Dat Rosa Mel Apibus

Uma das alegorias da alquimia é a criação e preservação de um Jardim. E o conhecimento representado por uma Rosa. Assim como em um jardim, em nossa vida devemos cuidar sempre para arrancar as ervas-daninhas que insistem em tentar crescer agregadas ao que você deseja plantar. Quanto maior e mais florido fica o seu jardim, mais parasitas, pulgões e cupins tentam se aproximar, seja para parasitar o caule das flores, ou beneficiar-se do solo que você está adubando e cuidando.

Deve-se podar as folhas podres, adubar as raízes e regar constantemente, seja com as águas das emoções puras, seja com as águas superiores da fé, e pelos frutos conhecerás a árvore. O trabalho no Jardim engloba os 4 Elementos: deve-se cuidar das raízes, de adubar a terra e de retirar as pedras do caminho; deve-se molhar as plantas com as águas da emoção, sem nenhum tipo de veneno ou produto que macule a nutrição das flores; deve-se deixar o ambiente sempre iluminado com bastante luz; as rosas nunca florescem na escuridão. E finalmente, deve-se deixar o ambiente arejado e sempre aberto, para que os pássaros e as abelhas possam levar as sementes para outros lugares.

Uma vez estabelecido o jardim, as abelhas e os pássaros se encarregarão de passar este conhecimento para outros jardins mas, assim como o professor pode apenas ensinar a parte teórica, cabe a cada jardineiro cuidar para que as sementes e mudas trazidas se transformem em novas árvore e novas roseiras.

Este post tem 4 comentários

  1. Gabriel Dias

    Profundo MDD. Obrigado!

  2. Ricardo

    Muito obrigado pelo texto.

  3. Mario

    Muito boa, bela e simples alegoria. Obrigado.

  4. Carlos Roberto

    muito bonito.
    E que o perfume da rosa seja envolvente e transmutador.

Deixe uma resposta