Dúvidas Fundamentalistas

A Dra. Laura Schlessinger é uma radialista norte-americana de extrema-direita. Apesar de ser judia, ela é adorada pelos fundamentalistas evangélicos, uma vez que defendem rigorosamente os mesmos princípios. Seu discurso é tão virulento que o programa que apresenta nos EUA foi proibido no Canadá, onde a lei proíbe a pregação de ódio contra minorias. Há cerca de três anos, ela causou furor ao condenar o homossexualismo com base nas Escrituras, uma vez que em Levítico 18:22 tal prática é considerada uma abominação. E emendou: “A Palavra de Deus é eterna e imutável”. A afirmação fez com que um anônimo internauta escrevesse a pérola abaixo:

Querida Dra. Laura:

Obrigado por fazer tanto para educar as pessoas a respeito das Leis de Deus. Aprendi muito com seu programa e tento compartilhar esse conhecimento com o maior número possível de pessoas. Quando alguém tenta defender o homossexualismo, por exemplo, eu simplesmente o lembro que Levítico 18:22 claramente afirma que isso é uma abominação. Fim do debate.

Entretanto, eu preciso de conselho seu a respeito de outras leis bíblicas e como segui-las da melhor maneira. Em especial:

* Quando eu queimo um touro no altar como sacrifício, sei que isso cria um odor suave ao Senhor (Levítico 1:9). O problema é com meus vizinhos. Eles dizem que o odor não lhes é agradável. Devo castigá-los?

* Eu gostaria de vender minha filha como escrava, conforme autorizado em Êxodo 21:7. Na sua opinião, qual seria o preço justo que eu deveria pedir por ela hoje em dia?

* Eu sei que não posso ter contato com uma mulher quando ela está no seu período de impureza menstrual (Levítico 15:19-24). O problema é: como eu digo isso a ela? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa.

* Levítico 25:44 sustenta que eu posso ter escravos, homens e mulheres, desde que comprados de nações vizinhas. Um amigo meu afirma que isso se aplica aos mexicanos, mas não aos canadenses. Pode esclarecer? Por que não posso ter escravos canadenses?

* Tenho vizinhos que insistem em trabalhar no dia sagrado (sábado para os judeus, domingo para os cristão). Êxodo 35:2 sustenta claramente que eles devem ser mortos. Estou moralmente obrigado a matá-los eu mesmo?

* Um amigo meu acha que, embora comer crustáceos seja uma abominação (Levítico 11:10-11), é uma abominação menor que o homossexualismo. Eu discordo. Qual de nós está certo?

* Levítico 21:20 afirma que não devo me aproximar do altar de Deus se tiver um defeito em minha vista. Tenho que admitir que uso óculos de leitura. Minha visão precisa ser 100% ou há alguma flexibilidade aí?

* A maior parte dos meus amigos homens usa o cabelo aparado, incluindo o cabelo das têmporas, apesar disso ser expressamente proibido em Levítico 19:27. De que forma eles devem morrer?

* Eu sei que tocar a pele de um porco morto me faz impuro (Levítico 11:6-8), mas eu posso jogar futebol americano se usar luvas? (as bolas de futebol americano são feitas com pele de porco)

* Meu tio tem uma fazenda. Ele viola Levítico 19:19 plantando duas culturas diferentes no mesmo campo, assim como sua mulher ao usar roupas feitas de dois tecidos diferentes (algodão e poliéster). Ele também costuma praguejar e blasfemar. É realmente necessário ter o trabalho de reunir toda a população da cidade para apedrejá-los (Levítico 24:10-16)? Não podemos simplesmente queimá-los vivos numa cerimônia familiar reservada, como fazemos com aqueles que mantêm relações sexuais com seus sogros (Levítico 20:14)?

Sei que a senhora estudou a fundo esses assuntos, por isso estou certo de que pode me ajudar. Obrigado por nos lembrar que as palavras de Deus são eternas e imutáveis.

Seu fã devoto

Este post tem 26 comentários

  1. Yuri

    Pena que não ligou no programa dela para fazer essas perguntas.

  2. Roberto Vasconcelos

    EU QUERO HUE! EU QUERO HUA! EU QUERO HUEHUAHUEHUA!!! Huehuahuehuahuehua! xD

  3. Henrique HSS777

    bacana…
    Fonte?

  4. Eduardo

    Ácido, irônico e ótimo!

  5. DIGMASTIC

    Bem forte o texto! Não dá pra ser um praticante eventual. Nem se dividir.
    Mas Deus sabes seus códigos de avanço moral.

  6. DIGMASTIC

    E se eu te disser que a matrix quebra o protocolo, e tu não vê diferença, Levitamos num mar desconhecido das infinitas possibilidades absurdas! Ela faz! Amigo, obrigado por ontem!!

  7. André

    Por isso que o “verbo mata!”
    Leituras e interpretações ao “pé da letra” já fizeram mais mal ao mundo do que as “supostas eresias” dos profanos!
    O verbo mata, o espirito vivifica! Ode a fé raciocinada! Subir a kether sem ter HOD em nossa intrínseca filosofia pode ser um caminho equivocado!

  8. Guilherme Velani

    O Livro do Controle.

  9. Leonardo

    Só pode ser zuação do cara que escreveu isso. Impossível alguém ir tão no fundo do poço do fundamentalismo.

  10. yoe lenon

    quá quá quá quá quá quá, bendito séc XXI com pessoas e ‘pessoas’.Poxa de tantos livros com que a biblia conta ela tinha que buscar justo no mais intransigente de todos.

  11. Dan

    Hahahaha! Nossa! Essa tirada foi de gênio, muito melhor do que ficar com raiva quando alguns cabeças-duras falam de “palavras eternas e imutáveis”. Quisera eu ter essa perspicácia pra rebater.

  12. Luiz Felipe

    Acredito que todos somos iguais, sem diferenças (há não ser o sexo, cor, e por aí vai…) todos respeitando uns aos outros.

    O maior problema dos protestantes é que eles usam tanto a bíblia para nos acusar que quando respondemos a altura com uso da mesma, dizem que é uma blasfêmia, que não podemos usar os textos bíblicos para uso mundano, mas ao mesmo tempo eles fazem o mesmo.

    Resumindo eles na verdade não tem argumento algum em prol de suas defesas teóricas em cima do evangelho.
    O bom mesmo é cada um cuidar da sua vida sem se interferir na do outro.

  13. Caio

    Hahaha, melhor impossível!

  14. flasHQ

    Muito bom! Acho que as escrituras (como qualquer material escrito) pode conter coisas positivas e negativas, podem funcionar para retratar uma época e postura/filosofia de um povo, é no mínimo um registro histórico de como uma sociedade pensa, por exemplo, se lermos quadrinhos de épocas diferentes e em grande volume,. poderemos entender um pouco como a cada década muda a relação da sociedade com certos temas, nos anos 40, o personagem poderia matar sem problema, nos anos 60 já matar era algo terrível a um personagem, nos 70 começaram a falar de temas mais livres como a relação com drogas e posturas machistas, nos anos 90 tudo era bem sexual apesar de nada pornográfico e bem pudico, agora os temas sobre homossexualismo estão bem em voga… Tudo pode servir e acho que as escrituras sagradas de vários povos é no minimo um registro destes pensamentos em sua época de expressão, com importância em sua época, o problema é a falta de bom senso de afirmar coisas como esta, que um livro escrito por alguém (que se diz inspirado por Deus, aposto que todo escritor se acha em algum nível inspiradíssimo) relate tantas coisas que hoje a sociedade muito mais humanista e globalizada tem que obedecer por serem eternas mas já não valem nem para um Cristão de 1800 anos atras!

    O problema não está em nada que tá escrito, está na pessoa que a interpreta ou a usa como manobra de massa!

  15. Acauã Silva

    Old but Gold

  16. zaca

    RELIGIAO ajudando o homem a seguir ideias erronea s de fanfarroes milenares sem parcimonia

  17. Gustavo

    A parte sobre os canadenses é um perola completa! HAHA

  18. Vinicius

    HAUhauHAuahUAHuahUAHuhaUHAuhauAHU!!!!

    Sensacional!

  19. Fauno

    ahahaha,muitoo bom!!
    Ela não chegou a responder o e-mail???

  20. Fenix777

    A questão aí é muito simples! Trata-se apenas de uma coisa cultural. O homem tem o péssimo costume de construir valores sobre o que é certo e errado e por isso esse conflito sobre o que é ou não aceitável socialmente.

    Lembremos que não há muito tempo atrás há exatamente menos de 100 anos surgiu o nazismo e com ele a perseguição e exterminio de judeus e outras minorias. Como dizer que isso foi errado se dentro do país a maioria concordava com isso?

    Aí é que está a armadilha do que é socialmente correto ou não! Se você nasceu e cresceu em uma sociedade com determinados costumes que são um sacrilégio para outra, certamente você se sentirá profundamente incomodado se por acaso tivesse que viver na outra sociedade com costumes totalmente diferentes.

    Portanta, sobre este ponto de vista é necessário algo muito além e um mero ponto de vista isolado para se determinar o que é correto e o que não é. Contudo, lembro que isto está sempre sujeito ao que a maioria pensa.

    Se a maioria achasse a heterossexualidade algo torpe e vil (vide Grécia antiga), os héteros seriam perseguidos da mesma forma como são os homossexuais em alguns lugares do mundo. A visão humana geralmente é sempre distorcida, vendo apenas uns dos lados da história.

    Somente com uma macrovisão, com uma “cosmoconsciencia” é que realmente superar estas limitações….

    1. denis fernandes

      Porém, se desconstruirmos todas as culturas e chegarmos ao cerne do porque a humanidade evoluiu para a atual sociedade, concluímos que foi para escapar dos predadores e das intempéries da vida selvagem. Concluímos então que toda forma de dominar alguém, de machucar alguém ou obriga-la a fazer algo vai contra a natureza de nossa evolução. Não estamos tratando de gostar disso ou daquilo, e sim do direito essencial de cada individuo ser responsável por ele mesmo.

      1. Fenix777

        Não vejo as coisas necessariamente desta forma, porque a nossa sociedade é fruto da revolução francesa e da influência direta dos maçons.

        Não foi uma coisa bonita e linda de se ver este processo todo. Houve muito sangue derramado, muitas disputas, muitas mortes. A tal evolução foi só a manutenção do status quo do vencedor…..

        Evolução mesmo seria se o povo realmente decidisse mudar, mas como a maior parte do povo é zumbi, ouso dizer que isto nunca ocorreu.

        1. denis fernandes

          Por isso a desconstrução. Dizer que uma coisa está errada não implica dar razão a outra coisa errada. Comparando o fundamentalismo com as influências de nossa sociedade, podemos dizer que a sociedade está menos errada, né!? rsrsrsrsrrsrs

          Infelizmente a guerra sempre viabilizou a “evolução da humanidade”, mas sonho com o dia que a sensatez será nosso norte.

Deixe uma resposta