Experiências da Segunda Semana

Vou deixar este Post aberto para que vocês possam mandar os comentários sobre a Segunda Semana do Sefirat ha Omer. Depois de dez dias meditando, muitos já desistiram ou foram desistidos (é normal, não precisa ficar triste… se fosse fácil completar os 49 dias, não seria chamado de exercício magístico).
Abrirei um post por semana, assim fica mais organizado.

Este post tem 102 comentários

  1. Croco

    Opa opa!

    Estou aqui firme e forte, fazendo os exercicios.
    Como sempre, ontem deu problema no site e achei que não ia conseguir acessar… Tive que buscar em mil lugares diferentes para acessar os exercicios. Agora to prevenido e já peguei .pdf de todos os dias.

    A sincronicidade está frequente, estou me sentindo muito bem também. Esse Omer está se mostrando bastante benefico para mim.

    Força pessoal. 🙂

  2. Caio

    Realmente acho que algo esta errado, mas continuo meditando e fazendo os exercicios…

  3. Carlos

    Abri mão do Sephirat ha Omer ontem.

    Optei por isso pois não conseguir sentir nada, não ter certeza se estava fazendo o procedimento certo e não ter muita paciência para meditar, além de sempre fazê-lo com muito sono.

    Além disso, optei depois de sessão com minha psicanalista, pois percebi que existiam questões mais urgentes, principalmente sobre disciplina, que eu precisava resolver comigo mesmo.

    Desejo sucesso aos que continuam.

    Abraços!

    1. Anarcoplayba

      Carlos, sem querer levantar qualquer discussão a esse respeito, eu acho que as pessoas estão indo numa onda meio errada em diversos aspectos:

      1) “Não consegui sentir nada”: Cara, isso não é problema nenhum. Não vai cair um anjo na sua frente e te entragar uma espada flamejante. Você não vai começar a ler pensamentos. Você não vai começar a invocar demônios e controlar o tempo. PODE ser que aconteçam fenômenos, e pode ser que não aconteçam.

      Desculpas por te pegar pra “exemplo”, mas eu tenho acompanhado no próprio Mayhem que o Sefirath Ha Omer tá parecendo mais o Carnaval dos Magistas: antes do carnaval sempre rola uma ansiedade entre os profanos de “vai pra onde”, “tem mulher lá?”, “Vai com quem?”.

      No S.H.O. tá parecendo a mesma coisa: as pessoas estão procurando no S.H.O. um monte de coisa, MENOS o S.H.O.

      2) Olha a ironia: você percebeu ontem que tem problema com disciplina, por isso desistiu do S.H.O. no dia da Disciplina sobre Disciplina. Ao que vem a pergunta: Analise o aspecto de disciplina na sua disciplina.

      3) Mesmo sem nenhum efeito “concreto” esse período de meditação e relaxamento faz muito bem pro seu corpo físico mesmo… não é tempo perdido (até o seu sono é melhor).

      Por favor: não estou querendo dizer que você está errado. Eu “Perdi” o S.H.O. do ano passado no mesmo dia que vc: Guevurah Shebe Guevurah e passei o resto do ano inteiro refletindo sobre isso, o que mudou muito a minha vida.

      Apenas usei o seu gancho para apontar um fato que eu, pessoalmente, considero problemático.

      Abraços, cara.

    2. Nina

      Espero.. vc desistiu algo que implica em disciplina porque vc precisa trabalhar a disciplina??

      Psicanalistas e sua lógica estranha.

    3. Nina T.

      Espere… vc desistiu algo que implica em disciplina porque vc precisa trabalhar a disciplina??

      Psicanalistas e sua lógica estranha.

    4. Acauã

      Quer maior disciplina que fazer 49 dias de meditação?

  4. Well

    Para mim o maior benefício é mesmo o autoconhecimento. Reservar uns minutos do dia para pensar sobre quem sou, por que sou e o que devo ser está me fazendo um bem danado.
    Confesso que no primeiro dia da primeira semana, após o relaxamento e o inicio da meditação sobre o tema, chorei muito, soluçando inclusive, como a muito tempo não choro. Mesmo após o termino da meditação, continuei chorando. Mas isto só foi no primeiro dia. Já nesta segunda semana sinto uma pressão na parte interna da testa, entre os olhos. E isto continua por um tempo.
    Uma pergunta boba (talvez nem tanto). Qual a relação entre as cores das esferas mais seus respectios atributos, e a pessoa? Pergunto isto porque o azul e o vermelho são minhas cores favoritas.

  5. Olha, realmente é difícil manter a disciplina necessária para cumprir tudo em ordem, mas, depois de 10 dias meditando, sim, as vezes bate a preguiça, mas a vontade de vencer e maior, afinal, como diz o livro “Sucesso é a tua prova!”.

    Devo frisar, que, apesar de não ter certeza de estar fazendo certo, pois é a primeira vez, percebo que a contagem provoca mudanças interiores realmente interessantes.

    É isso… Abraços a todos!

    M.´.

  6. Rodrigo Aleixo

    Eu acho que perdi a sincronia… Falhei com os exercícios, (não com a meditação noturna) em Chesed shebe Geburah, e embora tenha conseguido ficar parte do dia sem criticar ninguém, à noite “chutei o balde”… Devo ter sido testado ao extremo pela egrégora do status quo e acabei discutindo com a diretora pedagógica de onde trabalho por termos pontos de vista diferentes na forma de agir em ambiente de trabalho… Resumindo, ficamos chateados um com o outro, por causa das críticas que acabaram surgindo. Fiz isso consciente de que estava falhando com o exercício proposto e me senti muito mal depois, me sentia hipócrita, incapaz de obedecer à mim mesmo… Já de noite, fiz a meditação de Geburah shebe Geburah sem quase sentir a sincronicidade de antes… Estava me sentindo triste, cabisbaixo e indigno de continuar… Ainda assim fui adiante e meditei sobre o tema proposto, mas acho que falhei. Estou “down”. Hoje ainda não fiz o relatório.

  7. Leandro

    Firme e forte também!!!

    Ontem o site apresentou problemas, ainda bem que no fim de semana eu salvei tudo no meu PC e também em um HD externo…

    E os sonhos especiais de Terça Feira continuam firmes também….semana passada foi o sonho do trem (terra), essa semana, chuveiros com vazamento, era ÁGUA pra todo lado, mas foi divertido. Uma sensação boa de lavar a alma…e a casa!!

  8. coergido

    sem ter motivo pra estar cansado, bem alimentado, 2 horas e meia antes do normal me deitar, e em 30 segundos desmaiar… meia hora depois acordo esgotadíssimo… só consigo fazer a conexao, meditar nem 5min na árvore com a cor e no assunto proposto e desmaiar…
    foda são os sonhos malucos…seeeeeeeempre, toda noite é inacreditável…. hoje por incrível que pareça até de vício abandonado a tempos(marvada).

  9. Eu tenho a sensação de que nos primeiros dias estava mais nítida a sincronicidade e esta noite até deu a sensação de que não estava tendo efeito nenhum (cheguei até a me desconcentrar bastante).

  10. ricardo

    essa semana ta pessada
    os exercecios ou são coisas que tenho costume de fazer (como a lista do dia) ou sao coisas complicadas que mesmo com cuidado redobrado, falho por agir impulsivamente (que nem a do primeiro dia).As meditações tem se mostrados relativamentes mais faceis.
    Porem, a sincronicidade foi mal comigo. Desde que começou a segunda semana do omer, so tem vindo problemas e mais problemas, onde é bem dificil para mim nao agir por impulso. Mas foram boas, percebi que minhas ações reativas sao muito severa e rigidas.
    Mas uma coisa eu te falo. essa semana tem sido pesada =/
    abraço a todos

  11. Laryssa Martins

    Nenhum outro exercício de autoconhecimento me deixou tão perplexa com quem sou. E olha que sempre me achei bem legal, rs…
    Tenho tido insights incríveis, mas não é fácil estar presente o tempo todo, monitorando seus sentidos e pensamentos.
    Percebi que eles são até bem organizados, apenas se parecem pensamentos desordenados. Não acontecem contra minha vontade consciente, mas são uma manifestação de algo que eu sou.
    Enfim, agora estou presente e pronta para me ver, aos poucos, senão enlouqueço, rs. A meditação tem sido mais baseada na reflexão mesmo, sem visualizações complexas ou rituais. Acredito que para uma primeira vez, tudo bem né!!!
    Luz e cores para todos.. e vamo q vamo….

  12. Gabriel

    Estou conseguindo fazer regularmente e no mesmo horário, mas sem a vela. Mas infelizmente não consegui uma sensação tão boa quanto a do primeiro dia, isso me deixou um pouco chateado.

    Esperava ter mais insights mas parece que minha mente trava na hora da meditação, e não consigo ser tão dicertativo quanto no primeiro dia.

    Notei que na primeira semana tive mais fome que o normal, e nessa segunda semana tenho tido mais irritação que o normal.

    Vou acender uma vela essa noite para fazer o exercício, espero que melhore. Mas não falhei nenhum dia, e tenho utilizado os textos da wiki e da escola de Kabbalah para fazer as reflexões.

  13. Guilherme~

    Fiquei chateado, depois de uma prova ferrada de Econometria, meu corpo não aguentou mais nada… Acordei 5h45, mas o sol já tava aparecendo 🙁
    Vou continuar no modo treinee pra me acostumar!

    Um abraço e Força pra todos! 😀

  14. Carlos

    Só quero compartilhar minha felicidade. Essa é a primeira vez que participo da contagem do Omer Já frequento o site há algum tempo, mas nunca tinha resolvido fazer esse exercício. E agora a experiência está sendo reveladora.

    Passar Chesed, em partes foi fácil, percebi muitas fraquezas na minha relação com essa sefira. Tive uma experiência incrível com o segundo dia – Geburah shebe Chesed – de me sentir realmente de outra forma. A sensação não se repetiu em outros dia, mas cada um teve seu lado e me mantive atento na persistência. Confesso que ao fim da semana, quando chegou em Malkuth me senti cansado, como se não pudesse prosseguir.

    O primeiro dia de Geburah quase não fiz a contagem e, na realidade, não sei se posso contar se fiz, pois não consegui me concentrar direito. Mas contei o dia, visualizei um pouco e me detive no significado geral de Geburah e Chesed, sem ir atrás das perguntas realmente.

    Mesmo que talvez tenha me desligado da egrégora, resolvi continuar e ontem-hoje tive o mais difícil dos dias. A disciplina ao extremo me fez pensar sério em desistir. Lutei muito e mantive, fiz a contagem hoje às duas da manhã, e por ter aguentado firme, fiz com uma calma valiosa.

    Sinto que agora posso prosseguir com Geburah, e esperar para ver como tentarei me boicotar para não seguir Tiferet, e se conseguirei – o que espero que sim – ir até o fim.

    Abraço a todos.

  15. Bárbara

    Esses dias estao sendo um tapa na cara, vendo coisas q eu nao via, ou melhor, vendo como elas realmente sao, visto que antes do ômer, eu ja esatava passando um periodo de auto avaliação muito crítico, tem sido bem dolorido.
    Na 1a semana chorei como uma criança, e nessa segunda estou decepcionada comigo, mas creio que tirar suas máscaras faz parte do exercicio.tenho tido sonhos/desdobramentos com pessoas que nao conheço em situações que nao vivo normalmente. É beeem dificil seguir, 1) dói fazer o autoconhecimento 2) sua vida nao pára, vc nao ta isolado do mundo pra “meditar”.

    Mas o importante é seguir adiante.

    Perseverança a todos!

  16. Flávio Henrique

    Também to na ativa !
    Esse compromisso de se autoconhecer tem haver com o dia de hj ( Geburah shebe Geburah) Disciplina ! algo que estou precisando em outras areas da minha vida.

    abraço, força e perseverança a todos

  17. Lúcio

    Olá Marcelo!!!!!!!
    Queria saber se é possível que a pessoa seja atingida pelas características/sentimentos contrárias às qualidades da sephiroth da semana. Pergunto isso porque desde que começou a semana de Geburah eu tenho sido invadido por um sentimento de raiva e frieza durante o dia, que some ao anoitecer. Também tenho me sentido isolado e tenho percebido que as pessoas no trabalho têm agido de maneira estranha comigo, como se quisessem me atacar.
    Abraços

  18. HHHelderBeast

    É cara, o teste de resistência é dos bons mesmo.

    Tem hora que temos dúvidas se estamos fazendo tudo certo, aí vem aquela voz na nossa cabeça “você não está no Omer, você não conseguiu…”; mas ela está mentindo.

    Tem noite que chegamos despencando de sono e cansaço do estudo ou trabalho e dá uma preguiça enorme de fazer e, além disso, o sono atrapalha a meditação.

    Fora quando ocorrem imprevistos que nos atrapalham a sentar e fazer.

    Mas é preciso continuar!

    Fight until the end!

  19. Acauã

    Eu desisti por conta própria, por diversos fatores externos (festas, viagens, convidados) não esta alcançando o que eu acho por ideal para meditar. Por isso achei melhor deixar para o próximo ano, pois não adianta nada fazer mal feito.
    Forças para os que continuam.

    @MDD – Por “conta própria” ou “por diversos fatores externos”? Quem manda na suas decisões? Na Kali-Yuga, se voce for ficar esperando fatores ideais para começar a meditar, vai esperar assistindo o Faustão…

    1. Acauã

      Me expressei mal… por conta dos fatores externos eu ponderei que era melhor desistir… mas como você disse, se for esperar o momento ideal, ele não chegará nunca. Fica lição, nosso universo é a gente de faz!
      Como diz o conceito, Magia é a Arte de causar mudanças de acordo com a Vontade. Mas acho que minha vontade perdeu para as dos outros… #testeWillFAIL.
      Valeu pelo puxão de orelha, MDD

  20. Silvia Letice

    Geburah é realmente severo. A dificuldade que tem aparecido p/ q eu realize as meditações, só por causa de um pouquinho de desorganização de minha parte, tem sido enorme (meu pc quebrado, o problema q deu aqui no site, impressoras q não imprimem…)! Mas ainda sim estou conseguindo. É a primeira vez q faço o ômer e não sei como são as outras semanas ainda, mas essa tá tendo uma grande tendência de ser uma das piores p/ mim (acho q isso deve variar de pessoa p/ pessoa, dependendo das maiores dificuldades dela…). Seja como for, admito q estou evoluindo muito encarando minha vida com mais seriedade, e ando entendendo pq algumas coisas nunca dão certo XD. Agradeço muito a sabedoria q estou adquirindo.

    Que a disciplina esteja com todos!

  21. Vinícius Pedro

    o mundo do créu me venceu.
    =/

  22. Ignus Factu

    Primeira semana foi boa. Apesar de ter saído de casa na quarta feira e voltado só na segunda pela manhã, consegui realizar todas as meditações, e me impressionei com a quantidade de maneiras diferentes de se meditar como as que eu fui apresentado nesse tempo. Desde uma apresentação de música eletrônica até uma conversa completamente franca sobre o assunto pertinente com um grande amigo. E quando eu pensei q tinha perdido um dia de meditação achando q não tinha feito, me entregam um panfleto na rua escrito em amigáveis letras garrafais e amarelas: “Seja como for, faça do seu jeito, mas faça bem feito”.
    A segunda semana é bem mais ativa, mas até agora tah indo tudo bem! Soh os exercícios que aumentaram, chega a dar adrenalina… o//

  23. InSaNo

    Eu consegui fazer toda a primeira semana e continuo firme na segunda semana. Divido o quarto com um amigo, mas geralmente quando chego na república a noite, ele já está dormindo. Mesmo assim eu o avisei para não se assustar caso acorde comigo “falando sozinho”. Desta forma consigo tempo e ambiente calmo para fazer as meditações. Além disso, a cada semana, eu anoto todos os exercícios da Sefirat eh Ômer em um caderno que eu chama de Diário Mágico. Ele já me foi útil na primeira semana, visto que fiquei com acesso dificultado à um computador. Sem contar que é bem mais fácil levar consigo um caderno que um computador, mesmo que seja um notebook.

    O que eu ando achando estranho é que não tem surgido muitas dificuldades e nem muitas sincronicidades para a realização dos exercícios. Não sei se minha vontade é forte o suficiente ou se não treinei o suficiente minhas visualizações. Às vezes fica martelando na minha cabeça que eu fiz algo errado e que é melhor desistir, mas até o momento eu tenho conseguido evitar bem esse tipo de pensamento.

    Detalhe, eu tenho meus 3 primeiros planetas em Touro e, pode-se dizer, que sou bem materialista (no sentido de que sou mais ligado no concreto) e cético (preciso ser convencido das coisas para poder acreditar). Teorizei que o fato de não acontecer nada de muito “extraordinário” pode ser uma forma de provação para que eu desista da contagem achando que é uma besteira que não funciona. É apenas uma teoria, não tenho conhecimento suficiente para afirmar se é isso de fato.

    Outra coisa. Uma dúvida que surgiu em decorrência da primeira semana. É possível que alguns exercícios tenha ocorrido antes de começar a contagem? Explico. Anotei toda a primeira semana dias antes para me precaver e, bem ou mal, tive contato com o conteúdo que iria meditar só mais tarde. Algumas coisas aconteceram antes da contagem que poderiam muito bem ser encaixadas em alguns exercícios, mas eu só fui me dar conta quando já estava fazendo as meditações diárias.

    Boa sorte e vontade a todos.

  24. Desirrê

    Primeira vez que participo, e consegui chegar até agora… Tô me sentindo bastante feliz com isso, normalmente eu tenho dificuldade pra levar até o fim as coisas que começo, sou muito inoperante às vezes. Alguns dias a meditação é como um tapa na cara, porque eu enxergo uma porção de coisas que meu orgulho não quer me deixar admitir…

    A meditação de ontem foi engraçada… Eu me considero disciplinada em algumas coisas, mas olhei pro meu quarto… Totalmente bagunçado! Muitas coisas fora de ordem nos estudos também… Fiz a rotina para o dia antes de dormir, e meu tempo está sendo usado de maneira tão eficaz hoje! Acho que dessa vez eu aprendo a me disciplinar de verdade.

    Estou tendo sonhos bastante interessantes, e a sincronicidade às vezes me assusta! As oportunidades pra realizar cada exercício tem aparecido em coisas simples, que antes eu não costumava prestar muita atenção… Acho que a cada dia que passa, me sinto uma pessoa um pouquinho melhor que no dia anterior.

    Outra coisa que eu continuo percebendo é as tentativas de me atrapalhar nisso… Estou sempre apelando pro meu bicho de pelúcia, e isso de certa forma me deixa mais calma.

    Uma pergunta, é possível criar um construto astral a partir dele? Às vezes eu tenho a sensação de que existe um, porque todos os dias trato ele com carinho e quando ele está perto de mim durante a meditação, me sinto melhor… Mas não sei se existiriam outros procedimentos mais específicos pra criar um construto, nunca fiz um…

    Força a todos nós, o caminho é longo e árduo, mas vale a pena de se trilhar!
    Disciplina a todos vocês… E pra mim também!

  25. JC

    Força aos que ficam, um testemunho e mais outro mostram que a egrégora está operando. Eu digo, nem na metade do Sefirat, que já não sou a mesma pessoa de antes – ou melhor, como me vejo, os frutos das minha obras, e o universo… minha percepção se alterou, e meu mundo junto.

    A egrégora está operando, não é a sensibilidade a fenômenos que nós dá a garantia, mas a energia que empenhamos no processo. Repito de novo, força gente, a Grande Obra é a maior tarefa que temos neste ciclo de existência.

    @MDD – Tem gente que acha que o Arcanjo Gabriel vai descer dos céus para dar beijos e medalhas se acertar o Omer… não é por ai… as coincidencias mais poderosas dependem às vezes de pequenos detalhes bobos, que às vezes na hora passam despercebidos.

  26. Kamila

    Marcelo, a Severidade atua diretamente – no sentido físico mesmo? Ou seriam forças nada amigáveis atrapalhando…

    Pergunto porque nessa terça, o dia que começou a meditação sobre a energia de Geburah, quase tive dois tombos homéricos, “do nada”. Estava voltando do teatro e “do nada” quase torço feio o tornozelo direito, fiz um malabarismo pra não deixar o pé virar que não tá no gibi…

    Pouco depois, descendo o morro que vai pra minha casa, de novo, “do nada”, absolutamente ‘do nada’, quase fui com tudo de cara no chão. Deus-sabe-como eu consegui jogar o peso pro joelho esquerdo e “pam!”, uma belo raladaço, mas pelo menos não foi o corpo todo ladeira abaixo. A moça que veio me ajudar até comentou como tinha sido esquisito, porque tinha sido “tão do nada”.

    noves fora: tornozelo direitoe joelho esquerdo doloridos, mancando um poquinho, mas nada quebrado… E espero que continue assim…

    … e fora que na semana de Chesed, a chama da vela que deixo acesa pro meu SAG por orientação de um Caboclo “espalhou” e tava queimando a minha estante. “Por sorte” acordei antes da casa pegar fogo.

    Mas vamos que vamos. Força pra todos nós. 🙂

  27. Fabio

    Um dia antes de meditar em “Geburah shebe Geburah” eu e minha esposa passamos boas horas conversando sobre disciplina, organização, boa utilização do tempo e foco para atingir nossos objetivos… Me surpreendi quando li a meditação.
    Fiz o roteiro e até agora tudo o que foi pré-estabelecido, foi cumprido.

  28. Luiz

    Só tive sonhos loucos, desde eu matando gente até, queimando back!rs Isso é normal?(n)rs

  29. Leon

    Eu dei uma balançada forte nos 7° e 8° dias.
    Não fiz todo o processo que estava fazendo pra preparar a contagem,tava extremamente estressado,mas não deixei de fazer a contagem,no 9° dia,voltei com vontade completa e acredito que não vou mais balançar.

  30. raphael

    Eu não tô acreditando que estou na contagem ainda…antes do dia 19 fiquei cheio de “neuras” e partilhava dos mesmos sentimentos de ansiedade que percebi em muitos comentários em relação aos exercícios…agora as energias estão se ajustando melhor e aos poucos vai se percebendo que os exercícios acontecem na hora que tem que acontecer.
    Realmente estou sentindo uma enorme diferença com o regime ovo-lacto-vegetariano; as respirações e o metabolismo sofrem uma diferença bem significativa.
    No meio da primeira semana, fiquei com receio de ter perdido a contagem por ter iniciado a meditação muito próximo à entrada de uma Lua Fora de Curso, mas depois fiquei mais tranquilo quanto a isso. A meditação de ontem (Gueburah shebe Gueburah) foi a energia que mais senti, visto ser uma das virtudes que mais tenho que trabalhar tanto no caminho magístico quanto profano. Chesed shebe Gueburah também propiciou uma ótima oportunidade de aumentar a diligência e a vigília com a maliciosa prática de criticar os outros.
    Enfim, como marinheiro de primeira viagem, estou gostando muito das sensações, sincronicidades e principalmente a “facilidade” progressiva que vamos adquirindo para despir o ego e realizar a meditação e auto-reflexão de forma mais acurada.

  31. Oscar

    Hehe…
    Ontem depois da meditação, fiz uma to-do list e pensei:
    – Geburah de Geburah no Thor’s day! Toma essa, mundo créu!

    Fui deitar mais cedo pra começar o dia cedo e acordei às 2 da manhã passando MUITO mal… fiquei até às 3:30 no banheiro e só consegui pegar no sono depois das 4:30…
    …Já fazia 5 anos que eu não sofria de males digestivos…

    Mundo créu diz:
    – Toma essa, noob prepotente!

    Mas vamo lá!
    Week Two! Fight!

  32. Rodrigo

    Este ano, quase falhei no mesmo ponto: Geburah shebe Geburah. Pra mim é muito difícil levar algo em frente por muito tempo (oitavas baixas de gêmeos!?). Mas esse ano conseguirei!

  33. D'Artagnan

    Ontem eu discuti com minha esposa e fiz a meditação de qualquer jeito (abri mão até do RMP) será que eu perdi a contagem? Vou continuar fazendo só pra evitar a “pegadinha do mallandro” do mundo créu comigo.

    Força a todos

  34. Dialuana Larissa

    Também continuo firme e forte! Marquei um horário fixo para que eu realize a meditação. Eu acendo a vela e faço minha oração e após passo para as perguntas e começo a refletir sobre elas. Geralmente eu só consigo ver umas luzes amarela piscando e nem sei qual o significado. Estou gostando muito da meditação. Não tenho prática e nem experiência, mas estou gostando. Com a meditação passei a observar que estou com os sentimentos “a flor da pele”. Fiquei surpresa comigo que na semana passada quando passei a refletir sobre as perguntas eu comecei a chorar e estava amando chorar. A sensação foi como se eu estive limpando sentimentos “escondidos” que por defesa eu não queria voltar a pensar. Estou mais sensível. Dialuana

  35. RODRIGO

    Primeira semana tudo certo, bem legal..sem problemas, primeiro dia da segunda semana já começou a apertar o calo..muita pressão de diversos assuntos…não sei se é a energia de Kali que dizem que revira tudo mesmo, ou está tudo normal e eu que estou encanando, o fato é que hoje quase fui pra um happy hour encher a cara pq tá f….. hehehe pensei trocentas vezes e resolvi que não…fui almoçar em alguns lugares e só tinha carne…pois bem, não almocei tb, só comi porcaria, .agora só de pirraça vou até o fim pode cair o mundo.

  36. Érika

    É a primeira vez que estou fazendo a contagem, apesar de ter muito pouco tempo e algumas dificuldades de fazer as meditações noturnas, como fazê-las 3h30, no horário em que o plantão do pronto-socorro deu uma acalmada, fora de casa e extremamente cansada, estou conseguindo tranquilamente e acredito que não terei maiores dificuldades de chegar até o fim. Como outras pessoas já disseram, também não tenho muita facilidade com visualizações, e ultimamente quando procuro mentalizar a árvore e as cores acabo cochilando por estar muito cansada, então foco mais em tentar esvaziar a mente e depois refletir sobre os aspectos propostos, escrevendo num diário como me sinto a respeito dessas energias, e também se consegui ou não fazer o exercício para o dia, como foi, quais foram as dificuldades. Acho que mesmo que eu ainda não consiga meditar me sentindo fortemente conectada à egrégora ou que alguns exercícios fiquem incompletos, acredito que o esforço verdadeiro e poder reler essas anotações ano que vem serão muito valorosos. Os exercícios da semana de Chesed foram relativamente fáceis pra mim, pois na profissão médica tenho inúmeras oportunidades de ajudar os outros, estender a mão, escutar. Essa semana está sendo mais desafiadora, porque sou muito desorganizada e perco o foco facilmente de fazer o que deveria pra fazer o que gostaria… =)

  37. O Mundo Créu jamais me vencerá! Sou EU que controlo meu fôlego!

    há!

    E que venham os desafios!

  38. Otávio Caetano

    Passei a primeira semana tranquilo, apesar de que tive dificuldades na realização dos exercícios do dia e dois não acabei realizando. Mesmo assim mantive as meditações diárias.

    A segunda semana começou mediana, tende a ficar dificil porque preciso manter a disciplina… hehe

  39. Ana Ramos

    Geburah me é particularmente complicado, pela falta de disciplina na minha vida, total e completa e absoluta. Tanto que minha meditação de ontem foi a mais fraca de todas. “Você tem disciplina na sua vida?” “Não.”. Hoje pensei bastante no Legião Urbana, que disciplina é liberdade, e não sou livre por minha absoluta e total complacência comigo mesma.
    Meu exercício de hoje consegui cumprir em partes (e como é difícil cumprir escalas passando mal – e passei mal por causa da minha total falta de disciplina alimentar), mas o de ontem foi particularmente curioso. Como julgamos nem tanto as pessoas próximas, mas os desconhecidos. Todos os julgamentos que me peguei fazendo foram sobre desconhecidos que me desagradavam de uma forma ou outra (e nisso lembro dos Evangelhos, quando um dos apóstolos diz, “mas Senhor, quem é meu próximo?”)… Eu PRECISO de disciplina na minha vida, e Geburah me joga isso na cara (inclusive, a sincronicidade mais forte do período até agora aconteceu hoje…)

    ***

    Quando medito e não tou exausta demais, sinto meu coração quente, queimando, quase pegando fogo. É uma sensação diferente, estranha e boa…

  40. Marcos Keller

    Muito bom, os exercícios são ótimos.
    O mais legal e estranho é que minhas certezas em coisas simples não são mais tão fortes, e grande parte delas já caíram. É como re-surgir, inseguro e complexo. algo assim, acho cedo para dizer.

  41. Anderson

    Sigo firme na jornada, pelo compromisso que assumi quando comecei a meditação. Essa segunda semana está sendo tranquila, afinal, sempre tive muita força na disciplina de Geburah, ponto forte.
    Notei que me tornei mais alerta, atencioso, sorridente. As pessoas olham com insistência, como se quisessem algo.
    Mesmo estando de viagem, reflito sobre o dia correspondente, medito um pouco e vou dormir. Sempre tranquilo, e acordo renovado para o exercício. O passar do dia transcorre com quietude e leveza.
    E assim vamos em frente.

    Abraços a todos.

  42. Lucio

    Não falhei nem um dia, nas meditações noturnas, entretanto em 2 dias tive uma dificuldade grande em me concentrar, um dia por ter brigado com minha esposa, estamos fazendo juntos, esse dia fizemos separados, e outro dia minha filha estava passando mal e acelerei pra terminar pois queria dar atenção a ela, mas nos dois dias mesmo com dificuldade fiz.
    Pergunta: Mesmo assim posso ter perdido a conexão? Não que eu pretenda parar, vou até o fim…

  43. Lu ;-)

    Well…
    só por estar no décimo dia…já tô contente…não sabia nem se ia passar os primeiros dias…!as meditações são a parte ok….os exercícios..humm…as vezes, rola sincronicidade…as vezes não.

    Eu estava estressando com isso…de não conseguir fazer o exercício proposto no dia, e tal…mas …resolvi relaxar…deixar prá la, fazer uma coisa mais fluida…porque eu entrei nesse Omer com muitas expectativas, então, admiti que essa ansiedade estava me atrapalhando. Se eu não consigo fazer o exercício dentro do dia proposto, fico aguardando a chance de fazer depois…ou até mesmo antes (é, rolou isso, eu fiz algo num dia, sem nem saber que era exercício, e lá na frente…surprise…) Mas o Tio já tinha mesmo falado sobre a tal Sincronicidade.

    Eu tava meio que naquela atitude de quem programa tanto a viagem, que, quando chega ao destino, já está tao cansado..que não aproveita nada!
    Então..resolvi relaxar e curtir essa “viagem” chamada Omer…e aonde vou chegar…?! Não faço a mínima ideia, mas o passeio está bem divertido, até…com momentos hollywoodianos de: humor, raiva, amor incondicional, suspense, pastelão,aventura, alegria, dramalhão mexicano, intrigas, decepção…!só não posso reclamar de tédio…!

    PS: é muito legal ler os comentários dos amigos, me identifico com muita coisa…legal , para refletir.

    Sorte e DISCIPLINA, para todos nós;

    Lu 😉

  44. BrunoMais

    Yoa, parei de comentar e twittar,mas não de contar !
    [ ]’s

  45. Adilson

    Pois é…

    Essa semana esta sendo muito tensa e tribulada no meu trabalho. Hoje, acabei discutindo com uma pessoa que eu prezo e respeito. Depois conversamos e nos entendemos.

    Isso me mostrou o verdadeiro significado de ser mais disciplinado em minha vida.

    Não é fácil, mas, não posso parar por causa de qualquer obstaculo quee surgir.

    Paz à todos.

  46. Marcel

    Este ano é a primeira vez que consigo chegar até aqui (10ª dia da contagem), e mesmo que seja um lapso temporal de um pouco mais que uma semana, como tem sido dificil – apesar de nunca ter imaginado que seria fácil.
    Tomo por base os anos anteriores, onde, apesar de toda minha expectativa e intenção de concluir a meditação, ocorria algo aparentemente inesperado para me atrapalhar. Confesso que este algo inesperado alguma vezes fora fruto da minha negligência, as vezes da minha falta de força de vontade e outras por motivos totalmente alheios a minha pessoa, tanto que me vejo nas mesmas situações das já comentadas.
    Porém, este ano busco, verdadeiramente, me manter ou tentar alcançar a vibração necessaria a fim de ter a permissão de poder compartilhar desta egregora. Pois este ano, venho tentando dar o enfoque que anteriormente não consegui perceber ou mesmo dar prioridade, que é tentar conhecer a mim mesmo e enxegar minhas mais diversas falhas, as quais os exercícios e reflexoes diarias tem me mostrado que não são poucas. Acabo sendo desmascarado a mim mesmo por “vicios” que sempre estiveram ali e que acabam me levando a pensar como eu não consiguia tomar noção deles apesar de tão obvios, mas acredito que a intenção seja esta mesmo, a meditação e os exercícios não estão ai para me evidenciar só os caminhos corretos, mas sim para confrotar minha posição quando colocado a frente dos pontos a melhorar.
    Agradeço esta oportunidade e agradeço ao Marcelo por nos ter possibilitado esta chance de auto conhecimento (e melhora) em uma época na qual as ocasiões externas, vistas como merecedoras de toda nossa atenção, são verdadeiras distrações de uma procura por evolução e compreensão.

  47. Arthwr

    Eu to de pé nesta luta. Os problemas que tive foram bem pequenos, ou não eram tão grandes para mim. Meus desafios tem sido correr para ajudar outras pessoas que estão tendo dificuldades, rsrs^^

  48. Rodrigo Sanches

    Também fui vencido, mais um ano! =/
    Quarta-feira a noite, antes do feriado, imprimi os textos guardei na mochila e….. Só hoje fui tirá-los de lá.

  49. Rodrigo

    eu acho interessante que mesmo que muitos tenham desistido, ainda vieram aqui e postaram suas experiencias e justificativas. Isto mostra que de algum modo estão conectados a egrégora.

    Legal também perceber que a primeira semana focou em “amor”, já que é este o sentimento primal que nos liga aos outros (ou sua ausencia, ou sua corrupção, ou seu oposto…). É através do contato com o outro que podemos pensar num “eu”; é vendo as fronteiras que temos noção dum espaço. Amor e, consequentemente, o relacionamento humano, é sem duvida a primeira entrada para o auto-conhecimento.

    a segunda semana é focada na disciplina. depois de pensar no “eu” atraves do relacionamento, agora é necessario desenvolver disciplina (e também vontade, ou melhor, vontade sobre controle) para ir adiante; para conhecer melhor a si mesmo e se dispor a se transformar.

  50. DiegoFerreira

    Eu to conseguindo.

    Nem sempre consigo às 18hs, mas geralmente sim. Hoje tive uma experiência deveras interessante. Utilizei a técnica de respiração para iniciar o exercício e quando comecei as perguntas (+- 5 mins depois do incio) fui “lembrado” de diversos fatos associados, quase um mergulho nos momentos em que não consegui manter um caráter de compaixão minha disciplina.
    Isso se revelou de formas agressivas e me mostraram quando devo me policiar.
    Mas também me mostrou momentos em que contive meus impulsos e respeitei as pessoas nos seus próprios limites.

    Estou muito feliz nessas ultimas semanas, apesar de não ter conseguido abdicar da carne =/

    Pax et Lux ex Tenebris

  51. Iceberg

    Boa noite !

    Faço minhas as palavras ditas acima pelo Carlos… Eu parei a contagem por (infelizmente) não “ver”, sentir, perceber sincronicidade e todos os fatos despercebidos que os demais colegas têm visto nos últimos dias…. Obviamente a primeira resposta que eu receberei é de que o caminho é árduo, as egrégoras me venceram, enfim, eu entendo e concordo de certo modo… Infelizmente o ômer não teve o mesmo impacto que a leitura de outros textos seus já me causara há algum tempo. Por isso, coscientemente resolvi parar a contagem, mas não os meus estudos em outras áreas (especialmente a Astrologia). De qualquer forma, agradeço e o parabenizo pela iniciativa. O que não me faz bem não quer dizer que não fará para os outros. Boa sorte a quem continua.

  52. Murilo

    Sempre arrisquei tudo que possuo em troca da minha liberdade…ainda mais porque ninguém tem realmente nada por aqui.
    O Omer continua, firme e forte, mas decididamente o preço que pago para ver a realidade e o caminho está muito caro.
    Permaneço firme e forte nas meditações apenas por um motivo: eu vejo que o que conseguirei, o que serei ao final (não somente ao final do omer, digo ao final do ciclo também) valerá mil vezes o peso do que ando passando.
    Tão perdido como estou…não sei se estou apto a aconselhar ninguém! Mas enfim, continuem o omer custe o que custar.

  53. Kelly

    desisti. mas continuo sem comer carnes (vou eliminar o peixe em breve) e estou mais perseverante em dominar o rumo da vida doq deixar ela me carregar, pra mim, ja é win. ano q vem inicio o omer vegetariana.

  54. Marcelo

    As sincronicidades continuam aparecendo,não é que “sem notar”eu sai de casa usando a unica camisa vermelho que tenho? Cumprir os exercicios, por mais simples que pareçam, é sempre um desafio, hoje mesmo tive que avaliar um um grupo de trabalho, e por mais que tentasse não criticar ninguém, acabei criticando. Quando estava fazendo a medicao hoje me veio a cabeca inclusive a discussao do deldebbio no tuiter e as criticas aos ateus. Acho que é dificil para todo mundo.

    Abracos

  55. Hounston Santos

    Até agora tenho conseguido fazer as meditações sem atraso ou qualquer problema. Quando acontece de eu ter de viajar eu dou um jeito de me isolar e leio os textos via celular. Viva a tecnologia!

  56. jmaximiliano

    continuo indo. talvez não esteja da melhor maneira. mas estou me esforçando. Não quero desistir ou ser desistido.
    Não estão acontecendo coisas muito diferentes não. Porém o principal está acontecendo, eu estou revendo meus atos e hábitos e estou conseguindo ver onde eu sou mais falho.
    Fatores externos para desistir não faltam, mas o importante é separar, nem que seja um tempo mínimo para fazer o que tem de ser feito, se eu deixar pro ano que vem eu vou continuar cometendo os mesmos erros.

  57. BT

    Não estou tendo essas manifestações que todos andam relatando, parece que pra mim a coisa está num nível mais psicológico, sei lá. Me parece que estou com uma serenidade diferente, ou seja, está mais pra Sr. Miyagi do que pra Yoda rsrsrs.
    Ah, o jejum de carne ajuda – inclusive a lembrar de parar pra fazer a meditação!!! :0)
    Fora que tá muito engraçado o negócio dos exercícios, na 1a semana estava me sentindo um goleador, aparecia a “coincidência”, “ah, não vou perder essa bola levantada !” e pimba – gol! exercício feito rsrsrs – ou um atirador: lia a “missão” e já identificava quem seria o “alvo” rsrsrs…
    Agora a segunda semana me parece mais sisuda, para mim particularmente mais dificil….tenho muito a aprender com ela tb.
    O interessante é que parece que as coisas no mundo estão acontecendo para que eu cumpra com o exercício…ou para que eu reflita a respeito do principio que ele representa….está bem interessante – mas sem “efeitos especiais”.

  58. Moscavich

    Meditar sobre o amor me traz mais e mais sofrimento… eu realmente não sei amar o próximo. O que há de errado comigo?

  59. C.'.A.'.F.'.

    Na contagem de hoje… Tiferet shebegeburah, aprendi o que realmente é intenção e concentração… durante a contagem, estava em um ambiente totalmente hostil à egrégora do Omer e havia muuita coisa conspirando pra que eu não fizesse a Contagem… no entanto, consegui fechar um círculo ao meu redor com um bom RMP e foi tudo beleza… nenhuma dessa influência densa ousou atrapalhar meus trabalhos!

    Abaixo o Malkréu!

  60. Ganconer

    Estou entendendo melhor os aspectos de tudo, nada formidável, hoje eu tive que fazer um esforço enorme para praticar, parecia que Geburah estava testando a minha disciplina, estava me sentindo mal, após a prática me senti um pouco melhor.
    Durante as meditações minha mente fica muito focada na ideia, já meditei antes e nunca foi tão fácil se concentrar em um tema como na contagem do ômer, as cores das sephirot aparecem em minha mente sem eu fazer esforço e continuam durante toda a meditação, as vezes eu não consigo refletir sobre o que é proposto, dai me vem alguns temas em minha mente que me fazem refletir, as vezes nem é da minha vida, as vezes é de algo que assisti e que percebo que foi uma manifestação do que estou meditando.
    Estou fazendo mais para testar minha força de vontade, acredito que não vou conseguir extrair o máximo esse ano do ômer, até porque é minha primeira vez, e estou fazendo a versão “light”.

    Os dois testes mais duros no caminho espiritual são a paciência para esperar o momento certo e a coragem de não nos decepcionar com o que encontramos.
    (Veronika decide morrer)

  61. Arthwr

    10º dia e…
    Ufa… 4:40 e acabei de fazer a meditação, aki está bastante escuro e senti a energia de sempre, fico feliz por não ter perdido.
    Acho que vou começar a fazer no pôr-do-sol, para garantir de não ter riscos. XD

  62. Remo

    Tio MDD, bem hoje quando acabei de fazer a meditação de Tifereth Shebe Geburah, aconteceu uma coisa interessante, eu ja estava meio pra lá, em relação ao Omer, mas aconteceu algo interessante, estava eu de olhos fechados, e meditando a respeito das perguntas, mas a minha meditação não envolve visualização de anjos nem nada, apenas reflito nas questões, e nos aspectos expostos na wiki, bem nunca fui bem em meditação mas nunca deixei de tentar, mas deixando isso de lado… Bem estava eu em posição de meia lotus, com uma dor nas costas chata, e enquanto eu estava refletindo, eu estava mentalizando Tifereth em meu coração e Geburah, em meu ombro direito… Depois de um tempo, no escuro das minhas pálpebras, começou a ficar uma especie de dourado, então eu parei para dar atenção a isso e reparei que, havia movimento, esse dourado se mexia, quando eu me concentrei mais, os movimentos tomaram forma de uma Fenix, e que voava pra lá e pra ca, e veio em minha direção retornando tudo ao escuro de novo, queria saber se isso poderia ser uma prova que ainda estou no caminho certo, e se estou fazendo certo… O que você acha? O que essa fenix representaria caso ela tivesse alguma ligação?

  63. Luiz Gustavo

    Desabei em Hod shebe Chesed… Não consegui meditar sem derramar litros de lágrimas, não consegui de maneira alguma praticar o exercício… Fiquei um caco. Fiquei frustrado comigo mesmo, enfim… Mas como você disse DD, se fosse fácil não seria chamado de exercício magístico.

  64. ricardo

    a meditação de ontem foi mais simples
    um exercicio não tao dificil assim, e a semana ta ficando mais leve.
    ainda sim, essa semana trouxe e vem trazendo varios problemas pessados =/
    boa sorte a todos

  65. Croco

    Estão todo mundo reclamando das provações… não sei se eu que sou despreocupado, mas, não estão ocorrendo para mim.
    Sem contar que depois que voltei a comer carne (estomâgo zoado quando cortei), eu sinto menos as energias de antes.

    Eu estava com um pouco de expectativas, que seria mais intenso e tal. Não irei desistir, afinal, está valendo pelo autoconhecimento.

    Uma lição que aprendi nisso tudo: não tenha tantas expectativas, saiba o que quer e faça. Simples.

    Força galera.

  66. D'Artagnan

    O Omer está servindo mais como treino de RMP nessa primeira vez que faço a contagem(faço RMP sempre antes de começar) minha esposa perdeu o medo da casa depois que eu comecei a fazer a contagem e passou a dormir melhor, o único dia que eu não fiz o RMP (e por sinal fiz uma meditação 1/4 de boca) ela reclamou no dia seguinte.

  67. Tiago

    Geburah é FODA!

    Mas tamos ai! Uma coisa que eu notei é que as liçoes aprendidas nesse ano estão mais profundas do que no ano passado, e estão forçando grandes mudanças na minha vida, para melhor.

  68. Dialuana Larissa

    Estou gostando e continuo com os sentimentos a “flor da pele”.

    Quase sempre chorando nas meditações.

    Ontem eu fiquei vendo uma luz vermelha ao meu redor que piscava, após iam aumentando a quantidade de luzes que iam se transformando na cor dourada/amarela.

    Como sou iniciante e apenas o ano passado passei a me interessar nesse mundo novo acerca da espiritualidade (eu era daquelas católicas praticante, onde passou sua infância na igreja católia, sendo coroinha e presente na maioria dos grupos existentes), fico bastante curiosa em busca de avanços maiores nas meditações.

    Em relação à disciplina, quando em momento da minha vida começo a ficar indisciplinada no trabalho, vida familiar, amorosa e financeira, consigo amenizar isso nos trabalhos (de cura, indução e linha de passes), realizados pelo Vale do Amanhecer (doutrina baseada no AMOR, TOLERÂNCIA E HUMILDADE).

    Sucesso a todos e que os nossos obejtivos sem alcançados!

  69. Gustavo Costa

    Parabens aos que continuam, melhor sorte na proxima aos que pararam. Para mim está sendo interessante, essa semana da disciplina eu dei um chute no balde com ela…e vi o quanto posso fazer comigo mesmo se eu querer fazer…o problema não é nem fazer, é querer fazer…entre achar que quer e querer de verdade, estou mais para o achar que quero no momento…

  70. Ganconer

    É impressão minha ou a segunda semana é mesmo mais difícil que a primeira para todo mundo?
    As dúvidas são o que mais incomodam, o “será que…” mesmo eu que já me decidi fazer, mesmo que isso não sirva para mais nada além de testar a minha força de vontade.
    Nada de “sobrenatural” tirando o fato de ter tido um sonho muito estranho sobre uma velhinha falando do meu futuro, que eu ia sofrer muito que eu deveria ajudar as pessoas, e o que era para eu não esquecer que os sete anões da igreja católica iriam sempre me proteger UAHAUHAUHAUH.(acho que isso nem existe)
    Depois disso ainda tive outro sonho com uma palavra mágicka e um simbolo que bania espiritos, a palavra não existe o símbolo eu não lembro. =/
    Na primeira semana eu vi um espírito muito nitidamente do lado da minha cama quando acordei, (só costumava ver vultos).

  71. Croco

    Essa semana tá tranquila.
    Percebi que o problema é achar o que querer, nem tanto disciplinar-se para tal.
    Quantos aqui SABEM o que querem?

    Tio, uma dúvida:

    Qual é o nome da esfera que está entre tiferet e kether na página dos exercicios do Omer da Wiki? Isso não aparece em outras representações…

    Provavelmente deve ser alguma pegadinha que ainda não peguei (só percebi agora que to estudando melhor a árvore…)

    Mas com a resposta espero ao menos alguma dica para entender isso. rs

    @MDD – Daath.

  72. ricardo

    meditação feita. Fico maravilhado como varias das atividades propostas dessa semana, ja venho fazendo por necessidade pessoal. É meio que como uma sincronicidade atrasada. Faço planos e os acompanho mentalmente, trabalho em uma escola, então sempre que possível, tento mostrar como a disciplina é boa para as crianças , tenho que tentar ser compassivo e humilde com os pais (que só arranjam problemas e nao entende o que falamos) e tenho que ser humilde o suficiente para admitir culpa quando errado e pedir desculpas quando sou muito severo com uma criança/pai
    enfim, agora começo a entender =]

  73. Marcella

    Continuando mais firme.
    Acho que a conexão da primeira semana foi mais forte do esta em Geburah,meio como se a primeira fosse uma conexão fodona e a segunda uma discada de fim de mundo…parecendo muito proposital.
    No último dia da primeira semana(o 7º dia Malkuth shebe Chesed) fiquei no piloto automático com pensamentos de desistência e vontade de chutar o balde;fiz a contagem e meditei da melhor forma que pude.Depois fiquei atormentada e insegura quanto a validade de continuar e medo de não estar mais conectada a egrégora.
    Dia seguinte estou no início da semana de Geburah e no primeiro dia desta(8ºdia Chesed shebe Geburah) me revoltei com os medos que estava tendo,também com meu gato miando/atrapalhando,pouco antes de iniciar a meditação daquele dia que me concentrei e disse alto e claramente que iria terminar o Ômer e tudo ficou bem;até o gato calou-se depois disso.
    Se eu Ômer tivesse uma imagem antropomórfica,penso eu que ela seria o Tyler Durden:
    “Escutem aqui, vermes. Vocês não são especiais. Vocês não são um belo ou único floco de neve. Vocês são feitos da mesma matéria orgânica em decomposiçao como tudo no mundo.”
    “Dane-se o que você sabe. Você tem que esquecer o que você sabe, esse é o seu problema. Esqueça o que você sabe sobre a vida, sobre amizade e especialmente sobre você e mim.”
    “Sem dor, sem sacrifício, nós não teríamos nada.”

    Estou resolvendo meu complexo do floco de neve com uns belos tapas mentais do Ômer.Boa Contagem aos que continuam e um incentivo ao modo de treino para os que esqueceram algum dia.

  74. Junior

    Essa segunda semana ta sendo tensa, descobri que minha disciplina é praticamente nula =( . Foi um golpe e tanto no meu ego inflado.

    A parte boa é que não to tendo tantos problemas com o tempo reservado pra meditação e, claro, pelo menos desse jeito eu treino o RMP td dia xD

  75. cami

    Fui trollada por mim mesma e acabei comendo carne…
    Alem de ter me batido um desanimo ENORME já no inicio da segunda semana e que nem me deixa fazer a meditação decentemente… um dia que me forcei a fazer me deu uma sensação tão ruim que fui obrigada a encerrar rapidamente.

    Ontem de bateu uma angustia durante a noite tal forma que tive que sair de casa às pressas. Mais tarde, pensei em desistir de fazer as meditações (por não estar conseguindo me conectar direito), mas no fundo eu não queria desistir, o que fez com que eu levantasse do meu leito, procurasse textos e fizesse a meditação.
    Meus pesadelos voltaram (comecei o ômer por conta de um pesadelo.. ) e estou me sentindo desorientada D:

    Saudades da primeira semana quando tudo mil maravilhas e as “coincidências” era mais obvias =(

  76. Separatista

    Olá, boa tarde a todos

    Tenho seguido a risca as orientações descritas aqui no TdC, estou acompanhando a contagem com as meditações e exercícios e ainda estou vegetariano.

    No entanto, se eu listar todas os obstáculos que estão aparecendo no meu trabalho, iria ficar um comment extenso demais… muitos imprevistos e problemas diversos estão estourando ao mesmo tempo, todo dia, e quando a coisa parece estar entrando nos eixos, novamente acontece algo pra atrapalhar tudo.

    Ontem meu computador travou e não quis ligar para que eu pudesse ler as orientações do dia. Estava em um hotel longe da cidade (que não tinha computador) e tive que me deslocar até um shopping pra encontrar uma lan house e imprimir as informações. Na minha viagem de volta pra casa hoje cedo (que era pra ser de madrugada e por alguns problemas e desencontros acabei saindo perto do meio dia :S), o pneu do carro estourou e quando fui pegar as ferramentas para trocar o pneu, cadê a chave de roda (que sempre estivera junto do macaco)? Sem falar que houveram gastos imprevistos e por pouco não fico sem dinheiro pra pagar os pedágios.

    Marcelo, existe alguma coisa que possa explicar essa sucessão maximizada de dificuldades que tenho encontrado no trabalho, desde que comecei a contagem do ômer?

    @MDD – Eu tenho uma resposta boa… aposto que se voce parar de fazer o Omer, miraculosamente, tudo voltará ao normal… É só ir lendo os relatos. Normalmente, indica um potencial grande da pessoa para o lado espiritual/magístico, então estas pessoas que estao com maiores dificuldades provavelmente têm mais energia das egregoras créu vigiando e tentando fazer com que elas voltem à vida de faustão, futebol e novela.

  77. Bruno Cobbi

    Apesar das provações, a rotina de meditação tem fluído estranhamente bem. Uma das minhas características mais fortes é meu interesse súbito por novas experiências, A contagem despertou um pouco disso, mas não tem exigido tanto esforço na minha rotina.

    Na semana passada houveram sensações místicas mais fortes para meu grau de mediunidade, chegando até a surgir luminosidade nas pálpebras numa das meditações. Nessa semana continurama apenas os arrepios fortíssimos que sinto desde sempre, mas tenho visto vultos nos mesmo lugares da casa pela esfera periférica dos olhos. Não é de hoje que desconfio que haja obssessores pelo apartamento, pelo menos dois. As meditações tem dado indícios disso também.

    A parte psicológica tem sido bem forte também. As refflexões e o aprendizado, o mergulho no meu pró´rio lado espiritual. Sinto orgulho de participar dessa egrégora. Aliás, fiz as leituras dos Links Mayhem sobre elas e adorei o blog do Yuri. Recomendo tanto para os marinheiros de primeira viagem quanto para os velhos de guerra (pela didática simpática do autor).

    http://tudosobremagiaeocultismo.blogspot.com/

    Obrigado pela dica.

  78. Anderson Maia

    Geburah ta me mostrando que tudo que eu considero ‘disciplina’ ta errado! Minha vida eh uma bagunça e sou muito desorganizado… E o pior é que as lições não dão mole, não… Eu não segui naaada do que planejei no meu dia e com o exercício de hoje, acho que vai ser parecido… Mas vamos q vamos… O que vier de desculpa é o ego falando… Ah! E uma dica que me deram: se vc ta contando certinho e não ta sentindo muito a egrégora, sincronicidade, etc relaxe: é o Malkréuth tentando te desanimar… Mais cedo ou mais tarde, isso Se resolve, ou não…

    Avante!

  79. Samara

    Olá a todos!!!
    Estou fazendo um caminho um pouco diferente de vários que já seguem os preceitos e estão fazendo o Ômer.
    Sei que tenho uma sensibilidade, tanto que devido a isso fiz um caminho profissional relacionado a essas percepções que tenho. Já conseguia ter esse insight quando fiz a escolha.
    Comecei a fazer o Ômer por certo insight. Estou buscando uma reorganização em minha vida e como tenho dois irmãos que estão estudando os preceitos, resolvi fazer junto com eles.
    Sei ouvir minha voz interior e busco com essa disciplina e os aprendizados de cada dia melhora-la. Estou iniciando nessa caminhada e progredindo. Assim estou conseguindo fazer com Ômer com a abstinencia de carne.
    O que estou sentindo? Mudanças até fisicas, mas principalmente por minhas percepções estarem mais disciplinadas. E a cada dia tenho vontade de me aprofundar e compreender mais como funciono nesse mundo e minha jornada por aqui assim iniciando e progredindo nos estudos tambem.

    Desejo que todos consigam atingir seus objetivos!!

  80. Roberto Vasconcelos

    Até agora, tô conseguindo seguir com o Ômer, apesar de alguns pequenos problemas aqui e ali. Mas de ontem pra hoje, quase que a jurupoca pia: sei lá o que comi, mas fui parar no hospital com uma infecção estomacal. No vai-não vai, consegui manter o prumo por meia hora pra fazer a meditação, e estamos aí ainda! Bom saber que minha determinação não conhece limites! Agora só espero estender isso pra todos os demais aspectos da minha vida!

  81. ricardo

    pronto. Hoje atrapalhou um pouquinho o horário por causa da consagração
    mas tudo saiu melhor que o esperado. Uma meditação relativamente simples, e um exercício difícil. Se por no lugar da pessoa pode ajudar a não ser egoísta ,mas mesmo assim, como o exercício de não criticar, esse é difícil, pois sai automático.
    E eu sei que não é aqui que comenta, mas ontem depois que eu imantei meu amuleto, eu fui testa-lo, fazendo o exercício da energia (um dos primeiros que voce passou) para ver a diferença na sensação das energias, e quando eu comecei realmente sentir a energia mais intensa que o normal, coincidentemente tocou o alarme do carro do vizinho, me assustei perdi o foco.
    abraço a todos

  82. Helder

    DD, quando fui fazer a meditação, por puro desleixo, acabei falando a contagem dos dias anterior. Logo percebi o erro e fiz a contagem correta. Existe algum problema nisso? Fiquei nervoso por causa disso e demorei um tempo até conseguir focar minha mente novamente.
    De qualquer modo eu devo continuar, mas fiquei com essa pulga trás da orelha.

    1. Ganconer

      Quando comecei a praticar o RMP eu também confundia as vezes, quando for assim repita mais uma 3 vezes a contagem do ômer, para se “firmar” mais na ideia.

  83. Ganconer

    Enquanto o sol não aparecer ainda está valendo certo?
    porque eu fiz a de ontem depois da meia noite.
    Uma duvida, em que a agrégora (data) realmente ajuda? não poderíamos obter o mesmo resultado fazendo as meditações em outros dias por exemplo? acho algo bem introspectivo apenas, bom, talvez eu não tenho me conectado com a egrégora direito, em outros rituais eu posso sentir as egrégoras bem mais que no ômer, ou talvez seja uma coisa bem sutil.
    ________________________________________________
    Notas:
    Estou mais “bonzinho”, especialmente essa semana eu não estou julgando ninguém, estou bem mais sentimental e reflexivo também.
    Em alguns momentos parece que agente “abre os olhos” pro mundo, mas passa um pouquinho e tudo volta ao normal, e aquele sentimento é mera lembrança, no ômer esses momentos duram um pouco mais.
    Descobri para que serve o ômer, é para aprender, aprender o que é amar, aprender o que é disciplina, o que é tolerância, e assim por diante, e falando sério, acho que 95% da população não sabe nada disso. Espero pelo menos aprender, saber o que é já é um grande passo.
    Bom, nada “espetacular”, mas enriquecedor .

  84. odar

    pô foi só chegar na disciplina, q me trai e perdi o omêr :/ mas vou continuar a contagem p ver as vaciladas q posso vir a dar.

  85. Abominavel

    (To sem acento) Nao tive maiores problemas em realizar o Omer essa semana. Pra mim esta sendo interessante, principalmente como transformacao psicologica. Estou comecando a entender o porque de algumas frustracoes minhas e como supera-las. Entendi uma coisa muito importante sobre forca de vontade, eh que ela nao eh fruto de uma guerra Consciente X Inconsciente como pensei que fosse, mas sim de um debate entre as partes. E que a vontade esta mais ligada ao “por que?” do que ao ” Querer”. Produtivo esse tal de Omer! Finalmente entendi uma frase famosa de um Judeu bem atipico, Freud :”Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.”
    Boa Sorte a todos…

  86. ricardo

    a meditação do dia 15 foi deveras facil. Ela meio que foi a base(fundamento), preparo para a meditãção de hoje.
    O exercicio tambem é algo que eu estou acostumado a fazer. As crianças e funcionarios disciplinados para com a escola, tem toda a minha disciplina para com eles
    =]
    boa sorte a todos

    1. ricardo

      só corrigindo, dia 13. o sono faz essas coisas com agente

  87. Douglas

    Costumo me concentrar e ir ao meu templo astral fazer as meditações, mas não tinha notado nada de diferente, além da energia mais intensa quando abro o ritual citando a frase “Hoje…”. Ontem, no entanto, na segunda vez que meditamos sobre Yesod, senti mais intensamente todo o astral, como se tudo foi mais perceptível que antes (consegui sentir a brisa que tocava a grama). E depois lembrei que uma sensação semelhante tinha ocorrido em Yesod de Chesed.

    Hoje, com isso em mente, pensei que não notaria mais nada, já que Yesod ser mais intenso é totalmente relacionado à sua ligação com o astral, mas me surpreendi. Ao mentalizar Nobreza na Disciplina, tudo no astral parecia estar mais coerente: elementos que não conseguia imaginar muito bem (ficavam borrados) se tornaram mais claros, as distâncias e tamanhos dos objetos e construções eram mais realistas (Malkuth rs).

    A não ser que meu inconsciente seja muito esperto e tenha criado tudo isso coincidentemente, diria que é efeito da egrégora.

  88. ricardo

    fechou 2 semanas. Geburah foi uma semana severa, cheia de complicações. mas estranhamente, tudo esta se harmonizando.
    mas eu sei de uma coisa. Mesmo que eu n me conheça melhor, eu sei que pelo menos mais disciplinado esse omer me deixou
    abraço a todos,e que venha a 3 semana

  89. Shlomo

    Só pra constar… O exercício de hoje não deveria ser “Inicie uma briga com alguém que você não conhece” (seguindo o espírito Mayhem)? Ou esse vai ser Geburah shebe Malkuth?

  90. Anarcoplayba

    Tá, fora as sincronicidades “simples” que se apresentaram (se é que existem sincronicidades simples ou complexas), ontem aconteceu um trocinho que me deixou intrigado:

    Peguei, próximo da meia noite, sentei para fazer o relaxamento, segui o ritualzinho simples que eu venho seguindo (Relaxamento que eu adaptei pra mim, Templo Astral, acende a vela no astral, volta pro físico, acende a vela no físico, desenho com o indicador o fio que liga a vela à Egrégora do SHO), fiz as meditações, fiz o meu diário de conclusões, encerrei o exercício, deixei a vela em cima do meu diário (dentro de um potinho de VIDRO, antes que alguém pergunte) e me deitei para dormir.

    No meio da madrugada, do nada, eu simplesmente acordo. Sem motivo, sem razão, sem explicação. Acordo.

    Olho pro quarto, ainda iluminado com a chama da vela, e penso: “Mas que caramba… por quê que eu acordei agora?”.

    Viro pro lado, olho pra vela, ela dá um estalo e apaga.

    Tá, partindo do pressuposto que: Não é normal eu acordar do nada, as chances de eu acordar e a vela apagar quando eu olho pra ela, e que não é comum vela fazer barulho quando apaga, o que diabos issopoderia significar?

    (Só pra lembrar: foi Nobreza na Disciplina, e me rendeu insights bem legais).

  91. Paulo Henrique

    Caramba!!!

    Essa segunda semana tem sido muito complicada.
    Me distrai um dia, acordei de madrugada e consegui meditar. Senti fortes dores de cabeça, meu laptop morreu, machuquei meu ombro. Ai devido ao meu laptop ter morrido, liguei pra minha namorada pra ela me ditar o texto todo do dia!

    Não falhei ainda, e continuo vegetariano! hehe
    Essa ano eu completo o Omer!!! Vamo lá galera!!! Força!

  92. Leikun Dantas

    Continuando “firme”.

    Coloquei “firme” entre aspas, pois no sábado à noite eu adoeci, e tive pouca força para me manter acordado após anoitecer. E, para fechar com força ainda, meu irmão, que sempre dorme cedo, decidiu começar a dormir mais tarde que eu, impedindo de meditar no meu próprio quarto.

    E a dificuldade aumentando, embora não goste muito, fiz a indicação de muitos de ir até o banheiro para ter privacidade (funcionou, embora ainda não gostei nadinha).

    Tio, dúvida básica: existe possibilidade de a “virose” (como insistem os médicos em diagnosticar tudo que não sabem) ter sido em relação a isto? Visto que eu estava até então fiel até no horário da meditação (religiosamente todos os dias às duas da manhã até duas e quinze) e sentindo cada dia mais forte? (visto que, como tive que fazer mais cedo e em local que eu mesmo não considero apropriado….)

    Abraços e força para todos.

    Que venha a terceira semana!!! Desistir é para fracos, a gente é que faz o nosso próprio destino.

    PS. Quando eu finalmente pensei em “desistir”, abri uma página random antiga do seu blog, e caiu exatamente em… Sefirat Ha Omer 2009 – Parte da segunda semana. Recomendo para todos ler os textos antigos sobre o mesmo também.)

  93. Luiz

    Não sei como mas consegui adiantar um dia sem querer, acho como diria o professor de Neuro, a minha memória me pregou uma peça.Só pode pois até a hora tenho feito praticamente a mesma. O mais estranho que hoje, antes de eu notar, aconteceu uma sincronicidade relacionado a chesed em tiferet, será que foi meio proposital esse meu “descuido”?

    De qualquer forma acho que terei que largar a ritualística e ficar apenas no autocinhecimento.

  94. Rodolfo

    MDD, uma coisa que gostaria de perguntar:
    Tive muitas complicações no meu dia-a-dia durante a Segunda Semana, mas tudo acabava se alinhando, se normalizando… Seria normal ter dias em que durante todo o período eu não passasse por nenhuma complicação, nenhum perrengue (Mas realizando os exercícios propostos e tal)? Tipo em Alfa…

Deixe uma resposta