do Vampiro Histórico


Primeiro artigo de uma série sobre vampirismo, intercalado aos outros assuntos do blog, começando com uma breve história do vampirismo no imaginário popular.
O mito do Vampiro assombra e fascina a mente humana desde tempos imemoriais, estando presente em diversas culturas e em seus respectivos folclores sob as mais variadas formas, mas com certos pontos em comum, como sendo mortos-vivos que retornam de seus túmulos e alimentando-se de sangue humano, tendo sua maior expressão na mitologia da Idade Média na Europa Cristã. Apresento aqui um breve resumo, do Vampiro histórico, ao Vampiro Literário e sua presença no cinema moderno:

-Pré História – Cresnças e mitos sobre vampiros emergem nas culturas do mundo inteiro.
-1047 – Primeiras aparições, na forma escrita, da palavra Upir (forma primitiva da palavra que mais tarde se tornaria “vampiro”) num documento se referindo a um príncipe russo como “Upir Lichy“, ou Vampiro Perverso.
-1190 – De Nagis Curialium, de Walter Map, inclui relatos de seres vampíricos na Inglaterra.
-1196 – Chronicles, de Willian de Newburgh, registram diversas histórias de fantasmas vampíricos na Inglaterra.
-1428/29 – Nasce Vlad Tepes, filho de Vlad Dracul.
-1436 – Vlad Tepes se torna príncinpe da Wallachia e se muda para Tirgoviste.
-1442 – Vlad Tepes é aprisionado com seu pai pelos turcos.
-1443 – Vlad Tepes se torna refém dos turcos.
-1447 – Vlad Dracul é decapitado.
-1448 – Vlad conquista brevemente o trono da Wallachia. Destronado, vai para a Moldávia e se torna amigo do príncipe Stefan.
-1451 – Vlad e Stefan fogem para a Transilvânia.
-1455 – Queda de Constantinopla.
-1456 – John Hunyadi ajuda Vlad Tepes a conquistar o trono da Wallachia. Vladislav Dan é executado.
-1458 – Mathias Corvinus sucede a John Hunyandi como rei da Hungria.
-1459 – Massacre dos boiardos na Páscoa e reconstrução do Castelo de Drácula. Bucareste é estabelecida como o segundo centro do governo.
-1460 – Ataque sobre a cidade de Brasov, na Romênia.
-1461 – Campanha bem-sucedida contra os agrupamentos turcos ao longo do Danúbio. Retirada, no verão, para Tirgoviste.
-1462 – Após a batalha no Castelo de Drácula, Vlad foge para a Transilvânia. Vlad inicia período de treze anos na prisão.
-1475 – Guerras de Verão na Sérvia contra os turcos. Novembro: Vlad retoma o trono de Wallachia.
-1476/77 – Vlad é assassinado.
-1560 – nasce Elizabeth Bathory.
-1610 – Bathory é presa por ter matado centenas de pessoas e ter nadado em seu sangue. Julgada e condenada, é sentenciada à prisão perpétua.
-1614 – Elizabeth Bathory morre.
-1645 – Leo Allatius acada de escrever o primeiro tratado moderno sobre os vampiros, De Graecorum hodie quirundam opinationabus.
-1657 – Fr. Françoise Richard escreve Relation de ce qui s’est passé à Sant-Erini Isle de l’Archipel ligando o vampirismo à bruxaria.
-1672 – Onda de histeria vampírica varre Istra.
-1679 – Philip Rohr escreve De Masticatione Mortuorum, um texto alemão sobre os vampiros.
-1710 – A histeria do vampiro varre a Prússia oriental.
-1725 – A histeria do vampiro volta à Prussia oriental.
-1725/30 – A histeria do vampiro continua na Hungria.
-1725/32 – A onda da histeria do vampiro na Sérvia austríaca produz os famosos casos de Peter Plogojowitz e Arnold Paul (Paole).
-1734 – A palavra vampyre entra para a língua inglesa traduzida de relatos alemães sobre as ondas de histeria vampíricas européias.
-1744 – O Cardeal Giuseppe Davanzati publica seu tratado Dissertazione sopre I Vampiri.
-1746 – Dom Augustin Calmet publica seu tratado sobre os vampiros, Dissertations sur les Apparitions des Anges, des Démons et des Esprits, et sur les revenants, et Vampires de Hundrie, de Bohême, de Moravie, et Silésie.
-1748 – É publicado o primeiro poema moderno de vampiros, “Der Vampir”, por Heinrich August Ossenfelder.
-1750 – Outra onda de histeria vampirica ocorre na Prússia oriental.
-1755 – A Imperatriz Maria Theresa, da Áustria, instaurou leis contra a exumação de corpos na região eslava e na Áustria.
-1756 – A histeria do vampiro atinge o pico na Wallachia.
– 1765 – O naturalista francês Louis Lecrerc de Buffon batizou uma espécie de morcego do Novo Mundo de ‘vampiro’ em seu livro Histoire Naturelle ao descobrir sua alimentação à base de sangue, e a sua habilidade de chupar o sangue de pessoas e animais sem acordá-los associando assim o morcego pela primeira vez ao mito do vampiro.
-1772 – A histeria do vampiro ocorre na Rússia.
-1797 – Publicação do poema de Goethe “Bride of Corinth” (poema concernente ao vampiro).
-1780/1800 – Samuel Taylor Coleridge escreve “Christabel”, considerado hoje como o primeiro poema sobre vampiros em inglês.
-1800 – I Vampiri, ópera de Silvestro de Palma, estréia em Milão, Itália.
-1801 – “Thalaba”, de Robert Southey, é o primeiro poema a mencionar a palavra vampiro, em inglês.
-1810 – Circulam no norte da Inglaterra reatos de ovelhas com a juguar cortada e o sangue drenado. Publicação de “The Vfampyre”, de John Stagg, um dos primeiros poemas sobre vampiros.
-1813 – O poema de Lord Byron, “The Giaour”, inclui o encontro de um herói com um vampiro.
-1819 – The Vampyre, de John Polidori, a primeira história de vampiros em inglês, é publicada na edição de Abril do New Monthly Magazine. Esta obra é considerada por muitos a origem do Vampiro na Ficção moderna. John Keats compõe “The Lamia”, um poema calcado em antigas lendas gregas.
-1820 – Lord Ruthwen, ou Les Vampires, de Cypren Berard, é publicado anonimamente em paris, em 13 de junho; Le Vampire, a peça de Charles Nodier, estréia no héatre de la Pore Saint-Martin, em Paris; agosto: The Vampire/ or The Bride os the Isles, uma tradução da peça de James R. Planché, estréia em Londres.
-1829 – Março: a ópera de Heinrich Marshner, Der Vampyr, baseada na história de Nodier, estréia em Leipzig.
-1841 – Alexey Tolstói publica seu conto, “Upyr”, quando morava em Paris. É a primeira história moderna sobre vampiros escrita por um Russo.
-1847 – Nasce Bram Stoker. Começa a longa seriação de Varney the Vampire.
-1851 – A ultima obra dramática de Alexandre Dumas, Le Vampire, estréia em Paris.
-1854 – O caso do vampiro na familia Ray, de Jewett, Connecticut, é publicado nos jornais locais.
-1872 – Sheridan Le Fanu escreve “Carmilla”. Vincenzo Verzeni, na Itália, é condenado por assassinar duas pessoas e por ebber seu sangue.
-1874 – Relatos de Ceven, na Irlanda, informam que ovelhas tiveram o pescoço cortado e o sangue drenado.
-1888 – Editado o Land Beyond the Forest, de Emily Gerard. Vai se tornar a principal fonte de informações sobre a Transilvânia para o Dracula, de Bram Stoker.
-1894 – O conto de H. G. Wells, “The Flowering of the Strange Orchild”, é o precursos das histórias de ficção científica sobre vampiros.
-1897 – Dracula, de Bram Stoker, é publicado em Londres. “The Vampire”, de Rudyard Kipling, se torna uma inspiração para a criação do vampiro como um personagem estereotipado no palco e na tela.
-1912 – The Secret of House nº 5, possivelmente o primeiro filme sobre vampiros, é produzido na Grã-Bretanha.
-1913 – É publicado Dracula’s Guest, de Stoker.
-1920 – Dracula, o primeiro filme baseado no livro, é produzido na Russia. Não há copias.
-1921 – Cineastas Húngaros produzem uma versão de Drácula.
-1922 – Nosferatu, um filme mudo alemão, é produzido pela Prana Films, é a terceira tentativa de filmar Drácula.
-1924 – A versão de Dracula para o palco, de Hamilton Deane, estréia em Derby. Fritz Haarmann, de Hanover, Alemanha, é preso, julgado e condenado por matar mais de vinte pessoas numa orgia criminal vampirica. Sherlock Holmes tem seu único encontro com um vampiro em “The Case of the Sussex Vampire”.
– 1927 – 14 de fevereiro: versão para o palco de Dracula estréia no Little Theatre de Londres. Outubro: a versão americana de Dracula, estrelando Bela Lugosi, estréia no Fulton Theatre de New York. Tod Browning dirige Lon Chaney em London After Midnight, o primeiro longa-metragem sobre vampiros.
– 1928 – A primeira edição do influente trabalho de Montague Summers, The Vampire: His Kith and Kin, aparece na Inglaterra.
-1929 – O Segundo livro de Montague Summers, The Vampire in Europe, é pulicado.
-1931 – Janeiro: avant-première da versão espanhola Dracula. Fevereiro: versão americana para o cinema, Drácula, com Bela Lugosi, estréia em Roxy Theatre, em New York. Peter Kiirten, de Diisseldorf, Alemanha, é executado após ser julgado culpado de assassinar várias pessoas numa orgia vampirica.
-1932 – Lançado o altamente aclamado filme Vampyr, dirigido por Carl Theodor Dreyer.
-1936 – Lançado o filme Dracula’s Daughter, pela Universal Pictures.
-1942 – “Asylum”, a primeira história sobre um vampiro alienígena, de A.E.Van Gogt.
-1943 – Son of Dracula (Universal Pictures) com Lon Chansey Jr., como Drácula.
-1944 – John Carradine interpreta Drácula pela primeira vez em Horror of Frankenstein.
-1953 – Dracula Istanbula, um filme turco adaptado de Dracula, é lançado. Série nº 8 inclui a primeira história em quadrinhos adaptada de Dracula.
-1954 – O Código das Histórias em Quadrinhos bane os vampiros. I Am Legend, de Richard Matheson, apresenta o vampirismo que altera o corpo.
-1956 – John Carradine interpreta Drácula na primeira adaptação para a televisão no programa Matinee Theater. Kyuketsuki Ga, o primeiro filme japonês sobre vampiros é lançado.
– 1957 – O primeiro filme Italiano sobre vampiros, I Vampiri, é lançado. O produtor americano Roger Corman faz o primeiro filme de ficção científica sobre o vampiro, Not of This Earth. El Vampiro, com German Robles, é o primeiro de uma série de filmes mexicanos sobre vampiros.
-1958 – A Hammer Films, da Grã-Bretanha, inicia uma nova onda de interesse pelos vampiros com o seu primeiro filme Dracula, lançado nos Estados Unidos como The Horror of Dracula filme que lançou Christopher Lee no papel de Drácula, interpretando o mesmo como um conde violento, dinâmico e fisicamente poderoso, apresentando a peculiaridade que se seguiria nos romances de vampiros: caninos afiados. O primeiro número de Famous Monsters of Filmland assinala um novo interesse pelos filmes de horror nos Estados Unidos.
-1959 –  Plan 9 from Outer Space é o último filme de Bela Lugosi.
-1961 – The Bad Flower é a primeira adaptação coreana de Dracula.
-1962 – Fundação da Count Dracula Society, em Los Angeles, por Donald Reed.
-1964 – The Munsteers e A Familia Addams, duas comédias de horror com personagens vampiricos, abrem a temporada de outono na televisão.
-1965 – Jeanne Youngson funda The Count Dracula Fan Club. The Munsters, baseado na série de TV do memso nome, é a primeira série de histórias em quadrinhos que destaca um personagem vampirico.
-1966 – Dark Shadows estréia na rede ABC, na programação da tarde.
-1967 – Abril: no episódio 210 de Dark Shadows, o vampiro Barnabas Collins faz sua primeira aparição.
-1969 – O primeiro número de Vampirella, a história em quadrinhos de maior duração até hoje, é lançado. Denholm Elliot fazz o papel-titulo na série Dracula, produção televisiva da BBC. Does Dracula Realy Suk? (Dracula and the Boys) é lançado como o primeiro filme a apresentar um vampiro gay.
-1970 – Christopher Lee estrela em El Conde Dracula, adaptação espanhola de Drácula. Sean Manchester funda The Vampire Research Society.
-1971 – A Marvel Comics lança a primeira cópia de um livro sobre vampiros pós-Código das Histórias em Quadrinhos, The Tomb of Dracula. Morbius, o Vampiro Vivo, é o primeiro novo personagem introduzido após a revisão do Código, que permitiu o reaparecimento de vampiros em histórias de quadrinhos.
-1972 – The Night Stalker, com David McGavin, se torna o filme de TV mais visto até essa data. Vampire Kung-fu é lançaod em Hong Kong como o primeiro de uma série de filmes de artes marciais vampíricos. In Search os Dracula, de Raymond T. McNally e Radu Florescu, introduz Vlad, o Empalador, o Drácula Histórico, ao mundo dos fãs do vampiro contemporâneo. A dream of Dracula, de Leonard Wolf, complementa o trabalho de McNally e de Florescu ao chamar a atenção para a lenda do vampiro. True Vampires os History, de Donald Glut, é a primeira tentativa de juntar as histórias de todas as figuras históricas de vampiros. Stephen Kaplan funda The Vampire Research Center.
-1973 – A versão de Dracula, da Can Curtis Productions, apresenta o ator Jack Palance num filme feito para a TV. Vampires, de nancy Garden, inicia uma onda de literatura juvenil para crianças e jovens.
-1975 – Fred Saberhagen propõe que se veja Dracula mais como um herói do que como vilão em The Dracula Tape. The World of Dark Shadows é fundada como a primeira fanzine Dark Shadows.
-1976 – Publicaçãod e Interview With the Vampire, de Anne Rice. Stephen King é recomendado para o World Fantasy Award por seu romance Salem’s Lot. Shadowcon, a primeira covnenção nacional Dark Shadows, é organizada pelos fãs de Dark Shadows.
-1977 – Uma nova e dramática versão de Dracula estréia na Broadway, com Frank Langella. Louis Jordan faz o papel principal em Count Dracula, uma versão de três horas do romance de Bram Stoker, na TV BBC. Martin V. Riccardo funda o Vampire Studies Society.
-1978 – O livro Hotel Transylvania, de Chealsea Quinn Yarbro, junta-se aos voumes de Fred Saberhagen e Anne Rice como um terceiro grande esforço para iniciar uma reavaliação do mito do vampiro durante a década. Eric Held e Dorothy Nixon fundam o Vampire Information Exchange.
-1979 – Baseado no sucesso da nova produção da Broadway, a Universal Pictures refilma Dracula (1979), com Frank Langella. A gravação pela banda Bauhaus de “Bela Lugosi’s Dead” torna-se o primeiro sucesso do novo movimento de rock gótico. Shadowgram é fundada como uma fanzine Dark Shadows.
-1980 – A Bram Stoker Society é fundada em Dublin, na Irlanda. Richard Chase, conhecido como o Drácula Assassino de Sacramento, Califórnia, comete suicídio na prisão. A World Federation of Dark Shadows Clubs (atualmente Dark Shadows Official Fan Club) é fundada.
-1983 – Na edição de dezembro de Dr Strange, o ás ocultista da Marvel Comics mata todos os vampiros do mundo, banindo-os assim da shistórias em quadrinhos pelos seis anos seguintes. É fundado o Dark Shadows Festival para anfitriar a convenção anual de Dark Shadows. Hunger, filme baseado no romance de Whitley Streiber (1981).
-1985 – Publicação do livro The Vampire Lestat, de Anne Rice, que alcança a lista dos best-sellers. Lançamento do filme Fright Night (A Hora do Espanto).
-1987 – O filme Lost Boys;
-1989 – A derrubada do ditador romeno Nicolae Ceaucescu abre a Transilvânia para os fãns de Dracula. Nancy Collins ganha o Bram Stoker Award por seu romance Sunglass After Dark.
– 1991 – Lisa Jane Smith lança o livro de terror e romance Diários do Vampiro, The Vampire Diaries no original, sobre a vida de uma garota chamada Elena Gilbert que se vê ás voltas com dois irmãos vampiros. Dark Reunion, segundo livro da série, lançado em 1992, e após 16 anos lança a primeira parte dos novos títulos, intitulado The Vampire Diaries – The Return: Nightfall, publicado em 10 de feveriero de 2009. Vampire: The Masquerade, o mais bem-sucedido role-playing game, ou RPG, é lançado por White Wolf.
-1992 – Estréia Bram Stoker’s Dracula, dirigido por Francis Ford Coppola, considerado uma das melhores adaptações do filme para o cinema, com Gary Oldman no papel de Dracula e Winona Rider no papel de Mina Murray. Andrei Chikatilo, da Rússia, é condenado á morte após matar e vampirizar cerca de 55 pessoas. É lançado também o Romance Lost Souls, de Poppy Z. Bright. É Lançado também o filme Buffy, a Caça-Vampiros, dirigido por fran Rubel Kuzui.
-1994 – A versão cinematográfica de Interview With the ampire (entrevista com Vampiro), de Anne Rice, estréia com Tom Cruise no papel do Vampiro Lestat e Brad Pitt como Louis.
-1995 – Em maio, a International Transylvania Society of Dracula promove a Wrold Dracula Conference na Romênia.
-1996 – Os membros de um “culto” ao vampiro, liderados por Rod Ferrell, são presos pelo assassinato de duas pessaos na Flórida. Eles foram em seguida julgados e condenados por assassinato. Lançado Santanico Pandemonium (Um Drink no Inferno).
-1997 – O centenário de publicação do romance Dracula, de Bram Stoker, provoca um surto de atividades durante 1997 e 1998, incluindo o lançamento de diversos livros comemorativos, muitos programas para televisão e a criação de selos (no Canadá, na Irlanda, no Reino Unido e nos Estados Unidos). De 13 a 15 de junho, ocorreu em Whitby, na Inglaterra, o evento “Dracula the Centenary”, patrocinado pela Whitby Dracula Society. Em 13 de agosto, o serial killer Ali Reza Khoshruy Juran Kordiyeh, conhecido como “o vampiro de Teerã”, é executado publicamente no Irã. De 14 a 17 de agosto, ocorreu em Los Angeles a Dracula’ 97: A Centennial Celebration, o maior de todo os eventos que comemoraram o centésimo aniversário de publicação de Dracula. O evento foi patrocinado pelas divisões americana e canadense da Transylvania Society of Dracula e pelo Count Dracula Fan Club.
-1998 – Lançamento de Balde, Caçador de Vampiros, com Wesley Snipes no papel principal.
-2002 – Lançamento de Blade II, continuação da história do meio-vampiro Negro Blade.
-2004 – Blade Trinity, o terceiro filme da série é lançado.
-2005 –  5 de outubro: Stephenie Meyer publica: Twillight, adaptado ao cinema em 2008 sob o titulo Crepusculo, no Brasil;
-2006 – Lançado Blade: A nova Geração, e o seriado para TV Blade: The Series. 6 de setembro: Lança New Moon, segundo titulo da série Twillight, lançado no Brasil em 27 de setembro de 2008 e adaptado ao cinema em 20 de novembro de 2009.
-2007 – 7 de agosto: Lançado em inglês o livro Eclipse, da Saga Twillignt, em 16 de Janeiro, adaptado ao cinema em 30 de Junho de 2010, dirigido por David Slade.
-2008 – lançado em inglês o titulo breaking Dawn, da série Twillight em2 de agosto, e no Brasil em 26 de junho de 2009; a adaptação do livro será dividido em dois filmes: a primeira parte tem previsão de lançamento para 18 de novembro de 2011 e a segunda para 16 de novembro de 2012. Em 7 de Setembro estréia a Série de TV True Blood pela HBO, estreando no Brasil em 5 de Janeiro de 2010. Lançado o Filme “Deixa Ela Entrar”, onde a jovem Eli chamou a atenção do público ao mesclar tanto o lado existencial dos vampiros quanto o sanguinolento.
– 2009 – Lançado no Brasil o primeiro volume da série Vampire Diaries, chamado ‘O Despertar’, em novembro foi lançado o segundo volume, sob o nome de ‘O Confronto’, em março de 2010 foi lançado A Fúria, e em agosto de 2010 o Reunião Sombria. A nova trilogia O Retorno teve seu primeiro livro lançado em Dezembro de 2010, sob o titulo: Anoitecer.
Essa é uma breve explanação sobre a figura do Vampiro no ideário medieval, sua influência na literatura e no cinema até os dias de hoje, em breve falarei sobre poderes e fraquezas associadas ao vampiro literário, e a presença do Vampiro no Ocultismo, revisado e atualizado.
Fontes:
Wikipédia, no nomes de pesquisadores e consulta d lançamento dos livros e filmes citados
-O Livro dos Vampiros – A Enciclopédia dos Mortos-Vivos” – MELTON, J, Gordon, Makron Books, São Paulo, 1996.
-Enciclopédia dos Vampiros – Edição Compacta – MELTON, J. Gordon, M. Books do Brasil, São Paulo, 2008

Este post tem 17 comentários

  1. Rodrigo Simão

    Cara voce esqueceu do principal…Bran Stoker se inspirou no principe Vlad Tepes ou Vlad Draculea( dai o nome DRACULA) ele empalou mais de 45.000 pessoas na sua epoca, dizem que ele gostava de comer a carne de suas vitimas enquanto as via sendo empaladas.O Nome DRACUL era de seu pai, assim que esse morreu Vlad acrescentou as letra EA no final do nome, em romeno quer dizer filho, DRACUL significa DRAGÂO ou mesmo demonio o nome DRACULA ou DRACULEA significa FILHO do DEMONIO, ou FILHO do DRAGÂO.
    Dizem que Bran Stoker era membro da Aurora Dourada, quanto isso eu não sei…mas tem uma particularidade muito curiosa no livro DRACULA, isso que muita pouca gente o leu realmente prefirindo os filmes. No romance Dracula é muitas vezes chamado de FEITICEIRO, oras de NECROMANTE, talvez surja dai seus poderes tais como se transformar em lobo, nevoa, morcego fazer chuver em nenhum momento do romance o autor deica claro que vampiros são capazes de fazer semelhante coisa assim que são transmutados. Eu tenho uma teoria que se Bran Stoker foi realmente de Golden Danw eu acho que ele associou os poderes que os membros da Ordem “diziam” consiguir fazer ou eram capazes de fazer.
    @luciuxlynx – realmente, na hora em que escrevi esqueci do Vlad, mas pretendo falar a respeito dele em um post próprio, daí comentoa respeito do nome Dracula, e do titulo que o pai dele tinha, Dracul, na verdade o A do nome do Vlad Teps (Empalador) vinha do fato de Dracul significar Dragão, e a terminação A significar “filho de”, portando Dracula = filho do dragão, apesar que a raiz para dragão e dêmonio em Romeno são as mesmas, mas não que ele tenha colocado, ele assumiu o apelido, pois era assim conhecido entre os companheiros de seu pai. Sim até onde minahs fontes me permitem o nome de Bram Stoker estava sim entre os membros da G.D. e sobre os poderes detidos pelos membros, só sendo um pra saber, pq não é algo que um estudo a respeito possa revelar, não sem acesso ao material interno. Lembrando que Bram Stoker usou e abusou também do folclore que rodeia o vampiro, então é importante analisar com calma os detalhes. Este é o primeiro texto de uma série, então vou falar de vampirismo psiquico, e vampirismo literário/folclórico, colocando caracteristicas, mitos, poderes e fraquezas, mas isso é acompanhar a coluna e o blog, pois em breve terei mais material publciado

  2. Vinícius Pedro

    só faltou true blood.
    =/

    @luciuxlynx – tem vários que eu esqueci ou não vi quando pesquisei os mais recentes, simplifiquei a lista pelo tmanho que ficou, mas pretendo fazer uma mais completa, mas aí vai da paciência de cada um de ler tudo ^^
    peço desculpas caso falte algo, mas é entre outras cosias pelo tamanho do post, pois passou de 1000 palavras
    obrigado pela observação, lembrarei disso na próxima

  3. Takeru Nid

    Jogadores de Storyteller dêem um Up Please!!!

  4. Rev.Breno

    Sem querer ser chato…
    Mas 4 entradas do Twilight?
    E BLade(HQ), TrueBlood, Vampire: the masquerade (RPG), Deixa ela entrar, From Dusk till dawn, Night Watch, Daybreakers etc…
    @luciuxlynx – é bom ser chato ^^ como disse acima tem muitos que eu esqueci, e que merecem postagens maiores. Ainda estou pensando, mas pretendo fazer um aritgo sobre os jogos de vampiros, incluindo Vampire The Masquerade (RPG de mesa, e as versões eletronicas), e sobre animes que falam do tema também, que são muitos pra se citar em uma postagem apenas. Apesar de torcer o nariz, citei crepusculo por ter relação com Vampire Diaries, assim como a citação da Anne Rice que foi mais curta que o realmente merecido. Uma explanação rápida, pois cada item ali poderia ganhar um post de tão longo. Fora que na hora que escrevi era tanta coisa que tive que escolher alguns, e alguns eu realmente esqueci

  5. arthur h'

    Amigo, parabéns pelo artigo. realmente, bela linha do tempo.
    acho que fará isso, ou senão… ‘why not’ um artigo SÓ sobre Bram Stoker,
    explicitando seus interesses em escrever sobre vampiros, raízes históricas,
    isto é… tudo concernente à obra de BS. O que acha ?
    me interessaria por uma em relação a Anne Rice, muito bom também…
    enfim, fica a dica… e as minhas congratulações pelo artigo. sucesso

    @luciuxlynx – obrigado pela dica, está anotado. Bram Stoker e Anne Rice são dois dos maiores escritores sobre vampiros, e deteem o meu respeito total pela sua obra

  6. Alberto

    Hmm, gostei de saber sobre esses filmes, não conhecia Night Stalker e The Hunger.
    Vou assistí-los, obrigado!

  7. Petri

    http://www.editoraaleph.com.br/site/ficcao/o-vampiro-antes-de-dracula.html
    já leu?
    Livro que me surpreendeu por se mostrar extremamente bem cuidado em sua composição, entrando no desenvolvimento do mito do vampiro nas obras ficcionais ao longo da história com uma coletânea primorosa. É um trabalho incrível e me vejo na obrigação de recomendá-lo fortemente para quem se interessa pelo assunto.
    E já que estamos em um espaço onde se fala muito sobre ocultismo. Nenhuma citação do livro do Paulo Coelho?
    pp
    @Luciuxlynx – não conhecia esse livro, obrigado pela dica ^^. Olha, particularmente não sou muito fã do Paulo Coelho por diversas razões, muitas delas pessoais, mas à qual dos livros dele se refere?

    1. Petri

      Manual Prático do vampirismo
      Também não sou muito chegado aos livros do Paulo Coelho. Esse foi o livro que ele “renegou” e não foi republicado quando o mago começou a fazer sucesso. Digamos que é um livro curioso
      @luciuxlynx – é… vou dar uma procurada por ai, ver do que se trata, li Paulo Coelho quando era criança, mas depois de certa idade descobri cosias melhores – incluindo os originais de alguns livros que ele disse que escreveu.

      1. InSaNo

        Eu encontrei esse livro do Paulo Coelho uma vez na internet, disponível para download. Tá certo que é uma coisa ilegal, mas visto que o livro está fora de catálogo e não deve ser reimpresso (visto que o autor mesmo o ‘renegou’), talvez valha a pena dar uma olhada, caso não se encontre em mais nenhum lugar.

  8. Marina

    Esse post me deu saudades de jogar A Máscara. Saudades de jogar como malkavian.

    1. Vinícius Pedro

      malkavianos rulez!
      ainda bem que essa semana vou voltar a jogar vampire depois de alguns anos.
      ^^

      1. Mario

        ahhhh.. bons tempos em que jogava vampire com meu impagável Fumaguimba, meu malkav q tinha o péssimo hábito de pegar guimbas de cigarro do chão..rss

  9. Croco

    Só uma correção no post, cara. Ao invés de:
    – 5 de outubro de 2005 – Stephenie Meyer publica: Twillight, adaptado ao cinema em 2008 sob o titulo Crepusculo, no Brasil;
    O correto seria:
    – 5 de outubro de 2005 – Stephenie Meyer publica: Twillight, onde os vampiros deixaram de ser legais e viraram frouxos desmiolados. (Mas fez sucesso entre as menininhas).
    AHahaha
    @Luciuxlynx – Apesar da piada, concordo plenamente xD
    Brincadeira, abs.

  10. Padre Judas

    O Paulo Coelho escreveu um livro sobre vampiros. Mas acho que agora ele só é encontrado em sebos. É uma relíquia da época em que ele era da OTO.

  11. André

    Tive que comentar…O livro do Paulo Coelho citado, O Manual Prático do Vampirismo, foi ROUBADO de um cara chamado “Toninho Buda”. Apesar do nome ele é atualmente engenheiro e só. Isso não é nenhuma teoria, está na biografia oficial do Paulo Coelho…que não foi escrita por ele. Eu li e é de fato, no minímo curioso.
    @Luciuxlynx – É, outro livro que nem foi ele quem escreveu, entra pra lista junto com Bosque de Cedros e O Manual do Guerreiro da Luz, parei de Ler Paulo Coelho quando percebi que ele não era tão autêntico assim. E ainda me colocam o cara na Academia Brasileira de Letras…

  12. Júlia

    Curiosamente, no quarto livro da saga Crepúsculo (Amanhecer) aparecem Vladmir e Stefan, citados como antigos e romenos.

Deixe uma resposta