Dia de Ranu Bai, deusa da chuva

Por Mirella Faur

Hoje é o dia da Celebração hindu de Ranu Bai, a deusa da chuva, da fertilidade e da primavera. As mulheres estéreis reverenciavam-na, levando vasilhas com água de chuva para suas estátuas e pedindo-lhe que fertilizasse seus ventres.
Na Austrália, os aborígenes honravam Wonambi, a deusa da chuva e da fertilidade, vista como uma serpente guardiã do arco-íris.
Comemoração de Rana Neida, a deusa polinésia da primavera e da chuva.
Celebre você também o poder purificador da chuva, passeando nela com a cabeça descoberta, “lavando” sua alma e seus aborrecimentos. Recolha água da chuva e guarde-a para seus rituais ou para lavar seus cristais, suas pedras e os objetos de seu altar.
Início do festival das carruagens no Nepal, dedicado ao deus da chuva Macchendrana, antigo e poderoso deus hindu.
Na China, homenageava-se nas fontes d´água Xiumu Niangniang, a Mãe das Águas, na época das chuvas e inundações, pedindo-lhes que suas dádivas viessem na medida certa.

Este post tem 2 comentários

  1. yoe lenon

    Olá Tio DD! Eu gostaria muito que tu (um experimentado e renomado mitologista) confeccionasse um calendario com essas relações festivas de culturas diversas.E mesmo em formato de agenda para que pudessemos sintonizar com essas energias sutis(astrais).Seria um produto bem interessante pra não dizer utilissimo.

Deixe uma resposta