando é de propósito, geralmente o autor coloca mais de uma “pista” para indicar que sabia o que estava fazendo 😉

    1. D'Artagnan

      E algumas vezes o “sem-querer” é só o astral se manifestando sem que o autor perceba (acho que as referências no primeiro Matrix surgiram assim, vide o que aconteceu com as continuações)

  10. yoe lenon

    Legal que o nome do Principe era Adam (ADÃO) e o castelo de Grey Skull(KADMON) e a afirmação “Eu tenho a Força!”

  11. Jeff

    Isso me lembrou de um texto de um projetor, que li há muito tempo atrás, e tinha a ver com relações que ele fazia sobre filmes e desenhos serem “inspirados” aos diretores/autores como já sabemos, enfim, esse projetor relata que em uma de suas viagens (não lembro o contexto) deu de cara com uma entidade que descreveu como o He-Man em pessoa.

  12. Gu

    A mim pareceu que em Malkut deveria estar o princípe Adam.

    @MDD – Poderia sim. Todos os habitantes de Ethernia (em teoria, não despertos) também estariam em malkuth. O príncipe, sem seu SAG, estaria manifestado em ethernia também. Muito bom.

  13. salter

    E a Caverna do Dragão também?

  14. Rafael

    Por que o Orko é Hod?

    @MDD – pela descrição do desenho, ele era um grande mago em seu mundo natal, capaz de realizar perfeitamente qualquer magia, mas quando foi para ethernia ficou todo embaralhado e teve de retomar uma busca pelo conhecimento que possuía. É o arquétipo de queda de Prometheus/Lucifer.

  15. uilian

    O legal dessa visão cabalista é que o inimigo não é quem nos impede de alcançar o nosso objetivo. E sim alguém que desperta nossas potencialidades e nos faz ser quem nós somos. Sem esqueleto não tem He Man. Seria apenas Adão no paraíso.

  16. Nayara Stelmach

    E como diria Crowley no livro das mentiras:
    “He é a letra de Áries, um signo de Marte”, ótimo nome para um guerreiro.

Deixe uma resposta