A virtude das águas

Sabedoria do Tao

Retirado do Tao Te Ching (*)

A maior das virtudes pode ser contemplada
nas águas que banham as dez mil criaturas,
e ocupam as fendas e os pântanos,
onde ninguém gostaria de estar.

Por tal motivo, as águas se comparam ao Caminho!

A virtude de uma casa é a sua localização.
A virtude da mente é estar em silêncio e em paz.

A boa sociedade é aquela que busca a virtude.
O bom governo é aquele que busca a ordem.

A virtude do artista é sua habilidade para a arte.
A virtude do movimento é ser executado
no preciso momento.

Mas o sábio é virtuoso sem nunca combater,
e assim nunca pode ser combatido.

 

***

Todo mês traremos mais uma passagem do Tao Te Ching…

Tao Te Ching

(*) Nesta tradução exclusiva do Tao Te Ching a partir da tradução clássica de James Legge para o inglês, Rafael Arrais (autor do blog Textos para Reflexão) usa do auxílio precioso das interpretações do ocultista britânico Aleister Crowley e do filósofo brasileiro Murillo Nunes de Azevedo para compor uma visão moderna da antiga sabedoria de Lao Tse.

» Versão impressa

» eBook (Kindle)

» eBook (Kobo/Cultura)

» eBook (Saraiva)

 

Este post tem 2 comentários

  1. Romano

    “Mas o sábio é virtuoso sem nunca combater,
    e assim nunca pode ser combatido.”

    É pra se refletir mesmo.

  2. Juliano

    Gostei muito!
    Principalmente do final, buscarei sempre a sabedoria, e quem sabe um dia, me tornarei invencivel 🙂

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta