Exercícios Práticos – 01

Estes são os básicos dos básicos preparatórios, que são ensinados em qualquer curso de reiki, chi kung, chakras e na imensa maioria das ordens iniciáticas. Aleister Crowley dizia que as bases da magia são a Vontade e a Imaginação. Estes exercícios vão começar a trabalhar com a sua mente para preparar algo mais elaborado no futuro.

1) Concentração
A base da magia prática é a concentração. É impossível realizar qualquer tipo de atividade prática sem dominar sua mente objetiva e elevar sua concentração a um outro nível de consciência.
Você vai precisar de uma vela e de uma sala com pouca luminosidade. Tenha certeza que não será perturbado (desligue telefones e celulares). Posicione a vela a cerca de 1,5m de você, mais ou menos na altura dos olhos, de preferência contra uma parede branca, e acenda a vela. Sente-se com as costas eretas e fixe o olhar na chama da vela, com a vista relaxada. Mantenha a respiração calma e relaxada, sem se afobar. O exercício consiste em permanecer olhando para a vela sem piscar, mantendo a concentração até que todas as sensações externas sejam eliminadas e as duas únicas coisas que existam no universo sejam você e a chama da vela.
Caso você não tenha como usar uma vela por algum motivo, você pode fazer um pequeno ponto preto com 1cm de diâmetro e gruda-lo com durex na parede, ou focar em um ponto fixo distante.

Mantenha essa concentração (sem piscar) pelo tempo máximo que conseguir. A razão para isso é que este exercício desenvolve sua visão intuitiva e, quando você estiver se ajustando a esta visão, sua mente objetiva fará você “piscar” para reajustar a visão ao plano objetivo. Se estiver fazendo certo, conseguirá afastar TODOS os pensamentos poluidores da sua mente e ficar no que os orientais chamam de “estado zen”, absolutamente concentrado na chama da vela. Os sons e até mesmo as imagens da sala podem desaparecer (é a sensação de relaxamento do “sonhar acordado”). Quando estiver dominando este exercício, o relaxamento que você faz da sua mente em 5 minutos neste estágio equivale a uma soneca de duas horas.

Dificuldades:
1) manter os olhos sem piscar. Muita gente arregala os olhos e força para que eles fiquem abertos; não é isso. Deixe os olhos semicerrados e relaxados. No começo é MUITO difícil, você vai tender a piscar ou desconcentrar facilmente, não chegando a 1 minuto de concentração… mas com treino, é fácil de chegar a até 20 minutos neste estágio zen.
2) afastar os pensamentos mundanos. Como você perceberá, sua mente objetiva vai tentar te atrapalhar de todas as maneiras possíveis e é bem provável que você seja inundado de pensamentos inúteis e caóticos (na verdade, você faz isso o tempo todo, só não percebe, mas este exercício deixa isto bem evidente).

Exercício 2: Imaginação e chakras
Pode ser feito de preferência de pé, com as pernas afastadas na largura dos ombros. Os braços podem ficar relaxados ao lado do corpo, os dedos abertos, mas sem forçar nada (esta postura chama-se Wu Shi).
Respire de maneira relaxada, pelo nariz, olhos semicerrados, sem nada prendendo seu corpo (anéis, pulseiras, soutien apertado… ). Pode deixar uma música bem leve e suave no ambiente se ajudar a relaxar, mas não walk-man/i-pod. Tenha certeza que não será perturbado.

Comece pelo primeiro chakra (Muladhara). Visualize um disco de luz vermelha, com cerca de 4cm de raio, com 4 pétalas, girando no sentido horário sobre a região do cócix.

Quando INSPIRAR, imagine uma energia vindo do centro da terra, subindo pelas plantas dos seus pés, passando por dentro das suas pernas e alimentando este círculo. Conte dez respirações lentas até conseguir VISUALIZAR com o máximo de nitidez possível a energia entrando no seu corpo e este chakra girando (sentido horário)… sinta a energia subindo e fazendo este disco de luz girar…
Em seguida, imagine o segundo chakra, laranja (Svadisthana), do mesmo tamanho, sobre a região do ventre, pulsando e girando no sentido horário, em sincronia com o primeiro, e um filete de luz branca unindo os dois… permaneça com os DOIS chakras bem nítidos na sua mente, com as cores vivas, por dez respirações relaxadas.
Imagine agora o terceiro chakra (Manipura), amarelo, com o mesmo tamanho que os outros, girando em sincronia e um filete de luz branca unindo os três discos… mais dez respirações visualizando o conjunto e imagine o quarto chakra (Anahata), verde, sobre o centro do seu peito, unido aos 3 outros chakras por filetes de luz… mais dez respirações e vamos para o quinto chakra (Vishuda), azul, sobre a sua garganta e unido aos outros por esta corrente de luz.
Mantenha TODO o conjunto nítido girando na sua mente por dez respirações… a cada respiração, mais um “gole” da energia da terra que faz todo o sistema permanecer em movimento, sem esquecer de todos os outros discos… mantenha a ponta da língua no céu da boca… mais dez respirações e o filete de luz branca chega ao disco índigo localizado alguns centímetros na frente da sua testa… não esqueça de imaginar TODA a energia subindo do centro da terra até o sexto chakra… finalmente, mais dez respirações e o filete de luz imaginário sobe até o topo da sua cabeça, no sétimo chakra, formando uma “fonte” de energia branca se espalhando pela sala.

Pessoas comuns normalmente não conseguem chegar no terceiro chakra… sua mente destreinada começa a divagar sobre besteiras, ele perde a concentração, perde a imaginação, não consegue focar, não consegue visualizar, se atrapalha todo com a sincronia dos giros e discos, fica ansioso, com pressa, a mente objetiva o deixa irritado… e ele/ela vai assistir a novela ou um jogo de futebol… enfim…

Efeitos esperados: formigamento por todo o corpo, especialmente na ponta dos dedos, devido ao acúmulo e limpeza da energia do corpo. É comum formar uma “bola” de energia nas palmas das mãos. Relaxamento completo físico e mental em algumas pessoas… outras experimentam euforia e ficam “ligadas”… Isso varia de acordo com o seu estado mental e quais chakras estavam mais ativos ou inativos durante o processo… com o tempo e novos exercícios, aprenderemos a ESCOLHER os efeitos desejados em nosso corpo.
Altamente recomendado para se fazer quando se está doente (focar especificamente no 3º chakra) ou com aquelas cólicas de menstruação (neste caso, dar atenção especial ao segundo chakra – Svadisthana).
Se você conseguir fazer este exercício e ficar bastante relaxado, pode fazer imediatamente antes de dormir e depois me conta o que aconteceu com os seus sonhos…
Se puder fazer esse exercício na grama/terra, ao ar livre, com os pés descalços, o efeito será muito maior.

Exercício 3: manifestação desta energia
Assim que você conseguir dominar o exercício 2, o que deve demorar cerca de uma semana ou duas (varia absurdamente de pessoa para pessoa – já vi gente acertar na primeira tentativa, já vi gente demorar um mês para ter algum efeito), repita o exercício 2 mas com as mãos dispostas à sua frente, como se estivesse “abraçando uma árvore”, de acordo com a figura abaixo:

zhan1.jpg zhang2.jpg

Mantenha os dedos semifechados, como se segurasse um delicado balão de ar entre seus dedos. Quando inspirar, imagine a energia entrando pela sola dos seus pés e alimentando este circuito. Quando EXPIRAR, imagine esta energia fluindo deste circuito para a palma das suas mãos. Em alguns minutos, você deverá sentir uma “bola de energia” entre seus dedos… tente afasta-los ou aproxima-los BEM DEVAGAR e você irá sentir esta energia Chi. Ela atua nos planos sutis (Mental, Emocional, Astral e, com outros treinos, no Físico… ) mas não pode ser detectada por nenhum aparelho de nossa ciência moderna.
Com o tempo, pode fazer experiências como afastar suas mãos devagar até que esta bola de energia fique com o tamanho máximo que você conseguir, ou pressionar até sentir uma força física sutil impedindo que suas mãos se encontrem.

Ok, eu senti o chi… e quais os efeitos práticos disto?
Calma, pequeno gafanhoto… um passo de cada vez… primeiro crie sua bola de energia, depois vamos passar mais exercícios práticos sobre o que fazer com ela… da onde você está até entortar uma barra de aço na sua garganta ainda vão seis anos de treino…
Por enquanto, como disse, esses exercícios são o básico do básico.
O importante, por enquanto, é sentir que esta energia existe e pode ser detectada pelo ser humano.

Este post tem 220 comentários

  1. Erlyson

    Pergunto: Eu já pratiquei estes exercícios 1 e 2 por um certo tempo. E somente algumas vezes senti algo de verdade… Mãããs as cores, eu não consigo visualizar os chakras com essas cores que falastes.

  2. Erlyson

    Faltou a pergunta, malz aí…
    Tem alguma coisa errada no que eu estou fazendo ou comigo mesmo?

  3. RW

    Belo exercício, da um lance só de ler!! Para quem está ligado na matrix dos sonhos e ocultismo, agora pouco, é que acordei tarde, “eles” disseram que estão procurando a verdade dupla, e não a verdade de dois lados. Isto me lembra, mensagens em textos, um iniciado que dizia “em verdade, em verdade vos digo”, e algumas igrejas que se utilizam do bem e o mal para atrair fiéis! Abração irmão!!

  4. Rossato

    Há alguma hora do dia mais adequada para estes exercícios? Uma vez por dia é suficiente? Mais vezes podem não surtir resultado?

  5. vegeto

    Se vc continuar colocando exercícios práticos vou visitar o blog mais vezes ^^,pq prefiro ler mais sobre prática do que história e tal,se bem que é muito importante saber a história…

  6. Felipe Esperante

    Quem é hiperativo, ou sofre de algum problema na concentração, tem alguma chance? ¬¬”

    Eu não consiguia ficar 10 segundos concentrado… confesso que estou treinando diariamente. Já consigo ficar uns 2 minutos sem pensar absolutamente em nada de olhos fechados, mas de olhos abertos… impossible…

    Será que tem jeito?

  7. Lucas

    MDD fiz o exercicio da vela com uma vela marrom e com mais dois amigos, depois de uns 30 minutos fui durmir e mais tarde acordei sentindo um vulto negro se aproximar de mim, no inicio nao conseguia me virar pra poder olhar o que o vulto fazia e depois de um tempo desesperado tentado virar consegui me mexer e acordei arrepiado e com o coracao acelerado.Eu fui atacado no astral ?O exercicio da vela pode ter influenciado em alguma coisa ??

    Desde ja agradeco.

  8. Luiza

    quando eu aprendi meditacao parecida com chakras, fazia e foi uma epoca que me sentia muito mal. Eh fruto do exercicio, fruto da reorganizacao energetica?

  9. Felipe Esperante, tem sim. Prática. MUITA PRÁTICA.

    É dificil pra todos, cada 1 tem um(s) problema(s) em particular que atrapalha as práticas. Te dando um exemplo, eu sou bipolar. Em uma hora eu to hiperfeliz, tranquilo, na paz meditando e de repente se motivo nenhum meu humor muda completamente, minha concentração some e a unica vontade que tenho é me de me isolar num quarto escuro e ali ficar. Mas com a perseverança consegui otimos resultados.

    O unico jeito é praticar, recomendo a leitura do livro Iniciação ao Hermetismo, totalmente prático e tem excelentes exercicios pra melhorar a concentração.

    Fraternalmente

  10. Spider Jerusalem

    Pois eh, pra mim é muito foda porque eu sou muito distraido. To sempre viajando na maionese…

  11. Mussameshi

    É bom lembrar, que a princípio, pode haver desconforto e sensações estranhas. A respiração alterada, suor, calafrios e falta de ar também fazem parte. Nem tudo são rosas, principalmente para quem não se purificou mentalmente.
    Meu primeiro conselho é:
    Limpem a mente do egoísmo e da agressividade.
    Sou Taoísta e pratico a anos, os exercícios realmente funcionam, e te lavam a lugares fantásticos.

    É a primeira vez que entro no site e estou adorando o passeio, mas tenho uma dúvida que procuro resolver a alguns meses e não consigo. Queria conhecer um grupo ou sociedade de ocultismo que dominasse os ventos. Não é mentira, eu tenho esperiencias em criar correntes de ar mas nunca encontro assuntos ou pessoas que conheçam o domínio de tal manifestação.

    valew

  12. Marcelo Trapa

    Existe a possibilidade de fazer esses exercícios sentados? (sou caderante) se possível deveria fazer na minha cama com os p´s apoiados no chão?, na minha cadeira mesmo acho que não pois acredito que a borracha do pneu, fibra de carbono e alumínio acabariam meio que “isolando” um pouco..a bola chi já pratico uns 21-22 anos “sem querer”..sentia essa energia e ficava “brincando” pra ver que tamanho conseguia sentir ao máximo e no mínimo também…

    @MDD – pode fazer sentado. O importante é manter a coluna ereta, com os 7 chakras alinhados.

  13. Francisco

    tenho uma dúvida no exercício 2:

    os círculos tem que girar no sentido horário, mas em que perspectiva? Como se estivessem a minha frente, como um relógio, ou como se estivessem sobre o meu corpo e eu estivesse me olhando fora de mim?

  14. Trojan

    no exercicio dois, os chackras estão na horizontal, ou na vertical? só isso mesmo. brigado DD

  15. Guilherme

    Quando eu fico olhando para a vela, eu consigo me desprender de quase tudo, menos da vela!

    Só fico pensando, que a vela ta queimando, a vela ta acesa, a chama ta mexendo, a chama ta reta, saiu mais fumacinha agora, a vela… a vela… a vela…

    Quando eu tentei fazer com o ponto, e a mesma coisa. É o ponto isso, o ponto aquilo….

  16. Sas

    Tio Marcelo,
    tá na hora de exercícios mais avançados pra gente que acompanha a coluna a muito tempo!
    Abraços

  17. ju

    eu faço o exercício dos chakras há mais ou menos uns 3 meses. faço deitada, porque é o jeito que consigo relaxar melhor. na primeira vez que fiz senti esse formigamento bem intenso, depois só sinto raramente e bem suave. o que mudou??

    @MDD – o formigamento é um aumento de sensibilidade do corpo às cargas elétricas que normalmente passam pelos chakras. O exercício dos chakras especificamente eu recomendo fazer com a coluna ereta e de pé ou sentada, para que ela fique alinhada verticalmente. Deste modo, com certeza você sentirá melhor os efeitos de formigamento da pele e aquecimento.

  18. Marcell"

    Parece piada, mas meu maior problema até agora foi não ser perturbado…. nunca consegui silencio e privacidade o bastante pra descobrir se consigo isso ou não.
    Bem… férias vem ai, vamos tentar.

  19. Andre Quelhas

    Mussameshi – Fiquei intrigado com sua colocação final sobre a criação de correntes de ar… Há anos que faço o mesmo, com algum sucesso.

    Há muitos anos atras subi no topo de um predio muito alto e desafiei o vazio e o vento, numa tentativa bem sucedida para acabar com o medo de alturas que sentia.

    Anos depois decobri através de um livro muito bom, que já não se encontra mais, chamado Guia da Magia – de Jean de Blanchefort, que com essa prática eu havia feito o mesmo exercicio para o controle e dominio do elemento Ar.

    Não conheço nenhuma sociedade ou grupo que possa nos ajudar, portanto fica aqui a minha solidariedade e também o meu pedido de orientação ao proeminente senhor DelDebbio.

    Caso voce Mussameshi venha a ler este relato peço que entre em contato comigo atraves do meu email pessoal que seria andre.quelhas arroba gmail.com

    Afinal dois já são mais que um, e quem sabe não encontramos outros ‘habilidosos’ por aí.

    Fraternos Abraços a todos.

  20. Diogo

    Marcelo,

    é normal a chama da vela diminuir de tamanho durante o exercicio?
    mesmo sem vento, costumo fechar toda minha casa p/ nao ter corrente de ar e a chama ficar 100% parada, e quando começo a sentir resultados na minha concentração, a chama diminui.

    @MDD – É normal acontecerem coisas estranhas nesse exercício…

  21. Pedro

    Tio MDD

    Eu tenho um problema que eu vivo mechendo no meu cabelo, mais precisamente fico enrolando e puxando o topete. Nao sei se isso é TOC, mas desconfio que vou acabar ficando careca se eu nao parar logo com isso.

    Você acha que esses exercícios podem me ajudar a me livrar desse vício tosco? Se não, tem algo que poderia recomendar? Raspar o cabelo não vale.

    @MDD – acredito que sim. Todos os hábitos são ações que no início são voluntárias, depois se tornam involuntárias e são absorvidas pelo subconsciente. O melhor meio de se combater um hábito é através de uma contra-ação voluntária que, com a repetição, se tornará absorvida pelo subconsciente da mesma maneira. Os exercícios ajudam no sentido de se conscientizar do seu vício (tique) e ordenar (através da vontade) que seu corpo pare. Infelizmente, é mais explicar do que fazer…

  22. Sérgio

    Então, eu já pratico os exercícios. Na verdade, tem algum tempo que não os faço, e não exatamente das mesma maneira que foi escrita, mas os resultado são iguais.

    Mussameshi, quanto ao controle do vento, bom, quando eu era mais novo, (dos 12 aos 15), eu conseguia controlar com muita facilidade o elemento AR, tanto é que em tempo chuvoso eu conseguia criar relâmpagos. Em condiçoes normais, eu conseguia criar/invocar desde brisas suaves a ventos pesados e velozes. Ventos frios ou quentes. Entre outras coisas…

    Com o passar do tempo, com a “inquisição” dos conhecidos da vizinhança, que sabiam que eu gostava de magia e me assumia Mago/Bruxo, com um pouco da descrença deles e insultos, isso foi diminuindo. Foi repressão mesmo, (ainda que eu não tenha certeza de que tenha sido SOMENTE isso), mas eu procuro desde sempre o controle interno e consequentemente externo dos elementos e elementais.

    Eu fazia até uma brincadeira com meus amigos, eu dizia: Quer ver algo interessante? Quando eu levantar minha mão direita, o vento vai aumentar. (daí eu fazia e acontecia isso) Quando eu eu abaixar agora, ele vai diminuir. (e de novo acontecia) O pessoal descrente pedia pra eu repetir, e eu fazia de novo… e de novo acontecia. Eu dava gargalhadas…

    Tenho certeza que meu mundo com certeza é outro, um mundo onde a magia é tão natural quanto comer ou respirar. Onde “brincar” com os elementos é algo diário. Onde encontrar pessoas em reuniões astrais é algo discutido na mesa do almoço e em rodas de amigos.

    Com certeza, meu mundo já foi outro, mesmo por que eu já sei disso.

    Mas ter que lidar com os seres deste planeta, que são extremamente inconscientes, é realmente um tarefa árdua e complexa. Antes eu não tivesse feito a promessa draconiana…

    Mas fazer o quê, palavra é honra, e honrado eu sou. Aqui estou para cumprir minha promessa.

    Quem lembra do pacto, vai entender…

    (me perdoem, isso só foi um desabafo, rsrsrs)

    Abraços.

  23. Rafael

    Bom dia,

    Eu ja tentei varias vezes esse exercicio e nao consegui… quanto tempo devo ficar treinando por dia para ter resultados?

    @MDD – Exercícios mentais são como exercícios físicos. Quantas flexões de braço você consegue fazer? Consegue 50? 100? E abdominais? umas 300? Para conseguir basta treinar… às vezes pode demorar alguns anos para chegar nisso… exercícios mentais são exatamente a mesma coisa.

  24. Rafael

    humm entendi..

    grato..

    se tiver como tirar mais uma duvida eu ficaria grato tb..

    quando eu to fazendo, ate consego me acalmar legal e etc.. manter um tempo bom os olhos sem piscar e sem forçar, so que ai meu olho começa a desviar da chama involuntariamente… eh estranho… talves isso so seja parte do processo mas como vc nao sitou nada parecido eu fiquei curioso.. controlar o piscar ate que vai mas esse desvio eh meio impossivel.. sei la.. (e nesses momentos o olho nao esta incomodado com luz, isso que me intriga)

    mais uma vez obrigado e otimo blog.. entro todo dia pra ver se tem algo novo..

  25. Samuel Ritter

    Fiz o exercício 2 e acertei de 1a.
    Fantástico o resultado… bem tranquilizador. Poucas vezes me senti tão zen qto hoje.

    O 3. exercício vou começar a fazer em breve. mas quero fazer viagem astral 1o.

  26. Adão

    fiz o exercício pela primeira vez e não consegui ir além do terceiro chacra por conta da sensação muito estranha, comecei a suar, mas suar mesmo na testa nas costas acho que nem 2 minutos haviam passado e eu senti um calor muito grande, não tinha na memória muito bem o exercício e não entendi se colocava a língua no palato superior desde o início ou depois mas resolvi fazer só para ver as reações e depois que abri os olhos tive que me sentar eu tava muito tonto, não sei se é normal, mas vou ler o exercício e seguir fazendo,…abraço

  27. joakim

    Marcelo se puder dê uma olhada nesse site: http://www.dharmakuanyin.com.br

    Ele fica próximo de casa há cursos de reiki no local segue um pequeno texto retirado do site:

    “No Plano Espiritual:

    Trata-se de uma egrégora de seres multidimensionais da Grande Hierarquia Cósmica ( Grande Fraternidade Branca do Oriente e do Ocidente ) , dando sustentação às ações e atividades desenvolvidas no Centro de Dharma Kuan Yin.

    Estas ações estão em sintonia com o Propósito Maior de ancorar as energias ascensionais e crísticas a nível individual e coletivo.”

    @MDD – Eu, pessoalmente, não gosto de nada que tenha “chama violeta”, “seraphis bay”, “urantia”, “portal 11.11, 12.12, “maias controladores do tempo”, etc etc” envolvido porque… bem… porque até agora só encontrei malucos venerando essas coisas. Nem um único pingo de racionalidade, nenhum estudo sério, nenhuma lógica… Pode ser que eu esteja errado e algum leitor possa me mostrar algum texto sério sobre estes tais 12 raios, mas até lá, não boto nenhuma fé nesse tipo de approach.

  28. joakim

    Por isso preferi perguntar para voce antes, por ai onde pesquisei (depois de ter postado aqui) tem mais coisas misturadas que achei muito esquisitas.

    Obrigado Marcelo.

  29. Israel

    Olá Marcelo!!!

    Tenho uma grande duvida com relação ao exercício dos chakras. Você diz:

    ” Visualize um disco de luz vermelha, com cerca de 4cm de raio, com 4 pétalas semelhantes ao desenho ao lado, girando no SENTIDO HORÁRIO sobre a região do cócix.”

    Minha dúvida é:
    No sentido horário – acompanhando um relógio na sua frente, voltado para você? Ou como se você fosse o relógio?
    Não sei se me expressei direito, mas se você puder esclarecer esta dúvida…

    @MDD – Sentido horário EM você… imagina que tem um relógio pendurado no seu pescoço.

  30. João Henrique Silla Salvático

    DD, fiz o exercício 2 pela primeira vez hoje, e cheguei até o 5º Chakra. Minha mente começou a divagar (droga =/) e não consegui me concentrar.

    Porém, ao atingir este chakra, notei um formigamento na minha garganta, o que não notei nos lugares respectivos dos outros chakras…

    Isso significa que tenho energia acumulada ou pouca energia nesse chakra?

    @MDD – Nas primeiras vezes, é comum formigar um ou mais chakras que estejam desbalanceados. Deve normalizar com a prática.

  31. João Henrique Silla Salvático

    Ah, esqueci de dizer que senti mesmo um formigamento e um certo calor pelo meu corpo, além de uma sensação incrível, inexplicável, eu diria.

    Abraços!

  32. luiz_heavymetal

    Sobre o exercício dos chakras, é normal sentir os chakras imaginados “pulsando”, mesmo sem ter buscado isso?

    Li rápido o texto antes de tentar pela primeira vez e deixei passar que é pra imaginar o chakra também pulsando, mas senti uma pulsação forte…

  33. thomaZ

    Vou reiniciar, começar do zero. Cara fazer isso sozinho da muito trabalho, é muito difícil ter disciplina e controle quando se trabalha só nisso. Por exemplo, quanto mais longe quero me manter afastado de uma “coisa”, mais ela me persegue, é muito ruim, mas quando eu paro de pensar nela, acontece. A carne foi tranquilo parar, faz tempo, mas outro dia fiz um teste pra tentar reduzir a cafeína por um tempo e foi um desafio, parece até que os hormônios trabalhavam contra mim, sensações estranhas, que com o tempo passaram, mas no início foi hard… Imagina isso em outros aspectos, como os defeitos interiores, haja auto observação e concentração.
    Obrigado.

  34. Tiago Aragão

    Salve Marcelo,

    estive refletindo sobre a “essência” da vela. Vc sugere sempre q nos aniversários, não seja apagada a vela, pois assim “matamos o elemental. Sendo assim, entendi q toda vez q acendemos uma vela ou fogueira, trazemos ou criamos um elemental. A sugestão para não matarmos ele, poderia ser usar velas pequenas, ou partir uma vela grande em menores antes de acender, para assim não interromper a queima? Para o exercício, vale também velas aromáticas?

    Abraços e viva o sol invictus.

  35. Vinícius

    Marcelo, uma dúvida.

    Insetos pequenos, como baratas e formigas, podem “sentir” formas-pensamentos?

    Já aconteceu mais de uma coincidência, em que eu pensei uma forma-pensamento como um muro na frente do inseto, e ele pára instantaneamente, ou em que pensei em algo se formando embaixo do inseto, e instantaneamente ele alça vôo.

    É possível ou é viagem na maionese?

  36. Hernane

    Tio uma dúvida,

    Bem, começei agora a fazer o exercício da vela e ainda estou com dificuldades, (apesar de que as vezes é como se eu me concentrasse do mesmo jeito so que em outras coisas, mas inconcientemente) apesar de ser normal e logo irei superá-las.

    Agora a pergunta:

    1) Seria recomendável passar para os próximos exercícios apenas depois de dominar este básico de concentração? Porque eu penso que primeiro de tudo é preciso ter uma boa base e saber dominar o básico.

    2) Se sim, depóis do exercício da vela seria mais recomendável o de visualização de chakras e do templo astral ? (que eu tambem faço muito parecido quando estou pensando, como se eu estivesse vivenciando aquilo no material )

    Muito Grato

    Abraços Hernane.

    ps: Desculpe os erros de português e se ficou algo difícil de se entender.

  37. IRR

    Eu fiz o exercício, durou uns 15 minutos. O que senti foi formigamento na palma das mãos e na sola dos pés, de vez em quando na espinha também. O que pode ser isso? Meus chakras estão bloqueados?

  38. Nilson

    Tio DD, Eu estou praticando esses primeiros exercícios a 1 mes mais ou menos, porém estou com dificuldades no exercício da vela …. não sei por que cargas d’agua eu não consigo “sentir” a falta das sensações externas …. consigo ficar olhando pra vela e ficar com os olhos abertos sem piscar …. nos outros exercícios não estou tendo problemas …. inclusive no dos chakras nos últimos dias a minha mão além de formigado tem esquentado, e sinto fluir energia pela minha coluna, muito legal. será que você teria uma dica para ajudar a me concentrar até chegar ao ponto de não “sentir” mais as sensações externas ?
    Obrigado

  39. Felipe

    Olá, uma dúvida a ver com os chakras. Algumas pessoas dizem q as cores são vermelho, laranja, verde, rosa, azul e amarelo – baixo p/ cima, aqui no blog vc usa o vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e azul indico, assim como referencias orientais q eu já reparei. Já escutei falar q isso é pq mudou o milênio, ou um negócio assim e tem neguinho q se apega a essas coisas p/ discutir em centro q eu tb já presenciei. Enfim, eu acho q no fundo não muda nada e é só “detalhe”, mas vc poderia o q vc sabe a respeito?

    @MDD – Cores são apenas nomes que as pessoas dão às suas percepções de determinados tipos de vibração. As cores corretas seguem o espectro luminoso, do vermelho até o violeta.

  40. Fabio

    1) Durante o exercício da vela é comum que a visão fique borrada mesmo quando se está focado somente na chama ?

    2) Também no exercício da vela é comum que os olhos encham de lágrimas quando se fica um tempo sem piscar ?

    @MDD – sim e sim.

  41. Hector

    MDD, fui guiado ao seus blogs em janeiro desse ano, li quase todos os seus post, todos do sedentário e quase todos daqui, e depois de lê-los decidi que voua ordem rosacruz que tem aqui em minha cidade, são josé dos campos, para conhecer melhor e começar os trabalhos para ser, talvez, aceito como um iniciado.
    Mas antes decidi começar a fazer os exercícios práticos básicos que você passou, os descritos acima.
    Realizando o exercício de concentração tive diversas sensações e gostaria de saber se isso é normal.
    Já li nos posts acima que algumas coisas que aconteceram comigo são normais e outras pessoas já sentiram e vc já as respondeu.
    Mas hoje tive uma sensação de paz muito grande, me senti absolutamente descansado, também senti algo que me pareceu uma sonolência, mas sem nenhuma vontade de dormir, me senti extremamente leve, isso é normal?
    Também quero saber se eu ficar repetindo frases em minha cabeça como “eu estou concentrado na vela, existe somente eu e a vela” está correto.
    E por último, eu uso protetor auricular para diminuir o ruído externo, isso irá me ajudar ou atrapalhar no desenvolvimento?

    Parabéns pelo trabalho que você faz nos blogs.

  42. thiago

    Por que todos os chakras no sentido horário no exercício?
    Eles não alternam entre si?
    Eles não são alternados nos dois sexos?

  43. D

    @thiago : O que alterna é o lado do corpo por onde passam os canais de chackra ascendente e descendente. A rotação dos chackras é a mesma sempre, e eles são sempre os mesmos : Base, sexual, plexo, cardíaco, laríngeo, terceiro olho e coroa.

    Já o porque de o sentido horário abrir e o anti-horário fechar (é isso mesmo ? acho que é) não sei. Pode até ser que seja algo vindo da formação do feto.

  44. rodrigo

    Del Debbio, a concentração na magia na verdade serve para enganar(por assim dizer )o lado esquerdo do cerebro, pois voce se concentrando ao maximo e usando a imaginação é capaz então de induzir um estado alterado de conciencia? É por isso então que Franz Bardon nos faz praticar tanto a concentração e a imaginação no Livro Iniciação ao Hermetismo?

  45. IRR

    Fiz o exercício de meditação antes de dormir. Comecei com uma presce para limpar o quarto, ascendi uma vela, um incenso, estava chovendo, coloquei um som segurando as notas músicais, 4 minutos para cada nota e sentei no chão na posição de lotus. Estava sentido em comunhão com os 4 elementos.

    Comecei sentir como se tivesse uma pequena atmosfera em volta e toda a energia ao meu redor vindo de encontro a mim. Nos 4 primeiros minutos (primeiro chakra), senti como se tivesse um peso me segurando e um filamento me ligando ao chão. E a cada nota que chegava (as vezes antes) eu sentia esse filamento ascedendo.

    Até quando chegou no chakra central (anahata) e eu senti que a energia que eu estava sentido antes estava aumentando de maneira espantosa e muito rápido. E aquele fino filamento que eu tinha percebido, não ia ser capaz de segurar o que estava vindo. E isso me assustou, o que me fez abrir os olhos e logo fechar de novo, isso fez a sensação que eu tinha sentido antes passar.

    Voltei ao estado de concentração que estava antes e eu comecei a sentir na frente da minha cabeça como se tivesse uma energia pulsando para os lados. E ao chegar no 6º chakra eu senti todo o corpo formigando, e principalmente na parte central como se tivesse um caminho de energias subindo e descendo. E eu fui sentindo isso até chegar no 7º chakra. Onde continuei sentindo praticamente a mesma coisa e depois acordei.

    Esse medo que eu senti é comum?

    ps: Acho que entendi o significado das imagens que tem jesus com um coração flamígero e também daquelas lendas de yogues “voarem” quando estão meditando.

    1. Markin

      sim, o medo é comum. vc entrou no estado vibracional e isso nos da a senssação de morte. é ai onde é possivel vc fazer projeção de conciência e ter visões ou até mesmo viajar por outros planos espirituais, como tambem, andar nesse mundo sem seu corpo. mas isso pode ser perigoso vc tambem pode ser atacado por espiritos no plano astral(demonios) ou não encontrar com “anjos”

  46. Lucas T.

    Marcelo, uma dúvida, no exercício da vela é comum ter sonolência? To meio encucado, não sei se é distração do lado esquerdo do meu cérebro pra perder a concentração ou se é conseqüência do exercício.

    []s

  47. Pedro Ribeiro

    O sentido horário é de quem olha para o corpo ou é como se eu olhasse de dentro para fora?

    @MDD – Pense como se o relógio estivesse pendurado no seu peito.

    1. Klebera!

      “Pense como se o relógio estivesse pendurado no seu peito.”

      Então eu teria que pensar nele girando no sentido anti-horário, se o relógio está no meu peito ele teria que estar de costas pra mim. É isso?

      Interessa o sentido em que o chacra deve girar ou não?

      @MDD – Cara, se voce está tendo problemas com “sentido horário e anti-horário”, tornar-se um ocultista é o menor dos seus problemas 😉

  48. Lucas T.

    To fazendo o exercício da Vela todos os dias, sempre 30 minutos antes de dormir. No começo tava realmente MUITO difícil se concentrar somente em um ponto, a visão ficava oscilando na própria vela, daí quando eu finalmente conseguia fazer ela parar meus olhos ardiam e eu piscava.
    Agora ta bem melhor, mas igual tu falou na descrição do exercício, os pensamentos AINDA ficam bombardeando minha mente. O que eu ando mais sofrendo são com músicas aleatórias na cabeça, bem lá no fundo, mas se eu descuido um pouco é uma porta pra inundar a mente de outros pensamentos, daí tenho que começar tudo denovo.

    Mas ja evolui bastante, conforme eu melhorar mais esses aspectos eu posto aqui.

    []s

  49. Rodrigo

    Marcelo, pratico o exercico da vela ja faz algum tempo, é normal a vistra ficar embaçada, ou o foco não ficar nitido, como parar isso e deixar o o ponto ou a chama da vela perfeitamente nitidos quando se olha pra eles, além de atrapalha é uma distração constante ficar tentando arrumar a vista toda hora

  50. Eduardo

    Fala tio, eu fiz o exercício 1 ontem, a noite, fiquei meio q com sono e não vi mais nada alem o ponto preto na parede tudo ao redor sumiu, senti uma sensação de leveza, foi legal, eu nunca tinha feito.

    Fiz o do chakras umas 10 vzs mas eu tinha me esquecido das cores. Hoje eu fiz uma experiência q me deixou meio estupefato, foi o seguinte, eu tinha lido o último exercício da energia, e do nada eu resolvi pegar uma mão e colocar perto da outra palma com palma, e no centro da mão comecei a imaginar uma bola de força crescendo, não sei se foi auto-hipnose ou a tal energia (que eu duvidava muito, e ainda to com o pé atrás), eu não consegui juntar as mãos, senti a uma pulsação entre as mãos e elas chegaram a esquentar, então meio q cabreiro eu tirei o foco, separei as mãos, e depois as juntei de novo normalmente.

    To lendo sobre os assuntos aqui no TDC já fazem 7 meses, essa foi a coisa mais bizarra que aconteceu. COOL !!!

    Como disse entre parênteses, ou foi auto-hipnose ou foi a tal energia.

  51. Rodrigo

    Del Debbio, relacionado a chakra Muladhara, na mitologia Hercules enfrenta Anteu o filho da terra….não temos ai uma analogia? Pois o Muladhara é relacionado a terra e e seu desenvolvimento da uma especie de super força, Anteu tirava suas forças desse chakra e Hercules para vencelo cortou essa fonte tirado-o do chão

  52. Lucas Tonin

    Marcelo, porque é tão difícil fazer o exercício da vela? Fiquei algumas semanas sem fazer e a dificuldade retomou toda, mas com alguns dias consegui concentrar novamente. Alias, a chama da vela insiste em diminuir toda vez… tentei descobrir o que causa disso, se é o nível de concentração, a intensidade da concentração mas ainda não achei relação concreta…

  53. wilton

    Como eu sou iniciado em RC+ entendo a vela + o espelho como aura transportada..

    Parecido …

  54. Zombie

    Tio!

    Eu fiz esses exercícios pensando que não ia dar em nada.
    Eu sou zen-budista e começando nos estudos de magia prática agora. Então, pulei o da vela, porque a meditação zazen eu já estou familiarizado. com a concentração.
    Fiz o exercício dos chakras, e senti meu abdómen formigar, eu senti a energia mesmo!
    Porém, o que mais formigou e que eu pude sentir a energia, foi na minha face!
    Da garganta até embaixo dos olhos, está formigando do meio do exercicio até agora, que estou escrevendo isso imediatamente após fazer (cerca de 2 minutos).

    O que isso significa? È o quinto chakra (O azul) que estava mais desperto em mim no momento? É isso mesmo?

  55. Vinícius klain

    Estou querendo fazer esses exercícios , mas estou com um pouco de medo.
    Como posso acabar com este medo?

    @MDD – fazendo.

  56. JRN

    Marcelo, por favor, reveja a descrição e localização dos chakras Terceiro e Quarto.
    Voce com um curriculo vasto, não pode deixar as descrições erradas.
    Já que colocou a quantidade de petalas do Primeiro Chakra, coloque dos outros
    também, ou não coloque identificação das pétalas, somente as cores.
    Fraterno abraço.

    @MDD – Estão os dois corretos: Manipura e Anahata. O que você achou que estava errado?

  57. Wagnersama

    Pratico diariamente um sutra o que varia de 15 min 30 min ou mais, diferente da meditação Zen, este sutra não objetiva o vazio, e sim o foco o dominio e o direcionamento da mente consciente, seria viavel eu assimilar os dois primeiros exercicios propostos a esta pratica do sutra. ? posso manter a vizualição dos chakras ativos enquanto exerço outras atividades? a algum auxilio externo que vc indique como luzes coloridas no ambiente ou notas musicais na mesma sintonia?

  58. Brasileiro

    MDD,

    Sobre o exercício da vela, estava fazendo ele substituindo por um ponto, como vc sugeriu certa vez. Vi a pouco em um post antigo do sedentário que vc recomenda que seja um ponto preto do tamanho de um confete. Eu estava fazendo com um ponto vermelho. Na verdade, por intuição desenhei um circunponto vermelho e também gravei a figura no quarto do meu templo astral. Algum problema?

  59. Viotr Hugo

    Marcelo, na explicação da vela, deu pra entender que quando se chega no estado zen vc consegue ficar sem piscar, é isso mesmo que eu entendi? como é possivel ficar tanto tempo sem piscar?

    @MDD – ficando…

  60. Eu faço esse exercício da vela constantemente, mas com várias coisas fixas do dia a dia. Chego fácil meia hora, sem piscar. Achava que era doença.. que legal, sou meio ocultista!

  61. pedroabreu

    Marcelo, é normal você ficar, ao invés de mais descansado, mais cansado ao tentar fazer o primeiro exercício. Ou eu estaria fazendo algo errado?

    @MDD – É normal, significa que voce esta com falta de energia em alguns chakras e o exercicio puxa essa deficiencia para “completa-los” energeticamente… como voce esta em defasagem de energia telúrica, sente o cansaço porque é drenado dessa energia. Nada que nao se arrume com o tempo e a prática.

  62. Daniel

    Eu fiz um exercício muito parecido com o da vela, e obtive um resultado espetacular, meu corpo inteiro começou a tremer internamente, uma profusão de cores se instaurava, e uma pressão muito forte , na testa entre os olhos se deu.E eu senti uma paz, nunca antes alcançada.O exercício q eu fiz foi: acordar às 5:00 da manhã, no meu quarto, sozinho, no litoral paulista, no começo deste ano janeiro, mantive a mente completamente vazia, costas eretas, estava em cima da minha cama, com as costas longe de qualquer parede, pernas cruzadas, mãos cruzadas.Detalhe: concentrei primeiramente na minha respiração até ela se tornar automática, depois mantive a mente completamente vazia.Naquele momento fazia um silencio muito bom.

    Eu só consegui isso uma vez, o meu maior sonho no momento é atingir esse estado na hora que eu quizer.Parei de treinar porque nao consigo achar um ambiente tranquilo, mas nessa ultima semana eu venho tentando mas não consigo.

    Peço por favor para alguem me falar com atingir esse estado de novo.O que eu fiz que eu não percebi naquele momento?Será que tem um dia certo no calendário dos astros para se atingir esse estado?

  63. Teth

    Ontem, logo antes de durmir, eu fiz essa meditação e abri meu primeiro chakra…
    Aí quando eu ainda estava entrando em estado de sono, fui abruptamente acordado porque senti minhas pernas caírem (tipo quando acorda daqueles sonhos que vc tá caindo, só que foram só as pernas)
    Será que teve algo a ver? ‘-‘
    Sei lá, foi desesperador… Nunca aconteceu algo similar antes =x

  64. Simone

    Caramba, costumo fazer um relaxamento antes de dormir que consiste em apenas ficar quieta e deixar os pensamentos fluirem sem me prender a nenhuma idéia.Depois de alguns minutos minha mente fica em silência e vejo apenas um ponto brilhantes que não consigo focar, o vejo apenas indiretamente.Sinto meu corpo formigar, pressão na testa e oscilar algo dentro de minha cabeça.Ontem mesmo, tive um sonho extremamente real (como muitos), no qual estava flutuando proxima a alguma estrutura, então fazia varias posições que considero ser de yoga,- mesmo sem ter praticado nenhuma- e enquanto fazia as posições ouvia ruídos de engrenagens.Quando tentei fazer uma posição na qual me dobrava sobre meu corpo e o trespassava, não consegui,então comecei a cair e me vi no meu quarto,deitada ao lado do meu marido com dificuldades em respirar.No sonho inspirei umas duas ou tres vezes muito profundamente, tentando respirar e, em aflição, sentei-me na cama para ver se melhorava nisso, notei a presença de uma outra pessoa, que parecia aguardar pra ficar no meu lugar.Além do desconforto para respirar havia uma forte pressão abaixo de minhas costelas, como um cinto muito apertado.Em desespero,ainda no sonho, levantei-me e fiquei de pá na cama,e gritei-“Não, eu não morrerei de novo!!!”.Acordei no mesmo instante, ainda com a sensação do cinto apertado.

  65. Paulo

    Hoje eu sentei para fazer esse exercio pela 1ª vez. Então comecei a ver a chama cintilar, até se torna eu e ela no mundo. Aí comecei a ficar meio entediado e resolvi conversar com ela… Pedi para ela aumentar a chama, e foi o que ela fez. Tomei um susto “caraca você está me escutando?”.”Aumenta ai de novo só para ter certeza.” E ela aumentou de novo.
    Foi então que ela começou a tomar a forma de uma mulher, manto, aura brilhante e com olhos flamejantes começa a andar, olha para mim, abre seu manto. E ae meu amigo apagou a chama.

  66. Caslu

    MDD,no exercício da vela(estou utilizando um ponto na parede),é normal depois de alguns minutos a visão começar a sair de foco?A sensação que me da é a de que estou saido do meu corpo.Gostaria muito de um esclarecimento para poder continuar a pratica do exercício.

    @MDD – Pode continuar que está no caminho correto.

    1. Luiz

      Pois é certa vez fazendo o exercício da vela senti como se tivesse meus braços astrais cruzados. Nesse mesmo dia teve uma hora em que minha visão mudou para escala de cinza por alguns instantes. E ai o que podem ser esses efeitos?

  67. Carlos

    MDD, sei que aqui não é o local certo, mas não sabia em que post colocar.
    Gostaria de saber uma coisa: vou fazer uma cirurgia (uma amigdalectomia e uma septoplastia para ser mais exato) e queria saber que tipos de exercicios devo fazer antes e depois da cirurgia? Algo como limpeza de chakras?
    Obrigado pela compreensão, continue assim com seu blog que traz luz para tantas pessoas.

    @MDD – nao posso responder isso, não sou médico. Não recomendo nenhum que faça exercicios de respiração; faça somente os mentais de visualização e da vela.

  68. Tiago

    MDD, com relação ao exercício da vela, estou começando agora. Qual é a frequencia com que o mesmo deve ser realizado? (1 vez por dia, por exemplo). E por quanto tempo em cada sessão de treinamento? (tipo, 15 minutos tentando, para quem está começando).

    @MDD – pelo menos umas 3-4 vezes por semana, até voce conseguir fazer este estado de consciencia com facilidade… eu faço pelo menos uma vez por dia, mas nem sempre com uma vela (uso um pequeno ponto preto desenhado na parede do meu escritório para focar).

  69. jpunker

    Visualizar é diferente de imaginar?
    eu consigo imaginar algo, entretanto visualizar é mais díficil.
    Com faço para visualizar ao invés de imaginar?

    @MDD – SIM, é diferente. Visualizar é mais profundo… começa na imaginação, mas exige mais concentração e todos os sentidos funcionando. Você não vai apenas criar uma imagem do objeto, vai sentir o seu peso, textura, cheiro, som quando manuseá-lo, gosto se colocar na boca… resumindo, você terá CRIADO um objeto de matéria astral.
    Comece imaginando, depois vá acrescentando detalhes e detalhes e detalhes… isso já deve ser difícil pra boa parte das pessoas, eu sei. Comece pelo exercício da Golden Dawn, que é mais simples…

  70. Simone Tre de Moura

    Sinto muita sonolência. È normal?

  71. Octavio

    Marcelo após o exercício fico vendo um ponto para onde eu olho durante algum tempo o que é isso ?

    1. Djaysel

      vou ajudar por ele… pode ser?!

      Tente passar depois do exercício uns minutos com os olhos fechados…pode até prolongar a sensação que MDD indica, e verifique se de fato vc está fazendo com os olhos semi-cerrados. tente verificar como vc consegue observar a chama ou o ponto com o mínimo de abertura da pálpebra de forma que fique com nitidez o objeto.

  72. leonidas

    estou fazendo o exercício há mais de uma semana.

    quando chega ao 6 chakra, eu realmente vejo uma luz azul, um pouco esverdeada. contudo, eu não a tentei visualiza-la como tal. apenas a vi e a imagem permaneceu durante todo o resto do exercicio. o fiz com olhos fechados.

    isto é normal?

  73. Carol

    MDD, tentei hj pela primeira vez o exercício da vela. Quando meu olho começava a “acostumar” com aquilo, a visão periférica ficava extremamente embaçada por alguns momentos e voltava depois. Não sei se a pergunta é muito óbvia, mas isso é puramente físico ou faz parte do processo? (Tentei algumas vezes depois fixar o olhar em um objeto comum, sob a luz comum e isso não ocorreu).

    Outra dúvida: música instrumental de fundo pode atrapalhar no exercício da vela?

  74. Samuel

    Marcelo, estou a pouco tempo fazendo este exercício. Normalmente, o realizo todos os dias antes de dormir. Até o momento, consigo manter o conjunto bem visualizado até chegar no quarto chakra, e perco a concentração quase todas as vezes quando atinjo o quinto.

    De qualquer modo, continuo tentando, pois já pude sentir um certo relaxamento no corpo e, principalmente, formigamento nas mãos. Além disso, meus sonhos mais nítidos coincidiram com os dias em que consegui avançar mais no exercício. Faz sentido? =)

    Por último, uma curiosidade: faço trabalho mediúnico com sofredores, na mesa, em um centro kardecista, a pouco tempo. Antes do início dos trabalhos, sempre há um perído de silêncio para que os presentes se coloquem em oração e concentração. Certo dia, resolvi, sentado mesmo, fazer o exercício, por pura curiosidade. Me surpreendi pelo fato de que lá, diferentemente do meu quarto, consegui manter o conjunto até o quinto, e “encaixei” relativamente bem o sexto. A concentração foi muito facilitada, acredito que pelo menor nível de “poluição” astral do ambiente. Estou certo?

    @MDD – sim, é isso mesmo.

  75. SDP

    Interessante. Passei três anos completa e seriamente imerso em Kriya Hatha Yoga e o que ocorreu foi que um belo dia a Kundalini ‘explodiu’, e eu praticamente ‘morri’, e, do momento em que ‘voltei’ em diante, esse estado [de não piscar, e estar com os chakras girando ‘a todo vapor’ etc, etc, incluindo toda a atividade ‘supranormal’] foram se ‘acentuando’ até que se tornaram permanentes, de modo que hoje não tenho nem mesmo como diferenciar ‘vida’ de ‘morte’, seres ‘vivos’ de seres ‘desencarnados’, nem mesmo de saber se estou ‘vivo’ ou ‘morto’, e estou plenamente realizado.

    O que posso dizer é que todo aquele que real e seriamente levar a busca com plena honestidade e todo o esforço possível até o fim mesmo, ‘pra valer’ mesmo, não estará perdendo seu tempo. Mas é preciso querer de verdade mesmo aquilo, com toda a honestidade, e ir até o fim mesmo. Aí realmente haverá uma chance.

    Abraço, e parabéns pelo trabalho e por toda sua perseverança, Marcelo!

  76. Nemtor

    Eu fiquei com uma dúvida no exercício da vela
    se eu focar bem nas chamas eu consigo ver todos seus detalhes, os raios de luz, ela se mexendo, com o tempo eu acabo percebendo esses detalhes sem pensar nele

    agora se eu fico relaxado as chamas vao se desfocando, como se fosse abrindo e virando duas chamas, assim essas duas chamas aos poucos vao se distanciando até sumir com isso a escuridao do ambiente prevalece, eh q nem apertar os olhos até um chuvisco preto tomar conta e deixa tudo escuro, nesse estado fico bem relaxado, mas nao vejo mais as chamas, so um ambiente escuro cheio de chiadol, como se fosse uma hipnose (nao sei explicar) e ao menor movimento de olho volta tudo ao normal.

    poderia me orientar qual dessas formas é o modo certo de se fazer?

    @MDD – os dois funcionam. o objetivo é silenciar os sentidos físicos e deixar a mente livre.

  77. Alexandre I.

    Fiz o exercício dos Chakras hoje pela primeira vez.
    Não cheguei nem ao 3º chakra, minha mente vagava pensando que eu estava fazendo errado, que os círculos não estavam certos, etc.
    As vezes eu esquecia de continuar a imaginar os círculos girando, ou então esquecia deles depois de expirar, ou então esquecia da energia vindo do centro da Terra.
    Por acaso o exercício deu muito errado? Com o tempo eu vou ir melhorando essa concentração nisso?

    No fim, eu parei no fim do 2º chakra porque pensei estar fazendo errado.
    Porém, logo depois, reparei que minha Preguiça (física mesmo, tenho muita preguiça normalmente, muitas coisas importantes eu deixo de fazer por causa dela) tinha praticamente desaparecido. Eu fiz tudo que costumo ter preguiça sem ela. Parecia que ela tinha sido reduzida a um murmúrio, em comparação aos gritos de antes.
    Também notei que estava mais despreocupado.
    Isso é resultado do exercício? Então estou fazendo certo?

    Obrigado pelas informações que fornece nesse site
    Esses textos, em conjunto com minha vontade de aprender cada vez mais (a despeito da acídia), me fazem pensar cada vez menos no material.
    Não sei bem expressar o que sinto quando leio textos tão interessantes, mas que lhe sou grato, sou. E muito.

  78. aic

    Qual seria o horário ideal para realizar o exercício da vela?
    Imediatamente antes de dormir ou logo depois de acordar?

    @MDD – tanto faz.

  79. Caio

    Boa tarde senhor marcelo,
    Quem faz o exercicio da vela pode tambem fazer exercicios visando o treinamento da visualização? Franz Bardon, por exemplo, manda o interessado trabalhar a concentração antes, se eu não me engano. O que o senhor acha?

    @MDD – Sao exercicios em paralelo.

  80. Daniel Abreu

    Cada chakra tem um numero diferente de pétalas ou todos tem 4? porque eu vi nesse site que, por exemplo, o Anahata tem 12 pétalas :
    http://en.wikipedia.org/wiki/Anahata

    @MDD – Simbolicamente, cada um tem um número diferente de pétalas.

  81. Senhor Vontade

    Como vai Marcelo? Gostaria de deixar um relato para que possa servi como um exemplo para alguém e fazer uma pergunta.

    Sempre que eu ia estudar tarot, ocultismo, astrologia, etc.. eu perdia rapidamente o foco, tinha dor de cabeça todos os dias, SEMPRE que eu estudava esses assuntos eu tinha dor de cabeça… então pesquisei um pouco e cheguei em Ajna
    “Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Falta de concentração, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão ”

    Então resolvi fazer o exercicio de chakra todos os dias, e hoje não sinto mais dor de cabeça, e tudo o que leio entendo com uma enorme facilidade, até mesmo o tarot estou conseguindo trabalhar melhor minha intuição, consigo me concentrar muito mais que antigamente (acredito que o responsável por isso tenha sido o chackra frontal, estou certo?)

    Gostaria de deixar esse relato, é legal estudar ocultimo? sim, é legal entender coisas para preencher um vazio que sempre sentimos? Sim, mas colecionar conhecimento nçao serve de nada se você nao tiver uma FORÇA DE VONTADE para traçar um objetivo e seguir mesmo que tudo envolta tente te fazer mudar de idéia, inclusive nos mesmo (no meu caso foi de realizar os exercícios de chakra todos os dias) os maiores problemas que encontrei foi de não conseguir visualizar, não conseguir me concentrar e de ficar muito inquieto (querendo terminar logo o exercício)
    então para melhorar isso toda noite eu visualizava uma parede branca e ia pintando formas geométrica, aos poucos dando mais cores, até conseguir trabalhar todas as cores, isso ajudou na visualização, quando ficar muito inquieto era simples, eu tomava um banho, sentava no sofá e ficava la relaxando por meia hora +-, até eu ficar calmo, depois eu levantava e fazia o exercício, com treino fiquei cada vez melhor….

    Se alguém aqui acha “impossível” ficar fera nesse exercício eh só parar para pensar e lembrar que tem muito “mané” que fica fera em video games pq ele fica o dia inteiro “treinando” é a maior prova que qualquer pessoa que se comprometa a treinar algo terá resultados.
    O Maior problema mesmo é a FALTA DE VONTADE, ocultismo não é apenas para matar sua curiosidade, mas sim para botar a prova sua vontade, então quando alguém aqui criar uma reta de objetivo, prove a si mesmo que você não um FRACO e vença você mesmo (que em geral, é seu maior adversário)

    Quanto a pergunta Marcelo, pode parecer um tanto estúpida e irresponsável, mas mesmo assim gostaria de saber, se eu fosse em um terreiro e pedisse para alguma entidade (com poder suficiente) para “destravar” meu chackra Ajna, você acha que ela teria “permissão” para isso? Motivos para isso eu tenho e é para ajudar e não para me ajudar…. as conseqüências conheço, os tormentos e coisas que passarei a ver, mas é para uma boa causa, se você ver meu mapa astral vai entender o por que disso, faz parte da minha tarefa, se quiser eu mando meu mapa para seu email.

    Agradeço Marcelo pela atenção, se não puder me responder não tem problema, compreendo sua tarefa corrida de mostrar o caminho para muitas pessoas.

  82. Maicon

    Aconteceu algo comigo nesse exercício de concentração, estou usando um ponto na parece, ata é ai blz, o problema que aqui realmente não tem uma parede “vazia” a casa é pequena e tem muitos móveis, então o ponto fica ao lado de uma janela e na minha visão enxerga a cama também, até ai ok, o problema é que depois de um tempo visualizando o ponto as coisas em volta (rack, cama, janela) começa criar uma camada em volta e fica piscando uma cor branca transparente, (é uma camada com cerca de 4cm) isso realmente atrapalha minha concentração e me deixa intrigado, eu enxergo de modo periférico essa camada, e caso eu olhe diretamente a cor branca fica um pouco mais escura (vai ficando com a cor do objeto, no caso a cama, a camada fica um mogno transparente)

    o que é isso Marcelo? e oq significa eu enxergar isso enquanto faço esse exercício?

    1. Magick

      Penso que você pode estar vendo a “aura” dos objetos.

  83. nemtor

    tem problema fazer o exercício de chackra e em seguida o da vela? (ou o contrário)

  84. Vitor Hugo

    Marcelo, gostaria que me respondesse.

    Esse exercício da vela pode trazer algum problema para a visão? Pela fato deu ficar muito tempo sem piscar?

    @MDD – Se está incomodando, voce esta fazendo errado. Não é pra ficar com os olhos arregalados, mas sim semi-cerrados.

  85. Hercules

    Ola,
    Qualquer pessoa pode fazer estes exercicios?, pessoas que não estejam prertendendo ser ocultista? como eu por exemplo.
    Alguma recomendação especifica para pessoas leigas?
    abraço Hercules

    @MDD – qualquer pessoa que deseje conhecer melhor a si mesma pode fazer estes exercícios. Eles são úteis na vida profana também, desenvolvendo a memória, visualização e criatividade.

  86. Jose

    Olá
    Eu moro em Portugal, conheci este site duma forma casual, e estou bastante impressionado com a informação que tenhem disponível, nomeadamente nos exercícios que agora comecei a fazer.
    O que me levou a encontra-vos, foi a procura da melhor forma de relaxamento e meditação, tenho encontrado algumas dificuldades para relaxar, e para visualizar as imagens, tendo em conta o que encontrei aqui no site o problema está na concentração, por essa razão comecei a praticar a concentração recorrendo a um ponto preto.
    No 1 dia a experiencia creio que foi a melhor, comecei por ver envolta do ponto uma luz algo semelhante a visualização de um eclipse solar, depois passado algum tempo parecia que estava a ser puxado pelo ponto negro, nessa altura algo em mim fazia com que essa situação parasse, mas ao voltar a fixar o ponto voltava novamente a mesma sensação, e novamente voltava a parar, isso aconteceu uma 4 ou 5 vezes, no segundo e terceiro dia não voltou a acontecer o mesmo, não sei se activei algum sistema de defesa ou se é a minha ansiedade que faz com que isso não ocorra.
    Durante quanto tempo seguido devo praticar?
    Posso praticar mais de que uma vez por dia?
    Eu fiz um descolamento da retina haverá algum problema com esta prática?

    @MDD – Nao sei te responder isso. Terei de perguntar para um leitor-médico a respeito de deslocamento de retina.

  87. Arthur

    Olá amigo e Marcelo.
    Acabei de tentar o exercício da Vela pela segunda vez e mesmo de olhos semicerrados eles insistem (especialmente o esquerdo) insiste em arder… tem algo errado?

    Ok. Não vamos nos desesperar, a caminhada está só começando.

  88. Arthur

    terceiro dia do primeiro exercício.
    troquei a vela pelo ponto e o chão pela cadeira.

    AVANÇOS INACREDITÁVEIS!!!!

    acho que o banho de descarrego ontem + o de proteção hoje tbm tem parte no avanço!

    =)

  89. Leoberto"

    Tio, eu estou fazendo o exercício da vela faz um tempinho e já consegui muitos resultados, hoje começei a praticar este exercício dos chakras estou tendo problemas na visualização deles de olhos semicerrados, mas de olhos fechados na primeira tentativa, que foi hoje, senti toda a energia vinda da terra atingindo meu corpo, me senti totalmente relaxado e dormente nas extremidades do corpo após o exercício e consegui visualizar (não muito nitidamente e também não exatamente nas localizações corretas do meu corpo) os chakras. Posso executar o exercício de olhos fechados? Este exercício me ajudaria a abrir os chakras antes da meditação e aplicação no Reiki?

    Muito obrigado Tio, todos esses exercícios tem feito muito bem para mim! Quem dera um dia eu possa ter condições e oportunidades de estudar com alguém tão influente e inteligente que nem você, afinal, meu sonho é seguir nos estudos da magia e das Ordens! Faço parte da Ordem DeMolay exercendo no Capítulo Laguna nº501, já estou a 2 anos participando dos trabalhos e almejo agora a Cavalaria. Infelizmente em minha cidade não acho nenhum lugar pra estudar Magia Cerimonial e nenhuma das outras áreas desta, desde então venho estudando a mais ou menos 1 ano totalmente sozinho e sem muitos recursos, além do seu maravilhoso site e alguns livros.

    Abraços fraternais e que o Pai Celestial te ilumine sempre!

  90. Igor

    DD, no centro de yoga onde vou, tem um exercício de meditacão. E a progressão desse exercício foi muito maior no centro que em casa. Lá o metodo é repetindo um mantra varias vezes, cada vez mais baixo até ficar em silencio. E o modo que senti tudo foi muito diferente do que quando eu fazia em casa. O clima, o ambiente, a energia, tudo te faz ja ficar preparado para a pratica.

    La, primeiramente eu senti o corpo inteiro dormente, depois um formigamento na coluna, entao o chakra ajna formigando, depois latejando, depois pulsando para os lados e ultimamente como se estivesse na frente da minha testa e uma energia magnetica puxando. Até aí, pra mim tava tudo certo, pois ja tinha sentido em pequenas proporcoes antes e conseguia, mesmo com dificuldade, ficar imerso no silencio interior.
    Mas entao, por duas vezes eu me senti completamente emergido nessa meditacao profunda e comecei a sentir que tudo a minha volta estava girando e perdi a nocao do espaco que tava, e ainda sentia uma energia girando em torno de mim, como os planetas ao redor do sol. E isso foi muito estranho e as duas vezes que senti isso eu comecava e pensar “wth??” e ficava realmente com medo e acordava.

    Eu nao comentei com ninguem o que aconteceu pois ainda sou novo no centro e ninguem fica ffalando disso quando sai. Mas comentei com minha namorada, e ela ta no comecinho do comecinho, porem ja sentiu o chakra ajna e as maos formigando.

    Parece que essa sensacao de ficar assustado é normal, acredito que a pratica ira me ajudar a vencer isso.

    E uma coisa DD, la nao fala para se concentrar nos chakras, e eu senti o estado meditativo mais forte do que quando eu tentava imaginar os chakras. Algumas tecnicas funcionam melhor pra uns que pra outros? Ou eu tava fazendo alguma coisa de errado?

  91. Junior

    DD, vi na wiki de ocultismo que o Ajna (dentre outras coisas) revitaliza a visão. Queria te perguntar se desenvolver o sexto chakra corrige problemas na visão, como astigmatismo.

    @MDD – não. É outro tipo de visão, não a física.

  92. Troglom

    Na meditação o espirito pode sair do corpo
    E que eu comecei a ver minhas palebras e se eu saice eu via a vela

  93. Leandro"

    Boa noite Marcelo,

    Sempre que faço qualquer tipo de meditação, exercício ou até mesmo receber reiki fico com os olhos “embaçados”, e isto desde a adolescência, isto dura mais ou menos de meia a uma hora. Isto é normal? Existe alguma maneira de evitar ou minimizar?

    Obrigado.

  94. Phillipe

    @MDD to com uma dúvida tosca.
    Quem usa óculos deverá tirar para o exercicio da vela ou pode usar-lo ?
    Obs : uso óculos e queria saber para continuar o exercicio.

    @MDD – Tira.

    1. Magick

      Oi, MDD!

      Para qualquer pessoa que usa óculos deve tirá-lo?

      Tenho miopia e astigmatismo e quando fazia com óculos achava mais fácil me concentrar o ambiente ao redor “começava a desaparecer” e sentia leveza, quase como se “estivesse flutuando”. Agora sem óculos estou tendo dificuldade para entrar nesse estado, não sei se por estar um pouco enferrujado no exercício e/ou estar fazendo o sem óculos.

  95. Amy R

    Pergunta, anahata não é coronário e Manipura plexo solar ?

    @MDD – Nao… Anahata é o CARDIACO, o Coronário é o Sahashara.

  96. Carol

    MDD, uma vez experimentei o exercício da visualização, com a chama da vela. Não sei se foi coincidência, mas cerca de 2 dias depois um aparelho eletrônico meu deu pane.

    Um amigo meu (que é sensitivo) disse que podia ter uma relação entre os dois fatos, pois onde moro costuma haver um bocado de presenças astrais (nem todas BOAS de fato e muitas destas, eu sei, passeiam pelo quarto em frente ao meu) e que a chama da vela acaba atraindo algumas dessas presenças. Aparelhos meus já quebraram quase que em sequência durante períodos de tensão minha com minha família. No fim de tudo ele me aconselhou a não repetir o ritual ou a, pelo menos, colocar um copo de água perto.

    Tudo isso procede?

  97. Fish

    Dúvida MDD: Usando o conceito da Analogia, existe algum problema em eu realizar o exercício dos chakras combinando alguns deles com a sensação física(tato) do respectivo elemento correspondente dentre os que dá pra saber?
    Tipo: visualizar a respiração com o Muladhara “sentindo” o elemento terra impregnado no corpo, Svadisthana com a sensação física da água fluindo pelo corpo, Manipura com o fogo aquecendo(tá certo este?) e Anahata sentindo a suavidade do ar.

    Existiria algum efeito “plus” do exercício em realizá-lo assim, ou algum “risco energético” sério?

    (PS: por favor não peça pra eu testar sozinho pra ver se funciona/medo)

    @MDD – É obvio que eu vou pedir pra voce testar sozinho e depois me mandar um email dizendo os resultados (eu já sei os resultados, pode fazer sem problema).

  98. Heverton

    É possível apagar uma vela mentalmente??

    @MDD – Até deve ser, mas da muito menos trabalho usar um abafador e gastar esta energia mental em algo mais útil.

  99. Fish

    Olá MDD,

    Tipo, um dia quando o pessoal daqui de casa resolveu sair, aproveitei o fato de estar sozinho e resolvi fazer o exercício dos chakras, só que quando tava bem no meio do exercício(chakra Anahata) o bendito do celular tocou com o pessoal querendo saber de mim. Na hora que desconcentrei por causa do toque senti tipo uma estagnação de energia nas duas pernas, como se tivessem “entupidas”, mas dps foi passando, ate tentei finalizar bem pra não dar cagação total, mas depois do celular eles ficaram tocando pro de tel de casa até eu atender(pelo menos deu pra entender o que vc quis dizer com “tenha certeza que não será interrompido”…).

    Fora a indignação e raiva geradas por tal infortúnio, teria alguma consequência por ser interrompido nesse tipo de exercício seguidamente? E teria algum outro exercício pra “equilibrar” esse fluxo caso isso acontecesse?

    Aproveitando a oportunidade, o “plus” do exercício com as sensações físicas a primeira vez que fiz pareceu dar mais intensidade, vlw muito a pena(se bem que para evitar futuras “surpresas” vou esperar morar sozinho para ter a certeza de ser totalmente bem sucedido, enquanto isso vou fazer uns exercícios mais simples como os de concentração).

    Grato pela atenção.

  100. jozu

    depois de muito tempo parado, resolvi praticar um pouco esses exercícios.
    o dos chakras, houve alem de uma pequena falta de sincronismos uma sensação de peso no corpo enquanto o fazia, uma forte emoção e vontade de chorar e ao seu final, uma senção de leveza, alem de uma sensação estranha na sola dos pés.
    Hje também, mesmo estando um certo tempo parado, a manifestação do chi foi bem mais rapida.
    Fora isso no final alguns cachorros no bairro começaram a latir/uivar mas são fatos isolados e sem relação, que bom que ocorreu depois e não durante
    áquele abraço

  101. Hell

    Saudações!

    Eu já praticava alguns exercícios de respiração, concentração e visualização dos chacras, mas há algum tempo eu não os praticava. Recomeçei a realizar esses exercícios essa semana e o exercício voltado à imaginação e chacras foi muito bem sucedido na primeira vez em que o coloquei em prática. Apenas uma pergunta: é dito que o mesmo pode ser feito em situações em que a pessoa esteja doente, mas salvo nesses casos, tal prática pode ser feita diariamente? Ou conforme julgarmos necessário (em situações em que queremos aliviarmo-nos das nossas tensões, por exemplo)?
    Muito obrigada!

    @MDD – Pode ser feito diariamente.

  102. Sabina

    No meu caso eu moro no quarto andar de um prédio…nesse caso eu imagino a energia vindo do centro da terra e subindo da superfície até entrar pelos meus pés? Ou não vai fazer efeito se eu não estiver com os pés no solo mesmo?

    @MDD – Vinda do centro da Terra. Não importa a altura que voce esteja.

  103. Monique

    Consegui me concentrar bem e por um bom período, mas meus olhos arderam demais e lacrimejaram (tive o cuidado de não arregalá-los), e por isso acabei piscando, mas retomei o exercício, e a cada vez, os olhos lacrimejaram mais. Isso é apenas uma reação normal, certo? Obrigada desde já.

    @MDD – Sim. com o tempo você acostuma. os olhos devem ficar relaxados, sempre.

  104. Leonardo Elias

    Olá, Marcelo.

    Gostaria de saber se próteses, pinos e placas metálicas internas podem causar algum transtorno durante tais exercícios. Outra dúvida é quanto ao horário, tento praticar durante a madrugada, afinal, é um dos únicos momentos de silêncio aqui em casa. Há algum problema em fazer os exercícios durante a madrugada?

    @MDD – 1) As vezes eles coçam ou vibram, mas é normal. 2) sem problema.

  105. Sabina

    Del Debbio,
    Só uma questão…por acaso esse exercício dos chakras não poderia despertar a kundalini? Ou despertá-la é um processo mais complexo? Pq se sim, acho q eu não estaria preparada ^^’
    A questão é meio básica, mas fiquei com esse receio…

    @MDD – Desperta-la é mais complexo. Isso que passei é o básico do básico.

  106. Yfer

    Del Debbio,
    Nesse exercício dos chakras eu sinto q o mais trabalhado agora é o chakra cardíaco…dá uma sensação boa até quando a energia começa a passar lá. Só q essa fase tá coincidindo com uma insônia típica domeridiano do coração segundo a acupuntura (nesse link aqui explica a síndrome, é bem interessante: http://www.meihuanet.com/Sindromes/SindC7.htm) Aí assim, será q isso é um sinal bom ou ruim?
    ps: eu sei q a síndrome é essa pq alguns acupunturistas me confirmaram…

  107. Alan

    Quanto tempo dura o exercício dos chakras? pergunto isso porque acho que estou demorando demais, levo em torno de 30 min, ele dura esse tempo todo mesmo?

    @MDD – é diferente para cada pessoa; depende do tempo que voce passar se concentrando em cada chakra. Não há maximo ou minimo.

  108. Kamila Pereira

    Existe algum problema em se fazer diferentes exercícios, um seguido do outro? Por exemplo, fazer o da vela, depois um de visualização e depois o dos chakras, um seguido do outro?

    @MDD – nenhum.

  109. Patricia

    Eu sei que parece uma pergunta idiota, mas os exercícios 2 e 3 devem ser feitos com os olhos abertos ou fechados? Tentei o 2 das duas formas e me pareceu mais “fácil” com os olhos abertos, só que não faz sentido.

    @MDD – faz do jeito que ficar mais facil pra voce. Não faz realmente diferença olhos fechados ou abertos, o importante é conseguir sentir o objeto como se ele estivesse fisicamente presente.

  110. joao

    no Exercício 2: Imaginação e chakras , deve se imaginar a si mesmo em terceira pessoa?

    @MDD – Nao… esse exercicio deve ser feito em Primeira pessoa.

  111. Yfer

    Del Debbio, só uma pergunta…vc disse q quando estamos doente, podemos concentrar mais no 3o. chakra, q é benéfico. Eu posso, então, contar dez respirações para os outros chakras e tipo umas 20 pro 3o. chakra?
    posso fazer isso para chakras q eu sei q estão mais fracos?

    @MDD – Pode e deve. Visualize-os brilhando/girando com vigor e força. Restaure-os.

  112. Lucas

    no exercício 2 : imaginação e chakras , como assim deve ser feito na primeira pessoa ? se eu vou visualizar os meus chakras eu tenho que visualizá-los no meu corpo certo ? assim eu me veria na terceira pessoa , ou não é assim ?

    @MDD – Voce os faz visualizando-os no seu proprio corpo.

  113. Yfer

    DD,
    Posso respirar mais vezes para os chakras mais fracos? Como: 10x pra cada um, mas umas 20x pro terceiro chakra, caso eu esteja doente?

    @MDD – Claro.

  114. Lucas

    Marcelo , fiz o que você falou e imaginei os chakras no meu corpo , acho incrívelmente difícil visualizar todos os chakras girando juntos , mas estou praticando todo dia , e faço sempre até o final , hoje eu fiz , e como me senti mais ”limpo” consultei tarot online , e a carta correspondeu muito com a pergunta , muito mais do que das outras vezes , é possivel que a energização(mesmo que longe de perfeita) dos chakras me ajudou a conectar-me melhor com o meu SAG ?

    @MDD – É o objetivo da respiraçao e do exercício.

  115. Marcos

    Marcelo, durante o exercício primeiro exercício, o de concentração, é normal sentir a visão meio que “perdendo o foco”? Estou praticando este exercício e em determinado momento minha visão perde a nitidez e mal consigo enxergar o objeto que estou observando. Entendo que o propósito é justamente conseguir ver somente o objeto, mas o que tem acontecido é que me falha a visão de tudo, inclusive do que observo.

  116. mineiro

    Posicione a vela a cerca de 1,5m de você, mais ou menos na altura dos olhos, de preferência contra uma parede branca, e acenda a vela.

    As paredes de minha casa são azuis ou rosas (não há parede branca), tem alguma diferença?

    @MDD – Não.

  117. José Gonçalo

    Então, estou fazendo o exercício da vela, já foram 6 vezes e nessa ultima tentativa qie foi hoje aconteceu algo que não ocorreu antes:
    dps de três minutos concentrado na chama uma sombra cobriu todos os objetos do meu quarto só deixando a vela a minha frente. Quando estava termiando o exercício fechei a abrir os olhos novamente e a sombra que cobriu todo o quarto começou a sumir lentamente, sem contar que não tinha quase nenhum pensamento “caótico” na minha mente(comparado com as outras tentativas).
    É normal isso? Estou fazendo algo de errado?

    @MDD – Ta no caminho certo…

  118. Vittorio

    Tive a impressão de ver a chama da vela no formato de um duende agarrado ao pavio da vela devorando-o lentamente pela ponta o q me fez pensar numa salamandra aí passei a enxergar de um ponto de vista q pareceu um lagarto com crista.Mas eu tow ligado q o objetivo ñ é esse.Funcionou melhor qnd eu arbitrariamente, enquanto deitado no sofá, foquei numa mosca na parede aí então surgiu essa sombra q cobriu td e ficou só a imagem da mosca com uma espécie de aura mas a emoção em desconcentrou.

  119. TP

    Algumas dúvidas: 1. a) estou fazendo o exercício com o ponto preto (que não é exatamente redondo) e parece (“parece”) que ele está constantemente mudando de forma; b) fora isso, a minha visão periférica parece que vai ficando embaçada com o tempo. Essas coisas seriam porque meus olhos ficam úmidos?

    Obs.: sou míope, e essas coisas aconteceram com e sem óculos.

    2) “Esse exercício desenvolve a visão intuitiva”. O que seria isso?

    3) Acho que tenho déficit de atenção, esse exercício ajudaria nesse aspecto?

    Obrigado!

  120. Christian

    Estou fazendo o da vela, mas adaptado para um ponto feito a lapis numa parede branca. Sou míope, e não sei se por isso, quando faço e tento me concentrar, parece que minha visão é tomada de um vapor que parede desfocar o ponto e se espalhar diante da minha vista; isso ocorre tanto com quanto sem óculos (venho tentando sem usa-lo).

  121. Aline

    “tio” MDD
    é preciso visualizar os discos de luz dos chakras com suas pétalas, ou é somente para o Muladhara?

    @MDD – Para todos eles.

  122. Magick

    Oi, MDD! O “Exercício 2: Imaginação e Chakras”, pode se fazer até quantas vezes no mesmo dia?

    @MDD – Quantas quiser. Não tem um limite.

  123. Dani

    MDD, sobre o exercício da vela, eu estou fazendo há cerca de 30 dias, mas consigo pouquíssimos instantes de concentração e sinto falta de ar… (O.o é normal?) Talvez por eu ter miopia em um grau avançado meus olhos também doem e lacrimejam pakas… Já quando eu exercito a concentração fechando os olhos e focando na respiração, eu consigo ficar concentrada por muito mais tempo.

    Tem algum exercício que possa substituir o da vela na monografia de Átrio 01?

    Se houver, me ajudaria bastante… se não, continuarei tentando o da vela mesmo.

    @MDD – Tenta usar um ponto na parede, ou um objeto, ou um quadro no lugar.

  124. ana

    Olá, Del
    Hoje a tarde realizei pela primeira vez o exercício dos chakras e agora à noite senti uma certa opressão no torax e dificuldade para respirar. Será que pode ter relação com o exercício? Ja ouviu o mesmo sintoma de alguem?

    @MDD – Sim, é bem comum isso. Seu chakra cardiaco esta meio bagunçado e isso reverbera no exercício. Com a pratica, ele tende a se equilibrar e isso passa, pode ficar tranquila:)

    1. ana

      Fiz durante a semana e já ficou tudo ok. Os exercicios estão me fazendo muito bem. Obrigada ^^

      @MDD – Preencha o formulario do AA e comece a fazer os exercicios atraves das monografias, é um metodo guiado bem eficiente.

  125. TIAGO

    Olá,

    Fiz o exercício de concentração, olhando fixamente para um ponto e ocorreu uma coisa curiosa: Minha visão começou a ficar turva e a se desfigurar, ficando um misto de cores em uma imagem abstrata, é normal?

    No exercício dos chakras eu consegui, na medida que imagino eles girando ir tbm sentindo a energia neles, porém to com dificuldade de sentir os chakras a partir do laríngeo. Minha visualização tbm se perde um pouco, assim como a simetria entre eles, mas mesmo assim venho me sentindo muito melhor, com mais autoridade e firmeza no dia a dia.

    Obrigado pelas práticas!

  126. Marco Antonio

    eu fiz parte do “gado” cristão que não questiona há 7 anos… e isso me deixou que nem o apóstolo tomé (só acredito vendo)…. mas tenho visto colunas e colunas do seu site e devorado-as, porque é conhecimento bom! a minha dúvida é:

    ja viu um caso que nem eu? será que eu posso praticar os exercícios preparatórios e obter os resultados ou será que eu tenho algum bloqueio espiritual (ou algo assim)?

    lembrando que eu não tenho iniciação nenhuma em nada. nunca pratiquei yoga, nunca pratiquei magia, nem estudei nada…. (rsrsrs digamos que eu passei horas a fio ouvindo pastores e quando não, jogando playstation xD)

    @MDD – Pode fazer sem problemas.

  127. Tio Marcelo, boa tarde! Eu tenho feito o exercício da vela com uma fresta de minha janela, toda noite antes de dormir… e desde que comecei tenho ido dormir bem relaxado, descansado… me sentido muito bem no dia seguinte, tenho até sonhado, coisa que não costumo fazer.(alias, tive um sonho muito doido, comento posteriormente por e-mail, se me permitir…) O segundo exercício (visualização dos chakras) só pude fazer uma vez, quando não havia ninguém em casa. e eu senti um a sensação pecular….

    ocasionalmente, eu costumava sentir uma movimentação involuntária dos musculos no meu corpo (como se eles estivessem tensionando), mas era sempre em regiões isoladas (ex…musculos do braço ou da perna.) e quando eu fiz o exercício, eu senti essa sensação pelo corpo todo, pernas, braços, tudo.

    é normal isso? é o caminho correto?

    obrigado pelos exercicios =)

  128. Roberto

    Olá Marcelo!

    Durante o exercício de imaginação dos chakras da Mono 2 eu os visualizo alinhados com a minha coluna. Assim que começo sinto uma energia em forma de calor subir atravé da espinha conforme visualizo os chakras, entretanto ele fica parado próximo do quarto chakra Anahata e não sobe mais! Além disso, sinto uma pressão grande na cabeça.
    O que é esta energia? Estou fazendo de modo correto?

    @MDD – Chakra travado. Algum conflito emocional? Pode ficar tranquilo que deve equilibrar com a prática constante.

  129. AnaAkasha

    Boa noite. Antes de mais parabens por este cantinho de inspiração.
    Gostaria que me ajudassem numa questão.. Sou uma novata nestas andanças na realidade sempre tive um pouco medo destes assuntos visto que fui criada nas t.d.jeova, e apesar de nao frequentar e ser sempre “contra” a religião fiquei sempre com alguns ensinamentos na mente… a questão é a seguinte:
    a Cerca de 3 anos atrás uma rapariga leu-me a linha das mãos, na altura não acreditei mas na realidade é que tudo que ele preveu aconteceu na verdade… E a ultima coisa que ela me falou era de um acidente que estaria as portas da morte. E na verdade eu tive umm acidente onde parti a coluna onde fiquei sem uma vertebra e coloquei proteses e foi um milagre ficar a andar e manter todos as funcoes. mas a parte fundamental e que ela disse que eu nesse acidente ia ficar entre a vida e a morte e na 2º operacao eu realmente ia morrendo por isso levei tranfusao de sangue,… Na altura quando acordei apos a cirugia e me disseram o sucedido lembro-me de ficar completamente apática e ficar com a imagem dela na mente.
    Para além de ter prevido isso eu contei-lhe sobre os meus pesadelos constantes e o facto de no meu ver “ser ataques de panico nocturnos” e ela disse-me que eu tinha algo sensorial e que eu não o aceitava, e enquanto não aceitasse iria sofrer sempre com isso…. Para alem disso eu nunca me consigo concentrar perfeitamente a minha mente anda sempre a 100 a hora e para elem disso sou muito negativa nos meus pensamentos, por isso li sobre o meu signo capricornio e parece normal sendo desse signo. Portanto a minha questão é a seguinte como poderia ser eu enquanto ceptica a manter a concentração e alcançar o equilibrio e a paz interior? Peço desculpa pelo enorme texto mas tinha que explicar a minha situação… Obg

    1. Magick

      Oi, AnaAkasha!

      Você perguntou: “Portanto a minha questão é a seguinte como poderia ser eu enquanto ceptica a manter a concentração e alcançar o equilíbrio e a paz interior?” – e vou tentar responder, mas para isso uma explicação anterior à resposta: a crença pode influir na experiência de acordo com alguns pensamentos (como na Magia do Caos e o escritor Robert Anton Wilson), mas fazer essas práticas (já fiz as duas primeiras: a da vela e a dos chakras), podem funcionar (mas, talvez não) mesmo não acreditando nos fenômenos da Espiritualidade, sendo cética em relação a isso. Acho e o Robert Anton Wilson disse algo nesta direção, que esses tipos de práticas tem validade fenomenológica (resumindo a Fenomenologia, ela trabalha a experiência que aparece à consciência), fazendo certas coisas, certas coisas acontecem (lembrando Aleister Crowley), quero dizer, fazendo essas práticas, à consciência aparecem certas coisas, certos fenômenos que alguns interpretam como espirituais, mas um cético poderia interpretar como algo diferente (por exemplo, como pura mudança bioquímica cerebral), mas fiquei na dúvida quanto a que você está cética, se às experiências espirituais e os efeitos da concentração ou à concentração em si. Tanto para o primeiro, quanto para o segundo falo: se quiser pratique e tire suas próprias conclusões.

      Pessoalmente comecei a trilhar o Caminho da Magia e do Misticismo, ceticamente, mais como uma fuga da depressão (no ceticismo), para algo que sentisse mais animado e com vida (aí com a Magia e Misticismo), mesmo se essa última coisa fosse ilusão. No Caminho encontrei experiências que diminuíram o ceticismo nessas experiências que tive, mas pouco em relação a ter outras experiências dentro da Magia e Misticismo (apesar de comumente dar crédito às experiências que os outros relatam, mesmo na fase mais cética, o ceticismo que possuo está mais em estar cético a eu ter determinadas experiências) que ouvi falar.

      E para finalizar a Magia do Caos tem o mote: “Nada é verdadeiro, tudo é permitido.” – nisso o ceticismo pode não ser verdadeiro e real, tanto como a Magia.

      Nota: Mesmo ceticamente fiz certas práticas e tive resultados inesperados em relação a esse ceticismo. Robert Anton Wilson citando Alfred Korzybski disse que “O mapa, não é o território”, nisso quero dizer que, podemos ter experiências fora de nosso mapa mental, fora de nossas crenças pré-estabelecidas, pois esse mapa mental corresponde ao “território”, mas não o “é”, apenas o representa.

    2. Thaty

      Recomendo o livro Iniciação ao Hermetismo, de Franz Bardon…

      Há exercícios excelentes para tudo que envolve os pensamentos.
      Aprenderá a ter domínio sobre sua mente, pensamentos positivos, etc…

  130. AnaAkasha

    Boa tarde outra vez. Tenho andando a ver artigos pelo seu site e deparei-me com o Projeção, consciente e inconsciente, e revi-me na explicação mas de uma forma mais complexa, falei mais acima no meu acidente e vou explica-lo, quando era mais miuda detectaram-me sonambulismo, mas de facto nao passou com a idade como os medicos diziam hoje com 25 anos de idade continuo a ter mas nao com tanta frequencia, comecei a ter o chamado “terrores nocturnos” e noto que acontece quando ando mais stressada. Mas durante muito tempo deixei de ter…
    entretanto vim morar para geneve e como o meu quarto era pequeno eu e o meu marido mandamos fazer uma cama com 2 metros de altura e acontece que numa das noites euu vim ca parar a baixo e por isso parti a coluna, enfim. O estranho é que eu sei quando tenho ataques de panico durante da noite, e desta vez eu tenho a certeza que nao se tratou disso, eu estava calma e a dormir, quando abri os olhos estava em queda…. e o estranho e que consegui passar pelas proteções…estranho? podes-me explicar o que eu tenho?? cada vez tenho mais medo de dormir… 🙁

  131. Thiago

    Deldebbio, tive uma experiência única em meus sonhos! Venho praticando algumas técnicas a um tempo e hoje tive um sonho que senti que deveria compartilhar com você, não sei porque não estou entendendo ainda, é tão confuso…

    Eu sonhei que estava em um imenso ritual e era algo semelhante a uma elevação de cargo (ou seja lá o que for) eu estava com roupas semelhantes as dos monges tibetanos (e eu estava careca) no início lutávamos com várias criaturas (parecidas com os 9 reis caídos de o senhor dos anéis, eu sei parece viagem kkk), depois eu passei neste teste e as pessoas pareciam impressionadas e diziam que eu era maior que outro que era um suposto superior, daí fui levado para uma sala com baixa iluminação, uma sala muito grande em onde várias pessoas vestiam trajes típicos de ritual, eu andava por um corredor e parei, foi dado ordem que fosse abaixado um lustre imenso e que eu ficasse no meio, daí foi bradado: você fica no meio do lustre, porque o meio é vermelho (????) e aí estão os segredos. As pessoas abriram as mão na minha direção e saía energia deles e a energia me encheu! Senti minha coluna gelada como se eu estivesse cheio de água! Aí eu falei:
    _Pronto, agora posso suportar a próxima etapa!(sabe-se lá porque falei isso por alguns momentos é como se eu me visse no local) segui adiante e estava perto da mestre de cerimônias algo a incomodava, ela não aceitava que eu havia sido escolhido e não o outro sujeito que ficou pra trás, daí alguém entrou na sala falando: _ A espada! A espada que será oferecida à você é falsa a original foi vendida pela mestre de cerimônias.
    A mestre de cerimonias ficou furiosa e pediu a cabeça do intruso, daí eu gritei: Não é preciso uma espada original porque eu sou a espada! (sabe-se lá porque falei isso kkk as vezes é como se eu assistisse tudo e as vezes como se fosse em primeira pessoa mas era muito real) Finalizaram o ritual me acertando com uma adaga não muito comprida para não me matar e avisaram que era para que eu me lembrasse.
    Deldebbio eu acordava com as sensações e depois voltava a dormir e estava no mesmo lugar! O que é isso? Foi fantástico e ao mesmo tempo estranho…

  132. Anderson

    Olá Marcelo !

    Eu gostaria de saber se a circulação de energia em aparelhos elétricos e eletrônicos próximos, podem influir de alguma maneira no andamento dos exercícios.

    @MDD – Nao. Só não exagere.

  133. Amábile

    Tio, eu estou com um pouco de problema na parte da concentração. Eu pratico kung fu a alguns anos e fazendo os exercícios que você recomendou eu percebi que só consigo o estado de “mente limpa” fazendo as sequencias do treino (em movimento), mas quando me encontro parada, a concentração é muito mais difícil, tanto que quando eu tenho que pensar nos movimentos eu acabo errando o kati. Como proceder nesse caso?

    @MDD – O exercicio da vela é um dos segredos para ficar muitos minutos no Mapu, sabia? Eu entendo o que voce diz, o limpar a mente durante os katis… esta fazendo isso certo! tentar limpar a mente parada é questao de pratica tambem, nao tem “segredo”.

    1. Amábile

      Posso passar esse exercício ao aluno meu? Ele mal fica um minuto no mapu, mas já é quase intermediário, ele diz quem tem força ma perna, mas não consegue ficar mais que isso na posição.

      Outra coisa, durante o exercício da vela, eu deixo minha mente ir repassando meus katis, tem ajudado a manter a concentração e da ultima vez quase entrei em transe, tem algum problema fazer desse jeito?

      @MDD 1) pode, 2) ok.

  134. Marcio

    Tenho dificuldades com a visualização no exercício dos chakras. É tudo muito difícil. O exercício todo parece sem substância. Não sinto como se estivesse funcionando de verdade. Não sinto o tal formigamento. Apenas uma leve sensação de “bola de energia” nas mãos. As vezes excitação (fico tão ligado que tenho dificuldades para dormir). Teve uma vez que tive até uma ereção! Já senti uma coceirinha na testa. Quando faço deitado na cama, antes de dormir, geralmente não consigo terminar. Adormeço antes. Nestes casos, meus sonhos ficam… mais legais. Mais vívidos. Mais arquetípicos. E quando fiquei doente, fiz conforme orientado e foquei no manipura. Até que deu resultado. Senti-me melhor. Enfim, sinto que os efeitos deveriam ser mais intensos. Até por isso não mandei o relatório da Mono 2 da AA.

    @MDD – Mais intensos do que o que voce relatou?

    E sobre os exercícios de visualização do blog. Pergunta meio boba, mas vai lá: A imaginação usada ao ler um livro não seria tão (ou mais) eficaz quanto o exercício do blog? Afinal, num livro, além da imaginação, há um forte conteúdo emocional que “anaboliza” a visualização, certo?

    @MDD – Sim… jogar RPG funcionaria ainda melhor… 🙂 são coisas paralelas, uma ajuda a outra. Faça os de visualização e depois vá ler um livro para ver como ajuda na imaginação da leitura.

  135. Gustavo

    Olá, quando faço o exercício do Chackra, a não ser que eu esteja olhando pro meu corpo, eu só consigo imaginar as energias e os chackras como se eu estivesse de uma perspectiva de fora do meu corpo. Há algum problema nisso?
    Na minha primeira tentativa só consegui ir até o Anahata… Quando comecei, senti formigamentos e coceiras nos pés e nas pernas… Até aí tudo bem, mas a cada chackra que eu alimentava, sentia meu corpo mais pesado… Quando cheguei ao Anahata comecei a sentir falta de ar e resolvi parar…
    Algum conselho?

    Eu moro no Rio de Janeiro e não pertenço a nenhum círculo iniciático. Mas gostaria… Principalmente se fosse a algum ligado ao Hermetismo. Alguma indicação?

    @MDD – O A.’.A.’. que pode ser feito através aqui do blog mesmo, e a FRA-RJ que tem sede na Tijuca.

  136. Jaudir

    Esse exercícios tiram,captam a energia da terra (seria telúrica), correto? A energia é yin, correto? Como captar energia yang, celeste ? Tem algum exercício especifico? A pratica desse exercício em demasia não causaria um excesso de energia yin no corpo?

    Fiquei na dúvida, não sei se faz sentido meu questionamento, mas está ai.

    @MDD – Inverte a ordem dos chakras no exercício. Começa absorvendo pelo chakra Sahashara e descarregando pelo Muladhara.

    1. Emmanuel

      Seria possível, então, fazer o exercício deitado já que não se absorve energia telúrica?

  137. Gustavo

    MDD. É possível ver a energia que interage entre as mãos?
    Algo aconteceu hoje e não sei se foi algum tipo de ilusão de ótica ou real…

    Abraços

  138. Rossano

    Obrigado!!!!!

  139. Magick

    Oi, MDD! Estou com uma dúvida em relação ao Exercício de Concentração: se o fizer em excesso pode estragar a vista?

    @MDD – Não. Se sentir qualquer tipo de dor na vista, está fazendo errado.

    1. Magick

      Oi, MDD! Ficou uma dúvida: em consulta com um oftamologista fiquei sabendo que tenho maior sensibilidade a luz que a maioria das pessoas – foi até sugerido o uso de óculos escuro no sol -, então com essa sensibilidade e se fizer o Exercício de Concentração em excesso corro o risco de estragar a vista?

      @MDD – Melhor fazer com o ponto na parede, então.

      1. A

        no exercício 1,eu usei um pedaço de fita preta na parede branca mas começa a sair uma luminosidade dela ou dar a impressão de que tem profundidade, meus olhos só ardem quando eu perco a concentração com algum barulho lá fora ou quando a parede começa a mudar de cor, ñ consegui cronometrar o tempo porque acho q poderia ficar o dia todo assim e ficar contando os minutos no relógio também é uma forma de distração

  140. Magick

    Oi, MDD! Estou com uma dúvida: o Exércicio de Concentração desenvolve a visão psíquica? O mantra OM, isolado do Exercíco de Concentração, também pode ser utilizado para esse desenvolvimento?

  141. Jeferson

    No exercício dos Chakras, no caso do sexto e do sétimo, você não especifica a cor deles. Você se esqueceu ou devo imaginá-los na cor correspondente dos mesmos ou apenas até o quinto chakra é que deve ser feito imaginado os discos em suas respectivas cores?

    Ontem foi a primeira vez que pratique esse exercício, e infelizmente, ao chegar ao terceiro chakra, perdi a sincronicidade ‘mecânica” dos anteriores… Quando eu ia imaginar o terceiro chakra girando em sentido horário, os dois primeiros ficavam lento ou coisa parecida. Não tive sucesso na hora de imaginar a canalização da energia subindo, via, ainda não perfeitamente, as rodas girando…

    Esses dias, em estado alterado de consciência, tive resultados com o Ajna. Senti uma intensa vibração no terceiro olho vindo do interior e se projetando externamente. Cor violeta, via figuras geométricas, cores, coisas lindas e sentia algo indescritível. Conversei com um amigo médium e ele me disse que de fato tinha se aberto um pouco esse chakra. Até então, vinha praticando Bardon e o exercício da Vela, e após esse experiência, toda vez que vou me concentrar na vela já me vem uma sensação de contato com o Ajna… Parece haver uma sincronia…

  142. Gabriel O.

    Tio, sobre o exercício de concentração: ao me concentrar na chama da vela e a visão do cômodo desaparecer, restando somente a vela, a chama parece se mover um pouco em diversas direções… É um efeito esperado? Estou no caminho certo?

  143. Marcio

    Dica para experimentar: fiz um relaxamento breve. Depois concentração e o exercício dos chakras. Até aí tudo bem. Depois resolvi mantralizar o “OM MANI PADME HUM”. nunca havia cantado este mantra antes. Aliás, nunca fui muito chegado em mantras. Mas eis que senti um arrepio intenso por todo o corpo. Uma leveza geral. Uma sensação de bem estar. E na fronte, uma nítida coceira e/ou pressão. Parei o exercício alguns minutos depois me deu uma leve dor de cabeça. Mas que durou só uns minutos e logo se desvaneceu. É tão legal quando quando você SENTE que algo funciona!

  144. EDER PAVÃO DUARTE

    Marcelo este exercício da vela eu posso substituir pela meditação? Ou a meditação é melhor porque engloba a visualização que o exercício da vela não proporciona?
    salutem punctis trianguli

    1. anonimo bruxo

      o exercício da vela estimula apenas a concentração… o dos chakras ajuda a balanceá-los, e também estimula a concentração… o ideal é fazer os dois

  145. Magick

    Oi, MDD! Estou com uma dúvida. Estou na Monografia 3 de Atrio da “Arcanum Arcanorum” e gostaria de saber se como o “Exerícicio 2: Imaginação e chakras” o exercício da Cruz Cabalística e do Ritual Menor do Pentagrama, funcionam melhor se fizer “na grama/terra, ao ar livre, com os pés descalços”. Sei que posso testar essa prática, mas gostaria de saber sobre a sua experiência sua e de outras pessoas sobre essa questão, ainda mais que pode ter diferença, mas ainda não percebo tanto pela sutileza da(s) enerigia(s).

    @MDD – Vai depender da conexão de cada um com a terra, mas em linhas gerais, deve intensificar a sensação, sim.

  146. Felipe

    Marcelo,

    Confesso que quando vi os exercícios, fui direto para o dos chakras e consegui chegar até o segundo chakra, sentindo bastante formigamento nas mãos e pés, além de uma paz interior grande. Mas nunca tinha tentado o da vela…

    Hoje eu tentei, e o resultado foi surpreendente. Com os olhos abertos, comecei a ver a chama da vela “pulsando”, expandindo e depois contraindo, como se tivesse emanando energia ou simplesmente como um coração mesmo…

    E, ao fechar os olhos para relaxá-los um pouco, vejo, por 1 minutos pelo menos, uma esfera azul marinho no centro da vista…mas um azul bem forte mesmo….e quando abro os olhos, ainda vejo essa esfera por alguns instantes até ela ir desaparecendo aos poucos….

    O que poderia ser essa esfera ?

  147. Roberts

    Ola Marcelo!

    Durante o alinhamento dos Chakras sinto uma certa rigidez na coluna próximo a área do pescoço e um certo formigamento no chakra coronário e às vezes no ajna também. Estou fazendo correto? Essas sensações são comuns? Se puder me esclarecer estas dúvidas…

    Um grande abraço!

    @MDD – No começo, é comum, mas depois equilibra tudo. é como quando começamos a fazer um exercício físico e ficamso com caimbras, cansado, com dores…

  148. M

    Pratico estes exercícios todos os dias, mas tenho certa dificuldade para imaginar as cores com nitidez e de manter tudo funcionando corretamente, principalmente após o terceiro chakra. Me confundo um pouco nos três primeiros. Vermelho, laranja e amarelo são cores bastante parecidas.
    Sinto um pouco de cansaço mental e físico após a prática, sempre tomo um copo de água depois.
    É normal isso no começo?
    Obrigado!

  149. Ailton

    Del Debbio,

    Eu estou com uma duvida quanto á combinação de exercícios físicos com estes exercícios de concentração e desenvolvimento de chakras.
    Seria melhor começar o dia com os de concentração, como esse da vela e depois partir para os físicos,( flexões, abdominais, corda, etc), ou o contrario seria melhor?
    Um afeta o desempenho do outro?

    abraço!

  150. Marco Antonio

    Marcelo, boa noite!

    Estou com uma certa dificuldade no exercício da vela…. Eu uso o led do meu celular carregando desligado (creio que isso não seja problema) e quando concentrado, esvaziando a mente dos demais pensamentos senão o led, oras relaxo demais, inclusive relaxando a vista, entrando num estado de quase-cochilo; oras minha mente está agitada demais.
    Considerando também que costumo fazer esse exercício logo antes de dormir, depois do relaxamento controlado (conforme exercício do templo astral… só que no método da AMORC, começando pelos pés e subindo até a cabeça).

    enfim… estou fazendo certo ou errado? acredito que não seja bem esse o objetivo, a quase-sonolência… (por mais que tenha melhorado significativamente minha quantidade de sonhos… tenho sonhado toda noite!)

    1. F.

      A base é a Dhyana. O melhor período é logo ao acordar. A sonolência é normal mas não caia no sono. Não há certo ou errado e se voce ficar se preocupando com isso, você perderá o resultado. Não pense, apenas observe.

  151. Leandro

    Olá, no exercício das velas, mesmo mantendo os olhos abertos eles ardem e lacrimejam muito, depois do exercício apresentam sinais de ressecamento.
    Outra coisa também, mesmo sem piscar, meus olhos tendem a se mover, o que tem exatamente o mesmo efeito de piscar.
    Como isso pode ser evitado?

  152. Leticia

    Marcelo,
    Sábado tive uma experiência com um ritual de umbandaime e, pela primeira vez incorporei. Me senti exausta (foram nove horas de bailado, as incorporações aconteceram no final) e voltei para casa com a topo da cabeça dolorido… hoje, terça, três dias depois continuo sentindo uma espécie de pressão no topo da cabeça. Achei por bem fazer este exercício dos chakras, mas minhas mãos ficaram bastante geladas e suando muito! Não me senti muito bem e quase não consigo ir até o fim. Isso pode ser ainda reflexo do acontecido no sábado? Há alguma sugestão sobre o que eu posso fazer?
    Muito obrigada!

    @MDD – Tudo o que descreveu é normal, nao tem nada pra se preocupar… pode continuar treinando normalmente. Agora.. “Umbandaime” é novidade pra mim… me manda um email com todos os detalhes, por favor.

  153. bdbq

    olá DD, me interessei pelos exercícios, e pretendo praticá-los com afinco, pois acredito que eles possam melhorar a minha concentração, principalmente em virtude de pequenos distúrbios mentais que possuo, mas que não me fazem ser exatamente um deficiente mental.

    Sem os meus remédios, eu costumo demorar duas horas para ler 6 páginas de um assunto relativamente fácil da minha área profissional. Eu costumo muito ser levado por meus pensamentos em devaneios, que para mim parecem ser muito reais, mesmo eu tendo consciência de que eles não são reais. O fato é que eu não tenho a força de vontade suficiente para sair desses devaneios e voltar para a realidade. Incoscientemente eu costumo interagir fisicamente com eles, seja rindo, movimentando as mãos, andando pela casa aleatoriamente, parando subitamente em frente a uma parede sem fazer nada (para desespero de minha mãe), enfim, quando me dou conta, já se passaram duas horas no que parecem ser alguns segundos, e eu não li as páginas do livro. Sinto também muita energia para fazer as coisas, e muita energia sexual.

    Tomo remédios psiquiátricos para esquizofrenia (olanzapina) e antidepressivo (sertralina), e com eles, eu me sinto estranhamente calmo, não sinto nenhum devaneio, perco levemente parte da minha sensibilidade, perco parte da minha energia, e não sinto nenhuma (nenhuma) atração sexual.

    Vivo entre esses dois mundos. A minha pergunta é: tomando esses dois remédios, os resultados dos exercícios ficarão prejudicados? Tipo, pelo fato desses remédios alterarem a minha mente, os exercícios deixariam de funcionar?

    @MDD – Recomendo fazer os exercicios de equilibrio de chakras duas vezes por dia, pelo menos; vai compensar esse desequilibrio de energia gasto em devaneios, energia sexual (chakra basico) e dispersao. Os de visualizaçao e concentraçao equilibram a parte medicada, para perda de atençao e devaneios tambem. Faça os exercicios em conjunto com a medicação e os resultados devem ser bem mais rapidos para se reequilibrar.

  154. Alan

    Depois do segundo chackra, eu consigo manter a visualização tanto dos chackras como da energia, mas não consigo mais sentir a energia. O que devo fazer: Me esforçar até conseguir algo ou continuar o exercício sem conseguir sentir a energia alimentando os chackras?

  155. Sérgio

    Saudações, irmão Marcelo , venho por meio deste post ,solicitar algum exercício que possa ser realizado em grupo , eu e uns amigos estamos começando a trilhar os caminhos , e precisamos de alguma luz , desde já um muito obrigado !

    @MDD – comecem juntos o AA e tentem se policiar para que avancem nos graus mais ou menos na mesma velocidade. Facilitará bastante para fazerem os rituais em grupo mais tarde.

  156. w

    MDD, há algum substituto para o exercício da vela pra quem tem síndrome do olho seco?

    @MDD – Voce esta fazendo com o olho arregalado rsrsrs. Relaxe a vista, a sensação que o exercício quer que você atinja é aquela de “viajar” conseguida, por exemplo, quando se está em uma aula chata ou em um onibus ou quase no limite para dormir… se a luminosidade da vela esta incomodando, faça com um ponto fixo na parede, por exemplo.

    1. Emmanuel

      Tá aí uma coisa que me confunde, porque ‘viajar’, ainda mais nesses momentos, é devanear. Quando faço o exercício da vela vejo isso acontecer, quando a mente desliga é preenchida por um pensamento.

  157. wilins

    MDD

    Estou fazendo os exercicios de visualizacao e exercicio da vela faz alguns e hj senti algumas dores de cabeca, uma forte contracao do lado esquerdo da da testa sera pode ser os exercicios ?

    @MDD – sim. É a mesma coisa que ter dores musculares quando começa a fazer exercícios físicos. Melhora com a prática.

  158. Tato

    MDD, o barbudo do Waldo Vieira chama a técnica da vela de Técnica da Imobilidade Física Vígil. A diferença é que ele coloca 3 h de tempo. Tem até um link de um laboratório onde o povo vai pra ficar treinando: http://www.ceaec.org/index.php?option=com_content&view=article&id=76&Itemid=162

    Só não entendi a necessidade de um laboratório pra isso.
    Mas usar um objeto neutro no lugar da vela achei melhor. A vela induz o povo todo a imaginar um monte de coisa.
    Só uma dúvida, pra trabalhar os chacras o sujeito não precisa necessariamente visualizar os chacras, né? Lá no povo do Waldo, eles fazem Estado Vibracional, não é a mesma coisa não?
    Valeu, e parabéns pelo trabalho. Descobri que sou médium ostensivo estudando seu site. Hoje frequento um Centro Espirita e me sinto bem melhor por isso.

    @MDD – Eu fiz um treinamento em um retiro de monges certa vez onde me colocaram 12 horas olhando para uma parede branca… foi tenso… rsrsrsr o laboratório é mais o nome que se dá para a sala de descanso… é possível fazer isso em qualquer lugar, mas, na sua casa, provavelmente você vai se distrair com barulho da rua, da tv, dos vizinhos, etc… e a idéia é eliminar qualquer distração possível para manter a atenção no estado de consciência desejado.

    1. Shlomo

      Sugestão: eu, quando preciso dar um “reset” na mente, faço o exercício da vela debaixo do chuveiro. Claro que no meu chuveiro tem espaço pra colocar uma vela sem molhar, e sou eu quem paga a água aqui de casa hehe Então, fica fácil.

      Mas usando um ponto na parede deve servir. O som do chuveiro abafa a distração dos outros barulhos da cidade.

  159. bdbq

    DD, quais são os benefícios do exercício dos chacras a longo prazo? É como na meditação em que a pessoa fica mais calma?

    1. bdbq

      esqueci de perguntar outra coisa: quanto tempo o exercício do chacra dura? Eu estou fazendo em uma hora e meia…

      @MDD – Varia de pessoa para pessoa. De 10min a 30-40 min, normalmente.

  160. bdbq

    DD, eu percebi que eu estou visualizando os chacras um de cada vez, a medida que a energia sobe. Eu imagino um depois o outro. Essa maneira está certa, ou eu tenho que visualizar todos os chacras ao mesmo tempo?

  161. bdbq

    DD, eu só consigo visualizar dois chacras ao mesmo tempo, os dois primeiros. Depois, quando tento visualizar um, eu não consigo imaginar os outros ao mesmo tempo. Só consigo visualizar um de cada vez… é possível fazer o exercício dessa forma? Já tenho uns 15 dias fazendo o exercício…

    ou caso eu não consiga obter nenhum resultado, é possível treinar outra coisa ou esse exercício dos chacras é fundamental?

    @MDD – treina mais o exercício de VISUALIZAÇÂO. vai te ajudar a manter as imagens mentais nos outros exercícios.

  162. TP

    MDD, se eu me visualizasse em terceira pessoa, de frente, os chakras deveriam girar para qual direção?

    Por certo, em primeira pessoa (visão normal), eles girariam no sentido contrário ao de cima, correto?

    @MDD – Como se fosse um relogio pendurado em uma corrente ao redor do seu pescoço.

  163. Marco Aurelio

    Marcelo, uma dúvida.
    Quais são os benefícios da pratica destes exercícios?
    Médiuns Umbandistas podem se beneficiar deles?
    Parabéns pelo trabalho!

  164. Lucas

    Dd, eu fiz o exercício de concentração, mas olhando um ponto na parede, o que eu li nos comentários acabou acontecendo como sonlencia e tal. Aí fiquei olhando o ponto de referencia e ele foi se misturando ao tom da parede(porque é uma sujeira esse ponto) Aí as vezes via, as vezes piscava, normal até aí. Quando eu resolvi parar o exercício começou um Zumbido no meu ouvido esquerdo. Isso é normal?

  165. Fernunnos

    Marcelo,eu comecei a praticar o exercício dos Chakras, e eu tenho sentido e ouvido coisas estranhas,por exemplo,na primeira vez q eu fiz, no segundo Chakra, eu fiquei completamente tonto sem conseguir me sustentar em pé,quase desmaiei,então eu parei até me recuperar, e quando comecei a fazer novamente, eu ouvi claramente um som estranho e muito alto,uma mistura de gemido com grasnado (não consigo explicar direito pois não se iguala a nada que eu tenha escutado anteriormente) bem na janela do meu quarto, e quando terminei eu pude perceber outros sons estranhos por um tempo.
    E no outro dia fazendo a prática novamente, eu comecei a ouvir novamente sons,dessa vez não como o primeiro, e isso também se estendeu por um tempo após o termino do exercício…Isso é normal? Eu pensei que talvez eu esteja aumentando minha percepção sonora, mas alguns sons não são naturais (como o gemido/grasnado/sei-lá-o-quê), mas acho difícil que seja isso,pois estou começando e mal consigo visualizar os Chakras se movimentando e controlar minha respiração e atenção ainda.
    Ou será que isso não é nada, só algum mal-entendido da minha parte?
    Se você puder me responder eu agradeço!

  166. B.D.B.Q.

    DD, qual a percentagem de pessoas que conseguem fazer, com sucesso, o exercício dos chacras? Existem pessoas que, apesar de tentarem bastante, simplesmente não possuem o “dom” necessário?

  167. Lucas

    Marcelo, com qual exercício devo iniciar tudo? Eu ví que há vários exercícios aqui no site. mas qual deve ser o primeiro, ou qual você me aconselha a iniciar!

  168. José Elias

    Prezados Senhores,

    O exercício proposto de visualizar discos girando no lugar dos chakras no sentido horário me deixou c uma dúvida.
    Se eu imagino que estou olhando o disco de cima para baixo, ou seja, da cabeça até o cócix, no caso do muladhara, o sentido horário é um.
    Se eu imaginar que estou olhando o disco de baixo para cima( no caso, p exemplo, do muladhara), o sentido horário será outro.
    Imaginar de baixo para cima é imaginar que estou deitado no chão olhando para a região do cócix e sua vizinhança.

    Devo imaginar o sentido horário como se eu estivesse olhando de baixo para cima ou de cima para baixo?Quer dizer, de fora do corpo para o chakra, ou do lado de dentro para o chakra?

    Muito obrigado

  169. Magick

    Oi, MDD! Estou com algumas dúvidas. Estou no grau de Probacionista do “Arcanum Arcanorum” e gostaria de saber se o “Exerícicio 2: Imaginação e chakras”, pode ser feito antes, do Ritual Menor do Pentagrama, nas Consagrações de Objeto? Se sim ele potencializar a Consagração? Se for pontecionalizá-la, como iria potencializá-la?

    @MDD – Sim. Facilita.

  170. Warley

    Ola boa dia eu to precisando de uma ajuda por favor, é referente o exercício da vela.
    Bom para começar,e eu iniciei a pratica diária do exercício da vela toda manhã durante a semana, primeiro eu acordo as 6:20 tomo banho faço abdominais por meia hora, após meia hora de abdominais, quando já é 7.00 da manhã , eu começo a fazer exercício de respiração meditação no vazio, eu o pratico por meia hora, quando já são 7.30 da manhã eu parto para o exercício da vela, durante o sábado e o domingo eu faço esse mesma rotina só que durante a tarde a partir das 13.00 horas. Bom tudo estava indo bem eu já estava me acostumando com a rotina e já estava notando mudanças de percepção no meu campo visual enquanto fazia o exercício da vela, minha visão periférica começava a tremer e esbranquiçar enquanto em volta da chama ficavam rodopiando turvolações escuras como pequenos redemoinhos , estava começando a me animar, então a partir dessa semana meus olhas começaram a lacrimejar e a latejarem (doerem) com frequência principalmente o olho esquerdo enquanto eu pratico eu o exercício da vela. Queria saber o porque disso,isso aconteceu pelo fato de eu ter me afobado, ou eu estou forçando muito a minha vista e se pode me causar algum problema de visão?
    Obs: Eu uso óculos mas não é de grau é apenas de descanso, e durante boa parte do meu dia eu passo na frente de um computador ou lendo um livro.
    Obrigado pela ajuda, e um abraço ? ….

  171. XI-ON

    Desses dois exercícios, qual é o mais importante e que eu devo me dedicar mais: meditação ou visualizações?

  172. Alerin

    Quanto ao exercício 2, ele pode ser feito no chuveiro?

  173. Franco-Atirador

    Sobre o exercício dos chacras… os sonhos se intensificam. Embora a’te hoje continuam sem sentido. O que isso significa?

  174. Ailton

    Salve Galera.
    Quanto ao exercício da vela, lentes de contato atrapalham?
    É preferível fazer o exercício a olho nu?
    Pergunto isso porque tenho bastante graus nos dois olhos e praticamente só enxergo com as lentes, e na primeira vez que fiz o exercício apanhei bastante com secura e embaçamento das lentes.
    Com o tempo e prática melhora ou vou ter que me virar e fazer sem as lentes?

    abraço

  175. Marcos Heleno

    Olá Marcelo.

    Estou no átrio 1 da A’.A’. e estou tendo bastante dificuldade no exercícios propostos. Você poderia dar-me um conselho de como facilitá-los?

    @MDD – Como diria meu mestre, “treinar mais”, é a maneira de deixa-los mais fáceis.

  176. Pedro

    Olá tio,
    eu tenho sentido dor na garganta quando faço o exercício da meditação focal, seria o chakra laríngeo?
    como eu imagino os chakras rodando, o eixo de rotação paralelo ao eixo do corpo humano ou perpedincular?

  177. TP

    MDD, como fazer o exercício de visualização “realmente” visualizando, e não apenas imaginando, os objetos? Acredito que tanto eu quanto alguns outros leitores iniciantes não sabem distinguir o que imaginam e o que realmente visualizam.

    Por exemplo: quando faço os exercícios do site, eu tento preparar minha mente para sentir o peso do objeto, para sentir seu cheiro, escutar qual barulho faria ao tocar em outros objetos (reais ou não) etc. Mas nunca cheguei ao ponto de confundir aquele símile com um objeto real, principalmente porque ele parece sempre etéreo, translúcido e sutil demais — mais ou menos tal qual uma lembrança persistente e contínua, como se preteritamente ele estivesse ficado parado naquele lugar ou como se eu o tivesse manipulado daquela forma e recordasse de sua imagem, das ações que fiz e das sensações que tive o usando como utensílio. Fazer o exercício assim é um erro? Pergunto porque, mesmo com muita prática, acredito que eu vá continuar vendo/imaginando os objetos dessa forma, o que acabaria sendo uma perda de tempo ao longo do tempo (caso esteja errado).

    Nesse caso, existe algum exercício extra que possa ser feito para melhorar a capacidade de fazer os exercícios de visualização (e não apenas imaginação)?

    @MDD – Nao ha como enxergar o objeto com os olhos fisicos. Porém, o objeto deve estar na sua memoria tao claramente quanto um objeto fisico. Quando olhar para o outro lado, nao deve haver diferença para voce entre um cubo criado astralmente e o mouse do seu computador que está em Malkuth.

  178. Ingrid

    Marcelo, não sei se tem algo a ver porque ainda não estudei sobre, mas esses dias vi florais de bach para equilíbrio dos chakras…. funciona? imagino que, se sim, não terá um efeito tão bom….

  179. Halleyson

    faltou dizer a localização do terceiro chakra que fica um pouco acima do umbigo.(cerca de dois dedos ou cinco centímetros se não me engano).

  180. LN

    Olá, comecei a ler o site a pouco tempo, no ‘por onde começar’ e estou gostando.
    Qnd era mais nova pesquisei um pouco sobre alguns assuntos, inclusive tentava de forma intuitiva praticar reiki (conseguia concertar uma boa energia nas mãos, mas depois da menarca a sensação enfraqueceu).
    Vim parar nessa sessão de exercícios e tentei fazer o 1o. e o 2o. exercícios umas 2 vezes cada, mas tenho algumas dúvidas se devo prosseguir ou não.
    – Miopia moderada atrapalha no exercício um? Fazer com ou sem óculos?
    – Escoliose (severa?) me deixa de fora da roda? Senti dificuldade em sustentar o processo a partir do 4o. chakra no segundo exercício. O primeiro ficava ativo, mas o segundo e o terceiro não se sustentavam direito.
    – Enfim, após interromper uma sessão no 5o. chakra, senti a msm sensação de calor nas mãos que sentia qnd tentava praticar reiki (e olha que hj está frio!). É como se estivesse ativo, devo me preocupar ou posso considerar isso como um bom sinal?
    Última questão, não importante: não consigo visualizar as imagens dessa página pelo iPad. 🙁
    Abs.

    1. LN

      Eu de novo! ^^~
      Já vejo as imagens dessa página, não sei se era problema aqui ou aí, de qlq forma, obrigada!
      Li a sessão de perguntas e respostas q tem na wiki e de sanei as duas dúvidas anteriores. Agora tenho outras. Rs

      Posso fazer o exercício dos chakras via vídeo do YT? Fiz algumas vezes já, me ajudou a “segurar” a sensação dos chakras, mas hj notei que isso ocorre pq não estou mantendo a visão de todos e sincronizando-os como um relógio, mas sim me deixando guiar pela locutora, tentei corrigir, mas os reloginhos estão loucos. Rs
      Mas sabe, com ajuda desse vídeo tenho sentido um grande alívio na respiração, fora os estalos que a coluna está dando, oq tb gera um alívio.
      No terceiro chakra tá dando um sono pesado, difícil manter a concentração. Só “volto” pq termina a música e começa a narração para o próximo chakra.

      Enfim, tô escrevendo mesmo pq hj no sexto chakra meus olhos começaram a tremer como se quisessem abrir(mais o esquerdo), meio q vi de relance minha mão. Isso é esperado?
      Tipo, na hora q começou a narração para o próximo, essa sensação passou completamente.

      Outra dúvida, pode acontecer do terceiro olho ficar ardendo durante o exercício da vela?
      No mais, nesse exercício, já aconteceu do corpo ficar leve, quase como quem quer flutuar. Normal?
      Não queria começar viagens/projeções antes de ter a proteção de alguma egrégora.
      Bom, não sei se é por morar numa avenida, mas não consigo desligar os ouvidos e hj a visão tava trêmula, não sei se foi por causa do exercício anterior.

      Obrigada por td!

  181. RiCo

    Olá,

    Fiz o exercício da vela ao som dessa musica e me ajudou bastante. É uma boa ajuda par aqueles que estão iniciando ainda essa longa caminhada que é o auto-conhecimento e a meditação.

    http://youtu.be/GfpLea9OurA

    Longos dias e belas noites, pessoal;
    RiCo

  182. ce

    Esses dias estava meditando (vipassana) e comecei a sentir pressao no osso do nariz. Hoje fui fazer o exercício de visualização aleatório e essa sensação estranha voltou quando fazia um objeto mais difícil.
    É falta de costume DD? Comecei há pouco tempo.

  183. Emmanuel

    Ei MDD, tava olhando os comentários e tem um de 2012 que você diz que pode inverter a ordem dos chakras e começar absorvendo pelo Sahashara e descarregando pelo Muladhara, para captar energia yang em vez de yin.

    Imagino que se possa fazer o exercício 3, de manipulação dessa energia, também dessa forma.

    Minha pergunta é: qual seria a diferença de uso de uma energia pra outra? Por exemplo, se eu quisesse carregar um servidor com uma dessas energias, qual seria a mais indicada?
    E quando você vai dar os exercícios seguintes a esse de manipulação básica aqui (sou probacionista na AA, e ainda não vi sobre manipulação)?

  184. RM

    Olá,tudo bem ?
    Estou com dúvidas em relação ao exercício dos chakras.
    Se eu imaginar os chakras girando pro lado errado posso ter efeitos negativos ?
    Eu tenho uma certa dificuldade em visualizar.Eu consigo “sentir” uma energia girando nos pontos indicados,mas não consigo “ver” a cor.Quando eu tento fazer apenas sentindo,eu chego até quase o final,mas quando eu tento juntar isso com a cor me desconcentro rápido.Está errado se eu só sentir?
    Só mais uma dúvida: devo imaginar o Muladhara girando pra baixo ?
    Grato desde já

  185. rhaegar117

    Tem como substituir a vela por algumma outra coisa? Sei lá, fica meio difícil olhar pra alguma coisa sendo cego.

    @MDD – pessoas cegas podem utilizar-se de música instrumental para relaxar, usando-as da mesma maneira… relaxe todo o corpo e concentre-se na música até se tornar uno com ela.

  186. Gabriel

    Olá, acompanho seu trabalho a muito tempo e entre idas e vindas essa é mais uma vez que recomeço os exercícios básicos.
    Ocorre que atualmente o melhor período que tenho para fazer o exercício “da vela” (olho pra uma mancha na parede mesmo) é durante o horário de almoço.

    Fico sob um grande árvore, com sons da cidade distântes e som do vento e pássaros.

    Eu vi num post de dicas pra iniciantes que o horário de 13h às 15h é o pior. É tão ruim assim? O que posso fazer a respeito?

    @MDD – Pior por que? onde voce viu isso???

  187. Patrícia Canossa Gagliardi

    Olá MDD,
    No exercício de concentração, quando consigo atingir o estado onde único foco visual e mental é o ponto pelo qual estou utilizando, iniciam-se uns sons de tambores, bem audível, mesmo me mantendo já como único foco visual e mental o ponto selecionado.
    Seria isso um devaneio? Devo fazer para possível para excluí-lo de minha mente, ou não altera no resultado da concentração?
    Muito obrigada.

  188. José Marcos

    Boa tarde MDD,
    Tive uma experiência interessante com o seu Tarot da Reflexão que me fez querer escrever esse relato ( Peço desculpas pelo tamanho que ficou grande):
    Desde criança sempre passei por experiências que me provaram a existência do paranormal (por assim dizer), porém estudei um pouco por conta própria na adolescência mas muitas vezes de forma errada e sem o devido compromisso, até que depois de alguns acontecimentos, resolvi deixar no gelo e acabo que agora com 32 anos resolvi estudar e praticar com seriedade e me afiliei a AMORC e ao Colégio dos magos (estou me arrependendo amargamente de não ter tido essa atitude antes, porém antes tarde do que nunca). Com as pesquisas na internet descobri o seu blog e estou gostando muito. Só não peço as monografias da AA pois seria muito pra mim. Se tivesse conhecido antes certamente teria solicitado (talvez futuramente). Na verdade estou escrevendo pois tenho uma grande dificuldade para visualizar objetos mentalmente mesmo observando e depois tentando imaginá-los. Vejo a imagem por vezes distorcida, fraca, pela metade e nunca consigo manter na mente, ela sempre fica oscilando. O engraçado é que na infância eu sempre fui uma pessoa muito imaginativa, tanto que desenhava e até hoje faço algumas coisas do tipo (modelagem em 3d, etc). Porém vejo que tem relação também com uma grande falta de concentração que estou no momento e creio que com o tempo a minha mente foi ficando preguiçosa, mas estou exercitando todos os dias e acredito que mesmo que demore eu possa conseguir com o tempo ter uma boa visualização mental. Hoje ao acessar a página de Tarot da Reflexão, escolhi uma carta e mentalizei esse impasse e veio a carta da Temperancia. Pra mim claramente respondeu a minha questão.

    1. José Marcos

      Esqueci de agradecer e parabenizar pelo ótimo conteúdo. Continue assim!
      PP.

  189. Roberto

    O exercício com as sensações físicas, a primeira vez que fiz, aparentemente pareceu dar mais intensidade, muito interessante, mas por enquanto vou fazer uns exercícios mais simples como os de concentração. Parabéns.

  190. Oliver

    Oi, MDD. Tenho uma pergunta sobre as cores dos chakras e ficaria muito grato com a sua resposta. Na descrição “clássica” (usada no exercício acima, aliás), as cores dos chakras seguem o espectro da luz visível, do vermelho (Muladahra) ao violeta (Sahasrara). Mas no livro “O Duplo Etérico” de Arthur E. Powell, vemos descrições muito diferentes. Por exemplo, o Manipura, que pela descrição “clássica” seria amarelo, é descrito como possuindo “uma curiosa mistura de várias tonalidades do vermelho, contendo também muito de verde”. Como se explica estas diferentes descrições? Também gostaria que o senhor me indicasse algum livro que trate sobre o desenvolvimento da visão etérica, pois tenho interesse no assunto, mas até então só encontrei informações vagas acerca. Desde já muito obrigado!

  191. Vinícius

    Saudações MMD,
    Venho aqui tirar uma dúvida referente ao exercício da vela. Minha experiência foi a seguinte: inicialmente comecei a ver a vela embasada e após instantes ela se dividiu em duas (seria isso uma vela no plano físico e outra no plano astral?), podendo ver vários raios de luz saindo da chama em ambas as velas. As vezes exergava várias chamas surgindo ao redor, e não tendo total certeza parecia que os raios e as chamas ao redor se totalizavam em 7.
    Portanto no final, senti um formigamento na face direita do rosto e uma pressão na coluna vertebral e com um leve frescor um pouco abaixo da nuca. Com isso, gostaria de saber se isso é normal e se consegui ativar algum chakra?
    Grande abraço!

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta