As Religiões e o Aquecimento Global

Durante alguns anos temos acompanhado um grande debate que cativa defensores e polariza grupos de pessoas em diversas partes do mundo, com defensores famosos e fervorosos em ambos os lados, e você também certamente já ouviu falar sobre o Aquecimento Global.

Dentre os que estudam a causa, existem diversas teorias que justificam o aumento da temperatura dos oceanos e superfície da terra, a maioria delas, colocando nós “Terrículas” (tomando emprestado um termo muito usado por Ramatis), como os principais causadores destas “mazelas” ao nosso globo.

Meu intuito aqui não é entrar no cerne da questão, muito menos apontar responsáveis, mas a algum tempo, e principalmente com o avanço nos estudos espiritualistas, há um ponto que vem habitando minha mente com relação a esse assunto: Qual o papel das religiões e da espiritualidade neste processo?

Leia o restante do texto aqui.

Este post tem 6 comentários

  1. Totonho Paixão

    Já li muita coisa boa aqui no portal mas esse artigo me deixou de boca aberta, nunca vi algo tão preconceituoso e sem embasamento! Pra começar que se refere de certa forma a teoria de Gaia que faz pouco tempo foi refutada por seu autor e maior defensor.

    Agora, dizer que o catolicismo é culpado pelo aquecimento global é a mesma coisa que dizer que a matemática é culpada pelos problemas de estresse dos dias de hoje.

    Não existe nenhuma mensagem no catecismo católico que dê a entender que a preservação da natureza está em segundo lugar. Muito pelo contrário! A mensagem de humildade e amor a vida semeada pelo catolicismo permitiu ao homem respeitar ao seu próximo e pensar nos dias que virão.

    Acho risível essa infantilidade de dizer que as religiões pagãs eram o “must” em preservação da natureza. Elas viviam integradas a natureza? Sim! Mas da mesma forma como as abadias viviam e ainda vivem em harmonia com o meio ambiente.

    Ah Totonho! Mas os caras pregava a harmonia, dançavam na mata…. ELES NÃO TINHAM DESENVOLVIMENTO SOCIAL E URBANO. Quem vive em casebre de madeira não polui! Vamos renegar todo o desenvolvimento urbanista então?

    Falar que as religiões pagãs amavam a natureza é esquecer que estas religiões não amavam nem os seres humanos. O paganismo perseguiu e matou milhares de cristãos, o paganismo não possuia o conceito de amor ao próximo e também não reconhecia o homem como um ser espiritual importante.

    Respeito Magik, respeito umbanda, respeito Wiccans modernos, respeito judaísmo. Não respeito mentira! Não respeito quem cria sua versão da história.

    A mensagem universalista de Francisco de Assis? Ele esqueceu! As centenas de árvores destruídas com a passagem do paganismo romano. Também esqueceu!

    1. Rev.Breno

      Os romanos acabaram com a natureza tanto quanto todos os outros, até agora houve poucos atos isolados voltados a sustentatablidade (ou qualquer coisa do gênero).
      No geral independente da religião, ninguém conseguiu resolver essa questão, tanto é que até hoje ela se arrasta

      Me dê um povo que eu te dou um exemplo de exploração de recursos…

      1. Totonho Paixão

        Concordo com você. Realmente a exploração de recursos para desenvolvimento é um paradigma ainda sem solução.

        Em minha opinião essa solução não vai ser encontrada. A exploração de recursos é inevitável, o correto é saber ponderar esta utilização e criar formas de “repor” estes recursos.

        Acho válido também informar que até o momento não existem suficientes comprovações da responsabilidade da ação humana no aquecimento, do contrário, existe comprovação suficiente de que o fenômeno é natural e cíclico.

  2. Fábio Piu

    Eu diria q o culpado seria o capitalismo exagerado, a ganância de crescimento rapido de empresas exploradoras e falta de politicas ambientalistas. No ponto de vista espiritual, acredito q a natureza é a combinação de todos os elementos contando com os seres viventes na natureza, e ela é essencial para a manutenção da vida, é o que Deus nos deu para vivermos harmonicamente, e com retribuição… dar para receber ou seja, cuidar para ter, o que comer, o que beber, onde morar, tudo é a natureza, nós somos natureza, fazemos parte dela e destruindo-a estamos nos destruindo. Mas religião na minha opinião não tem nada a ver com o aquecimento global.

  3. MitH

    Que tema…esdrúxulo. A única associação consistente entre religião e aquecimento global que eu consigo vislumbrar são os “escândalos apocalípticos” que as religiões adoram pregar para assustar e recrutar mais fiéis.

    O aquecimento global é um fenômeno absolutamente natural! Ou foi porque nossos ancestrais deixaram de bater o atabaque ao “Deus Sol” no passado que eles encararam uma Era Glacial? Hm…. pensando bem, deviam ter rezado mais mesmo.

    A questão é que o desmatamento afeta tão somente o microclima de tereminada região… Camada de ozônio? Não existe… o problema é que a indústria está montada (literalmente) em alegações alarmantes para vender determinados produtos e é conveniente empurrar essa hipótese goela abaixo das pessoas.

    Assistam essa entrevista, quem tiver curiosidade:

    http://www.youtube.com/watch?v=WQrEFj56Xfw&feature=related

    E quem quiser mesmo, vá procurar as provas apontadas por esse professor, elas estão lá.

    Vamos abrir os olhos, galerinha.

Deixe uma resposta